Bondi Beach – a praia mais badalada da Austrália

Uma delicia de praia, querida pelos surfistas, gente bonita e uma diversidade de nacionalidades, Bondi é assim. A praia mais famosa da Austrália foi meu lar durante 1 ano e mesmo depois de todo esse tempo ainda ficaram cantos a serem explorados. Mas deu pra aproveitar bastante e curtir muitos dos bares e cafés do meu querido bairro.

Aqui vai um guia de Bondi pra você poder curtir o bairro com o melhor que ele tem a oferecer.

Quanto tempo ficar:
Eu diria que um ano foi pouco, mas um mês poderia ser bom pra pegar umas aulas de surfe e curtir o verão. Se você tem pouco tempo, como uma semana em Sydney, acho que 2 dias ta bom. Mas se o tempo ta apertado mesmo, pelo menos uma tarde ensolarada!

Em que época do ano ir:
No verão, sem dúvida. Mas não indicaria vir tão próximo do ano novo porque fica insuportável de cheia, difícil de pegar ônibus, achar lugar pra ficar, etc. Alta temporada né. De outubro a março é quase garantido um tempo bom, mas no inverno é frio demais e muito vento, não indico.

Onde comer:
Você já está na praia a horas e de repente bateu aquela fome?

Na Campbell Parade (rua da praia) você encontra diversas opções, o Bondi Fresh é minha primeira opção sempre! Sanduíches, saladas e sucos naturais compõem o cardápio.
Mas nada como um Fish & Chips também, prato “típico” da Austrália.
Se for comida mexicana o seu mood, vá no Beach Burrito. Delícia!
O Bichirina tem o melhor banana bread. Mas pra um café da manhã caprichado eu recomendo o Lamrock Cafe (melhor mocha que tomei na Austrália!).
E pra arrematar o dia, vá na sorveteria Messina, que fica na Hall St a uns 4 min da praia. Eles tem o melhor sorvete! Sempre alegra meus dias quando vou lá, e qualquer sabor é garantia de sucesso!

O que fazer:
A primeira opção é ficar pegando um sol, dar um mergulho, curtir a praia. Mas você pode pegar umas aulas de surfe, dar um role de skate, fazer a Bondi to Coogee Coastal Walk, que é uma delícia também.

Nos sábados rola um market, como se fosse uma feira, com produtos locais e frescos, como queijos, azeite e temperos. No mesmo local no domingo rola um market com designers locais, artesanato, decoração, moda. Adoro! Vale a pena também passar um dia no Bondi Icebergs, curtir a piscina azul com vista pra praia e almoçar por lá (Em breve dicas sobre o restaurante!).

Como chegar:
Se você está saindo do aeroporto, um taxi vai custar cerca de AUD60-70. Mas há também um serviço de shuttle, que custa AUD20 por pessoa.
Se você está no centro de Sydney, pegue o ônibus 333 ou 380 no Hyde Park, ele vai te deixar exatamente na praia.
É possível também ir de metrô até a Bondi Junction (uma espécie de transbordo, com ônibus para todos os Eastern Suburbs) e pegar estes mesmos ônibus, o 333 ou 380. Caso você vá no alto verão, o número de visitantes sobe absurdamente, mas eles colocam outras linhas alternativas expressas para a praia.

Onde ficar:
Dependendo do tempo que você for ficar eu indico dar uma olhada no Gumtree, nesse site você pode encontrar quartos ou vagas em casas compartilhadas para temporada, de 1 a 12 meses.
Se forem apenas algumas noites, o Lamrock Lodge, pode ser o melhor para você. Os preços em quarto compartilhado variam entre AUD25 e 32 dependendo da época do ano.
Outra opção é checar o que tem disponível no Airbnb, eu falei nesse post aqui sobre as vantagens dele.

Onde encontrar wifi:
Os seguintes cafés tem wifi: Atlas Kiosk, Blue Orange, Bondi Tratt, Brave Cafe, Café Bondi, Chapter One, Miss Chu, McDonald’s. O meu preferido é o Chapter One, super gracinha, tem vista pra praia mas é mais escondido e o café é uma delicia!

Eventos durante o ano:
São muitos, mas aqui estão os meus preferidos!

Bondi Openair Cinema – Janeiro a Março
Head On Photo Festival – Maio/Junho
Festival of the Winds – Setembro
Sculpture by the Sea – Outubro

Festivais Bondi Beach

Se quiser mais informações, visite o site oficial de Bondi: At Bondi.

Beijos,
Gaia