Parque Nacional da Serra dos Órgãos: Explorando o Morro Açú

Pode se preparar para caminhar ainda mais depois de atingir o pico do Morro Açú. Por lá você não vai encontrar apenas um visual bonito, e sim vários caminhos que levam à paisagens incríveis!

Nesse post você vai ver tudo o que é possível fazer lá no alto do Morro Açú, como a famosa Pedra da Tartaruga, o pôr do sol no Cruzeiro, o visual do Cabo de Aço e o paisagem linda pro Porta de Hércules.

Antes de começar a falar sobre as principais “atrações” do Morro Açú, vou fazer um breve resumo:

Essa imponente montanha está localizada em Petrópolis, cidade serrana do Rio de Janeiro. O acesso à trilha é feito no Vale do Bonfim, em Corrêas, dentro do Parque Nacional Serra dos Órgãos, também conhecido como PARNASO. Esse é também o ponto de partida para uma das travessias mais conhecidas do Brasil, a travessia Petrópolis – Teresópolis.

O Morro Açú está há 2.180 metros de altitude – a classificação da caminhada é pesada, ou seja, é preciso ter um bom preparo físico e bons equipamentos para não passar perrengue. Se é a sua primeira vez, recomendamos ir com um grupo, com guia ou ao menos com algum amigo que já tenha feito a trilha alguma vez. O tempo de caminhada para atingir o pico é, em média, 6 horas.

Nesse post você vai encontrar dicas de o que fazer, uma vez que esteja lá no topo. São vários picos diferentes, com paisagens únicas!

Castelos do Açú ou Pedra da Tartaruga

Os Castelos do Açú são formações rochosas no cume da montanha, considerados o segundo ponto mais alto do Parque Nacional Serra dos Órgãos! Pra mim é o grande marco da caminhada: ao chegar perto de suas pedras imensas, senti aquele alívio de dever cumprido!

Esse é o “cartão postal” do Morro Açú, e a pedra leva esse nome por parecer muito com uma tartaruga!

pedra da tartaruga morro açú
Pedra da Tartaruga ao fundo!

Quem leva barracas para acampar costuma ficar ali por perto, as rochas acabam se transformando em abrigos. Vimos o nascer da lua e o nascer do sol sentados nas pedras próximas à Pedra da Tartaruga. O sol nasce bem na direção de outros picos do parque, como o Dedo de Deus e Pedra do Sino.

Nascer do Sol Pedra da Tartaruga
Nascer do Sol visto da Pedra da Tartaruga
Nascer do Sol Pedra da Tartaruga
Momento mágico!

A Lua foi um espetáculo a parte. Era época de lua cheia e fomos presenteados com o nascer de uma lua gigantesca e vermelhona. As fotos não chegam perto do que é ver ao vivo, uma experiência única!

nascer da lua morro açú
Nascer da lua cheia na Pedra da Tartaruga

Cruzeiro

O cruzeiro fica de frente para a Pedra da Tartaruga. Lá foi colocada uma cruz em homenagem à um grupo de montanhistas mortos em uma tempestade elétrica em 1992.

179519_481643398530304_1818150275_n

É nesse ponto que podemos ver o pôr do sol mais lindo: as nuvens abaixam, formando como se fosse um mar. Demos muita sorte, pois quando chegamos o céu estava totalmente encoberto por neblina, e, enquanto o sol abaixava, o céu limpava todinho para podermos apreciar esse momento e tirar belíssimas fotos! Sem palavras!

É nessa hora que devemos nos preparar para o frio. É só o sol sair para nos equipar com gorro, luva e cachecol. É frio MESMO!

Pôr do sol Morro açú
Pôr do Sol no Morro Açú
pôr do sol Morro Açú
Um dos pores do sol mais incríveis que já vi!

Pedra do Cabo de Aço

A Pedra do Cabo de Aço é uma das rochas gigantes da Pedra da Tartaruga. Colocaram um cabo de aço para ajudar na subida e lá fomos nós em busca de mais um visual incrível.

pedra do cabo de aço
Subindo a Pedra do Cabo de Aço

Lá do alto conseguimos ver diversos picos, como o Dedo de Deus. É impressionante estar tão acima das montanhas! Muitos grupos sobem até lá para assistir o nascer do sol.

Explorando o Morro Açú
observando o Dedo de Deus do alto da Pedra do Cabo de Aço

Pico Rio de Janeiro

São mais ou menos 30 minutos de caminhada saindo do abrigo. Passamos pela Pedra da Tartaruga e andamos em direção à Baía de Guanabara. No caminho você vai encontrar totens (pedras empilhadas) indicando por onde passar.

Demos de cara com o visual mais maneiro do Rio de Janeiro. Podemos ver os principais pontos turísticos perfeitamente! Pedra da Gávea, Pão de Açúcar, Lagoa, Baía de Guanabara, Ponte Rio-Niterói, etc. É uma experiência maravilhosa pensar que estamos ali, no alto da montanha, cercado de natureza e muita paz, enquanto a cidade está logo ali acontecendo. Demais!

 pedra do cabo de aço

visual baía de guanabara açu
Visual para a Baía de Guanabara!

Essas foram as nossas dicas para você aproveitar ainda mais a experiência Açú! Reforçando que é preciso ter um bom preparo físico para enfrentar a caminhada de 6h até o pico e, preferencialmente, estar acompanhado de um guia.

Recomendamos também que você tenha bons equipamentos como saco de dormir, bota para trekking, uma boa mochila e roupas certeiras. A preparação é muito importante para você não passar perrengue na sua caminhada!

Veja também:

Como escolher um bom saco de dormir para camping, trilhas e expedições

Como escolher a mochila ideal para trekking

Tudo que você precisa saber para planejar sua viagem para Petrópolis

 

Acompanhe nossas AVENTURAS também no Facebook | Instagram Youtube