Conhecendo a cidade de Natal e algumas dicas para você montar seu roteiro

Depois de uma viagem incrível conhecendo um pouquinho do litoral potiguar, eu voltei renovada e pronta para a próxima! Compartilho aqui meu roteiro com várias dicas para você poder aproveitar o melhor que Natal tem a oferecer.

Confira abaixo: [Dia 1] Conhecendo a cidade de Natal

O vôo noturno foi cansativo e chegamos em Natal numa madrugada chuvosa. Imagina o desespero em pensar que os próximos dias seriam debaixo dessa água toda? Mas como dizem, lá é realmente a terra do sol, e no dia seguinte o céu estava aberto e com sol a pino.

Acordamos e fomos direto dar uma caminhada na Praia da Ponta Negra, onde estávamos hospedados. A praia é a mais famosa e visitada de Natal. O céu azul e a cor da água de um azul ainda mais bonito estavam perfeitos para começar bem o dia.

Lá é possível alugar prancha de SUP e curtir o mar tranquilo, ou apenas estender a canga e pegar um sol. As opções de bares e restaurantes são muitas, então é realmente o melhor lugar para estar de dia e à noite.IMG_5135IMG_5036Como tiramos o dia para conhecer a cidade, resolvemos ir até um centro de artesanato dar uma olhadinha nos souveniers da região e comer uma tapioca, e que tapioca! Recheadíssima, nossa opção de queijo coalho vinha até com uma borda crocante, e a de queijo com goiabada também estava um espetáculo!

A próxima parada foi o Forte dos Reis Magos, famoso ponto turístico da cidade, que foi importante para entender um pouco da história local. O guia, super simpático, nos deu uma breve explicação desde a chegada dos portugueses e a invasão dos holandeses até os dias atuais, quando ele se tornou um patrimônio cultural do Brasil. O monumento está muito bem preservado, restando alguns canhões, expostos na parte superior do prédio, a capelinha no centro e os alojamentos.

Uma curiosidade legal de saber é que a fortaleza recebeu esse nome por causa da data de início da sua construção, 6 de janeiro de 1598. O mesmo aconteceu com a cidade de Natal, fundada em 25 de Dezembro de 1599.DCIM104GOPROInfelizmente, ficou tarde para fazermos o tour pelo Corredor Cultural, que passa por vários prédios históricos, como a Igreja do Galo e  o Teatro Alberto Maranhão. Portanto fica a dia: vale super a pena separar um dia para conhecer a capital, Natal, mas comece cedinho e planeje bem seu roteiro.

Para finalizar o dia, fomos jantar no Restaurante Farofa D’Água, mas acabou sendo uma escolha infeliz e não ficamos satisfeitos. O atendimento era bom mas a comida era bem sem graça.

Para compensar, no dia seguinte fomos num restaurante de lamber os beiços, o Camarões Potiguar. Além do excelente serviço, a moqueca estava divina e servia 3 pessoas com folga. Nos recomendaram também os camarões na moranga e os camarões salteados com alho e óleo. (Preciso voltar pra Natal só pra ir lá de novo!)

E de quebra ainda comemoramos o niver da mamãe! 🙂DSC_0452DSC_0461Edited Natal e MaracajaúIndico que vá ao restaurante cedo, pois dizem que a fila de espera chega a 2h na alta temporada. Não é à toa que eles têm essa fama e são o primeiro na lista de indicados no Trip Advisor e em todas as outras de restaurantes de Natal.

Informações gerais

Como chegar:

Fique de olho nas promoções de passagens aéreas que sempre rolam por aí. Se você puder ir fora da alta temporada, escolha essa opção, pois é sempre mais tranquilo para conhecer o lugar e fazer os passeios.

Quando ir:

Faz sol o ano inteiro, apesar da época das chuvas ser no inverno. Quando chove é só um pouquinho, geralmente durante a noite ou início da manhã (dica que uma potiguar me deu!). Não é à toa que Natal tem o apelido de Cidade do Sol.

O que fazer:

Praia da Ponta Negra
A mais famosa praia da cidade. Dentre as opções de atividades você pode pegar um solzinho, dar uma volta de SUP ou kaiak ou comer num dos muitos restaurantes de camarão do bairro.

Veja aqui algumas pousadas e hotéis para se hospedar na Praia de Ponta Negra

Visitar a Fortaleza dos Reis Magos
R$3
(estudantes da rede pública não pagam)
Horário de funcionamento: Diariamente, das 8h às 16h
Endereço: Av. Café FIlho, 1 – Praia do Meio

Tour pelo Corredor Cultural
Conhecer a história da cidade e de seu povo é uma boa maneira para começar sua viagem pelo Rio Grande do Norte. Nesse tour pelo centro histórico você poderá ver prédios importantes para a região diferentes épocas.

Jantar no Camarões Potiguar
Média de R$50 por pessoa
Horário de funcionamento:
Seg a Sab 11:30h às 15:30h / 18:30h às 23:30h
Dom 11:30h às 16:00h / 18:30h às 23:00h
Endereço: R. Pedro Fonseca Filho, 8887 – Ponta Negra

Onde encontrar souveniers:

Centro de Artesanato Praia dos Artistas – tem alguma coisa de souvenier, mas não tanto quanto o shopping abaixo. Muitas das lojas estavam fechadas ou até mesmo vazias. (foi onde comemos a tapioca!)
Endereço: Av. Presidente Café Filho, 1160 – Praia do Meio
Horário de funcionamento: 8h às 22h

Shopping do Artesanato Potiguar – esse centro é enorme, tem +100 lojinhas com uma variedade de artesanato, comidas típicas, doces e cachaças.
Endereço: Av. Engenheiro Roberto Freire, 8000 – Ponta Negra
Horário de funcionamento: 10h às 22h