Tudo que você precisa saber para organizar a sua viagem para Cartagena

Se eu fosse definir Cartagena com uma palavra, seria “viva”. Sua história, suas ruas, suas flores, seu povo, sua cultura, sua natureza, sua alegria. Uma cidade totalmente viva, que respira cores e encantos!

Embarcamos sem muitas expectativas, mas voltamos de lá querendo mais um pouquinho de Cartagena. A diversão era se perder nas ruas coloridas e descobrir uma nova loja, restaurante ou monumento histórico em cada esquina.

Se já não bastasse, o azul do caribe e o sol que brilha o ano todo por lá roubaram os nossos corações! A salsa e a animação dos colombianos também não ficaram para trás. Que viagem! Foi muito bom viver tudo isso!

E agora, claro, a gente compartilha as melhores dicas com vocês. Temos certeza que, depois de ler esse post, você vai correndo procurar uma passagem barata pra lá 😉

Onde fica?

Cartagena é uma cidade da Colômbia, localizada há mais de 1.000 km da capital Bogotá. Voamos de Copa Airlines até o Panamá, e de lá, para o aeroporto Internacional Rafael Núñes, em Cartagena. A cidade é banhada pelo Mar do Caribe, e está próxima das ilhas paradisíacas Aruba, San Andres e Curaçao.

mapa de cartagena

Quando ir?

Cartagena é uma cidade muito (MUITO!!) quente, e, independente da época que você for, vai pegar temperaturas altas, em torno dos 27ºC, mas com sensação térmica de 40ºC (sem exagero, juro!).

Pelo o que pesquisamos, a época que mais chove é entre Maio e Novembro. Fomos no final de Novembro e, apesar de ter previsão de chuva no app do celular, não vimos uma gotinha sequer. O tempo parece sempre estável, com o sol brilhando, e acredito que a chuva, quando houver, deva ser passageira.

cartagena

Mas, é bom torcer para não pegar chuva por lá. Parece que a cidade alaga e os passeios incríveis para as ilhas do mar do caribe com certeza não devem ficar tão bonitos com o tempo fechado.

Entendendo Cartagena

A cidade, apesar de não parecer, é bem grande e vai muito além das charmosas ruas coloridas do Centro Histórico. São 1.6 milhões de habitantes que se dividem entre a parte histórica (Centro), a parte nova (Bocagrande) e o restante da cidade.

A nossa impressão foi de bastante desigualdade. De um lado, prédios enormes cercados pelo mar. Do outro, casinhas pequenas e humildes que vão se amontoando em cada terreno. O trânsito também é outro ponto a ser observado: muitos carros, muita gente andando nas ruas principais e um horário de rush super caótico.

É difícil ter uma noção da cidade antes de chegar lá. A Cidade Amuralhada, chamada de Centro, é a mais turística e famosa. É lá que estão as casinha coloridas e floridas, os bons restaurantes e aquele charme de cidade histórica.

flores de cartagena

O Centro Histórico é dividido em setores: CentroSan Diego, La Matuna e Getsemani. Para entender melhor, veja o mapa abaixo:

Mapa de Cartagena

As áreas mais turísticas são o Centro e San Diego. A segunda pode ser considerada a área mais nobre de lá, onde está o Sofitel Santa Clara, hotel considerado o número 1 da Colômbia. Lá estão também alguns restaurante bem famosos: La Cevicheria, Juan del Mar e o El Santíssimo.

Na área pintada de vermelho mais escuro está o Centro, com vários monumentos turísticos! A cada rua você vai encontrar um restaurante fofo, uma lojinha diferente, uma sorveteria atraente, alguns museus, vendedores de frutas, as famosas palenqueiras..!

Uma dica: estude o mapa antes de chegar lá! As ruas são bem parecidas e é difícil se localizar nos primeiros dias. Eu, que não tenho noção nenhuma de localização, fiquei perdidinha! Sorte que no meio da viagem a Gaia já conseguia se localizar melhor. hhahah

Getsemani foi uma surpresa! Antigamente, o Centro e San Diego eram cercados pela muralha. Era lá que viviam os nobres e ricos da época. Os escravos ficavam do lado de fora do muro, e viviam em Getsemani. Muitos anos depois derrubaram parte da muralha e incluiram Getsemani na área histórica.

Hoje, essa região é mais descolada e, além das ruas fofas e coloridas, tem grafites espalhadas nos muros e restaurantes típicos. Há mais coisas para ver no Centro e em San Diego, mas vale a pena almoçar ou jantar em Getsemani, e é imperdível separar uma noite para dançar salsa no famoso Café Havana!

Grafite Getsemani

Gostamos tanto da cidade histórica que nem saímos de lá para conhecer Bocagrande ou outros bairros de Cartagena. O máximo que fizemos foi visitar outros dois pontos turísticos: o Castillo de San Felipe e o Convento de La Popa. Aliás, fica a dica: não achamos o convento tão interessante, é um passeio que pode ficar fora no seu roteiro sem problemas.

O que fazer além da cidade histórica?

Além de explorar todas as ruas floridas do Centro Histórico, há alguns passeios além das muralhas que você não pode deixar de fazer. Confira o vídeo que fizemos com 5 passeios imperdíveis em Cartagena!

E para te deixar ainda mais com vontade de ir pra lá, veja o nosso passeio de bike pela Cidade Amuralhada:

Se você já começou a pesquisar sobre Cartagena, deve ter lido por aí que as praias da cidade não são tão legais. Para ver o mar caribenho, com aquele tom de azul sem igual, você deverá fazer passeios de lancha até as Islas Del Rosario, que ficam a cerca de 45min de lancha da cidade.

islas del rosario

Diversas empresas oferecem passeios até as Ilhas ou, se você preferir, poderá também alugar uma lancha e ficar mais a vontade, sem precisar seguir um roteiro.

O passeio mais famoso é até a Playa Blanca, que é a maior praia das ilhas. Conversando com os moradores, descobrimos algumas outras incríveis, como a Isla Del Pirata, San Pedro de Majagua, Isla Del Sol e Isla Esmeralda.

Leia também:

Explorando as Islas Del Rosaio: passeio para o Hotel San Pedro de Majagua

Como conhecer Cartagena (quase) de graça: Free Walk Tour Cartagena

Vale a pena conhecer a Playa Blanca? Veja dicas para não entrar em uma furada

5 passeios que valem a pena fora da Cidade Amuralhada em Cartagena

Onde se hospedar em Cartagena?

Confira nosso post completo sobre o assunto: 9 opções de hospedagem em Cartagena para todos os bolsos

Ficamos um pouco perdidas na hora de definir onde ficaríamos hospedadas. Depois de entender a cidade e passar por vários hotéis e albergues charmosos, vamos ajudar vocês dando algumas dicas de localização e sugestões.

Ficamos hospedadas em dois lugares diferentes: no Hostel Casa Escallón (no Centro) e no Hotel Casa Logos (em San Diego).

Dentro da Cidade Amuralhada

A cidade é divida por setores, como citado acima. O setor San Diego é o mais bacana, com os melhores restaurantes e melhores hotéis. Portanto, se a sua prioridade é uma ótima localização e conforto, procure hotéis localizados em San Diego.

Algumas sugestões em San Diego: Casa Logos, Sofitel Legend Santa Clara, etc.

casa logos

O setor Centro é mais em conta que San Diego e você também estará bem localizado, além de encontrar opções muito boas, como o Hotel Casa San Agustin, o Hotel Quadrifolio, a Casa La Fe ou a Casa Del Coliseo. Se você busca opções mais em conta, pode gostar do Hostal Calamari ou do Hostal Casa Escallon, onde ficamos hospedadas por 4 noites.

O setor Getsemani também está dentro da cidade amuralhada, mas um pouco distante do centro histórico. Essa área é mais simples, e parece que ainda não é tão frequentada pelos turistas. Aqui você vai encontrar opções mais em conta, vimos muitos hostels por lá!

Algumas sugestões em Getsemani: Hotel Casa Lola, Casa Canabal, Hotel Boutique La Artilleria, Casa El Carretero. Opções mais em conta: Zana Boutique Hotel, Casa La Sierpe, Casa de las Palmas.

Bocagrande

Se você optar por se hospedar em Bocagrande, precisará pegar taxi ou outro meio de transporte (como bike!) para chegar até a Cidade Amuralhada.  São 4km que separam os dois bairros de Cartagena.

Bocagrande é a parte nova da cidade, com prédios enormes e luxuosos. Pesquisando no booking, vimos que tem vários resorts bonitos, com piscinas infinitas e área de lazer bem legal. Se essa é a sua vibe, vale a pena se hospedar por lá!

bocagrande

Mas, na minha opinião, fica longe dos melhores restaurantes e barzinhos para sair à noite, e, como já falei acima, o trânsito em Cartagena é bastante caótico, eu não teria paciência de pegar as avenidas principais todos os dias para ir de um lado a outro!

Algumas sugestões em Bocagrande: Oz Hotel, Hotel Caribe, Hampton By Hilton

Onde comer?

São inúmeros restaurantes e barzinhos espalhados por Cartagena. Opções não vão faltar na hora do café da manhã, do almoço e do jantar.

Confira nosso TOP5: 5 restaurantes que você não pode deixar de experimentar em Cartagena!

Além dos restaurantes típicos, você vai encontrar culinária do mundo todo. Vimos restaurante argentino, peruano, japonês, italiano…!

Optamos pelos frutos no mar quase todos os dias, já que estavam sempre fresquinhos. O filé de peixe faz parte do prato típico da Colômbia, que também é composto por arroz de côco (humm!!) e patacones (plátano, que é uma espécie de banana, amassada e frita). Ah! A limonada de côco não podia faltar!

restaurante em cartagena

Fomos em vários restaurantes deliciosos, mas, o que conquistou os nossos corações foi o Crepes e Waffles <3 No post sobre os nossos restaurantes preferidos a gente conta o porquê! 😉

Quanto custou a viagem?

Foram 7 dias de viagem e, no total, gastamos 3.200.000 pesos colombianos (entre gastos com hospedagem, alimentação, transporte, passeios, souveniers e algumas comprinhas). Em real, isso significa cerca de R$3800.

Lembrando que cada viajante tem o seu estilo. Fomos em restaurantes muitos bons e mais carinhos, mas também experimentamos o PF colombiano por COP 8.000. Alugamos lancha para ir até a Isla Del Rosario, saindo um pouco mais caro do que o passeio tradicional com agência de viagem. Se a sua vibe foi gastar muito pouco viajando, é só se privar de algumas coisinhas para conseguir. No geral, achamos a cidade barata, principalmente comida, hospedagem e transporte.

Uma dica para você se programar para sua viagem é planejá-la em dólares, pois com essa variação do real, fica difícil ter uma noção dos gastos reais no dia em que você for embarcar. Em dólares, nosso gasto foi de US$960.

Além disso, tivemos o gasto com a passagem (cerca de R$1000) e com o seguro de viagem (cerca de R$120).

Alimentação

Se você está perdido, tente calcular assim: um almoço/jantar pode variar de COP 8.000 (PF colombiano) até COP 35.000 em um restaurante legal e não muito caro. Para café da manhã, geralmente você gasta de 5.000 a 8.000. Tente fazer suas contas com 3 refeições e faz uma média entre esses valores.

Passeios

Praticamente gratuito! Andar pelas ruas é maravilhoso e gasta-se muito pouco. Você pode fazer o Free Walk Tour Cartagena que é “gratuito”, você vai contribuir apenas com uns COP 15.000 e vai conhecer super bem a cidade. Faça logo no início para se localizar bem por lá depois. A gente andou muuuuito por lá, quase todo dia faziímos algum passeio a pé. Os passeios para as ilhas encarecem um pouco, porque aí geralmente é o dia todo, com refeição inclusa, o valor varia, mas vimos uma média de COP 100.000 – COP 200.000 por pessoa.

Compras

A gente acabou fazendo umas comprinhas, entre roupas, acessórios e souveniers. Se você está planejando não comprar nada, isso já diminui bastante seu gasto.

Qual é a melhor maneira de levar dinheiro?

Ao planejar a viagem, ficamos super na dúvida de qual seria a melhor maneira para levarmos nosso dinheiro, afinal, a melhor opção é sempre a que rende mais né? Optamos por trocar aqui no Brasil por dólares americanos e ao chegar lá trocaríamos por pesos colombianos.

Funcionou bem. É fácil de achar casas de câmbio nas ruas, e a cotação não é como havíamos pesquisado, mas a melhor que encontramos foi US$ 1 = COP 2830. No aeroporto costuma ser mais caro, não recomendamos que troque lá.

Por outro lado, no finalzinho da viagem, acabamos passando algumas coisas no cartão de crédito e a conversão deles estava melhor (US$ 1 = COP 3.090). A questão é que essa opção é uma loteria, pois não dá pra saber qual vai ser o câmbio no dia em que você for e ainda tem os 6% de IOF em cima das compras.

*Vamos fazer um post mais explicadinho sobre esse assunto para facilitar ainda mais a vida de vocês! heheh!

Dicas gerais

Visto

Se você for a passeio e for permanecer por menos de 90 dias, não precisará de visto e poderá entrar com o seu passaporte ou identidade (que tenha sido emitida há menos de 10 anos e esteja bem conservada.)

Vacinas

Pesquisando em alguns sites, li que é bom ter tomado a vacina de febre amarela e hepatite A e B, mas só como prevenção, eles não exigiram nada na entrada de Cartagena.

Seguro viagem

Não dá para viajar sem seguro viagem! Afinal, imprevistos também acontecem durante as férias. Já imaginou sofrer um acidente ou ter algum problema de saúde longe de casa? Para evitar ainda mais dor de cabeça nessas horas, é essencial ter o seu seguro viagem garantido.

Sempre fazemos o nosso pelo site do Real Seguros, que possui várias seguradoras conveniadas. Eles comparam os melhores preços e todo o processo é feito de forma bem prática – você recebe a apólice por e-mail e ainda pode dividir em 6x sem juros ou ganhar 5% de desconto no pagamento à vista.

Clique aqui para fazer a sua cotação no site da Real Seguros!

Chip internacional para celular

Hoje em dia fica difícil viajar sem celular – ou melhor, sem um celular COM internet – né? Além de avisar a família que está tudo certo, compartilhar fotos no Instagram e fazer check in no Facebook (quem nunca?), estar com internet a todo momento facilita muito a vida dos viajantes para se localizar, fazer alguma busca rápida sobre o destino, abrir o número da reserva e etc.

A gente usa e recomenda o EasySim4U, revendedora da T-Mobile, uma das maiores operadoras de telefonia celular americana. Eles oferecem o chip internacional pré pago e também o plano de internet com cobertura em até 140 países, incluindo Europa, Ásia, Oceania, Caribe e América do Sul. Todas as vezes que usamos a internet era bem rápida, pega até 4G em alguns lugares!

Veja aqui o post completo que fizemos com dicas para você comprar o seu EasySim4U | Clique aquipara comprar o seu chip.

Aluguel de carro

Se você optar por ir para lugares mais distantes, como o Parque Tayrona, acho válido alugar um carro. A gente sempre usa o site RentCars e recomenda. Faça sua reserva através do blog sem custos adicionais. É só clicar aqui.

Tem dúvidas ou sugestões? Escreve aqui nos comentários que a gente responde assim que possível! =)

E não esqueça de acompanhar a gente no Instagram Facebook (maladeaventuras)!

Buy us a coffee (3)