Nascer do sol em Petrópolis

[webserie] Mala de Aventuras + Cervejaria Bohemia: novas cervejas inspiradas em Petrópolis

Quem acompanha a gente nas redes sociais deve ter visto que fizemos uma parceria super legal com a Cervejaria Bohemia! Recentemente, eles lançaram 3 cervejas novas em homenagem a Petrópolis e resgataram elementos pouco conhecidos da cidade pelo público para criar esses novos rótulos: Aura Lager, 14 Weiss e 838 Pale Ale.

Nós, petropolitanas e apaixonadas pela cidade, criamos uma websérie para mostrar a inspiração por trás de cada uma dessas cervejas. Contamos um pouquinho aqui de todo o processo de desenvolvimento dos vídeos e de cada uma das cervejas, que a gente experimentou e adorou!

Além disso, recebemos um convite deles para sermos suas anfitriãs na Bauernfest 2016! Foi uma honra poder cobrir um pouquinho dessa festa maravilhosa da nossa cidade. Para ver nossa cobertura completa, clique aqui.

Conheça a Bauernfest: a festa do colono alemão em Petrópolis

 

Amanhecer petropolitano [Aura Lager]

Inspirada no nascer do sol de Petrópolis, que todos os dias surge por entre as montanhas, a Bohemia Aura Lager tem uma coloração avermelhada assim como a aurora petropolitana.  Ela é uma Vienna Lager, clássico estilo que tem a mesma essência acolhedora da cidade.

Fomos visitar um dos nossos picos preferidos da cidade para assistir ao sol nascendo entre as montanhas e colorindo o céu com seus raios. Acordar às 3h da manhã no frio do inverno petropolitano não é nada fácil, mas isso é recompensado pela vista proporcionada.

Dessa vez, fomos acompanhadas de um drone para ajudar nas filmagens, o que deu um toque especial ao vídeo. Dinho, muito obrigada pela ajuda! Aliás, to morrendo de vontade de comprar um desses pra mim agora! rs

Curiosidades: O estilo Lager foi desenvolvido em 1841 na capital da Áustria, se tornou muito popular no final de 1800 e hoje está quase extinto na região de origem. Versões mais adocicadas são frequentes no México, assim como mais leves lupuladas nos Estados Unidos. Versões originais, como a da Bohemia, são cada vez mais difíceis de encontrar. Aqui trouxemos a riqueza das notas dos maltes e o suave toque de lúpulo.

A gente não é expert em cervejas, mas aprendemos que ela harmoniza com carnes e legumes grelhados, frango assado, comidas alemãs e queijos curados. Essa é a preferida da Nanda!

Voo de parapente [14 Weiss]

Petrópolis foi casa de veraneio de Santos Dumont. Aqui, ele busca refúgio e inspiração, além de sonhar sempre em desafiar os ares. Ele foi a inspiração para a criação da Bohemia 14 Weiss, que é leve e refrescante como os voos do famoso 14 Bis.

Para mostrar a leveza dessa cerveja, fomos até o Morin para experimentar a sensação de voar de parapente pelas montanhas de Petrópolis e o resultado vocês podem ver no vídeo abaixo. Que delícia que é estar no ar enquanto o fim de tarde vai trazendo um jogo de luz e sombras para as montanhas a sua volta.

O instrutor Flávio Dias foi maravilhoso no voo duplo e super indicamos ele e sua equipe.

Curiosidade: A Baviera, região Sul da Alemanha, produz cervejas de trigo há séculos. No entanto, esse estilo de cerveja ficou sob o monopólio da realeza, principalmente após a Lei da Pureza Alemã de 1516 até 1872, quando foi novamente liberada para comercialização. Se tornou especialmente popular a partir dos anos 1960 em outras partes do mundo. Nessa versão da Bohemia, eles criaram uma receita leve com o balanço perfeito entre o toque adocicado do malte e uma sutil citricidade.

A 14 Weiss é minha preferida e vai super bem com massas, saladas, frutos do mar e banana caramelizada.

Rapel nas montanhas petropolitanas [838 Pale Ale]

Altiora Semper Petens, esse é o lema da cidade de Petrópolis em latim e significa “em busca do mais elevado”. A gente não sabia, mas ele está inclusive escrito no brasão da cidade!

Essa foi a inspiração da Cervejaria Bohemia para a criação da 838 Pale Ale. Se você está se perguntando o porquê do nome, ele vem da altitude da Cervejaria, que fica a exatamente 838m acima do nível do mar. Por ter um amargor acentuado, essa cerveja foi pensada para aqueles que buscam levar o paladar a lugares mais elevados.

Isso nos levou a escolher uma atividade intensa, como o sabor da 838, e fomos até o Castelinho para praticar rapel com o Alex Ribeiro. O rapel por lá é bem tranquilo e ótimo para iniciantes.

Curiosidade: A Pale Ale foi a primeira cerveja clara do mundo e inspirou a criação das Pilsen. O nome era usado para designar qualquer cerveja mais clara na época e surge do malte Pale Ale, desenvolvido a partir de uma técnica inovadora no começo de 1700. Ao longo do tempo, o estilo criou forma própria e mudou bastante, chegando aos parâmetros atuais. A versão da Bohemia é moderna, com aromas intensos de lúpulo, passando por notas cítricas e frutadas, com maltes remetendo a uma sutil nota de malte caramelo.

Essa é uma cerveja mais forte e, por isso, harmoniza com comidas condimentadas e apimentadas, carnes grelhadas e frutos do mar.

Ah! Esse rótulo foi escolhido como o melhor em sua categoria no Festival Brasileiro da Cerveja.

Ainda não conehce a Cidade Imperial? Veja aqui 8 razões para visitar Petrópolis!

Deixo aqui um agradecimento especial a todos os envolvidos neste projeto com a gente! Aos namorados, Jean Cara e Breno Madeira; ao instrutor de escalada, Alex Ribeiro; ao instrutor de parapente, Flávio Dias; ao drone do Dinho; e ao Pedro Keipper pela ajuda com a edição; muito obrigada. =)