Cerro La Hoya, uma excelente estação de esqui na Argentina como alternativa a Bariloche

Esquel é uma cidadezinha localizada na Patagônia Argentina, a apenas 3h da famosa Bariloche. Ela é uma excelente alternativa à sua vizinha para esquiar ou praticar snowboard e no post de hoje você vai descobrir porque. Aqui você vai encontrar também todas as dicas que precisa para planejar sua viagem de esqui a Esquel.

Cerro la Hoya

Cerro La Hoya visto da Laguna La Zeta

 

Antes de tudo, aperte o PLAY e confira o vídeo que preparamos durante a temporada de ski em La Hoya. E se inscreva no nosso canal de YouTube aqui!

La Hoya, como é chamada a estação de esqui de Esquel, fica a cerca de 20 minutos da cidade e tem uma ótima estrutura para receber esquiadores e snowboarders de todos os níveis. De declives suaves ideais para iniciantes e crianças a quedas acentuadas, com quedas íngremes e longas, adequadas para especialistas e snowboard, La Hoya tem pistas para todos os gostos.

Estação de Esqui La Hoya

1-_JAV8352

Pistas de esqui La Hoya

Dada sua proximidade à Cordilheira dos Andes, as precipitações de neve por lá são abundantes. Esta característica, combinada com o clima seco da região e a disposição em particular dos ventos predominantes, contribui para que o centro tenha neve de excelente qualidade até meados de outubro.

Por não ser tão conhecida internacionalmente, a estação é mais tranquila e não fica tão crowdeada como outras na mesma época do ano. Outra vantagem é que ela é mais barata que Bariloche, o que permite até estender a viagem um pouco mais!

É iniciante? Confira nosso post com 6 dicas para sua primeira viagem de neve

Estrutura da estação 

Com 8 pistas para experts, 11 pistas intermediárias e 2 pistas para iniciantes, você pode ficar tranquilo se não souber nada do esporte, pois é possíveis pegar algumas aulas para sair do zero, ou até aperfeiçoar sua performance.

Eu não sabia nada e fiquei muito feliz em poder dar meus “primeiros passos” no esqui com a ajuda da instrutora Suyai. Ela foi muito atenciosa e essencial para que eu conseguisse esquiar um pouquinho! A pista para iniciantes tem um detalhe chato apenas, que é o lift em formato de corda. Como a pista é pequena, não há teleférico, então tem que ter força no braço (o que eu não tenho! Hahah) e seguir para cima segurando a corda.

Se você já é profissa e está em busca de novas pistas para explorar, vai curtir bastante La Hoya também pela qualidade da neve que encontramos por lá, powder e seca.

Temporada

De julho a meados de outubro.

Horário de funcionamento

Diariamente, das 9h às 17h, dependendo das condições climáticas.

Qualidade da neve

Seca e powder

Pistas e meios de elevação

Para aproveitar ao máximo os 22 quilômetros de pistas, as 24 pistas estão conectadas entre si por teleféricos e travessias de montanha. São 10 meios de elevação rápidos e cômodos, distribuídos para aproveitar ao máximo a montanha. A interconexão das pistas que convergem em uma mesma base transformam La Hoya em um dos centros de esqui mais seguros e adequados para a família.

Teleféricos La Hoya

IMG_8843

Esqui e Snowboard Argentina

A longitude máxima para esquiar é de 5,1 kilómetros e o desnível máximo é de 750 metros.

Os setores para praticar esqui fora da pista são muitos em La Hoya e foram recentemente descobertos pelos amantes do snowboard como um dos melhores lugares da América do Sul para essa prática.

Preços (temporada 2016)

3 dias (alta temporada): ARS 2270 *
7 dias (alta temporada): ARS 4600 *

3 dias (baixa temporada): ARS 1500 *
7 dias (baixa temporada): ARS 2950 *

Aulas de esqui em grupo: ARS 640 / hora
Aulas de esqui exclusivas: ARS 990 / hora

Confira a lista completa de tarifas do La Hoya aqui.

* Preço do SkiPack Classic. Incluso aluguel de equipamentos de esqui, passes ilimitados e seguro de esquiador.

Pistas La Hoya Argentina

Em relação ao restaurante da estação, lá tem bastante opção de comida, entre talharim a bolonhesa, hambúrguer com fritas, frango empanado com purê, entre outros. Não espere nada muito gourmet, mas depois de muito esqui, é ótimo ter opções de comida quentinha para repor as energias.

Há também um café com chás, tortas e sobremesas deliciosas.

Café La Hoya

Quando ir

La Hoya fica aberta de julho até meados de outubro, sendo a última estação de esqui da região a fechar. Aliás, para encontrá-la em sua melhor forma, vá em Setembro. É o mês em que vai encontrar a combinação perfeita, com céu azul, temperatura amena e neve ainda muito boa.

La Hoya

Esqui La Hoya

Fomos em Agosto e ficamos muito satisfeitos com a neve. Eu não entendo muito do assunto, mas o Breno nos contou que a neve estava bem powder, que é quando ela está fofinha e gostosa para esquiar. Por outro lado, pegamos muita chuva e vento, e alguns dias a estação não abriu por conta disso. Os moradores da cidade contaram que isso não é comum para essa época do ano. Acho que demos azar mesmo.

Como chegar em Esquel

Esquel está localizada na Patagônia Argentina, a cerca de 2000km de Buenos Aires. O ideal é voar até Buenos Aires e depois pegar um avião menor para Esquel. Essa foi a nossa opção e a média de preços é de R$2000 por pessoa.

 

Avião

Não há voos direto do Brasil, então é necessário ir até Buenos Aires e pegar uma conexão. Uma dica é fazer um stopover na ida ou na volta e conhecer um pouquinho da cidade.Foi exatamente isso que fizemos, programamos a viagem para passar um final de semana em BA. (Eu acabei não conseguindo ir, porque tive que voltar pro Brasil antes para o Jean operar depois de uma queda no esqui, como contei melhor aqui no post).

O aeroporto da cidade é pequeno e fica a 20 minutos do centro. Um transfer até o hotel custa em torno de ARS 240.

Nós viajamos de Aerolineas Argentinas e o voo mais curto foi da Austral, operado pela Aerolineas.

Carro

Outra opção é chegar lá de carro através da famosa Ruta 40, estrada que interliga do norte ao sul do país. Já falamos aqui no blog sobre Mendoza e Salta, duas províncias com trechos belíssimos da Ruta 40. Se você gosta de aventura e tem tempo para uma viagem dessas, vá com tudo. Deve ser maravilhoso percorrê-la integralmente.

Essa opção é mais preferível para quem mora no sul do país, por causa da proximidade com nosso país vizinho. Mas nada impede que você se aventure de carro pela América do Sul!

Se você for alugar um carro, nós super recomendamos o RentCars para pesquisar preços pois ele faz uma compilação de todas as grandes locadoras de carro (Hertz, Avis, Europcar, Sixt…). Eu usei esse site na minha Roadtrip pelo Norte Argentino e funcionou super bem! Faça sua reserva através do blog sem custos adicionais. É só clicar aqui.

Ônibus

Clique aqui e veja informações sobre como chegar em Esquel de ônibus.

Como chegar na estação

Há diversas empresas que fazem esse serviço. Se você preferir ir por conta própria, é possível ir de taxi ou ir de carro. Há estacionamento gratuito no local.

Estrada La Hoya

Aproveite o caminho para ver alguns Guanacos, que são da família das llamas e vicuñas.

Como chegar a La Hoya

Taxi de Esquel até La Hoya: ARS 250

Frontera Sur: ARS 160 por pessoa
www.fronterasur.com
+54 2945 45 0505
info@fronterasur.net
Av. Sarmiento 784 – Esquel

Transfer Patagônia Verde (nossa escolha!)
www.patagonia-verde.com.ar
+54 2945 45 4396
info@patagonia-verde.com.ar
Av. 9 de Julio 926 – Esquel

Transfer Tierra: ARS 170 por pessoa
www.tierraweb.com.ar
+54 2945 45 6843
info@tierraweb.com.ar
Av. Fontana 484 – Esquel

Onde se hospedar

Um hotel confortável é essencial para os dias pós esqui. É importante ter um lugar que te receba bem e que faça com que você se sinta em casa. Nós ficamos no Hotel Boutique Las Bayas, um misto de conforto e bom gosto bem no centro de Esquel. O pequeno hotel, que conta com 10 quartos, tem a estrutura perfeita: é bastante confortável, com quartos amplos, tem calefação, banheiras de hidromassagem, tv com canais internacionais, etc.

Além disso, o próprio hotel tem um restaurante delicioso, para se ter noção do zelo, eles contam com opções no menu até para celíacos e para diabéticos.

O atendimento, as acomodações, o restaurante, foi tudo nota 10. Clique aqui e faça sua reserva.

Outros passeios em Esquel

Às vezes é bom dar uma pausa no esqui e conhecer um pouco o que a cidade ao redor tem a oferecer. Se as condições não estiverem adequadas e a estação não abrir, você tem que arranjar outras coisas para fazer e a cidade tem ótimas opções.

O Parque Nacional los Alerces fica a cerca de 1h de Esquel e guarda uma natureza quase intocada. Lá você poderá fazer várias trilhas e conhecer árvores milenares, como contamos melhor nesse post aqui.

Outra opção é o centro de atividades de neve Monte Bianco, onde é possível fazer esquibunda, caminhada com raquetes entre outros.

Cavalgar pelos campos deve ser lindo também! Tínhamos esse passeio planejado mas tivemos que cancelar por conta do mau tempo.

Para quem gosta de natureza, vale entrar em contato com a empresa Patagônia Verde. Eles oferecem diversos day tours nos arredores de Esquel, inclusive foram eles que nos levaram para o parque e para a cavalgada.

Informações úteis

Aluguel de equipamento de esqui e snowboard

Alugamos os equipamentos e o que foi necessário para complementar nosso vestuário na Frontera Sur, que fica localizada na própria estação. Eles trabalham com as melhores marcas do mercado, entre Fischer, DC, Quicksilver, North Face, Adidas e Nike. A média de preço por peça de roupa é de ARS 90, enquanto o aluguel de equipamento já está incluso no passe SkiPack Classic, como falei ali em cima.

Aluguel equipamentos La Hoya

Frontera Sur
www.fronterasur.com
+54 2945 45 0505
info@fronterasur.net
Av. Sarmiento 784 – Esquel
Preço médio de vestuário: ARS 90

Xtreme
limitsadventure.com.ar/xtreme
+54 2945 45 5811
Av. Alvear 1069 – Esquel
Preço médio de vestuário: ARS 90

Tierra
www.tierraweb.com.ar
+54 2945 45 6843
info@tierraweb.com.ar
Av. Fontana 484 – Esquel
Preço médio de vestuário: ARS 60 – 100
Preço médio aluguel de esqui: ARS 330
Preço médio aluguel de snowboard: ARS 400

Fotografia e Vídeo

Lá na estação há aluguel de GoPro e serviço de fotografia e vídeo.

Arte en Imagen
www.arteenimagen.com.br

Seguro viagem

Não dá para viajar sem seguro viagem! Afinal, imprevistos também acontecem durante as férias. Já imaginou sofrer um acidente ou ter algum problema de saúde longe de casa? Para evitar ainda mais dor de cabeça nessas horas, é essencial ter o seu seguro viagem garantido. Mas lembre-se de checar se o seguro tem cobertura para esportes de neve, como esqui e snowboard, porque isso é altamente necessário neste tipo de viagem.

Sempre fazemos o nosso pelo site do Real Seguros, que possui várias seguradoras conveniadas. Eles comparam os melhores preços e todo o processo é feito de forma bem prática – você recebe a apólice por e-mail e ainda pode dividir em 6x sem juros ou ganhar 5% de desconto no pagamento à vista.

Clique aqui para fazer a sua cotação no site da Real Seguros!

Lembre-se: esquiar envolve riscos

Depois que você ganhar confiança, tome bastante cuidado ainda assim, pois o esqui é um esporte que envolve riscos. No nosso terceiro dia, o Jean se acidentou e lesionou a perna. A equipe do La Hoya foi prontamente fazer o resgate e fomos direto ao hospital. Há uma enfermaria, ambulância e uma equipe sempre pronta para atender.

acidente esqui

resgate esqui

O hospital de Esquel também foi ágil em atendê-lo, tiraram o raio X e confirmaram que ele havia rompido a tíbia. Engessaram a perna e fomos para o hotel para que ele ficasse em repouso. A cirurgia não poderia ser feita lá e teríamos que retornar ao Brasil para isso.

O atendimento, tanto na estação como no hospital, foi gratuito e excelente. Apesar da estrutura simples, todos os médicos e enfermeiros são muito bons e competentes. Em um momento como esse é bom saber que estamos em boas mãos.

tibia quebrada esqui

Logo em seguida, tentamos antecipar nossa passagem aérea para que ele fosse operado o quanto antes. A surpresa veio quando a companhia aérea, a Aerolineas Argentinas, informou que o embarque só poderia ser feito após 48h do acidente, pela segurança do passageiro.

Embarcamos 2 dias depois, voltamos para casa e no dia seguinte ele foi operado.

Se o seguro viagem vai ser eficaz eu ainda não sei. Fechamos com o World Nomads, conhecido internacionalmente. Depois que conseguirmos resolver tudo eu faço um post contanto a experiência.

Mais informações

www.cerrolahoya.com | Facebook

Outros posts

Conheça o Parque Nacional Los Alerces, na Patagônia Argentina

Melhores restaurantes de Esquel

Esqui para iniciantes: 6 dicas para sua primeira viagem de neve!

Buy us a coffee (3)