Mochilão pelo Nordeste: destinos imperdíveis para você conhecer em 18 dias

O post de hoje é para quem está em busca de uma viagem econômica. Descubra as maravilhas que você pode encontrar na região Nordeste do Brasil e os destinos imperdíveis para você inserir no roteiro ao planejar sua viagem para lá.

Areias branquinhas e macias, águas cristalinas, mar em diferentes nuances de verde e azul, piscinas naturais, mergulho com peixes, windsurf, snorkelling e stand up paddle. Não, não estou falando de Punta Cana, Aruba ou Los Roques, mas das praias do nordeste brasileiro.

O nordeste tem praias paradisíacas e algumas das paisagens mais bonitas do mundo. Ao contrário do que muita gente pensa, é possível fazer uma viagem econômica, sem gastar muito e aproveitando todos os paraísos que aquela região do Brasil oferece.

As hospedagens são bem em conta, sobretudo para quem ficar em hostel. A alimentação e os passeios turísticos também são baratos. E o melhor de tudo: as distâncias entre as cidades são curtas e dá para se locomover de ônibus entre as capitais com facilidade. Assim, dá para conhecer vários destinos numa mesma viagem.

Aqui, você descobre como foi a minha aventura de Mochilão pelo nordeste.

Roteiro

Eu e uma amiga fizemos o Mochilão durante 18 dias e passamos por 3 estados (Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco), conhecemos 11 cidades, muitas praias, rios, lagoas e lugares deslumbrantes. Montamos nosso roteiro com 6 meses de antecedência. Assim, tivemos tempo suficiente para pesquisar as melhores opções de hospedagem (fizemos todas as reservas pelo Booking) e aproveitar as promoções de passagens áreas que surgiram no Melhores Destinos.

Rio Peracabu, Maxaranguape (RN)
Rio Peracabu, em Maxaranguape (RN)

Custos

Ficamos hospedadas em hostels com diárias que variavam entre R$35-R$45. Outubro é um ótimo mês para viajar, pois é baixa temporada (dá para aproveitar preços mais em conta), tem aquele sol gostoso da primavera e altas temperaturas. Gastamos R$ 730 em transporte (incluindo aéreo + deslocamentos intermunicipais) e R$ 520 em hospedagem (em Natal, ficamos na casa de um amigo, o que já contribuiu para reduzir os custos) por pessoa. O valor total da viagem foi de R$ 3.300,00 para cada uma.

Destinos

RIO GRANDE DO NORTE

Natal (RN)

Nossa primeira parada foi Natal. Lá, ficamos 5 dias e fomos à Praia do Forte, Praia de Ponta Negra e visitamos o Forte dos Reis Magos. À noite, dançamos forró no Rastapé, jogamos sinuca e ouvimos um show de rock alternativo no Whiskritorio e bebemos o delicioso drink de gim, maracujá e gengibre no Taverna pub, que tem uma decoração medieval encantadora. Também fomos ao Old Five, um charmoso quiosque à beira da Praia do Forte, comemos um crepe delicioso na Casa de Taipa e jantamos no Camarões, um dos melhores restaurantes de Natal especializado em frutos do mar.

Praia do Forte, Natal RN
Praia do Forte

Pipa (RN)

Pipa foi nosso segundo destino e fomos de carro com uns amigos até lá. Localizada a 85 km de Natal, a região é o paraíso dos surfistas e é famosa por sua beleza natural e pela agitação. Seja de dia ou à noite, Pipa nunca dorme. Uma das paradas obrigatórias é a Baía dos Golfinhos, onde você pode vê-los bem de pertinho. A paradisíaca Praia do Amor também é imperdível, lá você encontra uma Biblioteca Pública no meio da areia onde você pode ler um livro enquanto pega um bronze. À noite, vá ao Ágora, um pub localizado num hotel de mesmo nome que tem música ao vivo e terraço com vista para o mar. O Tribus também é bastante famoso e costuma ficar lotado.

A Gaia já foi a Natal e Pipa e contou mais sobre esses destinos maravilhosos aqui no blog. Leia aqui.

praia-do-amor-pipa
Praia do Amor

Maracajaú, Maxaranguape (RN)

A 55 km de Natal, você encontra belíssimas piscinas naturais de águas cristalinas ideais para fazer snorkelling e mergulho com cilindro. Maracajaú é uma comunidade do município de Maxaranguape e é famosa por seus corais a 7 km da costa. Aqui no blog, já fizemos um post com todas as dicas para mergulhar lá. No mesmo município, também fica a maravilhosa Lagoa Peracabu, que tem redes na água para você deitar e relaxar tomando uma cervejinha. Delícia!

Como é bem pertinho da capital, dá para fazer esse passeio em um só dia indo de manhã e voltando à noite. Em Natal, há várias agências de turismo que oferecem um pacote incluindo translado do hotel a Maxaranguape, transporte de barca até às piscinas e mergulho na lagoa. Nós contratamos um pacote na Delta Tour.

mergulho maracajaú
Mergulho em Maracajaú

PARAÍBA

João Pessoa (PB)

Como não se apaixonar por João Pessoa? A cidade é bem cuidada, o transporte público é eficiente, os paraibanos são uma simpatia e tem muitos passeios para fazer! Na Praia de Tambaú, saem passeios toda semana para as Piscinas Naturais dos Seixas, Picãozinho e Areia Vermelha.

Como a maré estava cheia, só conseguimos ir até às Piscinas dos Seixas, mas nem deu para ver muitos peixinhos. O ideal é fazer esses passeios de barco com a maré baixa. Consulte a tábua de marés no local onde se hospedar e planeje o melhor dia para ir.

centro-historico-joao-pessoa
Vista do Hotel Globo, no centro histórico de JP

Reserve um tempo para explorar o centro de João Pessoa e admirar o lado antigo da cidade, visto em obras como o Centro Cultural São Francisco, o Hotel Globo, o chorinho na Praça Rio Branco (“Sabadinho Bom”), que acontece a cada 15 dias. Outro lugar bastante famoso é o Farol do Cabo Branco, um farol de formato triangular que simboliza o ponto mais oriental das Américas – a Ponta do Seixas. Infelizmente, não tivemos tempo de ir lá.

Praia de Coqueirinho e Tabatinga, Conde (PB)

Uma das praias mais lindas do nordeste é Coqueirinho. As ondas fracas e mornas, o mar azul e os belos coqueiros na areia atraem banhistas e mergulhadores de diferentes lugares. O movimento é intenso nos finais de semana, então o ideal é chegar bem cedo e ir de carro. Ao lado, está Tabatinga, bem mais sossegada, praticamente deserta e belíssima. Como não tem estrutura de quiosques, é bom levar lanches para se abastecer. Essas praias ficam no município de Conde, cerca de 26 km da capital.

praia de coqueirinho paraíba
Praia de Coqueirinho

Pôr do sol no Jacaré, Cabedelo (PB)

Atração à parte, o pôr do sol na praia fluvial do Jacaré ganhou até trilha sonora. Todos os dias quando o astro-rei se põe às 17h, o saxofonista “Jurady do Sax” toca nada menos que o “Bolero”, de Ravel. A praia fica no município de Cabedelo, cerca de 16 km de João Pessoa e dá para ir de ônibus.

Pôr do sol no Jacaré, Cabedelo (PB)
Pôr do sol no Jacaré (Foto: Caroll Ximenes)

Barra de Mamanguape (PB)

Este destino estava fora do nosso roteiro e foi uma das melhores surpresas da viagem. Área de proteção ambiental, Mamanguape abriga o Projeto Viva o Peixe-Boi. Na pequena vila de pescadores, os animais vivem soltos no Rio Mamanguape e você tem uma oportunidade rara de vê-los nadando no seu habitat natural ao fazer um passeio de barco. A 84km de João Pessoa, a melhor forma de chegar é de carro e com GPS, pois o caminho não é bem sinalizado.  Mas vale muito à pena! O lugar parece uma pintura.

Barra de Mamanguape (PB)
Barra de Mamanguape

PERNAMBUCO

Recife (PE)

Com 1,5 milhões de habitantes, a capital de Pernambuco tem ares de grande metrópole, mas ao conhecer o Recife Antigo você descobre todo encanto e a riqueza cultural da cidade.

Capital do frevo, baião e maracatu, a história destes ritmos nordestinos é preservada no Paço do Frevo, um inaugurado em 2014. O Museu Cais do Sertão também é outra parada obrigatória. Moderno e interativo, retrata o cotidiano da população sertaneja e conta, entre outras histórias, a de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

paço do frevo
Paço do Frevo

E, para fechar o circuito cultural, nada melhor do que visitar o Instituto Ricardo Brennand. Eleito o melhor museu da América Latina e 19º melhor do mundo pelo Traveler’s Choice Museums, do TripAdvisor, ele tem tantas atrações que é bom reservar um dia da viagem só para visitá-lo. A pinacoteca reúne documentos e pinturas do Brasil Imperial, obras de Frans Post, Debret e Taunay. No Castelo São João, há mais de 3 mil armas e armaduras medievais.

recife-2
Instituto Ricardo Brennand

Olinda (PE)

As ruas de Olinda e suas casinhas coloridas são um charme à parte! Vale a pena fazer um passeio à pé pelas ladeiras do centro histórico e curtir o clima da cidade. Comece pela Praça do Carmo e vá até a Igreja da Sé, admirar a vista panorâmica da cidade. Depois, siga em direção à rua do Amparo, repleta de museus, ateliês, restaurantes e a Casa dos Bonecos Gigantes, onde ficam guardados os bonecões que desfilam durante o Carnaval. Visite o Museu do Mamulengo, compre lembrancinhas no Mercado da Ribeira e termine o roteiro no Mosteiro e Igreja de São Bento, considerada a mais rica de Olinda.

centro-historico-olinda
Centro Histórico de Olinda

Dica: Procure o Guia de Informações Turísticas assim que chegar no centro histórico e pegue um mapa. Lá, você tem todas as informações e consegue visitar os principais pontos turísticos em 1 só dia, sem precisar de guia.

Porto de Galinhas, Ipojuca (PE)

O melhor passeio do mochilão foi mergulhar nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas. Todo dia, saem jangadas no centro de Porto de Galinhas para lá. Os horários mudam de acordo com a maré. Também fizemos o passeio de buggy pelas praias de Muro Alto, Maracaípe e Pontal de Maracaípe, onde tem uma vista incrível do pôr do sol.

porto-de-galinhas
Porto de Galinhas

Praia dos Carneiros, Tamandaré (PE)

Considerada uma das praias mais bonitas do Brasil, Carneiros tem um mar calmo e transparente, coqueiros em toda sua orla e recife de corais que formam as piscinas naturais. Acessível por estrada ou pela praia de Tamandaré (cerca de 40 min de caminhada), Carneiros também tem uma bucólica igrejinha, cercada por coqueirais, e só aberta para casamentos. Nós chegamos até lá pela estrada de terra, fizemos um passeio que incluía o translado terrestre e marítimo por outras praias próximas. Um dos lugares que todo mundo deveria ir ao menos uma vez na vida!

Praia dos Carneiros, Tamandaré (PE)
Praia dos Carneiros