Trilha da Ferradurinha Buzios

Trilha da Ferradurinha: ótima opção de atividade em Búzios para quem curte aventura

Búzios é muito conhecida pelas praias deliciosas e pelo litoral recortado, o que permite passeios de barco e mergulhos memoráveis. Esse balneário do Rio de Janeiro tem ainda algumas trilhas pouco exploradas pelos locais e pouquíssimo conhecidas pelos turistas. Algumas delas levam a mirantes com vistas de perder o fôlego e outras a locais de mergulho deliciosos. No post de hoje conto como foi minha experiência pela Trilha da Ferradurinha, uma atividade imperdível para quem vai viajar para Búzios e curte aventura.

A Trilha da Ferradurinha faz parte do Parque Estadual da Costa do Sol, parque criado em 2011 e que abrange os municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Saquarema e São Pedro da Aldeia. Para a região, foi muito importante a criação de uma unidade de conservação, para proteger o que ainda resta de áreas não construídas e preservar a natureza do local, como as dunas, as restingas, as lagoas e as florestas.

Roteiro da Trilha da Ferradurinha

Poça da Tartaruga
Enseada do Cálice
Buraco do Céu
Ponta do Canivete
Pedra do Guardião
Enseada das Poças (que estava sem poça devido a maré baixa)
Gruta da Ferradurinha (perfeito para mergulho!)
Praia dos Amores (que fica de frente pra Praia da Ferradurinha)

Pedras litoral Búzios
Pedras litoral Búzios

Coloquei aqui no mapa os locais onde começamos e finalizamos a trilha para que vocês tenham noção de onde está localizada a trilha. Dê um zoom out para se localizar melhor.

 

Nossa experiência

Começamos a trilha às 9h, na Poça da Tartaruga, também conhecida como Enseada do Cálice. Ali já tivemos uma oportunidade para mergulhar e tirar fotos incríveis.

Seguimos numa trilha que começa ao lado da Pousada Unicórnio Ferradura Búzios. A mata estava aberta, então era tranquilo de andar por ela. Lá de cima conseguimos avistar a Praia da Ferradura e os arredores.

Praia da Ferradura vista de cima
Praia da Ferradura vista de cima
Trilha em Búzios
Trilha em Búzios

 

Vimos muitas bromélias lindas pelo caminho e outras plantas nativas da região. A trilha foi bem agradável durante todo o caminho, mas haviam muitas bifurcações, então não era fácil de saber para onde ir.

Bromélia trilha Búzios

Bromélia em Búzios

E o sol na cabeça? Haja água para se manter hidratada e protetor solar para não queimar. Uma das meninas que foi com a gente era dinamarquesa e ela simplesmente estava com uma blusa daquelas trançadas atrás, ficou com um bronzeado geométrico. Aliás, bronzeado não, vermelhidão mesmo! Tadinha…

Paramos para fazer um lanche em um paredão com sombra. Foi uma parada estratégica, pois já estávamos famintos e a sombrinha veio a calhar.

Ponta do Canivete Búzios

Trilha litoral Búzios

Eu e mamys no meio da trilha:

IMG_0932

Numa dessas idas e vindas da trilha, chegamos na Gruta da Ferradurinha, um local lindíssimo para mergulhar e curtir a natureza.

Gruta da Ferradurinha Búzios

Finalizamos nossa manhã de aventuras na Praia dos Amores, que fica bem em frente à Praia da Ferradurinha. Ela é uma praia bem pequena, com uma faixa de areia minúscula, e de difícil acesso. Uma outra maneira (mais prática) de chegar até lá é de SUP ou kayak.

Na foto abaixo, vista para a Ferradurinha e Geribá.

Trilha em Búzios

Uma observação MUITO importante. Tomem cuidado com ouriços do mar. Eles ficam escondidos entre as pedras. Ao mergulhar nos locais da trilha, a única saída viável são as pedras, habitat natural deles. Minha mãe teve um pequeno infortúnio ao tentar sair e ficou com ao menos meia dúzia de espinhos nos pés por mais de 10 dias. Além de inchar e incomodar para colocar os sapatos, não tem jeito: tem que esperar o corpo expeli-los naturalmente. Uma boa opção para evitar que isso aconteça é comprar aqueles sapatilhas de mergulho.

Ouriço do mar nas pedras

Nível de dificuldade

A trilha não é difícil em termos de tempo de caminhada. O passeio levou cerca de 4h, incluindo as paradas para fotografar e alguns pontos de mergulho. Em relação a inclinacão, tivemos algumas descidas e subidas íngremes, mas nada que durasse mais de 10 minutos.

Como é a trilha da ferradurinha

Trilhas Búzios

Não considero essa trilha boa para pessoas com mais idade ou crianças pequenas. Aliás, não considero ela boa para quem não tem experiência com trilhas. Há diversos trechos bem perigosos, como travessias por paredões de pedra e locais com uma altura considerável. Se você tiver medo de altura, melhor optar por outros passeios.

Para ilustrar o que estou falando, observe um trecho da trilha na imagem abaixo. Há uma fenda na rocha e tivemos que pular por cima dela.

Trilhas pelas pedras em Búzios

Guia: sim ou não?

Muita gente me perguntou isso no Instagram (@maladeaventuras) e, como respondi lá, considero muito importante a contratação de um guia. Não há demarcação de nenhuma trilha, não há sinalização e nada que possa indicar o caminho certo.

Além disso, na maioria dos locais que fomos, precisamos entrar na mata, descer até alguma gruta ou ponto interessante na beira do mar e depois retornar até a trilha original para seguir para o próximo local de parada.

Nosso guia foi o Mateus Santos (contatos abaixo). Nascido e criado em Búzios, ele conhece bem a região e sabe os melhores picos da cidade. Eu senti falta de equipamentos e experiência em escalada. Como falei ali em cima, alguns trechos são muito perigosos e qualquer deslize pode ser fatal. Ele mostra o caminho, mas quem decide o que fazer é o turista.

Informações úteis

Guia: Mateus Santos
Tel / WhatsApp: +55 22 99753-0823

Equipamentos necessários:
Tênis de trilha confortável
Mochila de ataque
Camisa de manga comprida com filtro UV
Boné para se proteger do sol
Protetor solar
Repelente
Garrafa de 2l de água
Lanche para repor as energias