12 passeios que você não pode deixar de fazer em Cape Town

Cape Town é uma das cidade mais “good vibes” que já fui! Seu clima praiano, o mar, as montanhas e a quantidade de passeios legais para fazer conquistam todo mundo!

Confira abaixo 10 passeios imperdíveis em Cape Town, aqueles que não podem – de jeito nenhum – ficar de fora do seu roteiro!

#1 Fazer uma trilha no Table Mountain National Park

Vamos começar pelo clássico, né? Considerada uma das 7 novas maravilhas do mundo, a Table Mountain é a montanha mais famosa da região, com mil metros de altura e 3km de extensão.

Visual do topo da Table Moutain. Foto: http://www.capetown.travel/

Subir a Table Mountain e ver Cape Town lá do alto é algo indescritível, que deverá estar no topo da sua lista. O passeio mais clássico é subir de bondinho (você encontra mais informações no site oficial: http://www.tablemountain.net/) que parece simples, mas não é por conta do vento. É bom sempre checar o site oficial para verificar o clima e ter certeza de que é seguro fazer o passeio.

Outra maneira (que a gente indica!) é subir de trilha! Na verdade, são várias trilhas dentro do Table Mountain National Park. A principal, que leva até o mesmo ponto onde o bondinho desembarca, é uma reta com bastante subida, bem movimentada por conta dos turistas.

Visual de uma das trilhas do Table Mountain National Park

Há outras opções também, como a Slangolie Overhang, que fizemos com a guia Lauren, da empresa Mother City Hikers. Caminhamos bastante e chegamos até uma caverna, que rendeu ótimas fotos e um outro spot onde pudemos ver a praia de Camps Bay e a Lion’s Head. Adoramos!

Para ver mais informações sobre a trilha que fizemos, clique aqui!

#2 Subir a Lion’s Head

A segunda montanha mais famosa de Cape Town é a Lion’s Head. Dizem que a cidade lembra o Rio de Janeiro, por conta do mar cercado por montanhas, né? Fazendo uma comparação, a Lion’s Head seria o Morro Dois Irmãos. Vai dizer que não lembra?

Apreciando o entardecer com visual para a Lion’s Head

Fomos para a África do Sul em Junho de 2017, e pegamos a primeira semana do inverno. Os dias não estavam bonitos, mas aproveitamos uma brecha sem chuva para subir até a Lion’s Head, outro passeio clássico que você não pode deixar de fazer, ainda mais se adora trilhas!

Achei a subida um pouco puxada – é íngreme boa parte do tempo, com muita escada e pedras. Eu indico ir com guia, assim a caminhada se torna mais confortável e segura. Quando chegamos no topo, não conseguimos ver o visual lindo que a montanha proporciona, já que a neblina tomou conta do topo da montanha.

Mas, valeu a experiência e a ida até a Wally’s Cave, uma caverna que fica na lateral da Lion’s Head. Se você curte esse tipo de passeio, não pode deixar de ir!

Wally’s Cave

Para ver mais informações sobre a trilha que fizemos, clique aqui!

#3 Passear no V&A Waterfront

O Waterfront é uma área portuária que foi revitalizada, se transformando em um local super agradável e cheio de entretenimentos. Lá, está o Victoria Wharf, um shopping bem grande com ótimas lojas (H&M, Cotton On e outras de departamento).

Shopping Victoria Wharf

Ficamos o dia inteiro passeando por lá no nosso segundo dia de viagem, já que uma tempestade enorme chegou na cidade. Foi a alternativa que encontramos para não perder o dia, e foi ótimo conhecer as lojas e restaurantes!

Sim, no V & A Waterfront você vai encontrar muitas opções de restaurantes! Por ser uma área super turística, os preços são um pouco salgados, mas nada tão absurdo. Um restaurante de carnes que gostamos muito foi o Belthazar, estava muitooo gostoso! (obs: peçam o molho de cogumelos!!)

A área é bem grande e reúne diversos atrativos. Você vai ver a moldura de um quadro, como na foto abaixo. É ótimo para tirar aquela clássica foto de cartão postal, com a Table Mountain no fundo!

Cartão Postal de Cape Town

Queríamos ter ido na roda-gigante – dizem que o visual é bem bonito, mas, ficou pra próxima. Também li que há Food Market e Craft Market no Waterfront, mas não encontramos. Vale a pena explorar a região, apesar de ser bem turístico!

#4 Tirar uma foto nas casinhas coloridas de Bo-Kaap

Antes de mais nada, você precisa saber que Bo-Kaap não é tããão legal assim. É uma rua com várias casinhas coloridas, onde moram descendentes de escravos, indianos e muuitos muçulmanos.

Bo-Kaap, o famoso bairro com as casinhas coloridas

A cultura e história do lugar é especial, mas o lugar em si não é grande coisa. Vale a pena passar e tirar algumas fotos nas casinhas coloridas, e depois seguir para outros passeios. Eu achei o local um pouco perigoso, com pessoas mau encaradas, mas, achei que valeu a pena ficar meia hora por lá e conhecer mais a história do bairro.

Pertinho dali está o centro da cidade, onde está a famosa Long Street. Me senti pouco segura nessa região, compartilho essa informação para alertar vocês!

#5 Ir na The Old Biscuit Mill

A Lauren, guia que nos acompanhou nos passeios para a Table Mountain e Lion’s Head nos deu a dica da The Old Biscuit Mill, uma “feira” de produtores locais que acontece todo sábado na cidade.

Entrada da Old Biscuit Mill

O espaço é dividido para roupas, decoração, restaurantes e, a parte mais legal, uma área de alimentação que parece um mercadão. Tudo ali é produzido pelos locais. Você vai encontrar pratos típicos, sucos naturais, drinks, waffles, frutas, especiarias, japonês, hambúrguer… De tudo um pouco!

Old Biscuit Mill, feira de produtores locais

Experimentamos uma batata rostie recheada com frango que estava maravilhosa! Eles chamam de Latkes – são vários recheios para você escolher. Mas, a dica é andar bastante pelas barraquinhas e experimentar o que der vontade! Com certeza você vai descobrir novos sabores!

Latkes: batata rostie recheada, uma das comidas típicas da África do Sul

A feira acontece somente aos sábados, e acaba cedo. É bom se programar para chegar por volta das 10h, para poder ver tudo com calma! Ah, outra dica: o local é um pouco afastado dos bairros mais famosos de Cape Town, então é bom tomar cuidado redobrado.

#6 Conhecer o Cabo da Boa Esperança

Se você não fugiu das aulas de geografia e história, deve ter escutado bastante sobre o Cabo da Boa Esperança. A pontinha do continente africano, onde acontece o encontro dos dois oceanos foi batizada de Cape Point (Ponta do Cabo) e é lá onde está o Cabo da Boa Esperança.

Foto clássica no Cabo da Boa Esperança

É um passeio que você não pode deixar de fora do roteiro. É muito legal estar nesse cantinho cheio de história e poder ver as belíssimas paisagens por lá.

O “Cape Of Good Hope” fica em uma reserva natural, e é preciso pagar 6 dólares para entrar de carro. A dica é alugar um carro para fazer uma day trip, passando também por Muizenberg, Boulder’s Beach. Usamos o Waze para nos guiar e funcionou super bem!

#7 Visitar a Boulder’s Beach, a praia dos pinguins

É claro que você não vai embora de Cape Town sem antes tirar a clássica foto dos pinguins, né? Eu estava doida para fazer esse passeio e gostei muito de conhecer a Boulder Beach, a praia onde mora uma colônia com um pouco mais de 2 mil pinguins!

Simpatia de pinguim na Boulder’s Beach

Essas coisinhas fofas escolheram morar lá por ser uma praia segura e protegida do vento. Apesar de fofos, não se aproxime tanto dos pinguins, eles são animais selvagens e estão em risco de extinção.

Para entrar na Boulder’s Beach, você deverá pagar uma taxa de xxx. A praia é toda cercada por decks de madeira suspenso, onde devemos andar para preservar os pinguins. É legal para observá-los e tirar várias fotos!

boulders-beach
Boulder’s Beach

Se você quiser chegar mais perto deles, vá até a pequena praia que tem ao lado, a Foxy Beach. Ali, alguns ficam livres e mais próximos das pessoas! Consegui tirar uma foto bem pertinho de um deles, mas é bom evitar contato!

A Boulder’s Beach fica no caminho para o Cabo da Boa Esperança, então você poderá escolher se quer fazer a parada na ida ou na volta. A dica é aproveitar a viagem e fazer os dois passeios juntos!

#8 Conhecer Muizenberg Beach

Cape Town reúne diversas praias, e uma delas, é Muizenberg. Localizada há 30 minutos do centro da cidade, é um lugar que vale a pena conhecer, principalmente por conta dos vestiários coloridos, um dos cartões postais da cidade.

Os surfistas adoram a praia por conta das ondas enormes, maas, os tubarões também gostam da região. No alto da montanha próxima a praia, ficam uns vigias, para avisar caso eles se aproximem da beira. Tenso né?

muizenberg
Vestiários coloridos em Muizenberg

Não ficamos muito tempo em Muizenberg por conta do tempo – estava frio e ventando muito, mas aproveitamos para tirar umas fotos com as clássicas casinhas coloridas! Em dias de verão deve ser uma delícia curtir a praia, que tem uma longa faixa de areia!

Dica: demos uma paradinha em Muizenberg quando estávamos indo para o Cabo da Boa Esperança! É uma boa opção para encaixar no seu roteiro!

#9 Ver o pôr do sol no Signal Hill

O pôr do sol da África do Sul realmente impressiona! Digo África do Sul como um todo pois, nas várias cidades que passamos, pudemos ver pores do sol maravilhosos! Com certeza você também vai viver essa experiência e entender o que estou falando! É mágico!

Pôr do Sol lindíssimo que vimos em frente ao Waterfront!

Signal Hill é uma motanha que faz parte do cartão postal da cidade. Ela é mais baixa do que a Table Mountain e a Lion’s Head, mas, a facilidade para chegar e o visual único que tem para o mar, a transforma no spot perfeito para ver o pôr do sol.

A dica é preparar um pique nique (com vinho africano!) e ficar por lá, esperando a hora mais mágica do dia. Vou ficar aqui torcendo para você pegar um dia lindo de sol! Não tivemos muita sorte com o tempo durante a nossa viagem, então nem rolou fazer esse passeio.

Veja também: Tudo o que você precisa saber para planejar a sua viagem para a África do Sul

#10 Pegar um praia em Camps Bay

Camps Bay é a praia mais famosa de Cape Town, e não é por menos. A região é muito charmosa!

São mais ou menos 6km do centro de Cape Town (Long Street) até Camps Bay. Você pode ir de carro, de ônibus ou de táxi. Escolhemos nos hospedar lá por duas noites, o que também é uma boa opção para aproveitar mais o clima gostoso do bairro e da praia.

Foto aérea de Camps Bay.

Como disse, fomos no inverno e não tivemos muita sorte com o tempo, que estava chuvoso, mas achei a região muito simpática – a praia tem uma longa extensão de areia, o calçadão é super convidativo e há muitos restaurantes, bares, cafés e lojinhas na beira da praia.

Na alta temporada tudo por ali fica bem cheio! A galera vai para a praia pegar sol, mas entrar na água requer coragem: muuuito gelada e com risco de tubarões! Uma alternativa é mergulhar na Camps Bay Tidal Pool, uma piscina natural que fica bem pertinho da praia. Apesar da água gelada, ali não há risco de tubarões.

Piscina do Pod’s Hotel, de frente para o mar

Ficamos hospedados no Pod’s Hotel, um hotel muuitoo lindo e descolado, de frente para a praia de Camps Bay. Clique aqui para ver como foi a experiência.

#11 Tirar uma foto dos Doze Apóstolos

A formação rochosa batizada com Doze Apóstolos fica no Parque Nacional da Table Mountain, e pode ser visto da Praia de Camps Bay e também de algumas trilhas dentro do parque.

Visual dos Doze Apóstolos no início da trilha que fizemos no Table Mountain National Park

Essas montanhas fazem parte do cartão postal da cidade, e você não pode ir embora sem antes tirar uma foto, né? Se você não é do time das trilhas, aproveite para contemplar esse monumento quando for visitar Camps Bay. Ou, se animar uma trilha, poderá vê-las de outro ângulo, e se apaixonar ainda mais pelo visual e pela cidade!

Um curiosidade: apesar de levar o nome de 12 apóstolos, são 17 picos. Vai entender! hehehhe

#12 Dirigir na Chapman’s Peak Drive

Essa foi, sem dúvidas, a estrada mais linda por onde já passei. É um passeio imperdível na sua visita à Cape Town!

A estrada de 9km guarda paisagens incríveis da cidade, do mar e das montanhas. Durante o caminho há alguns mirantes para você parar, apreciar e claro, fotografar.

Em um dos mirantes do Chapman’s Peak Drive, já anoitecendo

Passamos pela estrada na volta do nosso passeio ao Cabo da Boa Esperança. Uma pena que já estava anoitecendo, pois durante o dia deve ser ainda mais lindo!

Um pedacinho da estrada

É importante consultar o site oficial (http://www.chapmanspeakdrive.co.za/) para saber se o acesso à estrada está aberto. Chuvas, ventos e neblinas podem atrapalhar a direção – em uma estrada com muitas curvas e perambeiras, é perigoso!

Dicas gerais

Aluguel de carro

Indicamos o site RentCars para pesquisar preços, ele faz uma compilação de todas as grandes locadoras de carro (Hertz, Avis, Europcar, Sixt…) e funciona super bem! A gente sempre usa e recomenda. Faça sua reserva através do blog sem custos adicionais. É só clicar aqui.

Seguro viagem

Não dá para viajar sem seguro viagem! Afinal, imprevistos também acontecem durante as férias. Já imaginou sofrer um acidente ou ter algum problema de saúde longe de casa? Para evitar ainda mais dor de cabeça nessas horas, é essencial ter o seu seguro viagem garantido.

Sempre fazemos o nosso pelo site do Real Seguros, que possui várias seguradoras conveniadas. Eles comparam os melhores preços e todo o processo é feito de forma bem prática – você recebe a apólice por e-mail e ainda pode dividir em 6x sem juros ou ganhar 5% de desconto no pagamento à vista.

Clique aqui para fazer a sua cotação no site da Real Seguros!

Chip internacional para celular

Hoje em dia fica difícil viajar sem celular – ou melhor, sem um celular COM internet – né? Além de avisar a família que está tudo certo, compartilhar fotos no Instagram e fazer check in no Facebook (quem nunca?), estar com internet a todo momento facilita muito a vida dos viajantes para se localizar, fazer alguma busca rápida sobre o destino, abrir o número da reserva e etc.

A gente usa e recomenda o EasySim4U, revendedora da T-Mobile, uma das maiores operadoras de telefonia celular americana. Eles oferecem o chip internacional pré pago e também o plano de internet com cobertura em até 140 países, incluindo Europa, Ásia, Oceania, Caribe e América do Sul. Todas as vezes que usamos a internet era bem rápida, pega até 4G em alguns lugares!

Veja aqui o post completo que fizemos com dicas para você comprar o seu EasySim4U | Clique aqui para comprar o seu chip.

E aí, gostaram da lista? Ficamos apenas 4 noites em Cape Town e conseguimos fazer todos esses passeios! É só organizar o roteiro direitinho para não deixar nada de fora.

Se ficou alguma dúvida, é só perguntar abaixo nos comentários!

Beijos,

Nanda