Hotel em Atins

Onde se hospedar em Atins: conheça o incrível La Ferme De Georges

Se você está planejando uma viagem para conhecer os Lençois Maranhenses, não pode deixar de incluir ao menos 3 dias no roteiro para conhecer Atins – um pequeno vilarejo pé na areia, point do kitesurf e cercado por dunas e lagoas incríveis.

É lá em Atins que está o maravilhoso La Ferme de Georges, um Hotel Boutique charmosíssimo super conectado com a natureza local. Veja nesse post como foi a nossa experiência!

La Ferme de Georges

O hotel boutique La Ferme de Georges pertence a um casal gringo (um francês e uma belga) que se apaixonaram pela região, compraram um terreno e construíram o hotel com todo cuidado e carinho.

A beleza da natureza serviu de inspiração para o arquiteto e o designer do La Ferme – eles usaram materiais típicos da costa brasileira para construir os chalés. Madeira local, tijolo e palha são a base de todas as construções, que são lindas e de muito bom gosto.

A propriedade fica perto do Parque Nacional dos Lençois Maranhenses, uma área de 1.500km² de dunas e lagoas pouco explorada turisticamente, com uma beleza sem igual. Os hóspedes do La Ferme buscam exatamente isso: contato com a natureza, paisagens de tirar o fôlego e uma hospedagem que oferece experiências inesquecíveis.

Onde fica

O La Ferme de Georges fica no vilarejo de Atins, a 5h do aeroporto internacional de São Luis, no Maranhão.

Como chegar

Para chegar até lá é preciso ir de carro até Barreirinhas (247km) e depois pegar um barco para navegar pelo Rio Preguiça até Atins (1h30). O transfer até o hotel não está incluído no valor da diária, mas eles indicam bons motoristas para fazer o trajeto.

rio preguiça no maranhão
Navegando no Rio Preguiça em direção a Atins

Montamos o nosso roteiro para não precisar fazer essa viagem longa de uma vez só – ficamos duas noites em Barreirinhas para conhecer as lagoas da região e, no terceiro dia, fizemos o passeio pelo Rio Preguiças, parando em pequenas praias e comunidades do caminho. No final do passeio, outro barco nos levou até Atins, onde ficamos por 3 noites.

Mas se você quiser ir direto, todo o trajeto deve durar em média 5h – é longe, mas vale a pena demais chegar nesse paraíso!

Veja também: Chapada das Mesas + Lençois Maranhenses: roteiro de 10 dias

Acomodações

O La Ferme de Georges possui 9 chalés espalhados pelo enorme terreno da propriedade. Todos eles foram planejados para aproveitar ao máximo a brisa fresca e a ventilação natural – não tem ar condicionado em nenhum deles!

chalé dunas
Chalé Dunas, no incrível La Ferme de Georges!

A experiência de não ter ar condicionado e dormir com a brisa fresquinha da natureza foi muito parecida com a que vivenciei no Juma Amazon Lodge, hotel de selva que me hospedei na Amazônia em 2017.

O ventilador de teto e o de chão dão uma trégua no calor. Para evitar mosquitos, todos os chalés tem um mosquiteiro ao redor da cama, que fazem muito bem o seu papel.

Cama La Ferme de Georges
Cama maravilhosa e o mosqueteiro em volta!

Os chalés são equipados com cama king size 2M (maravilhosa, por sinal!), 2 sofás-cama, chuveiro quente e pias duplas, cofre e frigobar. Nada de televisão, o que importa aqui, é se conectar com a natureza!

banheiro do hotel la ferme de georges
Pia dupla no banheiro do nosso chalé!

Todos os chalés são separados pela vegetação, totalmente privativos. Há uma rede na varanda e um sofázinho perto da porta, perfeito para observar as estrelas e relaxar depois de um dia de passeio.

 

São várias categorias de chalés – nos hospedamos no Chalé Dunas e adoramos a experiências. Há também o Chalé River, que acomoda até dois casais e o Chalé Árvores, que é incrível e parece uma casa na árvore. Do segundo andar do chalé, você pode ver as dunas e lagoas de longe. Imagina o pôr do sol visto dali?

Faça a sua reserva através do Booking!

Área externa

Além de curtir bastante o chalé rústico e romântico do La Ferme de Georges, reserve um tempo para aproveitar a área externa também. Piscina, restaurante, barzinho e um lounge com revistas, livros e jogos esperam por você!

área externa la ferme de georges
Entrada da área social do La Ferme de Georges

Piscina

A piscina do La Ferme de Georges foi inaugurada em Setembro de 2018, bem na época que estávamos lá! Fomos um dos primeiros a estreá-la e claro que aproveitamos para tirar fotos aéreas com o drone para registrar o momento.

Piscina hotel La Ferme de Georges
Foto aérea da piscina do hotel // foto: @mountain_drone

A obra ainda não estava 100% pronta – faltava a parte da decoração e alguns últimos ajustes. A gerente nos contou que é muito complicado fazer qualquer tipo de obra por lá, por conta do deslocamento dos materiais. É longe, né?

piscina la ferme de georges em atins
Aproveitando a piscina delícia do La Ferme de Georges!

Vale a pena tirar um tempinho do seu dia para se refrescar na piscina e relaxar em uma das espreguiçadeiras. Os dálmatas fofos e curiosos que vivem na propriedade com certeza vão aparecer durante o seu mergulho!

Bar e Restaurante

O La Ferme de Georges conta com um bar e um restaurante na sua área externa, perto da piscina. O bar funciona durante o dia e é gerenciado por um italiano – você pode consumir drinks especiais, massas e petiscos.

restaurante la ferme
Área externa do Restaurante! // foto: georges.life

No café da manhã e no jantar, as refeições são servidas no restaurante que leva o mesmo nome do hotel. Apenas a primeira refeição está incluída na diária. Para o jantar, todos os pratos são cobrados a parte.

Eu fiquei apaixonada pelo café da manhã do La Ferme de Georges – não dava para parar de comer e a gente quase perdia a hora de todos os passeios por conta disso! Pão feito na hora, frutas, sucos, bolos, geléias, pastinhas e um ovo mexido francês sem igual me conquistaram. Tudo muito gostoso, fresco e saboroso.

Café da manhã maravilhoso do La Ferme de Georges

Falando em fresco e saboroso, todos os ingredientes usados na cozinha do restaurante são orgânicos e a maioria colhidos na hortinha do hotel. A inspiração dos pratos vem da cozinha internacional, mas sempre usando os ingredientes da estação.

jantar no restaurante do hotel
Massa caseira recheada com espinafre e saladinha de folhas para acompanhar!

Jantamos no restaurante La Ferme de Georges um dia e escolhemos uma massa muito gostosa. A minha era recheada com espinafre e vinha acompanhada de uma saladinha de folhas. Para a sobremesa, uma torta de chocolate maravilhosa!

sobremesa no restaurante la ferme de georges
Tortinha de Chocolate com sorvete

Fórum

Eles chamam de fórum a área social da propriedade – onde está a recepção e tem muitos sofás e redes espalhados, com revistas, livros, jogos e outros entretenimentos.

área externa do hotel
Redes espalhadas na área social do La Ferme de Georges

Ah! Muito importante citar a internet né? Atins é um vilarejo bem distante do centro de qualquer cidade maior, então o sinal de internet e celular por lá é escasso. O hotel conta com internet via satélite, e o melhor ponto de sinal é no fórum.

Antes e depois do jantar pode esperar encontrar muitos hóspedes espalhados nos sofás com o celular na mão. É a hora boa pra atualizar as redes sociais e se comunicar com a família!

Quando ir?

A melhor época para conhecer os Lençois Maranhenses e consequentemente Atins é de Junho a Outubro, quando as lagoas estão cheias de água, a chuva já deu uma trégua e os dias de céu azul são mais constantes.

Atins Lençois Maranhenses
Encontro da lagoa com o mar de Atins!

Fomos em Setembro de 2018 e achamos a época muito boa: dias lindos de sol e céu azul e lagoas cheias o suficiente para aproveitarmos bastante. Também era temporada de kitesurf – vimos muitos praticantes na praia de Atins, navegando pra lá e pra cá! Se você curte o esporte, vale a pena praticar por lá!

Quantos dias

Recomendo que você fique no mínimo duas noites no La Ferme de Georges para ter uma boa experiência no hotel. Se puder, fique de 3 a 4 dias, é o ideal para você fazer os passeios em Atins e ainda tirar um tempo maior para aproveitar ao máximo o hotel.

Quanto custa se hospedar no La Ferme de Georges

O valor da diária do Chalé Dunas, para duas pessoas, é R$950 na baixa temporada. Já o Chalé Árvores, que é maior, custa R$1.500.

Chalé Dunas
Chalé Dunas no La Ferme de Georges

Você encontra opções mais em conta em Atins, como o xxx e o xxx, mas, posso garantir que é difícil encontrar a experiência, o cuidado e o capricho do La Ferme de Georges em outros hotéis. É o tipo de hospedagem perfeita para quem não quer apenas um quarto para dormir, e sim uma imersão na natureza!

Recomendo o La Ferme de Georges para casais que vão comemorar alguma data especial, como aniversário de namoro, noivado ou até lua de mel. O capricho dos detalhes e clima romântico dos chalés são perfeitos para essas ocasiões!

Mais informações

  • Além de reservar um tempo para aproveitar o chalé do hotel e a piscina, faça os passeios principais para conhecer Atins! Conhecer as lagoas do Canto de Atins, andar de quadriciclo pelas dunas, andar à cavalo e ver o pôr do sol na praia são só alguns dos passeios imperdíveis por lá!
  • Nos disseram que não haveria sinal nenhum de celular no vilarejo, mas conseguimos sinal da Vivo em alguns pontos! Wifi é realmente escasso – nos locais que tem, é internet via satélite, então as vezes o sinal é bom e as vezes não!
  • Leve dinheiro em espécie, pois lá não há caixa eletrônico e você pode precisar de dinheiro em algumas situações. Achamos que nenhum lugar aceitaria cartão, mas nos restaurantes principais e nos hotéis, aceitam sim.

Quando você faz a sua reserva através dos links do blog, você está nos ajudando a deixá-lo ativo e sempre atualizado! Aproveite e clique aqui para fazer a sua reserva!


Você também pode gostar de ler: