como viajar o mundo de graça

10 dicas imperdíveis para viajar o mundo de graça

Quem nunca se pegou sonhando em viajar o mundo de graça? Só que o que para muitos ainda é um sonho, para outros já é uma realidade. Para os que conhecem as técnicas que permitem fazer essa façanha, viajar o mundo de graça se torna praticamente um hábito. No entanto, isso exige planejamento e alguns cuidados especiais para que sua viagem dos sonhos não se torne um pesadelo. Se você também quer aprender como viajar o mundo de graça, confira neste post nossas dicas!

1. Hospede-se de graça com o Couchsurfing

O Couchsurfing é uma opção muito bacana para quem quer economizar com hospedagem. Você faz seu cadastro no site, anuncia sua viagem (destino, datas e descrição) e busca anfitriões dispostos a te receber de graça. Essas pessoas, que basicamente dispõem de um cantinho vazio em casa ou um sofá, geralmente são viajantes e gostam de receber estrangeiros para trocar experiências e fazer amizades internacionais.

Não bastasse isso, essa é uma forma de hospedagem muito bacana até mesmo para quem está em busca de aprender ou praticar um idioma com nativos. Assim, você terá uma experiência de viagem totalmente única, vivendo com locais e aprendendo muito mais sobre a cultura do lugar que você está.

Geralmente as pessoas oferecem um sofá ou um cantinho mesmo, então é mais comum encontrar anfitriões que só aceitam receber as pessoas por 2 ou 3 noites no máximo.

Está receoso de ficar na casa de estranhos? Eu já tive essa experiência em minha viagem ao Chile em Fevereiro de 2015 e achei incrível! Fiquei na casa de um chileno com familiares brasileiros. Falávamos em um misto de espanhol, inglês e português. rsrs O legal foi que pude conhecer alguns cantinhos de Santiago que não teria descoberto sem a ajuda dele.

Veja também: As melhores dicas para organizar sua viagem

2. Trabalhe em troca de acomodação

Se uma família precisa de ajuda com crianças pequenas ou um hostel precisa de alguém para receber os clientes, ele poderá te contratar online, atráves da plataforma Work Away ou da WorldPackers. Você trabalhará entre 4 e 6 horas diárias e seu pagamento será com a hospedagem e ao menos uma refeição por dia.

Dessa forma você garante acomodação gratuita, aprende muita coisa nova, ganha experiência de trabalho e ainda conhece várias pessoas e pratica o idioma do local. Para saber mais como funciona esse intercâmbio chamado de volunturismo, em inglês work exchange, confira esse vídeo no Canal do Vaz Aonde. Ele já viajou diversas vezes para locais como a Suíça, a Califórnia e a América Central trabalhando em hostels, tours, entre outros.

3. Acumule milhas aéreas

Se você está se perguntando “mas como eu chego ao exterior de graça?”, a resposta é: use milhas!

A maioria dos cartões de crédito oferecem milhas como fidelização dos seus clientes. Portanto, planeje-se para fazer as compras do dia a dia no cartão de crédito e, assim, aumentar suas milhas acumuladas. Trocando as milhas por passagens aéreas você chega em qualquer lugar do mundo de forma gratuita ou com um enorme desconto.

4. Peça carona

Essa é uma das formas mais antigas de se viajar pelo mundo de graça, e acredite, quem faz isso conta que é bem mais tranquilo do que parece. Mas, é claro, que alguns cuidados devem ser tomados como por exemplo pegar carona em caminhões caçamba que te dão a indicação de quem é aquela pessoa e onde ela trabalha.

Fique em locais estratégicos como postos de gasolina, onde você poderá ver o movimento e escolher alguém que não te pareça uma ameaça e lembre-se de sempre confiar em seus instintos. Se algo parecer suspeito na pessoa que te oferece carona não tenha vergonha de agradecer e dizer que vai esperar um pouco mais.

Conheci duas russas aqui no Rio que estavam viajando o Brasil inteiro dessa forma. Ambas estavam com um mochilão nas costas e me deram essa dica dos postos de gasolina. Elas me garantiram que nunca passaram por nenhum tipo de situação chata ou desconfortável. Elas me contaram também que já viajaram por outros países dessa mesma forma, como Turquia e diversos países europeus.


Por mais que você queira gastar o mínimo possível nas viagens, nós lembramos que tem um gasto que é muito necessário: O seguro viagem.

Com ele você viajará tranquilo e ainda vai poder se salvar de qualquer perrengue. Nós indicamos pesquisar os melhores preços pelo site da Seguros Promo, pois eles te oferecem ótimas opções sem que você precise gastar muito com isso.

Veja mais: Seguro viagem: 5 razões para você contratar um para a sua viagem


5. Trabalhe em um cruzeiro

Uma forma gratuita de conhecer o mundo e que você ainda vai conseguir juntar um dinheiro legal é trabalhando em cruzeiros.

Quem já teve essa experiência sabe que a rotina é bastante puxada com dias que chegam até 14 horas seguidas de trabalho. No entanto, as suas horas livres podem ser usadas para conhecer a cidade em que o cruzeiro está atracado. Então compensa demais!

Você conhece a Gabi do Insta @viajandocomgabi? Nos últimos cinco anos ela vem trabalhando em cruzeiros pela Europa durante a alta temporada (abril a outubro) e viajando a Ásia, a América Central e a própria Europa quando ela está de “férias”.

Além de viajar gratuitamente você estará sendo pago para isso, o que garante ainda mais satisfação em sair por aí para conhecer o mundo. Isso é o que acontece também para quem se aventura como comissário de bordo ou piloto de avião. Nesse caso, conseguir ingressar na carreira exige muito mais preparo: é necessário fazer cursos especializados e falar vários idiomas… Eu sigo uma gringa  no Instagram, a @pilotmaria, que vive viajando e postando fotos incríveis de suas viagens!

6. Faça um “relocation car

Você já parou para pensar que se você aluga um carro em Los Angeles e entrega ele em São Francisco alguém tem que levar esse carro de volta para a locadora?

É assim que funciona o relocation car. As empresas alugam o carro para as pessoas que têm interesse em fazer o trajeto oposto por um preço muito amigável, que fica em torno de apenas 1 dólar a diária. Tudo irá depender da época do ano e da própria empresa.

Assim, você que está querendo viajar de graça ou quase de graça pode se beneficiar dessa modalidade de aluguel que é muitas vezes mais em conta que uma passagem de transporte público no exterior.

Essa modalidade de viagem é super comum na Austrália! Como muitos viajantes gostam de fazer roadtrips pelo país, é possível encontrar diversas ofertas de relocation car em sites como Transfer.com.au e o Imoova.com, que também atua nos EUA, no Canadá e na Europa.

7. Priorize atrações gratuitas

Ao chegar na sua cidade de destino, vale a pena conhecer as atrações gratuitas da cidade. Faça uma lista com os lugares que você quer visitar para que você minimize gastos com deslocamento. Depois é só montar estratégias para chegar às atrações sem gastar muito e continuar todo o seu roteiro de viagem barata (ou até gratuita).

Praias e parques são passeios gratuitos que tem na maioria das cidade que você vai visitar pelo mundo. Trilhas também são em sua maioria gratuitas. O Rio de Janeiro, por exemplo, é uma cidade repleta de visuais incríveis e gratuitos, como o Morro da Urca e a Pedra da Gávea.

Confira também: 12 atividades de graça para conhecer o Rio de Janeiro

Além disso, muitas atrações que são normalmente pagas, às vezes oferecem um dia na semana ou no mês com entradas gratuitas, então é bom se informar disso antes para tentar aproveitar esses dias. Durante minha viagem a Nova York em Fevereiro de 2018, pude aproveitar alguns museus de graça, como por exemplo, o MoMA, que libera a entrada todas às sextas-feiras a partir das 16h.

8. Utilize o Blablacar

O Blablacar é um aplicativo que conecta viajantes que buscam e oferecem carona. Geralmente, ele custa menos da metade do preço de uma passagem de ônibus.


Eu uso com bastante frequência entre o Rio de Janeiro e Petrópolis (para quem não sabe minha família é de Petrópolis, mas moro no Rio há 7 anos). Já conheci pessoas e histórias de vida incríveis por conta desse tipo de viagem. Sempre me perguntam sobre a segurança, e o que eu gosto da plataforma é que cada usuário tem um perfil e recebe avaliações sobre a carona, sua forma de conduzir, etc.

Utilizei também o Blablacar em minha viagem à Portugal, no trecho LisboaPorto. O custo x benefício foi excelente e pude conhecer um pouco mais do país pelo olhar de um local!


Os aplicativos nos ajudam muito durante as viagens não é? Mas de nada adianta se você não tiver um bom pacote de dados.

Se sua intenção é ficar sempre conectado, usar mapas online, pesquisar opções de transportes, etc, então nossa dica é adquirir um chip da EasySim4U. A partir de US$37 você vai ter internet ilimitada e usará à vontade.

Veja mais: Continue conectado nas suas viagens com o chip internacional EasySim4U


9. Trabalhe como AuPair

Gosta de crianças e sente-se a vontade perto delas? Uma ótima opção para conhecer um novo país, praticar um novo idioma e ainda ganhar um trocado com isso é trabalhando como AuPair.

Muitas famílias europeias e americanas contratam (principalmente mulheres jovens – de 18 a 26 anos) para ajudar a cuidar de seus filhos ou de pessoas idosas.

Você ficará hospedado na casa de uma família e não precisará se preocupar com alimentação. O salário não é obrigatório, mas na maioria das vezes você recebe uma contribuição por sua ajuda.

A Joanna, do @fitbackpacker, começou sua “carreira” de viajante frequente em 2007 como AuPair! Ela foi para a Alemanha cuidar de duas crianças. Na época, ela falava pouco alemão, mas o suficiente para se comunicar. Outros pontos positivos para este tipo de vaga é saber dirigir e ter experiência com crianças de alguma forma.

10. Cuide da casa de alguém

Sim, você pode se hospedar de graça apenas para cuidar da casa de uma família que esteja viajando. Mas por que eles deixariam um desconhecido ficar em sua casa? Simples: por segurança, já que a movimentação na casa afasta pessoas má intencionadas que pensem em entrar para roubar.

Esse tipo de serviço se chama House Sitting e existem vários sites especializados, como o TrustedHousesitters e o Nomador.

A ideia é muito legal, e todo mundo sai ganhando. Porém, assim como o Couchsurfing, para conseguir um lugar legal você precisa ter referências, um perfil bem elaborado, para que as pessoas confiem em você.

Algumas coisas que podem te ajudar no início é incluir muitas fotos, ser criativo, falar sobre si mesmo com profundidade e ressaltar as suas habilidades. Se possível, faça um vídeo também e, claro, se candidate aos anúncios menos concorridos, assim, aos pouquinhos você irá ganhando boas referências.

Dicas bônus para quem quer viajar o mundo de graça

Simpatia

Simpatia e boa educação são a chave para fazer amigos durante sua viagem e com isso, garantir caronas, locais para ficar, e criar uma rede de apoio.

Dessa forma, além de cultivar bons momentos você terá feito amigos ao redor do mundo que serão contagiados pela sua simpatia e desejo de se aventurar.

Pouca bagagem

Quem quer viajar de graça, precisa de facilidade! Então nada de levar malas de 23 quilos como se você estivesse indo para um hotel 5 estrelas. Já pensou ter que colocá-las na boleia de um caminhão durante uma carona?

 

Portanto, leve só o necessário, pois é justamente a praticidade que é a maior aliada de quem quer viajar gastando pouco. Se você está disposto a fazer esse tipo de aventura, precisa se adaptar a esse estilo de viagem.

Veja também: 20 aplicativos de viagem que a gente usa e recomenda

Sempre confie em seus instintos

Em qualquer aventura pelo mundo, é preciso estar sempre atento! Se você pega caronas, já sabe do que estamos falando. Prestar atenção na linguagem corporal e respeitar seus instintos, pode te livrar de ciladas. Infelizmente, precisamos também nos proteger de pessoas que estão com más intenções.

Essa dica não se aplica só para caronas, mas vale para tudo. Até mesmo quando você decide passear por um bairro diferente, ou quando escolhe se hospedar em um hostel muito barato, que não te passa uma sensação de segurança. Se o seu sinal de alerta tocou, não o subestime.


Portanto, mesmo que você não tenha por objetivo fazer uma viagem totalmente grátis, ainda assim, essas dicas te ajudam a ter um panorama de como viajar de maneira muito mais barata e menos convencional. Dessa forma, você tem a oportunidade de ampliar seus horizontes e viver novas experiências que ficarão para sempre em sua memória.

Tem outras dicas para viajar o mundo de graça? Deixe nos comentários para ajudar outros viajantes como você!


Você pode gostar de ver também:

Volta ao mundo: como comprar a sua passagem

Quanto custa uma viagem para Cape Town

Quanto custa uma viagem para a Califórnia

Quanto custa uma viagem para Vancouver?


Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.