O Rio é uma cidade incrível para quem gosta de vida ao ar livre e esportes radicais. São inúmeros os locais para fazer trilhas, praticar rapel, escalada, surfe, windsurf, SUP e por aí vai. A gente adora essa vida ativa e estamos sempre em busca de novas aventuras. Ainda faltava na nossa lista o Rapel na Pedra da Tartaruga, que tem uma vista incrível para as Praias Selvagens e recentemente fomos conferir para contar para vocês como é!

Localizada dentro do Parque Estadual da Pedra Branca, a Pedra da Tartaruga fica entre a lindíssima Praia de Grumari e a Praia da Barra de Guaratiba, na Zona Oeste carioca. Depois de uma trilha de 45min, você chega até a cabeça da Tartaruga, onde será feito o rapel negativo (que é quando ele é praticado em vãos livres, onde não há contato dos pés com a parede) a uma altura de mais de 40 metros.

É uma boa ir com biquini para dar um mergulho nas águas super convidativas da Praia do Perigoso que fica logo ali embaixo. Essa e as outras praias da região são ideais para quem curte praia limpa, linda e quase deserta.

Esse passeio é indicado para todas as idades (com um bom senso, claro) e é ideal para pessoas com bom condicionamento físico. Encontre aqui informações sobre onde fica, segurança, empresas indicadas e tudo o que você precisa saber para fazer o Rapel na Pedra da Tartaruga!

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

rapel pedra da tartaruga fotos de cabeça pra baixorapel rio de janeiro

A nossa experiência

Feriado com previsão de sol no Rio, tudo o que queríamos era explorar um lugar diferente e cheio de aventura. Acordamos ainda estava escuro, pois o caminho seria longo para chegar no nosso destino: a Pedra da Tartaruga, em Guaratiba.

Depois de 1h30 chegamos na Praia da Barra de Guaratiba, isso era 7h15 da manhã. Encontramos o pessoal da Desbravando Rio e partimos para a caminhada de 45min até as Praias Selvagens. Chegando lá, já tinha bastante gente se preparando para fazer rapel.

O dia tava lindo! Céu azulzinho, sem nenhuma nuvem. O mar, por outro lado, estava bem escuro e agitado. Geralmente a água por lá é super clarinha e convidativa. Depois de subir até a Pedra da Tartaruga as pessoas costumam dar um mergulho na Praia do Perigoso ou na Praia do Meio. (Aliás, quando forem, tomem cuidado coma s correntezas! Lá é bem forte!)

Depois de aguardar a nossa vez, colocamos os equipamentos, ouvimos as instruções atentamente e lá fomos nós nos pendurar a uma altura de 40m do chão. Nunca tinha feito rapel antes, então achei o máximo! Fiquei um pouco tensa no início e não queria largar a corda de jeito nenhum. Depois de um tempo me soltei e fiquei até de cabeça pra baixo fazendo gracinha com o Jean e tirando foto de “beijo homem aranha”.rapel pedra da tartaruga rio de janeiro

Finalizamos o passeio umas 14h, exaustos e morrendo de fome. Ali na região de Guaratiba tem diversos restaurantes com peixe fresco e pratos com frutos do mar de dar água na boca. Fica a dica para quando forem conhecer a região!

Ah! Outra coisa legal para fazer por lá é andar de SUP pela Restinga de Marambaia. Contei minha experiência nesse post aqui. O dia não estava muito bonito, mas a região do mangue é lindíssima.

Ali perto também você encontra a famosa Pedra do Telégrafo, onde é possível tirar fotos incríveis. Confira aqui essa trilha.

É seguro?

Todo esporte radical envolve algum tipo de risco, mas se os equipamentos estão de acordo e seu instrutor tem experiência, não há com o que se preocupar.

O Rapel consiste na descida de grandes desníveis através de uma corda. Você veste uma cadeirinha, prende os mosquetões em você e na corda e vai controlando a descida com o freio. É sempre importante ter um instrutor lá embaixo na descida, ele é chamado de “anjo” e vai ficar atento a todos os seus movimentos para impedir uma queda ou descidas bruscas.rapel desbravando rio

Onde fica e como chegar

A Pedra da Tartaruga fica localizada em Guaratiba, na região oeste do Rio de Janeiro. Ela fica bastante afastada do Centro/Zona Sul da cidade, então só vale a pena ir visitar se você tiver um tempo de sobra ao visitar a cidade ou se você quer algo que fuja ao roteiro turístico comum.

De carro

Saindo de Copacabana de carro, você vai levar cerca de 1:30h a 2h para chegar ao início da trilha, que inicia-se na Estrada Roberto Burle Max, após a Praia da Barra de Guaratiba. Este é o endereço que você vai colocar no seu app “Praia da Barra de Guaratiba”.

Você vai seguir pela Av. das Américas passando pela Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, seguindo o caminho do BRT até a estação Ilha de Guaratiba, onde você vai pegar o retorno para Barra de Guaratiba e seguir as placas indicativas.

Ao chegar na Praia, há alguns estacionamentos. Nos finais de semana eles cobram R$30 (estive em Abril de 2015). Lembre-se de chegar bem cedo, por volta das 7h, pois só assim você encontrará vaga se for um dia de sol.

De ônibus

Pegue um ônibus até o Terminal Alvorada na Barra da Tijuca. De lá você pegará o BRT até a estação Ilha de Guaratiba. Lá você deve pegar o ônibus que vai para “Marambaia”, o 874A, ou o “Barra de Guaratiba”, o 867.

A trilha

A trilha tem cerca de 2 km de extensão, com nível de dificuldade leve. Para chegar até a Pedra da Tartaruga levamos cerca de 45min.

Suba a ladeira que começa no final da rua da Praia de Barra de Guaratiba. São muitas escadas, o que é um pouco cansativo.  Depois de uns 15 minutos de subida nessa ladeira você vai ver as plaquinhas que indicam o início da trilha. Ela é bem marcada, sem bifrucações e vai contornando o mar.Barra de Guaratiba

Quando ir

Essa atividade pode ser feita durante o ano todo, porém indicamos as estações com temepraturas mais amenas. No verão as temperaturas ultrapassam os 40°C e ocorrem chuvas no final da tarde.

Informações úteis

Empresas indicadas:

Desbravando Rio (foi a nossa escolha, super indicamos!)
(21) 98097-3419

DNAventura
21 3392-9535 / 21 99573-0602

Kmon Adventure
(21) 97960-3299

Check list para o dia do rapel:

Tênis confortável;
2 a 3 litros d’água;
Lanche (Sanduíche, Biscoito, Barra de Cereais, Frutas);
Boné ou Chapéu;
Protetor solar;
Repelente;
Saco de lixo;
Óculos escuros;
Roupa de banho;
GoPro.

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Aluguel de Carro!
    locação de carro
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *