Desde 1982 Olinda (Pernambuco) figura na lista de Patrimônios Culturais da Humanidade da UNESCO e uma visita na cidade certamente te fará entender o por quê.

Com casinhas coloridas e igrejas que remontam ao início da colonização em meio às palmeiras e com um belo mar azul de fundo, a sensação é estar nas páginas de um livro de história do Brasil Colonial.

E que história! A cidade despontou como uma das principais logo no início do processo de colonização do país, pois possuía uma localização estratégica na exploração do pau-brasil e da cana de açúcar. E todo esse privilégio trouxe riquezas para a cidade, que ostentava um luxo que se assemelhava a aquele existente na metrópole colonizadora.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Porém, isso também acabou por atrair a atenção de outros povos, como os holandeses, que invadiram o local e acabaram por permanecer na região de Pernambuco até meados do Século XVII.

Atualmente, Olinda conserva diversas igrejas e casas do período colonial em meio as íngreme ladeiras da cidade, que na época do carnaval são tomadas pelos mais de dois milhões de foliões.

Assim, se você procura um destino que saiba combinar a alegria das festividades carnavalescas e do frevo com a preservação histórico-cultural, pode incluir Olinda (Pernambuco) na sua lista de próximos destinos a viajar!

ruas de olinda pernambuco
Além dos pontos turísticos de Olinda, recomendo apenas andar pelas ruas e observar os prédios antigos.

E se você está em busca de um guia completinho sobre a cidade, é só seguir lendo, pois vamos te dar as melhores dicas de como planejar sua viagem para Olinda, e também para a região!


Confira também:

TOP 5 lugares para conhecer em Pernambuco


Como chegar em Olinda (Pernambuco)

Olinda não possui aeroporto próprio, o mais próximo é aquele localizado em Recife. Ele fica distante pouco menos de 20 quilômetros da cidade. Então, já anota nossa primeira dica: a melhor opção para chegar em Olinda é através de Recife.

Aproveite para passar uns dias na capital de Pernambuco, e para isso, vale a pena conferir nossas dicas sobre o destino nos posts sobre melhores passeios em Recife e nossas sugestões de roteiros em Recife, com opções para 3, 5 ou 7 dias de viagem.

Após chegar na capital, saiba que você facilmente poderá transitar de uma cidade a outra de táxi ou Uber. Ou seja, você pode até escolher uma hospedagem em Recife e fazer apenas um bate e volta em Olinda. 

Assim, você escolhe o ponto de partida de seu roteiro em Olinda, pede para ser deixado lá  e vai fazendo o resto do passeio a pé. Para a volta, é só chamar outro carro pelo aplicativo.

olinda no por do sol
Olinda é um destino para ser conhecido a pé

Todo o trajeto que vamos sugerir por Olinda pode ser feito a pé, e essa é justamente a graça de um passeio pela cidade. Portanto, não planeje apenas uma visita aos pontos indicados, mas aproveite o caminho para reparar nas casinhas, se perder pelas íngremes ladeiras, tirar várias fotos e ainda ver Recife por um outro ângulo.

Aliás, Olinda é justamente famosa por suas ladeiras. Portanto, se você ou alguém com quem você estiver viajando tiver dificuldade de locomoção ou algum problema para caminhar por ruas irregulares e com várias subidas talvez fazer o trajeto a pé não seja o mais indicado.

Ao planejar sua viagem, avalie qual é a melhor opção para você e sua família, afinal essa decisão também pode influenciar como vocês pretendem explorar a cidade.


Dica: para explorar Recife, Olinda e arredores pode ser interessante alugar um carro para ter mais liberdade para fazer seus passeios. Nossa sugestão é que você confira o site da RentCars as locadoras que atendem a região para comparar de forma mais prática todas as opções disponíveis, além de ser uma excelente opção para encontrar os melhores preços. Clique e faça sua cotação.


Qual é a melhor época para visitar Olinda (Pernambuco)

Como todo destino nordestino, Olinda faz calor o ano inteiro, variando entre 25ºC e 28ºC. Então, para definir a data da sua visita na cidade, você deve levar em conta a chuva.

melhor epoca para visitar olinda
Olinda é o tipo de destino que faz sol praticamente o ano inteiro

Normalmente, o verão é seco e o inverno chuvoso. Sendo assim, os meses com menos chances de chuva são outubro, novembro e dezembro, mas o período seco se estende entre setembro e março. Os meses mais chuvosos são maio, junho e julho. Se possível, evite-os.

É bom lembrar também que os meses considerados alta temporada, especialmente na época do carnaval, os preços ficam mais altos e as atrações mais cheias. Portanto, não se esqueça de reservar tudo com bastante antecedência, pois as hospedagens costumam se esgotar rapidamente.

Quantos dias ficar em Olinda (Pernambuco)

Para visitar os principais pontos turísticos da cidade de Olinda em si pode-se dizer que meio período é suficiente. Nós, no entanto, recomendamos que você reserve um dia todo, assim poderá passear com calma e aproveitar bem a cidade.

Também, vale a pena combinar Olinda com outros destinos no Estado de Pernambuco, ou até mesmo em outros estados nordestinos. 

Portanto, roteiros por Olinda e região, podem tranquilamente variar de 1 a 7 dias a depender quais cidades você decidir que também incluirá na sua viagem.

Onde ficar em Olinda (Pernambuco)

Olinda fica a aproximadamente 15 quilômetros da praia de Boa Viagem, em Recife, por isso a maior parte das pessoas opta por se hospedar na capital pernambucana e reserva um dia para conhecer a cidade vizinha.

bate volta recife olinda
A maioria dos turistas opta por se hospedar em Recife, mas Olinda é uma cidade que vale a pena por uma ou duas noites

Se essa for sua opção, confira nossas sugestões de hotéis em Boa Viagem:

  • Na parte norte, conhecida como Pina, que tem o acesso mais próximo para Olinda e para a região do Recife Antigo, está o Hotel Luzeiros Recife.
  • Já na parte central de Boa Viagem, que apresenta o melhor trecho de praia, com os recifes que criam as piscinas na maré baixa e protegem dos tubarões, o Fity Hotel é uma excelente opção e fica a apenas três quadras da praia.

Agora, se você preferir ficar por Olinda mesmo, a melhor opção é procurar por hospedagens nos arredores do centro histórico, que é justamente por onde você vai acabar circulando. Aqui vão nossas sugestões:

  • Uma das opções preferidas dos turistas que ficam em Olinda é o Hotel 7 Colinas. Além da localização, vale aqui o destaque para a área externa com piscina e bastante verde.
  • Outra opção é a Pousada Quatro Cantos, especialmente para épocas de carnaval. Localizada em um belo casarão, a localização é excelente e o atendimento dos funcionários merece destaque.
  • Quem procura uma opção mais em conta, o Hostel da 13 oferece camas em dormitórios, mas também quartos duplos.

Utilizamos como base as notas oferecidas pelos hóspedes no site do Booking.com

Principais passeios em Olinda (Pernambuco)

Agora que você já está mais familiarizado com essas informações práticas sobre Olinda, chegou a hora de conferir nossas sugestões de passeios imperdíveis para incluir no seu roteiro! 

o que fazer em olinda pernambuco
Lembre-se de usar roupas confortáveis para subir e descer as ladeiras de Olinda

Portanto, aqui vão os principais pontos turísticos de Olinda:

Igreja Nossa Senhora do Amparo

Construída em 1613 pela Irmandade de Nossa Senhora do Amparo dos Homens Pardos, acabou sendo parcialmente destruída em um incêndio causado pelos holandeses em 1631 sendo então reconstruída em 1644. O destaque são os altares laterais, as talhas douradas e as imagens barrocas.

A visitação é permitida no horário da missa que ocorre aos domingos às 10h da manhã.

Igreja da Misericórdia

Mais uma igreja que acabou sendo saqueada e incendiada em 1631 pelos holandeses. Essa no entanto, havia sido construída em 1540 e sua reforma ocorreu em 1654. Com estilo barroco e baseada na renascença portuguesa, ela é belíssima e considero-a imperdível para quem curte arquitetura e história.

Além da Igreja, o destaque fica para o mirante, logo em frente, que oferece uma bela vista da cidade.

Igreja do Alto da Sé

A Igreja da Sé de Olinda foi fundada em 1540 como Matriz de São Salvador, sendo o mais antigo templo religioso da cidade de Olinda e que serviu para marcar a presença portuguesa no local.

Foi mais um dos monumentos históricos da cidade que foi destruído em 1631, e acabou sendo reconstruída em 1656 e novamente inaugurada em 1677. Apesar de ter passado por diversos processos de restauração e modificação ao longo dos séculos seguintes, ainda guarda importante participação no processo de preservação da cultura histórico-arquitetônica de Olinda.

igreja da se olinda pernambuco
Localizada em Olinda, o Mirante da Sé é um dos melhores lugares para observar a paisagem de Recife.

Observatório Astronômico do Alto da Sé

O Observatório Astronômico do Alto da Sé foi criado como um espaço para servir de local para o estudo dos astros e está localizado justamente próximo a onde teria sido descoberto um cometa pelo astrônomo francês Emmanuel Liais, em 1860.

No entanto, acabou sendo abandonado, posteriormente virou uma estação meteorológica e hoje abriga diversas exposições didáticas e de observação com telescópios.

Com entrada gratuita, funciona de terça-feira a domingo, das 16hn às 20h. O local também abre em datas quando ocorrem eventos para observação de fenômenos celestes.

Loja Artes do Imaginário Brasileiro

A Loja Artes do Imaginário Brasileiro fica localizada em um lindo casarão tombado como patrimônio histórico e comercializa os mais diversos tipos de artesanatos, como pinturas, esculturas, entalhamento, vestuários, além de objetos para decoração e utensílios domésticos.

Sua filosofia é trabalhar em contato direto com os artesãos de forma a valorizar o trabalho, proporcionando uma remuneração mais justa para os que produzem e um melhor preço para os consumidores.

Vale a visita para conhecer e quem sabe voltar para casa com uma lembrança especial da viagem.

Convento de São Francisco

O Convento de São Francisco data de 1585 com a chegada da ordem franciscana no Brasil, tendo sido destruído em 1631 e com as obras de reforma perdurando até o século XVIII.

O destaque fica para a impressionante coleção de azulejos em tons de azul do Convento, que fazem valer a visita.

Funciona de segunda-feira à sábado, das 09h00min as 12h e das 14h as 17h30 com custo de R$ 3,00 (três reais) a entrada.

convento de são francisco, olinda, PE
O belo casario do Convento de São Francisco, em Olinda

Rua de São Bento

Além de suas íngremes ladeiras, Olinda é conhecida pelas lindas casinhas coloridas e a Rua de São Bento preserva as mais bonitas da cidade.

Então se você está procurando uma rua para andar com calma, admirar as casinhas e tirar belas fotos, não deixe de incluir essa rua no seu passeio.

Igreja do Carmo

A Igreja do Carmo foi a primeira da Ordem das Carmelitas na América Latina. Apesar de ser relativamente simples, o destaque são os detalhes entalhados nos altares.

A poucos passos da Igreja, do outro lado da praça, está o letreiro da cidade de Olinda, já próximo a praia, no número 10 da Avenida do Farol.

igreja do carmo, olinda, pernambuco
Igreja do Carmo

Embaixada de Pernambuco – Bonecos Gigantes de Olinda

A Embaixada de Pernambuco – Bonecos Gigantes de Olinda abriga uma exposição permanente de 63 bonecos gigantes de personalidades brasileiras e internacionais, como: Alceu Valença, Michael Jackson, Pelé, Elvis Presley, Luiz Gonzaga, entre outros.

O espaço foi criado da necessidade de se ter um local, não só durante o carnaval, para que os turistas pudessem conhecer um pouco a história dessa tradição pernambucana.

Aberto diariamente das 08h às 18h, tem ingresso cobrado no valor de R$ 15 (quinze reais) por adulto, sendo permitida a entrada gratuita de até 2 crianças de 0 a 12 anos por família.

No local é feita uma visita guiada quando se explica a origem dos bonecos gigantes, além da sua forma de confecção e manipulação. Possui ainda uma lojinha de lembranças e a possibilidade de se encomendar miniaturas dos gigantes. 

Dicas para sua viagem à Olinda (Pernambuco)

Como já falamos, Olinda pode ser visitada em um único dia. Todos os locais que sugerimos aqui podem ser feitos por meio de um roteiro a pé, desde que você tenha bastante disposição para caminhar, subir e descer as ladeiras.

Então, não esqueça de colocar calçados confortáveis e levar uma garrafinha de água para se hidratar ao longo do dia! Recomendamos também que você não se esqueça do protetor solar e de um chapéu ou boné para se proteger do sol. 

artesanato olinda pernambuco
Durante suas caminhadas pelas ruas de Olinda você certamente encontrará belas lembrancinhas para levar para casa

E se você tem mais dias na região, pode (e deve) combinar seu passeio por Olinda com outras cidades próximas.

O mais comum, e o que sugerimos no nosso post com dicas de roteiros por Recife, é dividir sua viagem da seguinte forma: 

  • 1 dia em Olinda,
  • 3 dias em Recife,
  • aproveitar 1 dia para visitar a Praia dos Carneiros
  • 2 dias para conhecer Porto de Galinhas.

Fica um roteiro bem bacana pelas principais cidades do litoral pernambucano e que é feito tranquilamente em sete dias de viagem.

Sempre vale lembrar que nossas sugestões são para fazer os passeios com calma, sem pressa, aproveitando as cidades. Caso você tenha menos tempo e queira fazer mais coisas, sempre pode colocar mais opções em um único dia e ficar menos tempo em alguma atração ou cidade que não considera tão interessante.

Pronto para viajar para Olinda (Pernambuco)?

Como você deve ter percebido, sua visita em Olinda  (Pernambuco) será bastante histórica, mas nem por isso menos interessante. A cidade viveu o apogeu da cana de açúcar no nordeste brasileiro, depois passou pela invasão dos holandeses e ainda se reconstruiu para ser um dos principais centros do carnaval do país.

Tudo isso é tranquilamente visto em uma visita a cidade, que faz com que você se sinta dentro de um livro de história. E agora que você já conferiu as nossas dicas, é só montar o seu roteiro para Olinda, fazer as malas e conferir um pouco mais do que essa histórica cidade tem a oferecer!

Ficou com alguma dúvida? Tem alguma outra dica imperdível de Olinda? Conta para a gente! Vamos adorar saber!


Você pode se interessar também:

Como planejar a sua viagem para Porto de Galinhas (com sugestão de roteiro!)

Mochilão pelo Nordeste: destinos imperdíveis para você conhecer em 18 dias

Praias do Brasil: conheça as 20 praias brasileiras mais bonitas

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *