Última parada da Indonésia, quase chegada a hora de voltar pra casa. Mas nossa despedida desse país maravilhoso não poderia ser melhor: as Gili Islands.

Localizadas a noroeste de Lombok, ilha vizinha de Bali, as pequenas ilhas Gili são um destino comum entre os viajantes que vão para Bali. A 1h30 de distância, você encontra uma água azul turquesa com temperatura super agradável para ficar de molho na água o dia inteiro. É um destino para quem busca mergulhar, relaxar e curtir praia, sol e água fresca. Muita gente que vai para passar alguns dias acaba estendendo por algumas semanas ou até meses, talvez sejam os recifes de corais cheios de tubarões, raias e tartarugas ou a tranquilidade que traz a falta de veículos motorizados, os bungalows à beira-mar e o povo gente boa​​.

Ficamos em Gili Trawangan, que conta com uma população de cerca de 1ooo pessoas, ela é a maior e mais distante de Lombok. Lá você vai encontrar uma noite mais agitada e uma variedade de bares e restaurantes. As outras Gilis sao a Gili Air, que tem uma abundância de bungalows elegantes espalhados entre palmeiras, e a Gili Meno, que é um maravilhoso destino para quem busca tranquilidade e calmaria.

Nossos dias se resumiram basicamente a acordar e tomar um café da manhã caprichado na pisicna do nosso bungalow, tomar sol durante o dia e se refrescar nas águas turquesa, ler um livro na sombra, fazer um pouquinho de snorkel.. Delícia! E a noite era de reggae, música ao vivo no Sama Sama Reggae Bar.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Collages2

Highlights da ilha:

Alugar uma bike e dar uma volta na ilha: não leva mais do que 1h pra dar a volta completa na ilha! Pode ser uma boa sair próximo da hora do por do sol, assim você pode ir para o Sunset Point.

O Sunset Point é uma delícia de lugar para assistir ao maravilhoso sol se pôr por trás do Vulcão Agung, tomando uma Bintang, claro, a cerveja mais famosa da Indonésia.

pôr do sol Gili Island

O Night Market de Gili foi uma das minhas melhores experiências gastronômicas na Indonésia, comi muito bem e paguei bem barato. A melhor barraquinha fica do lado direito e logo na entrada, não será difícil de achar, já que sempre tem fila pra lá. Basicamente o que eles fazem são espetinhos variados de carne, frango, camarão e servem com acompanhamentos como arroz, tofu e um molho de amendoim. É muito gostoso!

Night Market

Não fizemos aula de yoga porque era muito cedo e não acordamos, 7h da manhã, mas ouvi dizer que a aula é uma delícia!

Para informações sobre  scuba diving, outra atividade imperdível na ilha, clique aqui.

E assim acabou nossa aventura pela Indonésia, um país que vai te encantar com seu povo, sua beleza natural, sua religião, praias, vulcões, e a diversidade de experiências que ele te proporcionará.

Espero que tenham gostado de acompanhar meus relatos e fiquem de olho porque vem aí Tailândia e Cambodja!!
Beijocas,
Gaia

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Como chegar: 

A empresa que indico é a Gili Gili, barco express, acredito que o mais rápido que faz o trajeto. Pagamos um pouco mais caro, mas valeu a pena, pois tivemos probelmas com uma outra empresa e quase que não chegamos a tempo no aeroporto para voltar. Sei que neles dá pra confiar.

(Se preparem para mais uma viagem de barco bizarra, o mar estava bem mexido e o barco ia pulando que era uma beleza.)

Onde ficar: 

Optamos por ficar na mais badalada das três ilhas, a Gili Trawagan. Nosso hostel foi o Woodstock Home Stay, tínhamos nosso próprio bungalow e a piscina era uma delícia pra começar o dia com um café da manhã ou terminar com um mergulho no escurecer do dia.

Além do aquecimento da água por energia solar, cada quarto tem um nome de peso da galera do rock, Janis Joplin, Jimi Hendrix, The Who.., o que torna esse hostel bem especial, apesar de não ser exatamente pertinho do ‘centro’ da ilha.

Baixa temporada (15 Jan – 30 Jun / 01 Out – 19 Dez)
Single Rp. 350.000
Family Rp. 550.000
Aircon Rp. 450.000

Alta temporada (01 Jul – 31 Set / 20 Dez – 14 Jan / Páscoa)
Single Rp. 450.000
Family Rp. 700.000
Aircon Rp. 600.000

Outra opção é o Black Penny Villas, que foi recomendado por algumas amigas que ficaram lá. A vantagem é que ele fica exatamente na meiuca onde estão localizados os restaurantes e bares da ilha.
One bedroom: US$120
Two bedrooms: US$220

 O que fazer:

A noite:
Todo dia é dia de reggae ao vivo no Sama Sama Reggae Bar
Segundas: Blue Marlin (Psychedelic e techno)
Quartas: Tir Na Nog – Irish Pub (Hip Hop, House e mainstream)
Sextas: Rudys Pub (Eletrônica)

 

VEJA TAMBÉM

Recomendações pré-viagem

Indonésia overview

Parte I Jakarta

Parte II Java – Jogjakarta

Parte III Java – Bromo e Ijen

Parte IV Bali – Uluwatu

Parte V Bali – Kuta e Seminyak

Parte VI Bali – Ubud

Parte VII Bali – Nusa Lembongan

Acompanhe nossas AVENTURAS também no Facebook | Instagram Youtube

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

6 respostas

  1. Meninas, estava pesquisando uma viagem para Indonésia e achei o blog e amei. Só não consegui entender muito bem como vocês fizeram o translado de um lugar para o outro nem quanto tempo vocês ficaram em alguns lugares… Podem me ajudar?

    1. Oi Nathalia. Cada trecho é muito específico, mas o que posso dizer no geral é que nós chegávamos num destino e só aí pensávamos no seguinte. Isso significa que, sem roteiro montado, a gente ia vendo as opções que tinham disponíveis no local para o nosso destino seguinte.
      Em Gili, por exemplo, nós chegamos direto de Ubud, tivemos que pegar uma van até o porto mais próximo e embarcamos numa viagem de 2h aprox. Nós fechamos esse combo van + barco (ida e volta) lá mesmo em Ubud.
      Num geral nos locomovíamos de taxi (éramos 4 e ficava bem barato dividindo), mas de uma ilha pra outra era via marítima de acordo com o que tinha disponível nas agências de turismo locais. Lembre-se que é muito importante barganhar sempre!
      Ajudei? hehe
      qualquer outra dúvida, só falar com a gente!
      Beijos

  2. Oi!!

    Adorei o blog!!

    me tira uma dúvida, pf…. se vc tiver que escolher entre passar uns 3 dias em Nusa ou Gili qual vc escolheria?

    Obrigada

    1. Oi Juliana,
      que escolha difícil!
      Eu tentaria visitar Nusa por 1 dia e depois ir pra Gili, tem barco que faz esse trajeto. Mas, se tivesse que escolher entre as duas ilhas acho que ficaria com Gili.
      A Indonésia faz isso com a gente ne, deixa o coração dividido. hahah
      Espero ter ajudado! Beijos

    1. Oi Marcella! Você vai amar as Gili Islands!!!
      Ficamos 2 dias lá em Gili T., mas dá pra ficar mais se você tiver esse tempo. O clima é ótimo e as pessoas também. =)
      Aproveite a viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *