Onde esquiar em Bariloche e arredores

Como arrumar a mala para uma viagem de neve

Dúvidas para arrumar a sua mala de viagem para a neve? Essa tarefa pode ser difícil se você não souber algumas dicas, como a técnica das 3 camadas na hora de se vestir.

Nesse post você vai encontrar sugestões de o que levar na sua mala de viagem para a neve, um checklist par não esquecer nadinha e aprender dicas importantes para não passar frio e encarar as temperaturas negativas tranquilamente!

O que é essencial na sua mala de viagem para neve?

Vamos combinar, o frio deixa os looks muito charmosos, mas além disso eles precisam oferecer conforto, versatilidade e o principal: dificultar ao máximo a perda do calor corporal.

O segredo é manter as extremidades aquecidas.

Nossos pés, mãos, orelhas, pescoço, lábios e nariz são a prioridade número 1. Elas são as primeiras partes do corpo a sofrerem com contração dos vasos sanguíneos e consequentemente com a redução do fluxo de sangue. Mas, calma, não se assustem, esse é um processo natural do nosso corpo, que só quer nos manter quentinhos.

Para manter as extremidades do corpo aquecidas, você não pode deixar de ter:

  • Luvas térmicas forradas e de couro – elas são as melhores pois tem o máximo de vedação.
  • Abafadores de orelha, gorros e cachecóis –  investir em acessórios com bons materias é essencial para te manter quentinho.
  • Balaclava –  se a situação for extrema você pode até usar uma balaclava (um “gorro” que cobre boa parte do rosto), pois assim você se protege bastante do frio.
  • Meias e mais meias – dê preferência às de lã, ou as de materiais sintéticos que também são térmicas. Pode ser que você precise usar mais de uma, então fique atento aos sapatos que vai usar, pois eles precisam ser adequados.
quentinha com roupas de neve
Mala de viagem para a neve: invista em gorros, luvas e cachecois para manter as extremidades quentinhas!

Os casacos certos para levar na mala de neve:

Às vezes você pode estar com 5 camadas de roupa e ainda assim o frio passar entre os furinhos da trama da malha. Para encarar a neve o casaco tem que ser de um material sintético e impermeável, para reter qualquer ventinho.

A forração deve ser caprichada, alguns tem forro de penas de ganso e outros tem um enchimento sintético. Vale lembrar que essas peças são pesadas, um casaco para neve pode chegar a pesar até 1 kg. Imagina só!

Preste atenção ao zíper do casaco. Ele tem que ser selado e ter uma camada por cima para o esconder. Essa camada geralmente é feita do próprio tecido e você só puxa para o lado e abotoa. As costuras também devem ser seladas, hein. Tudo para o vento não passar!

A gente recomenda os casacos da North Face, que são caros, mas valem o investimento! Na loja Alta Montanha você encontra boas opções!

estação de ski
Mala de viagem para a neve: estação de Ski em San Martin de Los Andes

Sapatos apropriados não podem faltar na sua viagem para neve

Procure calçados impermeáveis, com solado grosso, antiderrapante e que sejam forrados com um material sintético térmico e bem quentinho. Esses são os pontos principais, senão a neve pode passar pelo sapato, seu pé ficar gelado e de nada vai adiantar toda a sua preparação, pois o corpo vai ficar frio do mesmo jeito.

Nós recomendamos usar botas ou galochas, nesse link aqui tem algumas ótimas opções!

Dica: invista nas palmilhas quentinhas!

As palmilhas podem te salvar. Atualmente existem palmilhas próprias para neve, elas são térmicas, ou com espumas especiais que ajudam a deixar seu pé quentinho. Caso você esteja no seu destino e descobriu que sua bota não é tão boa quanto pensou que fosse, corre em uma loja de departamento ou de esportes que você vai encontrar dessas palmilhas.

Recentemente, na minha última viagem a Bariloche, levei apenas bota de couro para andar pela cidade, mas nada fazia com que meu pé esquentasse. Resolvi então comprar uma botinha com pelos por dentro, e foi a melhor coisa. Meu pé ficou bem quente e eu não precisava colocar várias meias. A minha é da marca “Mave”, mas as mais famosas são da UGG. Fica a dica de um bom sapato para destinos bem frios!

Técnica das 3 camadas para se vestir no frio

Nossa dica de ouro é usar a Técnica das 3 camadas. A primeira, uma blusa mais fina responsável por eliminar o suor do seu corpo, te mantendo seco. A segunda, aquela que mantém a sua temperatura corporal. A terceira, a heroína contra o vento e a umidade.

Primeira Camada

A primeira camada, também chamada de “segunda pele” será uma camisa mais apertadinha de tecido leve, térmico ou microtexturizado. O neoprene é uma boa pedida. Ela suja mais rápido, então o ideal é que seja trocada todos os dias, por isso leve pelo menos duas. Enquanto uma está lavando você usa a outra.

Uma que nós adoramos é essa aqui, da marca brasileira Sol Sports. Está com um ótimo preço na loja Alta Montanha, que a gente super recomenda!

Atenção: não use nada por baixo dela. A ideia é que ela fique coladinha no seu corpo e ajude a isolar o calor.

Segunda Camada

A segunda camada é o isolante térmico. Um casaco leve, nem muito grosso nem muito fino, mas com uma forração de qualidade, como a de microfleece, por exemplo.

Os melhores produtos são os que você consegue comprimir o máximo possível para caber na mala de viagem para a neve e são bem elásticos, não deixando o ar frio passar pelos espaços entre o casaco e a nossa pele.

Se você for praticar esportes na neve precisa de um modelo que seja bem ventilado e seque bem o suor, então fuja dos casacos muito pesados e com a trama do tecido bem fechada.

Terceira Camada

A terceira camada é aquele casacão poderoso que falamos lá em cima. Invista em um casaco impermeável, para que te proteja da chuva e da neve, principalmente se você for esquiar. Capuz, bolsos e zíper bem fechadinho são detalhes que você deve prestar atenção na hora de comprar!

mala para viagem de neve
Mala de viagem para a neve: técnica das 3 camadas: blusa térmica + casaco fleece + casaco impermeável!

A técnica das 3 camadas também vale para a parte de baixo!

Como não queremos ter nossas belas pernas congeladas, a dica das 3 camadas vale aqui também.

Para a primeira camada use uma segunda pele, térmica e justinha para não deixar o frio passar. Se o frio não for extremo você pode colocar uma calça jeans por cima.

Para frio extremo ai você deve usar uma segunda camada, bem quentinha, podendo ser um fleece, para te aquecer bastante.

Já a terceira camada deve ser de material sintético, tipo um tactel, que corte o vento e também seja impermeável, afinal ninguém quer se molhar nem ficar com o corpo gelado.

Dica: A tecnologia é nossa aliada e existem alguns produtinhos que nos salvam, como o aquecedor corporal adesivo, você pode colar nos pés ou nas mãos em alguma emergência!

Lembre-se: hidratação é necessário!

Não se engane em achar que não há alta incidência de raios solares na neve. Além disso, o frio queima, resseca a pele e deixa a boca rachada. Esse detalhe importante muita gente esquece mas você não pode deixar de colocar na sua mala de viagem para a neve um protetor labial, protetor solar, óculos de sol e hidratantes corporais e faciais.

Onde encontrar roupas de neve baratas

Esse ponto é muito difícil, pois produtos de qualidade exigem um gasto mais alto. Minha dica é que você não tenha medo de investir, pois são peças que duram por muitos anos. Outra coisa legal é que as marcas informam o grau de temperatura que aquele determinado produto suporta, então você já compra sabendo o que esperar.

Não posso gastar mesmo, e ai?

Se você vai ter que escolher entre fazer um passeio legal e comprar as roupas, então realmente não vale a pena prejudicar seu orçamento e não curtir a viagem.

Roupas de neve usadas:

Você pode procurar grupos no Facebook de compra e venda de roupas usadas, tem alguns específicos para roupas de inverno, ou mesmo nos grupos de viajantes dá para encontrar pessoas vendendo essas peças.

Outra boa ideia é dar uma garimpada nos brechós de rua no lugar onde você for viajar, já que encontrar essas roupas no Brasil é bem difícil. Mas nos países mais frios é até comum encontrar um casacão poderoso por um valor mais em conta, em uma lojinha de segunda mão.

Roupas de neve para alugar:

Essa também é uma dica simples e mais econômica. Se você for esquiar, nas próprias estações de esqui há lojinhas onde você pode alugar roupas para neve, só que lá acaba saindo um pouquinho mais caro. Dê um passeio pelo centro da cidade e também encontrará essas lojas bem mais em conta.

Quem tem amigos tem tudo!

E claro, pedir emprestado para os amigos viajantes é o melhor jeito de economizar.

Não se desespere

Na hora de esquiar, o tempo pode estar muito, muito frio! Mas sair colocando várias camadas de roupas e ficar que nem um boneco de neve é de longe a melhor saída. Na hora que fizer sol, é provável que fique até mesmo com calor. Então para lidar com as adversidades alie peças pesadas com outras mais tecnológicas e leves. Ah, nunca as deixe expostas ao frio antes de vestir.

Uma loja que nós adoramos, tem produtos de qualidade e ideais para você não passar perrengue na neve é a Alta Montanha.

Cerro Catedral
Mala de viagem para a neve: no Cerro Catedral, estação de ski de Bariloche

Checklist: o que não pode falar na mala de viagem para a neve

1. Levar somente o necessário (vale para qualquer viagem). Mais fácil de carregar a bagagem, mais barato (sem sobrepeso ou necessidade de depender de carregador) e mais rápido para se movimentar (ex: pegar mala no aeroporto, passar por alfândega, fazer e desfazer mala, etc);

2. Levar peças que possam ser usadas mais de uma vez;

3. Levar peças de roupa para usar por baixo e que sejam próprias para trekking. Elas costumam ser mais leves, adaptadas para manter o corpo aquecido e permitir que a pele respire sem causar transpiração (o corpo deve estar sempre seco para evitar. Corpo suado = corpo molhado. Corpo molhado + baixa temperatura = péssima combinação);

4. Levar peças que mantenham extremidades protegidas e aquecidas (ex: bota impermeável com excelente solado, luvas de couro, etc) Evitar roupas que deixem o vento passar (não manterão o corpo aquecido);

5. Protetor solar e labial. A claridade e os raios solares mesmo na neve continuam a ser prejudiciais e é importante manter pele e lábios protegidos;

6. Óculos escuros (mesmo que o item 5);

7. Roupa para sair à noite. Por exemplo, Bariloche é um ponto turístico que oferece vários restaurantes e barzinhos.

8. Faça a mala já combinando roupas com antecedência para evitar de levar excesso de bagagem;

9. Necessaire: somente o necessário para 10 dias. Não vale a pena levar o pote inteiro de shampoo que se tem no banheiro de casa. Compre ou reutilize pequenos recipientes próprios para líquidos e cremes, e leve a quantia para 10 dias;

10. No mais, aproveite muito!! E lembre-se de trazer uns presentinhos de volta para lembrar da viagem. Com certeza eles caberão na mala!


Gostou das nossas dicas sobre mala de viagem para a neve!?
Você também pode gostar de ver:

Descubra o seguro viagem ideal para praticar esportes na neve

Ski para iniciantes: 6 dicas para sua primeira viagem de neve

Roteiro de 10 dias em Bariloche e San Martin de Los Andes para curtir o inverno

Onde esquiar em Bariloche e arredores



 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.