Está planejando sua viagem para a Chapada dos Veadeiros e ainda não sabe por onde começar? Nesse post, preparamos um guia completo com as melhores dicas de viagem: como chegar, onde ficar, sugestões de hospedagem e tudo sobre as melhores cachoeiras e passeios que você não pode deixar de fazer por lá!


A Chapada dos Veadeiros é um verdadeiro paraíso e um dos destinos de natureza mais legais para se visitar no Brasil. Por lá você encontra uma paisagem que mistura a vegetação incrível do cerrado e cachoeiras lindas e ótimas para nadar.

O legal da Chapada é que você pode viajar várias vezes pra lá e ainda assim montar vários roteiros bem diferentes uns dos outros, porque há uma diversidade enorme de atrações por lá! Acredita que são mais de 300 cachoeiras em toda a região?

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Por que viajar para a Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros é um dos destinos mais procurados pelos turistas que visitam o centro-oeste do Brasil. Com paisagens deslumbrantes e um clima de muita tranquilidade, a Chapada é um lugar que todo mundo pode (e deve!) visitar. Isso porque por lá a diversidade de passeios é tão grande que é possível encaixar vários perfis de viagem: família, casal, amigos, aventura e por aí vai. 

cachoeiras chapada dos veadeiros
Uma coisa é certa: viajar para a Chapada dos Veadeiros significa renovar as energias em suas cachoeiras de perder o fôlego!

Além de ter vários passeios, desde os mais simples, acessíveis para crianças e idosos, chegar até lá é super simples. Outra coisa que facilita muito é que não importa a época você vá. A cada estação a paisagem muda e a experiência é outra.

Para quem tem vontade de explorar as riquezas do cerrado, aqui estão algumas das melhores dicas que eu separei e que podem te ajudar a planejar a sua viagem!


Viagem Chapada dos Veadeiros: onde fica

A Chapada dos Veadeiros está localizada no centro-oeste do Brasil, a cerca de 250km de Brasília. A região engloba alguns municípios, como Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e o distrito de São Jorge. É pertinho da vila de São Jorge que fica a entrada para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, que foi considerado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO. 

A área do Parque Nacional é super extensa e mais da metade dele fica no território de Cavalcante. No entanto, além da parte do parque que tem fácil acesso por São Jorge, é possível explorar diversas cachoeiras e mirantes em territórios privados de fazendas espalhadas na região que engloba principalmente essas três cidades.

Como chegar na Chapada dos Veadeiros

A melhor forma para chegar até a Chapada dos Veadeiros é pegar um avião até Brasília e de lá percorrer os 243km até Alto Paraíso ou 258km até São Jorge. A estrada é bem sinalizada, com asfalto bom e é reta em sua maior parte.

Muita gente também sai de Goiânia. Nesse caso, o tempo de viagem até Alto Paraíso é um pouco maior: são cerca de 450km de estrada. E de Alto Paraíso até a vila de São Jorge, é preciso percorrer mais 35km. 

Para visitar a Chapada dos Veadeiros com tranquilidade e conforto, recomendamos o aluguel de um carro. Essa foi a nossa escolha e realmente facilitou MUITO a viagem estar de carro. Além de chegar até as principais cidades, ter um carro facilita bastante para fazer os passeios, já que as cachoeiras ficam em pontos mais isolados, onde a rodovia não passa. Evite carros com a suspensão muito baixa, já que a maior parte das estradas é de terra ou bastante esburacadas.

roteiro carro chapada dos veadeiros
Recomendamos fortemente o aluguel de um carro para essa viagem

Dica de site para alugar carro: sempre usamos e recomendamos o RentCars.

Clique para fazer sua cotação.


Outra opção é ir de ônibus. Há alguns que levam até a rodoviária de Alto Paraíso. No entanto, lembre-se de que não há transporte para chegar às cachoeiras. O que muita gente faz é buscar carona no boca a boca mesmo (é super comum por lá! Dar carona, aliás, é uma ótima maneira de conhecer muita gente legal pela cidade!), mas nesse caso você tem menos autonomia para fazer os passeios. 

Para saber mais sobre como chegar na Chapada dos Veadeiros de ônibus, confira o post da Cris Marques, do Blog Raízes do Mundo.


Viagem Chapada dos Veadeiros: quando ir

De abril a setembro ocorre o período seco, ou seja, entre junho e agosto praticamente não há chuvas. De Outubro a Março, é o período das chuvas. Existem passeios que são melhores na época de cheia e outros na época de seca. Os Cânions e as Cataratas dos Couros por exemplo, ficam intransitáveis na chuva, já as Loquinhas e as Cachoeiras dos Cristais ficam ralas demais no período de seca. Para cada época existe um roteiro apropriado!

Se você está planejando uma viagem para a Chapada dos Veadeiros e tem flexibilidade de datas, pode apostar na seca. Essa é a melhor época para visitar a região e ir nesse período tem uma grande vantagem: sempre vai haver tempo bom e você pode aproveitar as cachoeiras sem medo, já que não há risco de trombas d’água.

Dentro dessa época há particularidades. O mês de maio é logo após a época das chuvas, então a paisagem fica incrível, com a vegetação do cerrado cheia de flores lindas. Já os meses de julho, agosto e setembro são os meses mais badalados (alta temporada). Julho particularmente é um mês bem cheio por ser período de férias escolares.

A partir de outubro as chuvas começam e vão assim até março. Nesses meses, você pode ser pego de surpresa no meio da trilha por pancadas de chuva forte. No entanto, é possível ter uma experiência super diferente nessa época. 

casal na Chapada dos Veadeiros
A Cachoeira Carioca fica deslumbrantes durante o verão

Há alguns passeios que valem a visita durante os meses chuvosos, como é o caso do Sertão Zen, da Carioca e da Cachoeira do Abismo. Enquanto isso, a Catarata dos Couros fica linda, mas tão cheia que não dá para mergulhar.

Fomos em meados de Fevereiro e conseguimos fazer o roteiro que prevíamos. Tivemos apenas uma leve decepção com a Cachoeira Santa Bárbara, pois havia chovido no dia anterior e a água estava bem turva. Porém, todas as cachoeiras estavam bem volumosas e lindas! Nossa dica é não se prender muito à época que você vai viajar, há passeios bem legais para todas as estações!


Viagem Chapada dos Veadeiros: onde se hospedar

Em geral, os turistas procuram hospedagem na Chapada dos Veadeiros focando em três cidades: Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante. As três cidades são super legais e próximas à grande parte das cachoeiras mais famosas, e escolher entre uma e outra tem mais a ver com o seu perfil nas viagens.

Alto Paraíso tem uma infraestrutura de cidade um pouquinho maior, com várias opções de restaurantes e serviços. Uma das vantagens de ficar lá é que já está mais perto de Cavalcante, outra cidade com cachoeiras legais. Já São Jorge é um ambiente bem rústico, com bares e restaurantes bem simples, ruas com chão de terra e opções mais limitadas de serviços, embora tenha um astral único.

Quem vai com a intenção de conhecer cachoeiras como Santa Barbara e Capivara ou Rei do Prata muitas vezes se hospeda em Cavalcante. Além de não precisar pegar estrada antes e depois do passeio, se hospedar em Cavalcante pode ser uma boa ideia para quem quer explorar mais a fundo a região e conhecer a comunidade dos Kalunga.

Além de hotéis, pousadas e campings, é possível encontrar ótimas opções de acomodações a bons preços para aluguel por temporada na Chapada dos Veadeiros. Vale conferir a disponibilidade de casas e quartos no Airbnb.

Pousada Baguá, na Vila de São Jorge
Pousada Baguá, na Vila de São Jorge

Melhores hotéis e pousadas na Chapada dos Veadeiros

Confira a nossa seleção de hotéis e pousadas para se hospedar em sua viagem para a Chapada dos Veadeiros:

Alto Paraíso

O hotel Tapindaré fica a apenas 100 metros do centro de Alto Paraíso. Tem um ótimo custo x benefício e oferece suítes com varanda, além de serviço de café da manhã, piscina, sauna e restaurante. Um quarto para duas pessoas custa R$250.

Mais afastada do centro de Alto Paraíso, a Woodstock Guesthouse tem um visual incrível, com muita natureza em volta. É uma pousada ideal para quem quer se desconectar. Eles oferecem bicicletas gratuitas e a pousada conta ainda com piscina ao ar livre e jardim. Um quarto para duas pessoas sai por R$400.

Ainda em Alto Paraíso, próximo da Cascata de Loquinhas, está a Pousada Casa da Lua. Essa é a melhor opção para quem busca mais conforto e requinteOs quartos são amplos e os banheiros são privativos. Os hóspedes também podem aproveitar da boa estrutura que o hotel oferece, com piscina, hidromassagem e salão de jogos. Um quarto duplo sai por R$550, já com café da manhã incluído.

São Jorge

Para quem busca uma pousada na Chapada dos Veadeiros e não abre mão de sofisticação, a Baguá Pousada é uma das melhores opções em São Jorge. Ela fica bem próxima à entrada do Parque Nacional e a sua estrutura é pra ninguém pôr defeito. Com espaços decorados com muito bom gosto, a pousada conta também com piscina, hidromassagem e um visual deslumbrante. Uma diária para duas pessoas custa a partir de R$575.

Se você está pensando em viajar sozinho ou quer um espaço ótimo para conhecer gente, o Savana Hostel é uma opção popular entre os viajantes com esse perfil. Localizado em São Jorge, o hostel tem uma estrutura bem novinha e uma vibe incrível. Eles dispõem de dormitórios apenas para mulheres ou mistos. O café da manhã, incluído na diária, é servido diariamente. O valor para uma pessoa é de R$85.

Também em São Jorge, a Pousada Cristal da Terra é mais uma excelente opção de hospedagem na Chapada dos Veadeiros. O custo x benefício é ótimo, já que os quartos são super aconchegantes e a pousada tem uma estrutura bem bacana, com piscina e jacuzzi, além de café da manhã. Uma diária para duas pessoas custa a partir de R$280.

Campings na Chapada dos Veadeiros

Para quem quer uma hospedagem barata na Chapada dos Veadeiros, o Camping do Pedu é um dos campings mais conhecidos em São Jorge. Com um pessoal super receptivo e uma estrutura muito boa, o camping tem espaço para barracas (que você pode levar ou alugar uma deles) e quartos privados. Os valores das acomodações devem ser consultados direto pelo site ou pelos telefones (62) 34551041 / (61) 98144 2232 / (61) 99605 4604.

Com o mesmo esquema de jardim para montar barraca de camping ou quartos privativos, outro camping na Chapada dos Veadeiros é o Brazil Backpackers. Ele fica em Alto Paraíso e, além de estar pertinho da rua principal, tem muita área verde em volta. Uma barraca para duas pessoas custa R$50. Já um quarto para dois custa a partir de R$90.


Viagem Chapada dos Veadeiros: o que fazer

Como falei, a Chapada dos Veadeiros é um destino bem versátil: há trilhas dos mais diversos níveis e lugares que podem agradar praticamente todos os perfis de viajantes. Mas se tem uma coisa que é garantida é que é sempre um destino que te faz relaxar e se conectar com a natureza de um jeito único! 

Além de várias cachoeiras lindas e maravilhosas para mergulhar, a região tem alguns mirantes super legais e alguns festivais com atrações culturais, dependendo da época que você for. Listei abaixo algumas das atrações imperdíveis na Chapada dos Veadeiros pra você incluir no seu roteiro!

Cachoeira Almécegas
As Almécegas são uma delícia para passar o dia todo!

Cachoeiras na Chapada dos Veadeiros

O ponto alto da Chapada dos Veadeiros são, claro, as cachoeiras! Por isso, vá preparado para andar bastante pelas trilhas enfeitadas pela beleza do cerrado e para mergulhar em vários poços de água bem limpinha. Há trilhas de diversos níveis, das mais fáceis até aquelas para os aventureiros mais empenhados.

Aqui estão algumas das melhores cachoeiras na Chapada dos Veadeiros que você não pode deixar de visitar! 

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Não importa quanto tempo você pretenda ficar durante sua viagem pela Chapada dos Veadeiros: não deixe de visitar o Parque Nacional. A entrada fica bem pertinho de São Jorge e, de todas as atrações, provavelmente é o lugar mais imperdível de todos. 

Há cachoeiras super gostosas para nadar, as trilhas têm excelentes condições (mesmo as mais longas) e o mais legal é que você pode ver como a vegetação do cerrado é única. Isso sem falar no caminho inteiro cheio de pedras de quartzo no chão (a região foi o maior garimpo desse cristal até 1961).

Nas trilhas dentro do parque você encontra uma paisagem muito preservada, com espécies de plantas com cores e formatos super diferentes. Para quem visita na seca, ver a paisagem do Parque Nacional ainda é mais impressionante, já que é tudo muito lindo, mesmo com meses e meses sem cair uma gota de chuva.

Cachoeira dos Saltos

Há algumas trilhas dentro do parque. Uma delas é a trilha amarela, que inclui a Cachoeira dos Saltos, o Carrossel e as Corredeiras (os guias do parque recomendam fazer nesta ordem). Até Saltos são cerca de 12km (ida e volta), e a trilha é de nível médio a pesado. Já para quem vai apenas até as Corredeiras, são 6km (ida e volta), de nível moderado. 

Eu particularmente recomendo muito passar rapidamente por Saltos para dar um mergulho e conhecer e deixar para aproveitar a maior parte do dia no Carrossel ou nas Corredeiras.

Cachoeira das Cariocas + Cânion I e II

A outra mais procurada é a trilha vermelha. Ela inclui Cânion I e II, além da Cachoeira das Cariocas. É uma trilha de nível moderado forte, com 12km (ida e volta). A trilha é linda, com vários pontos que são cortados pelas águas, e as cachoeiras deslumbrantes, com formações rochosas que parecem blocos de pedra.

Quanto custa: Para turistas brasileiros, é cobrada uma taxa de R$17 por pessoa na entrada. 

Canions Chapada dos Veadeiros
A força da água nos Cânions durante o verão é impressionante!

Cachoeira Santa Bárbara e Capivara

A Santa Bárbara dispensa apresentações: é a cachoeira mais famosa da Chapada dos Veadeiros! Por conta da cor azulzinha e transparente de sua água (principalmente no período de seca), o visual de Santa Bárbara é uma das coisas que mais atrai turistas à região. E de quebra, você ainda pode incluir o passeio até a Capivara, que fica bem pertinho.

Essas duas cachoeiras incríveis ficam na comunidade quilombola dos Kalunga, em Cavalcante. São 88km de distância de Alto Paraíso e 125km de São Jorge. Há quem se hospede lá na cidade mesmo ou até em algumas propriedades kalunga, mas é totalmente possível fazer um bate e volta.

De Cavalcante até o CAT (Centro de Atendimento ao Turista), de onde sai o passeio, é preciso percorrer cerca de 30km de estrada de terra. Tem vários partes esburacadas, mas é tranquilo de ir mesmo que seu carro não seja 4×4. Além do trecho de carro, é possível fazer parte da trilha com um carro local (5 reais por pessoa o trecho), o que economiza mais ou menos 5km caminhando. 

A trilha até Santa Bárbara é bem tranquila, de nível intermediário. Tente chegar cedinho por lá! Não só pra aproveitar a cachoeira menos movimentada (e tirar fotos com ela vazia também), mas porque a água é bem gelada e é bem melhor curtir a cachoeira enquanto o sol está batendo por lá!

Só é possível ficar na cachoeira por cerca de 1h, devido ao alto fluxo de visitantes. E como o tempo é limitado, vale a pena esticar até a Cachoeira da Capivara. Ela é linda, tem bastante sol e é uma delícia relaxar nas pedras entre um mergulho e outro. Para chegar até ela, é preciso voltar da trilha de Santa Bárbara, buscar o carro e percorrer mais um trajeto. A trilha é um pouquinho mais difícil que a primeira, mas nada com um grau de dificuldade muito alto.

Quanto custa: Não há cobrança de ingresso. No entanto, para visitar as cachoeiras, é obrigatório contratar um guia na chegada do CAT dos Kalunga. A diária dos guias locais é na faixa de R$150.

Dica: após os passeios pelas cachoeiras, vale a pena ir em um dos restaurantes locais que servem uma comida caseira maravilhosa preparada na própria comunidade. Basta solicitar ao guia para incluir o almoço no roteiro.

Vale da Lua

O Vale da Lua é outro cartão postal da Chapada dos Veadeiros que precisa entrar no seu roteiro. Com formações rochosas únicas, que lembram mesmo a superfície da lua, o lugar é super fácil de chegar. 

A 9km de São Jorge, a trilha para o Vale da Lua é de nível fácil com uma distância bem curta, de cerca de 1km apenas. Durante a alta temporada e nos finais de semana e feriados, o Vale da Lua costuma encher bastante, então o recomendado é chegar bem cedinho ou mais ao final da tarde.

Principalmente durante os meses de chuva, o fluxo de água por lá é bem forte. Assim, é preciso respeitar a sinalização para não ultrapassar os limites demarcados pelos responsáveis pela trilha e sair do local quando a chuva chegar.

Quanto custa: Para entrar, é cobrada uma taxa de R$20 por pessoa. O local funciona de 7h30 às 17h.

Vale da Lua Chapada dos Veadeiros
O Vale da Lua costuma ficar lotado, mas por um motivo óbvio: é realmente incrível!

Catarata dos Couros

Embora as fotos de Santa Bárbara sejam as mais conhecidas, a Catarata dos Couros é uma unanimidade tanto entre os guias quanto entre os turistas que visitam a Chapada dos Veadeiros. Dá pra dizer que é um dos passeios mais completos: tem queda grande, poço pra nadar, pedra pra pegar sol, lugar de onde saltar, vista linda e no final você ainda pode incluir um almoço com uma das melhores comidas da região.

A entrada para Couros fica na estrada em direção à Brasília (muita gente faz esse passeio na ida ou na volta para Brasília, pegando a estrada bem cedinho, quando o dia amanhece). A partir da entrada, são cerca de 35km de terra, com trechos bem complicados na estrada. De todo modo, dá pra fazer num automóvel normal sem atolar se você for na seca, basta ir com cuidado. Caso você esteja planejando ir no período de chuvas, o ideal é ir em um 4×4.

Se você tiver um bom GPS, talvez consiga chegar até lá se guiando por ele. O trecho de terra quase não tem sinalização. São pouquíssimas placas indicando o caminho, então é importante você se informar no CAT sobre quais entradas pegar e durante o percurso ir parando para perguntar.

A Catarata dos Couros é um dos passeios mais legais para se fazer durante a seca, já que o fluxo de água é bem menos intenso e você consegue mergulhar nas três quedas que compõem o complexo. Nos meses de chuva, a segunda e a terceira queda são muito fortes, então o passeio é só contemplar de longe a força da natureza.

Quase todos os guias recomendam que você desça direto para a terceira queda ao chegar. Assim consegue aproveitar o visual com menos gente, curtir a cachoeira vazia e pegar um solzinho. Na volta, vale a pena ficar um pouco na primeira, que é ótima para nadar. 

Embora não seja obrigatório, recomendo fortemente que se faça o passeio até a Couros com guia. Além de o passeio ficar muito mais rico, já que o guia te passa todas as curiosidades e informações sobre a natureza e a cultura local, você não corre o risco de se perder na estrada e ainda sabe em quais pontos pode pular nas cachoeiras para curtir com segurança.

Dica: ao final do passeio, você ainda pode esticar para um almoço na Dona Luzia, uma senhorinha que prepara uma comida caseira incrível, com ingredientes frescos e preparados na própria fazenda (inclusive os pratos com carne). Chegando na entrada de Couros, você avisa mais ou menos que horas vai almoçar. Do estacionamento de Couros até a Dona Luzia é preciso ir de carro, mas a estrada é bem rapidinha.

Quanto custa: Não é cobrada entrada para visitar a Catarata dos Couros. Na entrada, há apenas a contribuição consciente para estacionamento e incentivo aos locais. Em geral, os guias recomendam algo em torno de R$15 por carro.

Almécegas I e II

As Almécegas são duas cachoeiras localizadas na Fazenda São Bento, quase em Alto Paraíso. Almécegas I é conhecida por sua queda de 45 metros de altura e suas águas super geladas. A trilha até lá é de nível fácil a intermediário, com cerca de 2km. 

Na volta da Almécegas I, vale a pena parar nas corredeiras que tem no caminho. Há uma plaquinha sinalizando o desvio. Como é mais sossegado, é um lugar ótimo para relaxar, com espaços para pegar sol e vários cantinhos com sombra. 

Para ir até Almécegas II, é preciso pegar o carro e percorrer uma pequena estrada de terra. Do estacionamento até a cachoeira, há uma trilha (mais curta do que a da Almécegas I) de nível fácil. Diferente de Almécegas I, essa cachoeira tem bem mais espaços com sol, então é mais legal para passar um tempo mais longo. É ótima também para nadar e tirar várias fotos lindas.

Quanto custa: O valor de entrada é de R$30 e você pode conhecer Almécegas I e II, além da Cachoeira São Bento, que é bem menos impressionante do que as outras duas, mas pode ser boa para um mergulho final.

Cachoeira Almécegas Chapada dos Veadeiros
A belíssima cachoeira Almécegas é imperdível em sua viagem para a Chapada dos Veadeiros

Jardim de Maytrea

Se você quer ver o pôr do sol mais lindo da sua vida, vá um dia até o Jardim de Maytrea no fim da tarde! A qualquer hora do dia a paisagem é super bonita, mas o céu do cerrado no final do dia por lá tira o fôlego de qualquer um. 

A paisagem é um ícone da região, com vista para o Morro da Baleia e para o Morro do Buracão. Embora não seja possível entrar no jardim, o lugar tem uma natureza muito preservada, com vista para veredas, buritis e chuveirinhos (uma plantinha fofa típica do cerrado). 

Para chegar ao mirante, é preciso ficar atento na estrada, já que não há uma sinalização muito clara. Ao notar o Morro da Baleia, já comece a reduzir a velocidade. Para quem sai de São Jorge, são cerca de 16km. Partindo de Alto Paraíso, aproximadamente 20km. Basta encostar o carro na rodovia mesmo, onde vários carros param para admirar o visual.

Festivais

A Chapada dos Veadeiros tem uma agenda bem cheia de eventos, então procure se informar antes de ir. Vai que tem algum festival marcado no período em que você estiver lá?

Para quem curte atrações culturais, o mês de julho é um dos mais agitados. Um dos eventos mais conhecidos é o Encontro de Culturas, que conta com diversos shows e reúne culturas tradicionais da Chapada. Outro festival popular é a Aldeia Multiétnica, que busca valorizar os povos indígenas com várias atividades e apresentações. 

Forró em São Jorge

Aos fins de semana, as noites em São Jorge tem um toque especial de forró, porque ninguém é de ferro! Além do tradicional Bar do Pelé, em frente à praça principal da cidade, muita gente vai pra Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, que fica logo na rua de trás. Frequentemente rolam vários shows e atrações super legais por lá. Vale conferir as atualizações na página oficial deles no Facebook.


Viagem Chapada dos Veadeiros: como montar seu roteiro

Não faltam paisagens e cachoeiras lindas para explorar por lá, não é mesmo? Na hora de montar seu roteiro para a Chapada dos Veadeiros, algumas dicas são importantes. Não apenas para você otimizar o seu tempo, conhecer várias atrações legais e tirar fotos lindas, mas também para conseguir aproveitar os lugares com calma e realmente relaxar.

Quantos dias ficar na Chapada dos Veadeiros?

Escolher quantos dias ficar na Chapada dos Veadeiros vai depender muito mais do tempo que você tiver disponível. Como há realmente muita coisa pra fazer por lá, a região é dessas que você pode ficar quanto tempo for: sempre vai ter coisa nova pra conhecer.

De qualquer forma, acredito que o tempo mínimo pra ficar por lá seja de 4 dias. Menos do que isso é muito pouco tempo e seu passeio fica bem mais limitado. Mas, claro, se você estiver em Brasília a trabalho, por exemplo, por que não aproveitar o fim de semana para explorar a Chapada? Vale super a pena! 

Mas se seu caso for de ir exclusivamente para a Chapada, o ideal é que você fique pelo menos de 5 a 7 dias. É um tempo razoável para conhecer a maior parte das atrações mais conhecidas. Podendo ficar mais tempo, como 8 ou até 12 dias, a viagem pode ser feita com bem mais cautela e você inclui na sua programação vários passeios que estão fora dos roteiros mais tradicionais.

Evite finais de semana e feriados

Uma dica importante na hora de montar o sua viagem para a Chapada dos Veadeiros é que os fins de semana e feriados costumam ser bem cheios por lá, já que muita gente de Brasília e Goiânia vai com frequência, fugindo da cidade grande.

Assim, algumas atrações bem conhecidas (especialmente aquelas com trilha fácil) costumam ser bem disputadas e nem sempre o clima é ideal pra quem gosta de mais silêncio e cachoeiras vazias. Alguns exemplos são o Vale da Lua e as Almécegas. O mesmo acontece com a Santa Bárbara, que é o ponto mais famoso da região.

cachoeira sao bento chapada dos veadeiros
Nos feriados as cachoeiras costumam ficar super cheias! O ideal é evitá-los.

Não tenha pressa

A Chapada é um lugar imenso e não importa quantas vezes você vá, sempre vai ter coisa nova. Como é impossível conhecer tudo em uma só viagem, não vale a pena incluir diversas cachoeiras em um único dia pra tirar fotos e visitar tudo correndo. O legal de lá é justamente desacelerar do ritmo da cidade, apreciar as paisagens e se conectar com a natureza.

Se você tem poucos dias para ficar por lá, o ideal é montar o roteiro combinando no máximo duas cachoeiras com trilhas fáceis e curtas, uma de manhã e a outra de tarde. Caso você queira fazer passeios mais longos, como a Catarata dos Couros ou a Santa Bárbara, guarde um dia inteiro para elas!

Diferentes cachoeiras para cada estação

Outra dica valiosa é lembrar que as cachoeiras mudam de acordo com a estação do ano, como por exemplo, Loquinhas e a Santa Bárbara, conhecidas pelas águas azuis transparentes, que costumam ficar mais turvas na época das chuvas. Além disso, algumas quedas no verão ficam com um fluxo de água tão forte que é possível apenas ver de longe. Antes de fechar seu roteiro, vale a pena se informar no CAT ou com algum guia local quais cachoeiras estão aptas para mergulho.

Nosso roteiro pela Chapada dos Veadeiros

Para facilitar, compartilhamos o nosso roteiro por partes:

Dia 1: Vale da Lua

Dia 2: Santa Bárbara, Barbarinha e Capivara

Dia3: Almécegas I, Almécegas II e São Bento + Cachoeira dos Cristais

Dia 4: Cânions, Carioca e Seriena


Viagem Chapada dos Veadeiros: preciso de guia?

É sempre bom verificar se a trilha que você pretende fazer necessita de guia! Em alguns casos, como a Cachoeira do Rei do Prata, em Cavalcante, ir com guia é obrigatório. A trilha é longa e é fácil se perder. Há outras, como a Catarata dos Couros, que é possível fazer sem guia, mas é fácil se perder. Nesse caso, ter quem guie o passeio garante uma experiência mais tranquila.

trilhas chapada dos veadeiros
Nem todas as trilhas da Chapada dos Veadeiros necessitam de guia, mas algumas são melhor aproveitadas com o acompanhamento de um.

Mesmo que não seja obrigatório, em muitos casos contratar um guia é uma ótima escolha. Além de incentivar o turismo local, é uma forma de conhecer as cachoeiras de um jeito muito mais completo. Você se diverte e ainda fica por dentro de todas as informações sobre a paisagem, cada detalhe sobre a vegetação única do cerrado e as histórias da região.

Você consegue encontrar guias locais com facilidade nos CATs (Centros de Atendimento ao Turista) de São Jorge, Alto Paraíso ou Cavalcante.

Atrações que precisam de guia credenciado na Chapada dos Veadeiros:

  • Parque Nacional Chapada dos Veadeiros – Existe guia na recepção do Parque, mas não é necessário para entrar no parque.
  • Cachoeira Santa Bárbara – Existe guia na entrada do Sítio Kalungas e você deve ir visitar as cachoeiras com a supervisão de um deles.
  • Cachoeira do Prata – Os guias ficam no CAT de Cavalcante.
  • É recomendado ir com guia para: Cataratas dos Couros, Macaquinhos, Sertão Zen e Segredo. Já as demais cachoeiras é necessário apenas pagar a entrada no local.

Viagem Chapada dos Veadeiros: dicas gerais

Por fim, algumas dicas úteis para a sua viagem para a Chapada dos Veadeiros!

Bancos e postos de gasolina na região:

Banco do Brasil
Av. Ari Valadão Filho 690
Alto Paraíso de Goiás – GO

Banco Itaú
Av. Ari Valadão Filho 767
Alto Paraíso de Goiás – GO

Banco do Brasil
Rua Joaquim Freire
s/n QD. 18, Lote 132
Cavalcante – GO

Postos de Gasolina: apenas em Alto Paraíso e Cavalcante. Em São Jorge e próximo ao Parque Nacional não tem posto.

O que levar para a Chapada dos Veadeiros?

1. Câmera
2. Óculos de natação / snorkel, pois algumas cachoeiras são mais bonitas de baixo d’água;
3. Protetor Solar (pode parecer que não mas o sol da montanha queima bastante!);
4. Repelente;
5. Hidratante (sua pele vai sofrer com o clima seco da região);
6. Tênis confortável (vimos pessoas de chinelo, mas é bem desconfortável);
7. Óculos escuros, boné ou chapéu para as trilhas (principalmente no Parque Nacional, onde as caminhadas são feitas em campo aberto);
8. Lanterna;
9. Roupas leves para caminhadas e casacos para a noite (pois faz frio mesmo no verão!);
10. Dinheiro em espécie, pois o acesso ao banco é limitado


Temos certeza que essas dicas para você planejar sua viagem para a Chapada dos Veadeiros vão te ajudar a tirar esse sonho do papel! E se ficar qualquer dúvida, deixe um comentário abaixo =)


Também pode te interessar:

Como viajar para a Chapada dos Veadeiros gastando pouco

14 dicas essenciais para quem está começando a fazer trilhas

Saco de dormir: escolha o melhor saco para camping, trilha e expedições

15 ideias de presentes para viajantes que curtem trilhas

Quem escreve | @nandahudson
Criadora de conteúdo e viajante profissional, a co-fundadora e editora do Mala de Aventuras está sempre em busca de paisagens de tirar o fôlego e experiências transformadoras pelo Brasil e pelo Mundo.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

67 respostas

  1. Olá meninas!

    Eu estou planejando ir a Chapada em Julho, mas como não dirijo gostaria de saber se existem opção de translado para os locais de passeio, para as trilhas… Vocês sabem se existem agências que fazer esse serviço de leva e traz?

    1. Oi Carina!

      Você vai amar a viagem, a Chapada é demais e supera expectativas!
      Olha, a melhor forma seria realmente de carro, mas conhecemos por exemplo o Rodrigo, dono do camping que ficamos, e ele tem uma 4×4 e faz vários passeios pela região. O contato dele é esse aqui: (62) 8825-2312. Você pode conversar com ele e ver o que ele indica.

      Beijos e boa viagem!

  2. Olá meninas, curti muito o blog de vocês, varias dicas e muitas fotos, estão de parabéns.

    É seguinte, estou planejando uma viagem pra Janeiro do ano que vem, vou seguir direto de um festival que rola na BA, estou fechando com uma empresa um pacote com passagem, guia, hospedagem e tudo mais pra Chapada, a questão que esta me atormentando muito é quanto ao clima da região na época do ano, como vocês foram em Fevereiro, e a pergunta que faço a vocês, vale a pena ir em janeiro, vale a pena correr o risco de pegar só dias de chuva?

    E alguma dica que possam acrescentar?

    Obrigado desde já.

    Beijos

    1. Oi Rafa!
      Você estará indo mais ou menos na mesma época que a gente, é o período de chuvas mesmo. Durante o tempo que ficamos lá choveu quase todo dia, mas era uma chuvinha rápida a tarde, nada que comprometesse nossos passeios.
      Mas é um risco que se corre, sem dúvida. Acho que valeria a pena correr o risco simplesmente porque a Chapada dos Veadeiros é incrível!
      Já que você vai ter um guia, ele poderá te indicar quais são os passeios mais adequados para os dias que você estiver por lá.
      Espero ter ajudado!
      Bjss

      1. Ola Gaia tudo bem, estou querendo ir agora em janeiro semana sera que corro o risco de chuva mesmo? qualquer coisa me dar uns conselhos? meu what e (061) 9218-3816

        1. Oi Gabriel,
          É difícil prever o tempo né? É época de chuvas, mas quando a gente foi também era e isso não comprometeu nenhum passeio. Tem alguns que inclusive são melhores nessa época.
          Acho super válido ir ainda assim!

  3. Olá meninas, tudo bem? Realmente é muito difícil encontrar todas as informações num só lugar, a de vcs foi uma das pouquíssimas que encontrei. Super obrigada, ajudou bastante!!!!
    Estou indo pra Chapada no final de Maio com o meu namorado e estou super animada!
    Eu vou chegar em Brasilia as 9:30, vou pegar o carro e já vou direto em direção a São Jorge, onde ficaremos hospedados. Estou pensando em parar antes em alguma cachoeira pra não perder o dia, o que acham de fazer a Fazenda São Bento, Almécegas I e II, vcs acham que dá tempo? Bjs

    1. Oi Massami,
      Ficamos felizes em saber que ajudamos você a planejar sua viagem!
      Esse foi mais ou menos nosso esquema para ir para lá. Partimos de Brasília por volta das 10h, depois de aluagarmos o carro no aeroporto. Tínhamos essa dúvida também e nossa opção foi o Vale da Lua. Gostamos muito!
      Outra ideia seria a Cachoeira dos Cristais. Acho que para ir para a Fazenda São Bento pode ficar apertado, isso porque as cachus de lá são incríveis e a Almécegas I está entre uma das que a gente mais gostou! Mas se for bem rapidinho em uma e na outra acho que dá tempo sim.
      Espero ter ajudado!
      Beijos

  4. Gente, muito obrigada por esse post. estou indo pra chapada em abril e estou super ansiosa pra viagem. Esse post me ajudou muito. Gratidão demais!!!
    Beijos

    1. Que bom, Pri! Qualquer dúvida é só perguntar pra gente.
      Esperamos que aproveite a Chapada como a gente aproveitou e boa viagem!!

  5. Olá meninas,
    Muito boa a publicação de vocês.
    Estou com uma duvida, vocês acham arriscado chegar em Brasilia a noite e pegar a estrada para algum hotel/pousada na Chapada a noite? é bem sinalizado ou pode ser mais complicada uma viagem a noite para regiao.

    muitoooo obrigada,
    bjs

    1. Oi Fran!

      Que bom que gostou das nossas dicas!!! =D

      Na ida, fomos de manhã, mas na volta pegamos estrada a noite (saimos de São Jorge às 20h). É bem sinalizada sim, e é reta na maior parte do tempo, acho que dá pra ir tranquilo. Porém, leve em consideração que são horas de estrada, o motorista precisa estar bem descansado e atento =)

      Se puder optar por ir de dia, é sempre mais seguro.

      Beijos e boa viagem! =D

      1. Nanda, Obrigada pela resposta!
        Vou chegar cedo também e ir para o vale da Lua, como fizeram 🙂
        Tenho outra duvida, se eu chegar em Sta Barbara por volta das 08h00 da manha, este passeio dura o dia todo? ou consigo conhecer alguma outra cachoeira em Cavalcante?
        tem dicas para este dia?

        Desde já muito obrigada.
        bjs

        1. Oi Fran!

          O passeio até Santa Bárbara é o mais demorado, por ser bem longe. Mas lá você vai em três cachoeiras: santa barbarinha, santa bárbara e capivara. é um ótimo passeio!

          Beijos!!

          1. Ola Meninas, Bom dia!
            Voltei ontem da Chapada e a viagem é realmente incrível.

            somente para atualizar as informações, os valores das cachoeiras estão R$ 20,00 de entrada e R$ 70,00 o Guia de Sta Barbara.

            A viagem vale muitoooo a pena 🙂

            obrigada,
            beijos.
            @Fran.cwb

          2. Oi Fraaan!

            Jura? Aumentou um pouco então. Obrigada pela informação, vamos atualizar o post!
            Marca suas fotos com #maladeaventuras pra gente ver!!!

            Beijos!

  6. Cara ótimas dicas. Eu estou simplesmente apaixonada pela blog. Me identifico muito !
    Estou planejando ir na Chapada nas minhas férias 😀

    1. Oi Isa!!

      Que fofa, adoramos saber que você se identificou com o blog! :)))
      Você vai amar a Chapada, é uma cachoeira mais bonita do que a outra!

      Se precisar de mais dicas, é só falar! Beijos!!

  7. Ola, vamos agora em julho e gostaria de saber que tipo de roupa levar para de dia, é quente, sei q a noite esfria um poko, mas minha preocupação é de dia mesmo.
    obrigada e aguardo

    1. Oi Fabi, tudo bem?
      Agora no inverno, quando vou fazer alguma trilha, eu vou de legging com botas confortáveis de caminhada e várias camadas. Assim posso ir tirando conforme vou aquecendo.
      Geralmente coloco uma blusinha fina, com uma de manga comprida por cima, um casaco de lã e um corta-vento por cima. hahah
      A gente foi no verão pra Chapada dos Veadeiros, então não sei dizer como fica nessa época. Mas acredito que seja como Ibitipoca ou a Serra dos Órgãos.
      Ajudei? 🙂
      Beijos e boa viagem!!

    1. Oi Bruno!

      Que bom que gostou do blog!
      Não tem muita sombra no camping não, tem apenas algumas árvores. Nós colocamos toldos em cima das barracas para protegê-las da chuva e do sol =)

  8. Olá , pretendo ir em Setembro.
    Pendo em ir de moto, saindo de São Bernardo. Como são as estradas por lá?
    Ótimo blog!

    Abraços

    1. Oi Peter,
      nós pegamos a Brasília-Chapada dos Vendeiros e estava em boas condições. São aqueles retões sem fim e apenas um trecho não tinha sinalização, mas num geral foi bom de dirigir por lá.
      Espero ter ajudado no seu planejamento!
      Beijos

  9. Olá, tudo bem? Gostaria de saber informações sobre os guias locais:
    1) É fácil de arrumá-los?

    2) Quanto custa?

    3) Vocês têm algum para indicar?

    Muito obrigado!

    1. Oi Mario!

      Como nós não contratamos guias, eu não sei te informar se é fácil de arrumá-los. Porém, acredito que se você perguntar no seu hotel ou camping, eles poderão te informar.

      Contratamos guia apenas para a cachoeira santa barbara, onde era obrigatório. Saiu 10,00 por pessoa e ele nos acompanhou o dia todo!

    2. Olá,

      Obrigado pela resposta!

      Só para confirmar: para esse passeio da Cachoeira Santa Barbara, onde vocês contrataram o guia?

      Obrigado

        1. Olá, olhei sim e estão sendo todos de muita valia. Parabéns pela iniciativa e pela ajuda que dão a todos.

          Mais uma dúvida: em relação às estradas, há necessidade de um carro com mais potência ou um 1.0 já é o suficiente para os deslocamentos normais?

          Muitíssimo obrigado!

  10. Olá, se nós alugarmos um carro, vale a pena ficar em uma só das cidades, no que diz respeito aos deslocamentos? É tranquilo deixar o carro nas entradas das fazendas e sítios?

    1. Oi Jim, tudo bem?

      São Jorge e Alto Paraíso são bem perto, e tem muitas cachoeiras que ficam entre as duas cidades. Nos hospedamos em São Jorge e foi ótimo, não tenho o que reclamar. A única cachoeira mais distante foi a Santa Bárbara, mas ela é longe de tudo mesmo.

      Quanto à estacionar o carro, foi bem tranquilo. A maioria dos lugares tem estacionamento próprio!

  11. Ola meninas, adorei as dicas e fotos de vocês! Estou me programando para ir a chapada dia 09-12 de outubro, acham que é possível fazer 1 dia para Parque nacional da Chapada/ 1 dia para Santa Barbara? Sairíamos de Brasilia sábado cedinho, para retornar segunda umas 15h(sair de São Jorge por essa hora). MAis alguma dica?

    1. Oi Marina!!

      Que bom que gostou das dicas e fotos! A Chapada é incrível, você vai adorar!
      Na segunda, já que você já vai perder um pouco do dia viajando, sugiro que vá nas cachoeiras mais próximas, como o Vale da Lua ou cachoeira dos cristais. Depois, acho ótimo reservar um dia para o parque e outro para a santa bárbara. São dois passeios que demandam o dia inteiro mesmo!

      Se der, inclua também a Fazenda São Bento, onde tem as cachoeiras Almécegas. São lindas!
      Espero ter ajudado e boa viagem! <3

  12. Meninas, obrigada pelas dicas! Planejo há bastante tempo fazer essa viagem e sempre acontece algo que me faz deixar para depois. Mas agora vou!!

    Enfim, tb me planejei para 04 dias, vocês disseram que a semana inteira seria mais proveitoso. Quais lugares deixaram de visitar e acham que valeria à pena?!

    Obrigada, beijos;)

    1. Oi Fe!!

      Que bom que agora você poderá conhecer esse lugar incrível que é a Chapada dos Veadeiros!
      São muitas cachoeiras por lá, e nós acabamos indo nas principais. Algumas que ficaram de fora: rio da prata, cachoeira dos couros, o segunda rota do parque nacional, mirante da janela…

      Aproveite bastante!
      Beijos!

  13. Oi meninas,
    Estou planejando ir para a Chapada no carnaval desse ano e o blog de vocês ajudou MUITO! Obrigada!
    O que está nos preocupando um pouco é o custo com hospedagem. Vocês acamparam, mas como não somos muito aventureiras, vocês tem contato de alguma pousada (coisa simples) que talvez não cobrasse tanto pela hospedagem?
    Muito obrigada e parabéns pelo blog!

    1. Oi Camila!
      Ficamos muito felizes em saber que ajudamos vocês a montar o roteiro e se preparar pra Chapada dos Veadeiros. Podem ter certeza que vocês vão amar!!
      Sobre hospedagem, tem um hotel que nos recomendaram e que as diárias são mais em conta: é a Pousada Beija Flor, que fica em Alto Paraíso.
      Se quiser dar uma olhada no Booking, tem várias opções mais acessíveis aqui: http://www.booking.com/index.html?aid=391129
      Beijos e boa viagem!

  14. Olá Meninas.. Adorei o blog, Perfeito!!!
    Estou pesquisando para ir na Chapada em Abril deste ano, eu e meu marido.. uma dúvida que eu fiquei seria se é bacana irmos sem agencia de viagem.. porque pelo que pesquisei com as agencias fica muito caro, vamos ficar 7 dias e tem pacotes que chega a mais de 4.500.. Estou pesquisando a pousada Recanto da Grande Paz (gostei muito das fotos de lá).
    Pelo jeito vocês foram livres certo? Foi bacana e fácil de encontrar os guias e tudo mais?

    Beijoosss obrigada!!

    1. Oi Aline, tudo bem?
      Nossa, meio caro mesmo por agência. Claro que tem a facilidade deles planejarem tudo para vocês e vocês não terem que se preocupar com nada mais ne? Mas aí perde a graça de planejar a viagem, o que para mim, é onde ela começa de verdade.
      Não há necessidade de ir por agência não. É tranquilo de passear por lá, desde que vocês estejam de carro. Aliás, isso é bastante necessário, para poder fazer todos os passeios que ficam um pouco longe um do outro. Encontrar os guias também foi tranquilo. Se você já tiver em mente o seu roteiro, é só perguntar por lá também que as pessoas são super legais e abertas.

      Essa Pousada Recanto da Grande Paz parece mesmo uma ótima opção! Achei as fotos lindas!! Vou até indicar para os outros leitores que pedem dicas aqui no blog.

      Beijos e boa viagem!!

      PS: Se você fizer sua reserva através do nosso blog pelo Booking, a gente ganha uma mini comissão e você não paga nada a mais por isso. Se quiser dar essa ajudinha para a gente! <3 É nesse link ao lado: http://www.booking.com/index.html?aid=391129

      1. Obrigada Gaia!!

        Adorei as dicas.. vou aproveitar e seguir em frente então.. já estou conversando com um guia que a pousada me indicou.. Chama-se River, gostei dele… está sendo bem atencioso e tirando muitas dúvidas..

        Obrigada por tudoo.. bjsss

        1. Aline, a gente rodou cerca de 1000km, o que já facilita na hora de vc fazer a conta.
          Não tenho certa, mas chutando por alto acho que foi cerca de R$350. 😉

  15. Oi meninas, boa tarde!

    Fiquei muito feliz em achar o blog de vocês, confesso estar meio apavoradinha pois estou começando a planejar minhas férias para a chapada que está prevista (descobri hoje \o/) para o final de março, e com tudo o que eu li eu já fiquei mais tranquila.

    Por ser em março, estou muito atrasada? rs
    Já verifiquei sobre as passagens de SP X DF, já vi sobre as cidades, certamente vou optar por acampar, guias não me preocupo tanto.
    Acho que a questão que está me deixando mais tensa é meu namorado ainda não tem certeza se vai me acompanhar nessa (então possivelmente será minha primeira viagem sozinha), acredito que é de boas né? E mesmo que sozinha, o carro vai ser um diferencial né?

    Devo me preocupar com mais alguma coisa?

    Ansiedade define, não quero perder essas férias de jeito algum.

    Obrigada!

    Bjs

    1. Oi Fabi,
      Chapada dos Veadeiros é <3
      Você tem tempo suficiente pra planejar sua viagem com calma! Fica tranquila!
      O primeiro passo é comprar as passagens, sempre rolam promoções lá pra Brasília. Acampar é sempre uma boa para enxugar os custos da viagem, a gente ficou em São Jorge e tem bastante camping por lá. Isso não vai ser um problema tb.
      Sobre companhia, é sempre melhor ne? Uma pena seu namorado não poder ir contigo.. A vantagem de camping é que sempre dá pra conhecer gente legal e até formar um grupinho pra ir visitar as trilhas e cachus.
      E sim, carro é essencial para fazer os passeios. Mas como você estará sozinha, talvez até rolem uns passeios com as agências locais, mas não saberia te indicar nenhuma..
      Vai com tudo!!!! Aproveita mt a viagem pra lá!
      Beijos.

  16. Oi meninas!
    Adorei o blog, adorei as dicas!
    Estou pensando em ir pra lá no Carnaval, mas não gosto de muita muvuca em viagens desse tipo. Prefiro aproveitar a natureza em tranquilidade! Fica muito cheio no Carnaval?
    Bjossss!

    1. Oi Dani!

      Como falamos no post, estava bem cheio sim, mas a gente acordava bem cedinho para chegar antes de todo mundo nas cachoeiras, assim conseguimos aproveitar bastante =)

      Beijos!!

  17. Oi, Gaia, gostei muito do post e ajudou na minha programação. Pretendemos ir em Junho/2016 conhecer a chapada e passar uns 7 dias por lá.
    Já fiz várias pesquisas de hospedagem, o que conhecer, aluguel de carro, etc.
    De Brasília até Alto Paraíso dá pra ter uma noção do consumo de combustível, gostaria de saber o que nos passeios que vocês fizeram, mesmo sendo apenas 4 dias, como foi o consumo de combustível nas estradas dos passeios, que são de terra? Mais ou menos quanto gastaram em litros? Obrigado!!! 😉

    1. Oi Vicentte!
      Vocês vão adorar a Chapada dos Veadeiros, lugar mágico! <3
      A gente rodou cerca de 1000km no total, contando a ida até Alto Paraíso, passeios e volta.
      Aí vai depender do consumo do seu carro ne, heheh
      Qualquer dúvida, estamos aí!
      Beijoss

  18. Boa tarde, lindas…
    quem quer casar comigo ? 😀 :p
    brincadeiras à parte, vou conhecer a famosa Chapada em Abril deste ano. Muito bom o blog de vocês… Adorei e parabéns pela ajuda !
    beijos !

  19. Olá meninas!! adorei as informações, vou para a Chapada agora no feriado de abril e o blog de vocês esta sendo muito útil na minha pesquisa 🙂
    Uma dúvida, vocês pegaram algum pedágio entre Brasilia e a Chapada ou vice e versa?

    Beeijos
    =*

    1. Oi Lilian!
      Não tem não! Não que eu me lembre hehehe
      Boa viagem!! Você com certeza vai se apaixonar pela Chapada dos Veadeiros 🙂

  20. Oii! Vou para a Chapada em agosto, e vou sozinha! Para alugar um carro sozinha fica pesado, e ouvi dizer que rola pegar caronas para ir aos passeios. Vocês viram isso? Tem alguma dica, sobre?

    Obrigada 🙂

    1. Oi Mari! A gente não viu nada sobre isso mas imagino que seja possível sim!
      Você conhece o BlaBlaCar? É um site pra você pegar caronas. Funciona muito bem na Europa e conheço uma galera que tá usando por aqui também. Acho que Brasilia – Alto Paraíso é uma rota comum e é provável que você consiga sim =)
      Beijos e curta muuuito a Chapada dos Veadeiros <3

  21. Meninas lindas!!! Estou passando para elogiar esse trabalho lindo que vcs fizeram em mostrar a curtição de vcs na Chapada e nos passar esse tantão de dicas!! Estarei indo agora em Julho. Bju e Parabéns!!!

  22. Muito legal a viagem de vocês. Estou pra Chapada agora em julho. O que poderiam me dizer sobre as condições da estrada? é bem sinalizado? Andar em Brasília é complicado?Pelo o que andei lendo, parece que chegando em Alto Paraíso é tudo bem tranquilo.
    Obrigada!

    1. Oi Beatriz!
      Será que ainda é válido eu responder? Bom, as estradas são ótimas bem sinalizadas e não tivemos probelma para nos locomover por lá. Ter um GPS na mão sempre ajuda ne?
      Não ficamos muito em Brasilia, só chegamos no aeroporto, alugamos o carro e partimos para a chapada.
      Boa viagem =)

  23. Olá Meninas, adorei as divas de vocês, irei usa-las com certeza! Sobre o aluguel do carro, vocês acham que é necessário um 4×4 ou carro comun já aguenta o tranco? Uma dúvida, vi varios blogs, posts sobre as cachoerias e fiquei na duvida de quais ficam el Alto, São Jorge e Cavalcante.. vocês têm algum mapinha para conseguir me localizar onde fica cada coisa?rs Bjtos e obrigada!! 😉

  24. Oi, Meninas!Tudo bem?

    Tenho uma duvida, vocês pegaram muita chuva nesse período do carnaval,tipo chuva torrencial?Pois vou pra lá com meu namorado no carnaval, e por não ser uma época seca fico com medo de não conseguirmos fazer as trilhas por conta de chuva.Poderia me dizer como foram os dias de vocês lá nesse período?faz calor? é mais friozinho? da para aproveitar bastante mesmo sendo um período de chuva?

    Muito Obrigada!:)

    1. Oi Sheron! Nós não pegamos chuva não, mas realmente é uma época que chove na região. Isso é ótimo para algumas cachoeiras, como a Carioquinhas, que fica mais cheia e perfeita pra mergulhar. Mas dificulta o passeio para outras, como a Couros que vai precisar de um 4×4 pra chegar. A Santa Barbara estava meio turva também por conta das chuvas, mas ainda assim valeu a pena!
      Faz bastante calor durante o dia e friozinho a noite. Mas é um calor seco, diferente do que estamos acostumadas no Rio.
      Será que ajudamos? =)
      Beijos e boa viagem! A Chapada dos Veadeiros é demais, vc vai amar!!

      1. Ah que bom saber disso, espero q tenhamos a mesma sorte com relação à chuva!Ajudaram sim e muito, adoramos o post de vocês.Muito Obrigada!?

  25. Ah que bom saber disso, espero q tenhamos a mesma sorte com relação à chuva!Ajudaram sim e muito, adoramos o post de vocês.Muito Obrigada!😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *