Sete cidadezinhas italianas que merecem ser incluídas no roteiro – e San Marino

A Elisa, amiga e colaboradora do blog, escreveu esse post bem bacana pra gente. Ela morou durante um ano na Itália, e é claro que conheceu lugares maravilhosos por lá. Já estamos morrendo de vontade de montar um roteiro, colocar a mochila nas costas e conhecer todas essas cidadezinhas maravilhosas! <3

Listas nem sempre são justas, mas costumam ser divertidas. Após passar um ano na Itália, onde os trens regionais são convenientemente baratos, posso apontar um dos maiores charmes italianos: as pequenas cidades (ou os “paesini”). Além das cidadezinhas, também achei válido incluir San Marino, um minúsculo país de 30 mil habitantes localizado “dentro” da Itália. Já adianto que esta lista não está em ordem de preferência – pois assim seria impossível defini-la.

Manarola: é um dos cinco vilarejos que fazem parte da região de Cinque Terre, no litoral da Ligúria. Vale a pena enfrentar a grande quantidade de turistas para admirar o colorido das casinhas e o impagável pôr do sol. Se for fazer um bate-volta de um dia, fique atento ao horário dos trens, lá não há muitos até tarde.

ELISA

Dozza: a pequena vila medieval ao sul da província de Bologna recebe, a cada dois anos, a Biennale d’Arte Contemporanea Muro Dipinto. Através desse curioso festival, que teve início em 1960, a cidade se transforma em um museu a céu aberto, coberta de pinturas nas paredes. Uma surpresa para os amantes das artes de rua!

dozza

Ravenna: no litoral do Adriático, essa pequena cidade da região da Emilia-Romagna quase nunca é lembrada nos roteiros turísticos, mas tem uma tremenda importância histórica. Foi capital romana – e assistiu à queda de seu último Imperador –, do Reino dos Ostrogodos e do Império Bizantino. Sua herança histórica deixou um grande tesouro: os mosaicos que decoram as igrejas, capelas e batistérios. Diz a lenda que os fiéis já não conseguiam rezar por lá, pois ficavam fascinados com os tais mosaicos. Vantagens: grande parte do centro é fechada para carros, o que facilita a visita dos andantes e ciclistas.

ravena

Sirmione: a cidadezinha mais visitada do Lago di Garda parece sair de um conto de fadas. Aqui está um dos mais bem conservados castelos medievais da Itália, o Castello Scaligero – vale a pena a entrada, pela bela vista que se tem. Outro bom motivo para visitar a cidade são as Grutas de Catullo, onde estão os resquícios da maior vila romana do norte da Itália. A primavera é uma ótima época para o turismo, já que a cidade é famosa pelas suas bem cuidadas flores, mas o verão pode trazer a possibilidade de um delicioso mergulho no lago (eu recomendo!). A parte chata da cidade: prepare-se para pagar caro nos restaurantes e nas lojinhas de souvenir.

Sirmione

Assisi: é bem verdade que Assis (ou Assisi, em italiano) tem um valor especial para os católicos: foi aqui onde nasceram São Francisco e Santa Clara. Mas seus encantos vão além da religião: a cidade fica localizada aos pés do Monte Subasio, na região da Úmbria – e, por sua cor predominantemente branca, é possível enxergá-la de longe. Suas ruas estreitas levam sempre a mesma direção: à bela Basílica de São Francisco, com os famosos afrescos de Giotto que narram a história do santo. Reserve um bom tempo para se perder pelos caminhos e encontrar muitos cantinhos fotografáveis.

assisi

San Gimignano: a região da Toscana é uma das mais charmosas (e famosas) da Itália e é lá, no topo de um monte, onde fica San Gimignano. A cidade é conhecida por suas torres, construídas por ricas famílias na Idade Média: das 72 que um dia já estiveram de pé, sobraram apenas 14 para compor a tão falada skyline italiana. As muitas ladeiras da cidade levam a praças e terraços com belas vistas – vale a pena explorar os caminhos.

san gigmano

Cefalú: localizada na Sicília, a uma hora de trem de Palermo, Cefalú reúne tudo que há de melhor no sul da Itália: boas comidas, gente simpática, atrações históricas e, claro, um mar delicioso – e mesmo dentro d’água se tem uma bela vista da aldeia. Rode o charmoso centro histórico e pare em uma sorveteria para pedir um sorvete com pão (sim, as pessoas fazem essa combinação por lá!). Vale a pena enfrentar o longo trecho em escadas e chegar à Rocca, um rochedo de 270 metros de altura onde há um antigo templo dedicado à deusa Diana. A vista é linda!

cefalú

San Marino: apesar de terem o italiano como língua oficial, os moradores de San Marino não gostam de ser confundidos com o país do spaghetti e se orgulham em fazer parte da – dizem eles – primeira república do mundo. O país, localizado no topo do Monte Titano, perto da cidade italiana de Rimini, tem apenas 62 km². Apesar de pequeno, San Marino se garante nas belezas: as Três Torres são um importante símbolo do país e, de lá, se pode ter uma das vistas mais lindas que eu já vi – falo por mim, mas posso garantir que o sentimento é o mesmo em qualquer um que vá até lá. Um atrativo a mais para os turistas que gostam de ir às compras: San Marino é uma zona Tax Free e muitas coisas são até mais baratas que os freeshops de aeroportos.

san marino
Obrigada por compartilhar esses lugares e fotos lindas com a gente! <3

Dicas para a sua viagem

Aluguel de carro

Se você for alugar um carro, nós super recomendamos o RentCars para pesquisar preços pois ele faz uma compilação de todas as grandes locadoras de carro (Hertz, Avis, Europcar, Sixt…). Faça sua reserva através do blog sem custos adicionais. É só clicar aqui.

Seguro viagem

Não dá para viajar sem seguro viagem! Afinal, imprevistos também acontecem durante as férias. Já imaginou sofrer um acidente ou ter algum problema de saúde longe de casa? Para evitar ainda mais dor de cabeça nessas horas, é essencial ter o seu seguro viagem garantido.

Sempre fazemos o nosso pelo site do Real Seguros, que possui várias seguradoras conveniadas. Eles comparam os melhores preços e todo o processo é feito de forma bem prática – você recebe a apólice por e-mail e ainda pode dividir em 6x sem juros ou ganhar 5% de desconto no pagamento à vista.

Clique aqui para fazer a sua cotação no site da Real Seguros!

Chip internacional para celular

Hoje em dia fica difícil viajar sem celular – ou melhor, sem um celular COM internet – né? Além de avisar a família que está tudo certo, compartilhar fotos no Instagram e fazer check in no Facebook (quem nunca?), estar com internet a todo momento facilita muito a vida dos viajantes para se localizar, fazer alguma busca rápida sobre o destino, abrir o número da reserva e etc.


Nós indicamos o chip da Yes Brasil que você encontra no viajeconectado.com.br. Oferece internet a partir do 4G de qualidade e nós usamos sempre nas nossas viagens. 

Compre aqui o seu chip da Yes Brasil. Use o cupom MALADEAVENTURAS para 10% de desconto.


Buy us a coffee (3)

Se você está pensando em fazer uma Eurotrip, vai encontrar várias dicas AQUI.

Acompanhe nossas AVENTURAS também no Facebook | Instagram Youtube

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.