Para fazer uma visita completa às Cataratas do Iguaçú você precisa conhecer o lado brasileiro e o lado argentino, já que os passeios se completam. Então antes de atravessar a Ponte Tancredo Neves para cruzar a fronteira, fique ligado nas nossas dicas e se prepare para uma aventureira incrível no cenário exuberante das Cataratas do Iguaçú do lado argentino, dentro do Parque Nacional Iguazú, que é ainda maior do que o parque em território brasileiro.

*Post revisado em dezembro de 2018

Como chegar nas Cataratas do Iguaçú no lado Argentino

No lado argentino, as Cataratas ficam dentro do Parque Nacional Iguazú, e é bem acessível já que faz fronteira com a cidade de Foz do Iguaçú. Basta apenas cruzar a Ponte Internacional Tancredo Neves, também conhecida como Ponte Internacional da Fraternidade. A viagem é super rapidinha, dura cerca de meia hora, então vale muito a pena.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Ônibus de Foz do Iguaçu para Puerto Iguazú:

A viagem pode ser feita com 4 viações: A Itaipu, Celeste, 3 Fronteiras e Crucero del Norte. Por ser uma viagem rapidinha, o jeito é comprar o bilhete lá na hora mesmo, mas não se preocupe pois há vários horários disponíveis e a Prefeitura de Foz do Iguaçú organizou tudo para facilitar a sua vida. O ônibus custa em torno de $25 pesos ou R$5 (tem a opção de pagar com real).

Confira os horários dos ônibus aqui.

Logo após cruzar a ponte é necessário que todos os passageiros desçam para passar na aduana e apresentar os documentos. Só o RG já é suficiente mas é bom saber que o documento precisa ter a data de emissão de pelo menos 10 anos.

Carro de Foz do Iguaçu para Puerto Iguazú:

A travessia de carro é bem tranquila, também é necessário parar na aduana e cada passageiro deve mostrar os documentos.

Em alta temporada essa fila costuma ser demorada, se atente à isso ao planejar os passeios, já que pode levar alguns minutos que poderiam ser gastos dentro do parque.

Veja também: 5 opções de hospedagem em Foz do Iguaçu

Vista do mirante da garganta do diabo no no Parque Nacional Iguazú
Vista deslumbrante das Cataratas no Parque Nacional Iguazú

Passeios Imperdíveis nas Cataratas do Iguaçú

Começamos nosso dia indo para o Parque Nacional Iguazú, que custa ARS560 (valor especial para turistas do Mercosul). O pagamento só pode ser feito em pesos argentinos ou com cartão de crédito.

Chegando no parque é preciso pegar um trem na Estação Central que possui duas paradas: a Estação Cataratas e Garganta do Diabo. Dentro do parque você vai encontrar diversos caminhos que fornecem ligação de uma parada à outra, é bem legal ir andando, o local é cheio de verde e tudo muito bem cuidado, com trilhas leves e bem sinalizadas!

Atenção ao horário de saída do trem! Eles não passam toda hora, e perder algum significa ficar parado por um bom tempo esperando o próximo.

Veja também: Foz do Iguaçu: roteiro para uma viagem de 4 dias

Trem da Estação Central no Parque Nacional Iguazú
Trem do Parque Nacional Iguazú

#1 Paseo Superior

O “Passeio Superior” fica na primeira parada do trem. São 650 metros de caminhada em uma ponte de ferro que passa literalmente no início das quedas das cachoeiras.

Paramos diversas vezes para tirar fotos e ficar apreciando a vista panorâmica de tirar o fôlego. Lindo demais, não deixe de fazer esse passeio!

Vista da ponte no Parque Nacional Iguazú
Passeio Superior no Parque Nacional Iguazú

#2 Garganta do Diabo

Descemos do trem na última estação para conhecer a tão famosa Garganta do Diabo. Ainda é preciso andar cerca de 2 km para chegar até lá, passando por uma ponte de ferro construída em cima cima do rio, passando por entre árvores e pedras. A caminhada é um pouco longa, são 1100m, mas do alto dá para ver jacarés e tartarugas que ficam nas pedras do rio e os quatis passam bem do seu lado. O contato com a natureza é íncrivel.

Cataratas na Garganta do Diabo no Parque Nacional Iguazú
Garganta do Diabo no Parque Nacional Iguazú

Essa é uma parada obrigatória por isso fica bem cheio, então vá cedo, logo pela manhã, ou no fim da tarde, assim as chances de ver um arco-íris são maiores por conta da posição do sol. Só tome cuidado pois o último trem para a Garganta do Diabo sai às 16hs.

Já tinham me falado que é surpreendente quando você chega perto da queda, mas é simplesmente indescritível. O visual merece que você passe alguns minutos só apreciando e sentindo a energia da natureza.

#3 Paseo Inferior

Decidimos fazer o passeio até a Isla San Martin, e para isso, era preciso passar pelo “Passeio Inferior”. O início da caminhada fica na primeira parada do trem, na Estação Cataratas. Há placas no caminho indicando a direção! Eu fiquei mais uma vez encantada com esse lugar, passamos por diversos pontos lindíssimos, com visuais incríveis das Cataratas. O Arco – íris estava sempre por perto para deixar tudo ainda mais bonito!

Vista das cataratas no Passeio inferior no Parque Nacional Iguazú
Passeio inferior no Parque Nacional Iguazú

#4 Isla San Martin

Para chegar até a Isla San Martin é preciso atravessar o Rio, pegando um barquinho fornecido pelo próprio parque e não precisamos pagar nada por isso. São apenas 5 minutinhos de barco!

Depois é só encarar uma caminhada de nível médio. Se você tem um bom preparo físico vai encarar tranquilimente, já que são uns 200 degraus, seguido de algumas subidinhas no reto. Em menos de 1h já havíamos chegado.

Lá no alto podemos parar em vários “Mirantes”, mas o mais lindo de todos é o San Martin. Ficamos pertinho de várias quedas, uma mistura do verde das plantas, com o branco das quedas, céu azul e arco íris. A natureza impressiona, e depois de alguns minutos ali, você se sente mais leve, com uma paz interior boa demais!

Informações úteis:

– Saímos do hotel às 8h da manhã e às 9h já estávamos entrando no parque. A dica é sair bem cedo para conseguir fazer todos os passeios em um dia, mas, se preferir, é legal separar em dois dias. O último barco para atravessar o rio em direção à Isla San Martin é em torno das 15h! Se o nível da água estiver alto, o passeio é cancelado.

– Dentro do parque há poucas opções de lanchonetes, então leve água e um lanche para aguentar o dia de caminhadas.

– O estacionamento do parque custa ARS140 o dia.

– Se atente ao horário do trem! Como falei, perder algum pode custar uma longa espera!

– Como citei no post sobre as Cataratas do Brasil, vale mais a pena fazer o passeio de barco que passa embaixo das quedas no lado argentino. Enquanto no Brasil pagamos R$170 por pessoa, no Argentino estava por R$70! Informe-se na entrada do parque!

– Vá com roupa confortável, leve repelente e protetor solar. As caminhadas são bem mais longas do que no lado brasileiro.


Se você quiser conhecer outros lugares íncriveis na Argentina confira esses posts:

Roteiro de 10 dias em Bariloche e San Martin de Los Andes para curtir o inverno

Bariloche: tudo o que você precisa saber para a sua viagem

Esquel, uma pequena cidade para conhecer na Patagônia Argentina (guia completo)


 

Quem escreve | @nandahudson
Criadora de conteúdo e viajante profissional, a co-fundadora e editora do Mala de Aventuras está sempre em busca de paisagens de tirar o fôlego e experiências transformadoras pelo Brasil e pelo Mundo.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

66 respostas

  1. Fernanda, você sabe se é muito longe do centro de Buenos Aires pra chegar lá? Tem que ir de carro ou tem algum outro meio de transporte pra chegar ao Parque? Em um dia você consegue fazer o paseo superior e inferior? Ao total, você gastou quanto para visitar as cataratas? Bjs

  2. Oi Tarsila!!

    Então, as Cataratas ficam bem distante de Buenos Aires. Dei uma olhada no google maps e são mais ou menos 15h de carro. Eu fui direto para Foz do Iguaçú e de lá fiz os passeios para as Cataratas. Alugamos um carro em Foz, então foi muito tranquilo de ir nos parques! Mas vi que os hotéis oferecem translado, e deve ser bem fácil ir de ônibus também! É tudo pertinho!

    Eu consegui fazer todos os passeios nas cataratas do lado argentino em um dia, cheguei bem cedo e tive sorte, não peguei muita fila e consegui pegar o último barco para a isla san martin. Mas eu recomendo dois dias no lado argentino para conseguir fazer tudo com calma, e ainda incluir o passeio de barco que vai embaixo da cachoeira.

    Não é uma viagem cara, vi que o groupon estava oferecendo um pacote de 3 noites com passagem, hotel e translados por 600,00!! É bom ficar de olho nesses sites, vale a pena! Eu acabei pagando tudo separado, a passagem foi cara, mas se você olhar com antecedência também consegue um valor bom! Eu tinha visto por R$400. O hotel foi R$50 a diária para o casal! (nesse post aqui tem o link do hotel: https://maladeaventuras.com/2014/05/roteiro-de-4-dias-em-foz-do-iguacu/) Nos parques devo ter gasto com os passeios e entradas em torno de R$300. Já alimentação vai depender das suas escolhas, mas gastávamos em torno de R$40 por refeição!

    Eu achei bem em conta, não foi uma viagem cara!
    Se tiver mais alguma duvida é só perguntar! =)
    Beijos!!

    1. Obrigada, Fernanda! Uma pena… pq na verdade estou planejando ir pra Buenos Aires mesmo, mas como vi esse passeio aqui pensei que desse. Mas é muito tempo até lá… Mais fácil fazer como vc e fazer uma viagem só pra isso! Vou deixar pra próxima. Obrigada 🙂

      1. É verdade, vale mais a pena ir para Foz do Iguaçú e fazer os passeios das Cataratas!

        Buenos Aires é super legal também, tem vários passeios e restaurantes deliciosos para conhecer! Temos alguns posts com dicas aqui no blog! Já deu uma olhada? =)

        Beijos

    2. Oi Nanda!
      Tenho algumas perguntas:

      * Você gastou R$ 300 nos dois parques e com todos os passeios ou R$ 300 em cada um?
      * Você fez o passeio de barco que passa embaixo das quedas? Vi que você estava com uma bolsa. Como faz com a bolsa para não molhar?
      * No passeio de barco entramos na aguá e podemos nadar ou só passamos em baixo das quedas?
      * Que passeios devo fazer do lado brasileiro e quais do lado argentino?
      * Que roupas e calçados usar nos passeios? O que levar para os passeios? Quanto de dinheiro levar?
      * Qual a forma mais barata de chegar ao parque? Tem ônibus de Foz até lá? (lado argentino)

      Vou para um congresso em foz dia 04 de agosto. Vou aproveitar os dias 07, 08 e 09/08 que são sexta, sábado e domingo para passear.

      Estava pensando em ir no parque do lado Brasileiro na sexta e no lado argentino no sábado. Domingo queria ir em Itaipu.

      Estou desde agora fazendo muitas pesquisas e pegando o maior numero de dicas passives, pois quero fazer todos os passeios, mas to com o dinheiro contado, então tenho que planejar tudo de forma que não gaste dinheiro atoa.

      Obrigada desde já pela atenção.

      Obs:Amei as fotos, você é linda!

      1. Oi Ângela!

        Vamos lá, espero poder te ajudar:

        Não tô lembrando onde falei que gastei 300 reais com passeios. Como falei, a entrada do parque no lado brasileiro é em torno de R$30, no lado argentino é aproximadamente 200 pesos (teria que ver o valor para real) e o passeio que fiz de barco no lado brasileiro foi R$170.

        O passeio de barco que fiz no lado brasileiro ia embaixo de uma queda, e ficava por ali um tempinho. Há um local para guardar os pertences, molha bastante, o ideal é ir sem nada e inclusive levar uma roupa extra para trocar depois.
        A minha sugestão é fazer o passeio de barco no lado argentino, pois é o mesmo esquema e muito mais barato.

        Nesses posts aqui eu coloquei todos os passeios que fiz. você pode escolher os seus preferidos! (lado brasileiro: https://maladeaventuras.com/2014/06/conhecendo-o-lado-brasileiro-das-cataratas-do-iguacu/ lado argentino: https://maladeaventuras.com/2014/06/4-passeios-imperdiveis-no-lado-argentino-das-cataratas-do-iguacu/)

        O ideal é ir com roupas leves e confortáveis, você vai andar bastante. Lá tem restaurantes e lojinhas, não acho necessário levar lanche ou algo do tipo.

        Sobre quanto de dinheiro levar, vai depender do que você está pretendendo. Dá mais uma lida nos posts que eu falo o valor dos passeios =)

        Espero que aproveite bastante!
        Beijos!

  3. Nanda,
    O seu passeio nas Cataratas Argentinas ocorreu no dia 25 de junho msm ?! Tive dúvidas com relação aos preços que vc citou, pois no site do parque consta o valor de 150 pesos para brasileiros..
    Estou programando as férias com minha esposa para Dezembro, e após ler seu post decidi passar 3 diárias em Foz, exetamente pra reservar 1 dia só pra visitar as Cataratas do lado Argentino.
    Parabéns pelo post….

    1. Oi Nilton, tudo bem?

      Obrigada pelo seu comentário, que bom que gostou do post! Tentei passar a minha experiência no lado argentino das Cataratas do Iguaçú da melhor forma possível!

      Que estranho esse valor que você viu! Eu até anotei na hora para não me confundir na hora de passar o valor, e foi esse mesmo, 60 pesos por pessoa.

      Na verdade eu fui no começo de Junho, mas acredito que não mude muito o valor. Se puder me mande o link de onde você viu.

      Vale a pena reservar um dia só para o lado argentino, os passeios são maravilhosos e mais demorados do que no lado brasileiro =)

      Qualquer dúvida é só perguntar!

      1. Segue o link:
        http://www.iguazuargentina.com/que-hacer/informacion-visitante/horarios-y-tarifas/
        Andei verificando com algumas operadora da região, e a maioria faz apenas o transfer até lá, então não dá pra ter uma noção do valor correto da entrada. Mas de qualquer forma vale a pena, independente do valor.. O lado brasileiro já conheci a 3 anos atrás, agora tenho q viver novas experiências.. rsrsrs
        Bom, o Hotel já reservamos hoje, e em Dezembro estaremos por lá. Se houver alguma novidade eu me prontifico à informá-la.
        Obrigadão pela ajuda!

  4. OI Nanda, bom dia!
    Parabéns pelo blog!
    Estou montando o meu roteiro para a segunda quinzena de fevereiro e suas dicas tem me ajudado muito.
    Estou com uma duvida: como tenho só 4 dias, pensei em tirar um dia para ficar na Argentina (cataratas/ isla/ duty free / ice bar), será que consigo fazer tudo em um único dia??? rs..

    Um abraço

    Lu

    1. Oi Lu!!

      Obrigada pelo elogio!
      Olha, nós ficamos o dia quase todo nas cataratas do lado Argentino. Vai depender dos passeios que você pretende fazer por lá! Chegamos às 8h e ficamos até 18h. Talvez você consiga fazer os outros programas depois desse horário sim!

      Fui ao duty free e não achei os preços atraentes, a minha dica é ir para o paraguai e comprar tudo lá, é beeem mais em conta! Se precisar de mais dicas é só falar! Beijos!

    1. Oi Priscila!

      Eu cheguei no parque umas 9h e saí de lá só umas 17h. O último passeio para a Isla San Martin é as 15h. Se você optar por fazer vários passeios, acredito que levará o dia inteiro mesmo!

  5. E outra coisa ,se alugar um carro em foz do Iguaçu ,é necessário fazer a carta verde pra visitar as cataratas do lado argentino ? Ah e parabéns pelo seu blog ,gostei muito tem muitas dicas

  6. Olá! Parabéns, até agora foi o único relato que encontrei com todos os passeios e detalhes, dentro do lado argentino. A minha dúvida é sobre o passeio de barco macuco, vocês fizeram no lado argentino? Caso não tenha feito você acha que é possível fazermos tudo no mesmo dia?
    Outra dúvida é sobre o pagamento dos passeios dentro do parque. Você mencionou que dentro do parque aceitam outras moedas. Estes passeios são pagos depois que entra no parque e pode ser em real? Desde já agradeço

    1. Olá José!!

      Obrigada pelo elogio! É mais fácil quando a gente encontra todas as informações em um lugar, né?

      O passeio de barco Macuco fizemos no lado brasileiro, mas eu recomendo que faça no lado argentino pois era bem mais barato! No lado argentino, fizemos várias caminhadas e o passeio até a Isla San Martin. Isso levou o dia inteiro, então acredito que se você incluir o barco, vai ficar um pouco apertado e você terá que descartar algum outro passeio.

      O pagamento do passeio de barco do lado brasileiro foi feito direto com a empresa, acredito que deve ser o mesmo esquema do lado argentino. O único lugar que só aceita pesos é a entrada do parque, acredito que a empresa do lado argentino deva aceitar todas as moedas sim.

      Espero ter esclarecido, e se tiver mais dúvidas, pode perguntar! =)
      boa viagem!

  7. Olá, estive hj lá, 11/03/15, ingressos 200 pesos por pessoa, estacionamento 70 pesos, e o almoço, R$104,00 o buffet por pessoa, no restaurante na entrada do parque. Se o comentário ajudar, pode ajudar para atualizar. Achei muito caro o restaurante. Obrigada.

    1. Olá Eloina!

      Muito obrigada pelas informações, vou atualizar sim!
      Eu consegui um desconto logo na entrada do parque para o buffet, paguei um pouco mais barato do que isso! =)

      Beijos!

  8. Oi nanda vou a foz em abril,comprei o ingresso para as cataratas lado brasileiro pela internet,a dúvida é lado argentino paga os 200 pesos e faz a caminhada o trem o barco é tudo incluso, ou cada qual tem seu valor. Suas dicas são maravilhosas.

    1. Oii querida!!

      É realmente uma ótima opção garantir o ingresso com antecedência!

      No lado das Cataratas Argentinas está tudo incluso no ingresso: o trem, o acesso às trilhas e até o barco que vai na Ilha San Martin. Se você quiser fazer o passeio de barco que vai até a queda das cataratas deverá pagar direto para a empresa, mas fora isso, não precisará pagar mais nada.

      Espero ter ajudado! Beijos e boa viagem!

  9. bom dia lindinha,adorei seus relatos,mas o que eu gostaria mesmo é a Isla San Martin,mas parece que é difícil o acesso né?não sou muito boa com escadas e trilhas,tem algum jeito mais fácil de ir direto lá?obrigada

    1. Oi Luzia, tudo bem?

      Poxa, eu acho que não tem outro acesso para a Ilha San Martin =(
      Teria que perguntar no parque mesmo!

      Mas olha, vale a pena as trilhas e escadas até lá, é maravilhoso!

  10. Nanda, li seu relato e todos os comentários, mas tenho realmente pouco tempo, mas vontade de conhecer o lado argentino. Eu passeio rápido, ou não tenho como ir. Desembarcarei numa quarta-feira (julho) 13h e consulto sua opinião, o que daria pra fazer com esse pedaço de dia? Como gostaria de jantar na argentina, acho que daria tempo de fazer um fast tour pelas cataratas argentinas e depois ficar para conhecer Puerto e jantar. Você acha que realmente dá pra passar por lá e conhecer um pouco (sem passeios ou grandes trilhas) com o tempo que tenho?
    Agradeço a disposição em responder a todos os comentários.

    1. Oi Paulo!

      O ideal mesmo seria você tirar um dia inteiro para visitar o lado argentino e em seguida jantar em Puerto. Acho que vai ficar bem apertado essa sua passagem por lá. Talvez não dê tempo de você visitar a Garganta do Diabo, que é o passeio principal do parque. Mas, vale a pena consultar os horários do parque para ter certeza.
      Quanto ao jantar, pode ir tranquilo, a partir das 16h a cidade sai do horário de almoço e volta a funcionar =)

      Espero ter ajudado.

      Beijos

    1. Oi Francisco!

      Acredito que tem sim! Os hotéis e pousadas costumam oferecer van também! A dica é se informar na recepção =)

  11. Muito bacana sua viagem e dicas! Só uma pequena correção: a ponte que se atravessa para a Argentina é a “Ponte da Fraternidade”, ou Tancredo Neves. A Ponte da amizade é para o Paraguai! 🙂

  12. Oi, adorei o posto me garantiu ótimas dicas estou indo a foz semana que vem. Mas fiquei em dúvida a respeito o passeio dentro das cataratas do lado argentino, quando compramos ingresso texistem guias dentro do parque para nós orientar ou lá 3 fácil de andar muito obrigada.

    1. Oi Jessica!!

      Que bom que gostou das dicas!
      Lá é bem fácil de andar sim, há várias placas com indicação. Existem alguns guias que ficam a disponibilidade para mostrar os lugares no mapa. É fácil de andar lá!

      Beijos!

  13. Nanda,

    Parabéns pelo site! Ótimas dicas!

    Espero que você me ajude. Estou com algumas dúvidas em relação ao lado argentino.

    O passeio de barco que vai até a garganta, saí da Isla San Martin?

    Consigo fazer o passeio superior, inferior, passarela da garganta, isla San Martin e o passeio de barco até a garganta em um único dia?

    Obrigado!!!

    1. Oii!

      Que bom que gostou! Obrigada!

      Você deve pegar o caminho para o passeio inferior, e lá, antes de chegar ao final, você vai ver placas indicando a isla san martin. É só pegar um barco oferecido pelo parque para chegar até lá.

      Para ir até a garganta, você deve pegar o trem e descer na última estação.

      Não há passeio de barco até a garganta!!

      Eu fiz todos os passeios em um dia sim, se você for bem cedinho, deve conseguir! É bom se informar sobre a isla, tem dias que o passeios está fechado por causa da pressão da água!

  14. Olá Nanda ,
    Em agosto estarei indo a foz com minha filha que é cadeirante.
    Gostaria mto de ir no lado argentino das cataratas, vc sabe se posso fazer o passeio da garganta com ela.
    Sei que não posso fazer uma parte do passeio, mas, será que o até a garganta é acessivel mesmo??/

    1. Oi Mariza!

      Olha, pelo que eu me lembro, o caminho até a Garganta era acessível! Devemos passar por uma passarela bem grande e larga, e são cerca de 2km de caminhada até chegar na Garganta. O caminho é sempre o mesmo, por essa passarela, então, eu acho que é possível sim!

      Bom passeio!

  15. Nanda, obrigado pelas respostas.

    Estou com uma dúvida. Você falou que não tem passeio de barco até a garganta.

    De onde saí o passeio de barco (igual o lado brasileiro – Macuco Safari) no lado argentino?

    Obrigado

  16. Quero deixar uma dica, acabei de voltar de foz, e achei um ônibus que vai da cidade de foz do iguaçu direto para as cataratas argentinas (ou seja, sem passar pela cidade argentina de puerto iguazu), ele sai do centro de foz, e vai pela Av. das cataratas, peguei ele nesta avenida pois o hotel em que fiquei era na av. das cataratas. Paguei mais barato do que se tivesse ido para purto iguazu e depois pego outro ônibus para as cataratas. Pelo que entendi ele para nos mesmos pontos dos ônibus nacionais/convencionais de foz, é da empresa Cruzeiro Del Norte (tem mais linhas dessa empresa que passa em Foz, por isso procure a que vai direto para as cataratas) me cobraram 40 pesos pela passagem (cerca de R$10,80-pelo cambio de 21/06/15), e também aceitam reais mas cobram a tarifa um pouco mais cara se for em reais fica R$15,00. O ônibus te deixa na frente do parque e para voltar pega no mesmo lugar e te leva para o Brasil de novo pelo mesmo preço, é um ônibus de viajem bem confortável, há e ele espera os passageiros passarem pela imigração.
    Resolvi compartilhar esta informação, pois antes de ir para foz pesquisei sobre como ir de ônibus para as cataratas argentinas para gastar menos (os táxis cobram cerca de R$180,00 ida e volta, de ônibus gastei R$21,60), mas li que não tinha linha direta, mas chegando lá por sorte encontrei essa linha que é direta.

    1. Oi Maiko!!

      Muuito obrigada pela dica, como eu aluguei carro, acabei não passando por essa experiência de ir de ônibus para os lugares e não saberia dizer para outras pessoas como fazer.

      Vou atualizar o post com a sua dica!

      Obrigada!

    1. Oi Regiane! Que bom que gostou das dicas, obrigada!

      Algumas fotos foram tiradas com a Nikon D5000 e outras com a GoPro!

      Beijos!!

  17. Olá Nanda,
    Vi que você comentou que no paseo superior sao em torno de 650m de passarela, e para a garganta do diabo são 2km.
    O trem te deixa na entrada de cada uma dessas passarela, e mesmo assim é todo esse percurso para ir e depois precisa voltar tudo para pegar novamente o trem no início das passarelas?

    Pergunto pois vou com minha mãe, que talvez não tenha toda esta energia 🙁

    Bj!

    1. Oi Camilla!

      É isso mesmo, no lado argentino temos que andar bastante para ver as atrações. O trem deixa sim na porta da passarela para a garganta do diabo, e são 2km até lá. O caminho é tranquilo pois é apenas na reta, mas realmente é longo. Eu não sei se eles oferecem alguma facilidade para idosos, você pode dar uma procurada!

      Aproveite o passeio!
      Beijos!

  18. Olá!
    Parabéns pelo trabalho! Fiquei com uma dúvida: pago 200 pesos argentinos pra entrar, e depois mais 200 pelo Gran Aventura? Ou 200 pesos já paga tudo? Obrigado!

  19. Oi Nanda,

    Seu blog é ótimo, adorei todas as dicas!

    Tenho duas perguntas sobre o roteiro, a primeira é se você tem alguma indicação de percurso (ex: começar pela garganta do diabo, ou ir até lá na parte da tarde).

    E a outra pergunta é se tem alguma forma de consultar o valor do Aventura Nautica que não achei em lugar algum para já levar o valor em pesos de SP.

    Agradeço desde já.

    1. Oii! Que bom que gostou das dicas! 🙂

      Eu não fui com uma ordem “planejada”, mas o que eu fiz foi: passeio superior > garganta do diabo > passeio inferior + isla san martin.
      Só cuidado com o horário para ir até a Ilha, acho que o último barco sai às 15h.

      Poxa, não sei te ajudar quanto ao valor do passeio de barco no lado argentino =/ Já tentou procurar no google?

      Beijos e boa viagem!

      1. Oi Nanda, eu procurei no google sim, mas não achei essa informação em lugar nenhum. Só mais uma pergunta, vi que você disse que dentro do parque pode pagar em reais, o passeio aventura náutica também é possível, ou apenas em pesos?

  20. Olá gostaria de deixar minha opinião, pois foi lendo o site que resolvemos conhecer as cataratas do lado argentino. Um dia antes fomos para Foz, lado brasileiro, só tenho elogios a fazer um ótimo passeio que recomendo a todos. Pois bem cataratas Argentina : Total perca de tempo e dinheiro!!!!!!!!! Uma desordem total, falta de informação, sujo, pra pegar o trem só passa em meia em meia hora e torça pra conseguir pegar, pq a fila é enorme, os trens são pequenos, se for muito alto sua perna não cabe, uma bagunça a fila, muitos tentam fura la pq não tem organização nenhuma, os quatis ficaram o tempo todo nos meus pés e tive que ficar erguendo a mochila para não pegarem. Se você pensa em almoçar lá leve bastante dinheiro, pq uma garrafinha de água custa R$8,00, imagine quanto vai sair o almoço, tudo muito caro, deixamos para almoçar na volta mesmo em Foz. A vista realmente é muito linda, mais não compensa pelo gasto, falta de estrutura e desorganização que acaba deixando o passeio muito estressante. NÃO RECOMENDO E NÃO INDICO!!!!! CATARATAS BRASILEIRA É MUITO MELHOR.

    1. Oii!

      Poxa, que pena que a sua experiência no lado Argentino não foi boa. =(
      Eu não tive problema algum… pouca fila para o trem, os quatis estão lá sim, mas não me incomodaram e não vi sujeira… Talvez tenha mudado desde que eu fui. Mas obrigada pelo seu relato, é bom para que outros possam ver e tirar suas próprias conclusões!

      Beijos!

      1. Como voce é educada com seus seguidores. Parabens, pois se fosse eu mandaria esta pessoa ficar em casa, pois nao ver nada de bom em um paraiso deste é lamentavel.

  21. Olá Nanda,

    Eu tenho vontade de fazer o passeio de barco, porém não me está muito claro se é possível comprar um ingresso apenas para ele ou se antes é necessário comprar um ingresso do parque.

    Você também saberia me dizer em que momento é possível comprá-lo/fazê-lo?

    Parabéns pelo post. As fotos estão belíssimas!

    1. Oi Bruno!

      Você deve comprar a entrada do parque para ter acesso e, dentro do parque, procurar a empresa responsável pelo passeio de barco e então pagar o valor do ingresso.

      Eu acabei não fazendo o passeio no lado argentino, então não sei bem onde comprar o ingresso. No lado brasileiro, comprei o ingresso do barco logo na entrada, em uma lojinha da empresa Macuco!

      Espero ter ajudado!
      Beijos e boa viagem!

  22. Olá Boa tarde

    Estou programando um Roteiro onde eu gostaria de conhecer Buenos Aires, Argentina e ir para a Foz do lado Argentino. Gostaria de sugestões de roteiro, por exemplo se iniciar o passeio por Buenos Aires e terminar em Foz do lado argentino é melhor. Obrigada e no aguardo.

    1. Olá!

      Olha, eu nunca fiz esse tipo de passeio, fui para Foz do Iguaçú pegando um avião direto do Rio. Desculpe, mas não vou saber te ajudar!

  23. Olá, tenho uma dúvida: algum destes passeios que você fez (Passeo superior, inferior + isla san martin, garganta del diabo) é pago?

  24. Olá Nanda! Muito legal o seu blog, show… uma pergunta… estou querendo me hospedar em Puerto Iguazú, por acaso você sabe me dizer sobre os táxis por lá é caro? Aguardo, Obrigada!

  25. Boa tarde,

    Pretendo ir a Puerto Iguazu e tirar um dia/tarde para as cataratas argentinas, gostei do roteiro que você fez: passeio superior > garganta do diabo > passeio inferior + isla san martin, mas saberia me dizer se consigo colocar a aventura náutica no meio? Pois soube que só dura 15 min, mas nao sei se a espera faria custar muito tempo… Pretendo chegar por volta das 9h!!
    E saberia me dizer se dentro do parque aceitam R$?

  26. Ah! No seu primeiro parágrafo, onde se lê ”Ponte Tranquedo Neves”, leia-se ”Ponte Tancredo Neves” 😉

  27. esse parque nos leva tanto para o lado do brasil quanto para o lado da argentina?
    como faco para pegar o barco por 70?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *