6 coisas que você não pode deixar de fazer em Praga, na República Tcheca

Praga é uma cidade que definitivamente não pode ficar de fora do seu roteiro pelo Leste Europeu. Hoje vou contar para vocês um pouco da minha experiência pela maior cidade da República Tcheca listando 6 coisas que vocês não pode deixar de fazer por lá.

**

Separei três dias para conhecer Praga, sendo um deles para fazer a trilha pelo Bohemian Switzerland National Park. Não foi uma viagem longa, então tive que reduzir ao máximo para conhecer todos as cidades que estavam na lista.

Durante dois dias pude explorar Praga e conhecer o principal de uma cidade que, apesar de ser meio doida e caótica, tem uma arquitetura incrível, de tirar o fôlego, muita história em cada esquina e um charme sem fim. Então, se você está aí procurando dicas de o que fazer pela cidade, não deixe de conferir a lista, e já anota para não perder nenhum detalhe:

#1 Esperar o Relógio Astronômico mostrar a procissão dos Doze Apóstolos

Relógio Astronômico de PRAGAFoto: Things and Places | Não consegui uma foto boa, estava muito cheio!

É claro que um dos principais pontos turísticos de Praga ficaria em primeiro lugar na minha lista. Com certeza você já leu por aí outros blogs ou sites com dicas sobre o relógio astronômico, e eu só falo uma coisa: é imperdível mesmo!

O Relógio Astronômico é um dos relógios mais antigos e mais detalhados já fabricado no mundo, criado por Mikuláš em 1410 e reconstruído anos depois por Mestre Hanuš. Além de marcar as horas, ele também mostra as fases da lua e o movimento das estrelas.

De hora em hora, ao invés do famoso “cuco”, o relógio mostra a procissão dos 12 apóstolos! O “espetáculo” acontece todos os dias, das 8h às 20h, a cada hora certa, e atrai milhares de turistas em frente a Prefeitura, onde está o relógio, em busca desse momento. Confesso que achei bem rápida a “passagem” dos apóstolos, mas é legal ficar um tempo ali na frente observando todos os detalhes do relógio e também os turistas ansiosos.

Existe uma lenda que eu achei muito curiosa para dividir com vocês: dizem que Hanuš teve os seus olhos perfurados para não conseguir reproduzir o relógio astronômico e nenhum outro lugar do mundo! =O

Concluindo, vale a pena reservar uma horinha do seu dia para ficar observando o Relógio e ver a procissão dos 12 apóstolos!

Endereço: Staroměstské nám. 1, 110 00 Praha 1-Staré Město, Chéquia

#2 Ver o pôr do sol na Charles Bridge

pôr do sol na ponte carlos praga

Esse foi, sem dúvidas, o meu passeio preferido em Praga. Sempre que estou viajando procuro saber onde é o melhor local para ver o pôr do sol – às vezes consigo achar a informação no google mas também gosto de perguntar para os locais.

Dessa vez não poderia ser mais surpreendente: estava anoitecendo bem cedo, por volta das 16h30 e estávamos andando em direção a Charles Bridge para conhecê-la. Chegando lá, a surpresa: o sol estava quase se pondo, e a paisagem estava ainda mais maravilhosa!

O sol ia se pondo atrás de uma montanha bem distante, refletindo aquela cor linda alaranjada na água e também nas construções antigas em volta. Pra completar, muitas gaivotas voando e barquinhos de pesca navegando. Sorte que existem as câmeras para eternizarmos esses momentos!

A Ponte Charles, em português, foi construída em 1357 para ligar a Cidade Velha ao Castelo de Praga, que fica do outro lado do rio. Ela recebe esse nome em homenagem ao imperador Carlos IV, que encomendou a construção com “apenas” 516 metros de comprimento.

Também vale a pena caminhar pela ponte, observando seus 16 arcos e as 30 estátuas de santos que estão alinhadas nos seus dois lados.

Obs: não sei se, por termos ido perto do Natal, a cidade estava mais cheia do que o normal, mas fiquei impressionada com a quantidade de pessoas na ponte! Em alguns momentos ficava até difícil de andar sem esbarrar em ninguém. Portanto, não se assuste se você for em alta temporada. É cheia, mas é linda e vale a pena o passeio!

#3 Tomar um absinto na Absintherie

Absinto em Praga

Praga é conhecida como a cidade do absinto, aquela bebida muito forte chamada também de “Fada Verde Engarrafada” – dizem que depois de beber você vê um monte de fadas verdes por aí!

Brincadeiras à parte, o absinto era muito consumido na Europa entre os séculos XIX e XX, mas por causa de seu alto teor de álcool (70%!) ela causava cegueira e até a morte, resultando assim na sua proibição. Mas, nos anos 90, a República Tcheca liberou o absinto e ele se tornou um ícone cultural da cidade, muito procurado pelos turistas.

Por lá você vai encontrar várias marcas, tipos e sabores. Se quiser levar para presentear aquele seu amigão, fique tranquilo, nas lojas de lembrancinhas ou nos mercadinhos (são muitos por lá!) você vai conseguir comprar.

Então, a dica número 3 é não deixar de ir na Absintherie, uma espécie de “Bar do Absinto”, que tem também um museu lá dentro. Fica em uma das ruas movimentadas da Cidade Velha, e tem uma decoração toda vintage-misteriosa.

Eu amei a experiência de conhecer a Absintherie, me senti naquelas filmes antigos da década de 70, e amei mais a ainda a forma como é servida o absinto: eles servem em um recipiente super bonito, com gelo seco. Na torneirinha vai caindo água em cima de uma pedra de açúcar, que deixa o absinto mais docinho e gostoso. Só tive coragem de tomar um, mas dava vontade de experimentar vários drinks diferentes que tinham no cardápio.

Ainda no bar, eles deixam alguns produtos expostos para venda. Eu levei para casa um copo de absinto, que eu achei super bonito, e um ímã de geladeira. Ótima lembrança desse dia interessante!

Endereço: Jilská street 7, 110 00 Prague 1

#4 Explorar o Castelo de Praga

Castelo de Praga.

Do outro lado do rio está o famoso Castelo de Praga, que na verdade, não é um castelo. Na minha inocência, castelos são aquelas construções lindas de contos de fadas, tipo o Castelo da Cinderela, sabe? Mas por aqui não: Castelo de Praga é onde foi fundada a cidade, como se fosse um bairro, com catedral, museus, jardins, muros, e etc.

Não dá para ir a Praga e não reservar pelo menos metade de um dia para conhecer o Castelo. A sua grandiosidade esconde muita história e construções imponentes, como a Catedral de São Vito. Seu estilo gótico chama a atenção, e do lado de dentro, ainda mais encantamento. Os mosaicos nos vidros, a porta de ouro e todos os detalhes são incríveis. Não é preciso pagar nada para entrar.

Depois de ficar alguns minutos na Catedral, seguimos andando pelas ruelas do Castelo. No caminho, alguns restaurantes, uma feirinha de Natal, e museus, que devem ser pagos para visitar.

Outra parada muito legal dentro do Castelo são as muralhas! Tem uma parte que você consegue ver a cidade lá do alto, uma paisagem linda para a Charles Bridge e o rio.

É possível comprar alguns passes para conhecer todos os lugares do Castelo, mas como não tínhamos muito tempo, nos contentamos com a Catedral de São Vito e com o nosso passeio pelas área liberadas. Fica a seu critério: se você tiver mais tempo, vá conhecer mais cantinhos incríveis desse local rico em história!

Endereço: 119 08 Praga 1, Chéquia
[Uma dica: pegue o tram número 22 e atravesse a cidade até o Castelo!]

#5 Comer um Trdelník enquanto passeia pelas ruas da Cidade Velha

comida típica praga

Que palavra estranha, né? Pois é, na República Tcheca é tudo estranho mesmo, a gente não sabe nem por onde começar a pronunciar! hehehe

Em cada esquina encontrávamos um Trdelník, doce típico da República Tcheca, que nada mais é do que uma massa enrolada e assada na brasa, coberta com açúcar e castanha. O cheiro disso pelas ruas de Praga era tentador.

Fomos perto do Natal, então em cada praça havia uma tradicional feirinha de natal com comidas típicas. E quando não tinha feirinha, tinha lojinhas e algumas espécies de bancas que vendiam o trdl, cada um com um recheio diferente: vi de nutella, morango, chantilly…! Só coisa gostosa!

Não deixe de comprar um inteirinho para você (nada de dividir com ninguém!) e apreciá-lo enquanto passeia pelas ruas da Cidade Velha de Praga. Com certeza você não vai ter uma experiência dessas em outros lugares!

#6 Tirar uma foto no Lennon Wall

Lennon Wall

Contrastando totalmente com o estilo da cidade, o Muro de Jhon Lennon nada mais é do que uma parede toda desenhada, localizada perto da Charles Bridge, em uma área nobre da cidade.

O primeiro “rabisco” na parede surgiu como forma de protesto contra os comunistas, e, mesmo a polícia cobrindo os desenhos de cinza, os protestantes iam lá e desenhavam tudo de novo, até que aconteceu o fim da ditadura da República Tcheca e o muro assim permaneceu!

A homenagem ao Jhon Lennon é por conta da época em que tudo isso se passou. Lennon representava a vontade de mudar, e muitos se inspiravam nele.

Hoje em dia você vai encontrar letras das músicas dos Beatles, frases cheias de inspiração e motivação. Vale a pena registrar o momento!

***

Esses foram os passeios que eu considero imperdíveis em Praga, além de claro, se perder pelas ruas da Cidade Velha!

Se você também está procurando dicas de hospedagem e quer alguma coisa bem em conta, recomendo ler o meu post sobre Czech Inn Hostel, e se procura um toque de aventura durante a sua passagem por Praga, conheça o Bohemian Switerland National Park.

Viaje com o Chip Internacional EasySim4U

Hoje em dia fica difícil viajar sem celular – ou melhor, sem um celular COM internet – né? Além de avisar a família que está tudo certo, compartilhar fotos no Instagram e fazer check in no Facebook (quem nunca?), estar com internet a todo momento facilita muito a vida dos viajantes para se localizar, fazer alguma busca rápida sobre o destino, abrir o número da reserva e etc.

A gente usa e recomenda o EasySim4U, revendedora da T-Mobile, uma das maiores operadoras de telefonia celular americana. Eles oferecem o chip internacional pré pago e também o plano de internet com cobertura em até 140 países, incluindo Europa, Ásia, Oceania, Caribe e América do Sul. Todas as vezes que usamos a internet era bem rápida, pega até 4G em alguns lugares!

Veja aqui o post completo que fizemos com dicas para você comprar o seu EasySim4U | Clique aqui para comprar o seu chip: www.easysim4u.com

Não deixe de fazer o seu Seguro Viagem!

Não dá para viajar sem seguro viagem, e muito menos para a Europa, que exige o seguro para liberar a entrada no país.

Imprevistos também acontecem durante as férias, e já imaginou sofrer um acidente ou ter algum problema de saúde longe de casa? Para evitar ainda mais dor de cabeça nessas horas, é essencial ter o seu seguro viagem garantido. Sempre fazemos o nosso pelo site do Real Seguros, que possui várias seguradoras conveniadas. Eles comparam os melhores preços e todo o processo é feito de forma bem prática – você recebe a apólice por e-mail e ainda pode dividir em 6x sem juros ou ganhar 5% de desconto no pagamento à vista.

Clique aqui para fazer a sua cotação no site da Real Seguros!

 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.