Viajar pela Chapada Diamantina significa ter uma aventura diferente a cada dia. São tantos poços e cachoeiras maravilhosos, trilhas que levam a vistas incríveis e uma energia boa que vale muito a pena conhecer. O Rio Mucugezinho e o Poço do Diabo são duas atrações de acesso fácil que valem muito a pena conhecer. Saiba onde ficam, como chegar e outras informações úteis para você planejar seu roteiro para lá.

Veja também: passo a passo para você planejar sua viagem para a Chapada Diamantina

Rio Mucugezinho

Essa é uma opção de passeio para todas as idades! De fácil acesso, para chegar ao Rio Mucugezinho é necessário apenas 5 minutos de caminhada leve.

Ao chegar lá, você encontrará um poço enorme e ótimo para nadar, locais com sombra, água rasa para as crianças pequenas e até um espaço para churrasco.

Por ser de fácil acesso, costuma ficar muito cheio, especialmente em férias e feriados. Portanto, se você quer uma experiência mais agradável, evite ir nessas épocas ou chegue bem cedinho para desfrutar o local ainda sem muita bagunça rolando.

Rio Mucugezinho, Bahia

Rio Mucugezinho, Chapada Diamantina

Atravessando o piscinão a nado, você chega na queda da cachoeira que é deliciosa e serve para lavar a alma. A água é fria, mas super refrescante em dias de calor. E a vontade de descer escorregando nesse imenso paredão de pedra? rs

Melhores Cachoeiras Chapada Diamantina

Poço do Pato, Chapada Diamantina

Poço do Diabo

São apenas 15 minutos de caminhada ao longo do leito do rio para mergulhar nesse poço maravilhoso de água cor de Coca-Cola.

Diz a lenda que seu nome se deve a uma história antiga que aconteceu no local. Havia muito garimpo na região e, um dia,  alguns escravos negros, tentaram fugir com algumas peças de diamante encontradas, porém, ao serem descobertos, foram afogados no poço. Dizem até que aparecem alguns fantasmas lá vez ou outra.

Poço do Diabo, Chapada Diamantina

O local é freqüentado também pelos adeptos do rapel e da tirolesa e dos corajosos que pulam de diversas alturas a partir do paredão de pedra que rodeia o poço.

É importante tomar cuidado cuidado, pois a profundidade do Poço do Diabo chega a 6 m de altura e o local não tem salva-vidas.

Poço do Diabo, Lençois

Onde fica e como chegar

Esse passeio é pertinho de Lençois e o acesso é pela BR-242 (direção Seabra), Km 22. Há um grande estacionamento na beira da estrada ao lado da Cabana do Louro, uma parada que é loja de artesanato e também restaurante.

Depois de parar o carro é só andar uns 5 minutos para acessar o Rio Mucugezinho e sua grande piscina natural. Mais 15 minutos de trilha seguindo rio abaixo e você encontrará o Poço do Diabo, outra piscina natural maravilhosa.

Onde se hospedar

Geralmente, os viajantes que vão conhecer a Chapada Diamantina escolhem um ponto de apoio, ou seja, uma cidade a partir de onde eles vão fazer todos os passeios, ou fazem um circuito e vão de carro parando ao longo do caminho.

Independente da forma que você optar por conhecer a região, esse passeio pode ser feito partindo de Lençóis. Esta é a cidade que tem melhor infraestrutura por lá, tem muitas opções de hotéis, restaurantes e barzinhos. Outra opção é o Vale do Capão, que tem uma vibe mais paz e amor.

Confira aqui os melhores hotéis na Chapada Diamantina

Quanto custa

A entrada é gratuita e esse passeio não precisa de guia, mas se você preferir contratar os serviços de um, custa em média R$40 por pessoa se você for com um grupo.

Mais da Chapada Diamantina

Tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem para a Chapada Diamantina

Dicas para conhecer a Cachoeira da Fumaça: a segunda maior do Brasil

Trekking pelo Vale do Pati: Cachoeirão, Castelo e Casa da Dona Raquel

3 cachoeiras para conhecer no Vale do Capão: Purificação, Rio Preto e Conceição dos Gatos

Vale do Capão: Trilha Morrão e Águas Claras

Conheça a Gruta da Pratinha e a Gruta Azul

 


OBS: é provável que você encontre links de afiliados nesse post. Portanto, se você utilizou os nossos links para fazer as reservas da sua viagem, muito obrigada! É dessa forma que mantemos o blog ativo e sempre atualizado, pois ganhamos uma pequena comissão gerada através dessas vendas - e você não paga nada a mais por isso!
Quem escreve | @gaiavani
Quem escreve
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Aqui você encontra a melhor curadoria de destinos, hotéis e experiências pelo mundo. Acompanhe as nossas viagens em tempo real no @maladeaventuras
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Nossos presets!

    Sua fotos incríveis com apenas um clique!
    Conheça a nossa coleção de filtros para edição de fotos no aplicativo Lightroom!

  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
    ebookMDA
  • Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.