O Cosme Velho é um bairro do Rio de Janeiro, conhecido pelas suas praças, casinhas fofas e prédios antigos. Ele está fora do eixo turístico principal e por isso é imperdível para quem adora conhecer cantinhos mais alternativos da cidade ou para quem procura algo para fazer no Rio em dias de chuva. Nesse post, você encontrará dicas do que fazer no Cosme Velho, onde comer, onde se hospedar e como aproveitar ao máximo a sua visita a esse bairro queridinho dos cariocas.

Localizado na Zona Sul do Rio, aos pés do Cristo Redentor e ao lado de Laranjeiras, o Cosme Velho é um bairro de pessoas descoladas e oferece uma experiência totalmente única para os turistas que se aventuram por lá! Ele é uma opção super legal de passeio por ser mais alternativo em relação aos bairros mais turísticos próximos à orla, como Ipanema, Leblon e Copacabana.


Conheça o Cosme Velho

Poucos bairros no Rio de Janeiro são tão bucólicos quanto o Cosme Velho. Andar pelas suas ruas é quase como voltar no tempo. Pelas ladeiras extremamente íngremes e em meio às edificações centenárias, vale tirar um dia do seu roteiro pra passear por lá. O clima é tão gostoso que a gente se sente até em outra cidade, bem menor que o Rio.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Para se ter uma ideia de como esse canto da cidade é especial, Machado de Assis foi morador de lá, junto com Carolina. O endereço é Rua Cosme Velho, 18. Embora não haja mais a casa, porque foi demolida, você pode passar por lá pra sentir o clima incrível que falamos.

Ah, vale lembrar que o Cosme Velho é todo de ladeiras. Portanto, vá com um sapato bem confortável! Existem linhas de ônibus e táxis (se você estiver disposto a gastar mais), caso você não queria fazer a ladeira toda a pé.


Veja também: Santa Teresa: charme, arte e boêmia no Rio de Janeiro


Como chegar no Cosme Velho

O bairro não tem nenhuma linha de metrô mas ele é bem servido de opções de ônibus. Algumas linhas como a 584 e 583 fazem ponto final no bairro.

Um app que a gente usa e recomenda é o Moovit. Ele é ótimo para planejar como chegar em qualquer canto do Rio de Janeiro.

Localização dos bairros Laranjeiras e Cosme Velho
Os bairros Laranjeiras e Cosme Velho estão localizados na Zona Sul do Rio

Passeios imperdíveis no Cosme Velho

01. O que fazer no Cosme Velho: Trem para o Corcovado

Essa é uma opção de passeio que toma uma boa parte do dia, mas não deixe de pôr na lista, porque é realmente imperdível. Para quem visita o Rio, conhecer o Cristo Redentor é quase obrigatório.

Trem do corcovado parado na estação paineiras no rio de janeiro
Trem do Corcovado na Estação Paineiras

O trem leva do Cosme Velho até a estátua do Cristo pelo meio da mata, esse é a forma mais tradicional de chegar ao topo do Corcovado. Os ingressos podem ser comprados com antecedência por aqui.

O passeio de trem parte da Rua Cosme Velho, 513. O acesso até lá pode ser feito de metrô até o Largo do Machado. De lá, há um ônibus integração para o bairro do Cosme Velho. Outra opção é usar uma das linhas de ônibus comuns que passam por lá.


Veja também: Como planejar um passeio ao Cristo Redentor no Rio de Janeiro


Cristo Redentor
Cristo Redentor

02. O que fazer no Cosme Velho: Largo do Boticário (foto de capa)

Esse é um cantinho muito especial do Cosme Velho e provavelmente um dos mais pitorescos do Rio de Janeiro. É composto por quatro casas com arquitetura bem antiga, do século XIX. As casinhas, o Rio Carioca, que passa sob uma pequena ponte entre o Beco do Boticário e o largo, além da mata ao redor, fazem realmente com que a gente se sinta passeando por outra época.

O acesso ao Largo do Boticário é feito pela Rua do Cosme Velho, próximo ao número 834. O Beco do Boticário é bem próximo e é possível chegar de ônibus sem dificuldade. Como é caminho para o trem do Cristo Redentor, a linha do ônibus pode ser a mesma.

03. O que fazer no Cosme Velho: Bica da Rainha

Esse não é exatamente um ponto turístico, mas vale ao menos uma passada rápida, até porque é do lado da subida para o Corcovado.

Ela foi a primeira fonte de águas ferruginosas no Brasil. Entre os índios, as águas que vinham dessa nascente eram conhecidas por fazerem verdadeiros milagres. A construção da canalização, assim como o nome, tem fortes influências do período colonial. Até mesmo membros da realeza usavam as águas com finalidades terapêuticas.

A fonte sofreu adaptações na construção, tendo sua fachada modificada para o estilo neoclássico na segunda metade do século XIX. Sua relevância é tamanha que o monumento foi tombado em 1938 pelo IPHAN como patrimônio histórico.

O endereço da Bica da Rainha é Rua Cosme Velho, 361.

04. O que fazer no Cosme Velho: Mirante Dona Marta

Mais uma dica gratuita e sensacional! Saindo do Cosme Velho é só fazer uma caminhada de 1 hora até o Mirante Dona Marta. Com 360m de altura, a vista de lá é uma das mais lindas do Rio, dá para ver a Baía de Guanabara e a orla na Zona Sul.

Para chegar basta seguir para a Ladeira dos Guararapes, na direção do Corcovado, até avistar uma placa indicando o Mirante.

Mirante Dona Marta
Mirante Dona Marta

05. O que fazer no Cosme Velho: Igreja de São Judas Tadeu

Nem todo mundo é fã de passear por igrejas, mas a Igreja de São Judas Tadeu é uma das mais tradicionais da cidade – principalmente para os flamenguistas que recorrem ao padroeiro das causas impossíveis quando o time não vai bem.

Essa não é uma daquelas igrejas imponentes e enormes mas ainda assim o seu estilo arquitetônico chama atenção e vale a visita,

A igreja de São Judas fica na Rua Cosme Velho, 470.

06. O que fazer no Cosme Velho: Instituto Casa Roberto Marinho

A Casa Roberto Marinho, abriu as portas em Abril de 2018 e desde então vem sendo uma ótima opção cultural pela região. O local recebe exposições, palestras, festivais de cinema, etc. A entrada custa só R$10 e ainda tem meia-entrada.

O jardim foi projetado por Burle Marx e já vale a visita por si só. Mas o que chama a atenção nessa bela casa é a coleção de de arte de pintores modernistas como Portinari, Guignard e Pancetti.

O horário de funcionamento é de terça-feira a domingo das 12h às 18h.

Endereço: Rua Cosme Velho, 1105

Instituto Casa Roberto Marinho
Instituto Casa Roberto Marinho

07. O que fazer no Cosme Velho: Solar dos Abacaxis

O Solar dos Abacaxis fica num edifício histórico datado de 1843. Chegou a ficar abandonado no começo dos anos 2000, mas desde 2015 vem sido cuidado para se tornar o que foi idealizado por uma antiga dona, ainda nos anos 1950. Uma das herdeiras do império, Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça, era defensora dos direitos das mulheres e utilizava o casarão como um local de encontro para artistas e intelectuais da época.

O Solar dos Abacaxis manteve esse objetivo e, ainda hoje, toda a atividade do local envolve arte e cultura. A programação do Solar dos Abacaxis é constantemente atualizada no Facebook e no Instagram.

O Solar dos Abacaxis fica na Rua Cosme Velho, 857.


Onde se hospedar no Cosme Velho

Gostou do ar bucólico da região e quer ficar por lá? Nossa sugestão número 1 é, sem dúvidas, o Solar do Cosme. Um B&B super fofo, com carinha de casa e aos pés do Corcovado. A área externa é excepcional, com uma piscina e um jardim lindos.

Pousada Solar do Cosme
O exuberante jardim do Solar do Cosme

O atendimento fica por conta de uma equipe de mulheres incríveis e super simpáticas. Nós já nos hospedamos lá e foi uma ótima experiência.

As diárias para um casal ficam em torno de R$200.

Veja como foi a nossa experiência no Solar do Cosme: esse charmoso Bed & Breakfast no Rio de Janeiro.

O que fazer no Cosme Velho (Rio de Janeiro): 7 passeios imperdíveis


Outra opção incrível no Cosme Velho é o Rio Boutique Suites, com quartos amplos e uma linda decoração, que combina perfeitamente com o clima do bairro. Esse hotel também fica em um casarão com piscina e um jardim bem agradável para passar a tarde. Certamente uma opção bem aconchegante para seus dias no Rio.

Uma diária para casal fica em torno de R$200.

O que fazer no Cosme Velho (Rio de Janeiro): 7 passeios imperdíveis


Quer saber mais sobre onde ficar no Rio de Janeiro? Descubra quais são os melhores bairros (e mais seguros!) para se hospedar na Cidade Maravilhosa.


Você já conhecia o Cosme Velho? Temos certeza que essas dicas deixarão o seu passeio muito mais completo! E se ficar qualquer dúvida, é só deixar um comentário aqui embaixo =)


Você pode gostar de ver também: 

10 restaurantes para experimentar em Ipanema

Um final de semana de tranquilidade na Ilha da Gigóia

Explorando o Rio como um local: Ipanema e Leblon


 

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *