Se você sabe o que é a Rota das Emoções, com certeza já ouviu falar do Delta do Parnaíba. O terceiro maior delta de rio do mundo fica no Piauí e reúne paisagens incríveis com muito verde, uma fauna riquíssima, e diversos passeios de imersão na natureza.

Esse é o destino perfeito para quem procura fugir da correria das grandes cidades e viver uma conexão real com a natureza e consigo mesmo. Das deliciosas praias de rio, aos passeios por paisagens exóticas, este destino é completíssimo e agrada até os viajantes mais exigentes.

Neste post nós vamos mostrar o que é o Delta do Parnaíba, como chegar, onde ficar, o que comer e o que fazer por lá. Portanto, se você está planejando a sua viagem para este destino piauiense, vem com a gente descobrir as melhores dicas para uma trip inesquecível!

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Por que viajar para o Delta do Parnaíba?

A Rota das Emoções é um roteiro de viagem no nordeste do Brasil criado em 2005 pelo Ministério do Turismo para incentivar o desenvolvimento da região. A rota percorre 3 estados vizinhos: Ceará, Piauí e Maranhão. Cada um dos estados tem um ponto forte a oferecer: no Ceará, a praia de Jericoacoara; no Maranhão, os Lençóis Maranhenses e no Piauí, o Delta do Parnaíba.

dunas do piauí
As belíssimas dunas do Piauí | Foto: @redthetraveler

Também conhecido como o “Delta das Américas”, o Delta do rio Parnaíba é um arquipélago formado por mais de 70 ilhas, com extensão de 2700 km². Além disso, é o terceiro maior delta de rio do mundo, ficando atrás apenas do rio Nilo, no Egito, e do rio Mekong no Sudeste Asiático. 

O local é uma APA – Área de Proteção Ambiental, cuidada pelo ICMBio, isso permite que a área seja preservada. Entre as espécies de animais encontradas na região estão caranguejos, diversos peixes, macacos pregos, bugios, jacarés e capivaras, além de muitos pássaros como guarás, garças e biguás.

É possível atracar em algumas das ilhas no meio do rio e visitar dunas com oásis ou observar uma experiência bem local da cata de caranguejos, que é feita com muito cuidado para garantir a perpetuação da espécie e evitar a caça predatória.

Além disso tudo, entre os melhores passeios no Delta do Parnaíba está a Revoada dos Guarás, um verdadeiro espetáculo da natureza.

Como chegar no Delta do Parnaíba (Piauí)?

O Delta do rio Parnaíba fica entre o Piauí e o Maranhão e uma das formas mais fáceis de chegar lá é saindo do Porto dos Tatus, que fica na cidade de Ilha Grande, a pouco mais de 10 km de Parnaíba, no Piauí.

porto dos tatus piaui
Porto dos Tatus, Ilha Grande (PI) | Foto: @redthetraveller

Para chegar ao Piauí, você pode escolher entre 3 opções principais: avião, carro ou ônibus. 

Avião

O Piauí tem dois aeroportos: o Aeroporto Senador Petrônio Portella, em Teresina, e o Aeroporto Internacional de Parnaíba.

Tendo como base o Rio de Janeiro, você encontra voos diários para Teresina e Parnaíba com uma escala, geralmente em São Paulo ou Brasília, e tempo total de viagem entre 5h e 6h. Saindo de São Paulo, num voo sem escalas, é possível chegar ao Piauí em aproximadamente 3 horas. 

As principais companhias aéreas que fazem o trajeto para Teresina são Gol e Latam e a Azul faz o trecho até Parnaíba.

Ônibus

Viajar de ônibus é uma opção para quem tem mais tempo ou está mais perto do destino final. Se essa é a sua escolha, saiba que as rodoviárias mais próximas do Delta do Parnaíba são a Rodoviária de Luís Correia e a Rodoviária de Parnaíba. É possível fazer esse trajeto de ônibus a partir do Ceará ou Maranhão, se você estiver fazendo a Rota das Emoções, mas também chega-se saindo de outros estados. 

Entre as empresas de ônibus que chegam ao Piauí, as principais são Viação 1001, Itapemirim, Kaissara, Expresso Guanabara, Boa Esperança e Rápido Marajó. Para comparar preços de passagem ou encontrar o melhor itinerário para a sua viagem, além dos sites das próprias empresas de ônibus, portais como Busbud ou Rodoviária Online podem ajudar.

Carro

Viajar de carro é sempre mais confortável e permite ter mais flexibilidade no roteiro. Entre os caminhos possíveis para chegar em Parnaíba estão a BR-101, a BR-116 (saindo do sudeste em direção ao nordeste) ou a BR-402 (saindo do Ceará).


Dica: alugar um carro é uma das melhores formas de cruzar os três estados da Rota das Emoções. Nós sempre usamos e recomendamos a Localiza, que tem o melhor custo x benefício entre as locadoras brasileiras e ainda tem outras facilidades para garantir uma boa experiência.


Você pode dirigir até o Porto dos Tatus e deixar o seu carro no estacionamento do Restaurante Marina Mateus Portela, que fica na beirinha da água. É cobrada uma taxa (nós pagamos R$10 em setembro/2020), mas acaba sendo a única opção, já que a rua é bem estreita.

estradas-piauí
Estradas do Piauí. Foto: @redthetraveler

Qual é a melhor época para visitar o Delta do Parnaíba?

Como a maioria dos estados do Nordeste brasileiro, as temperaturas quase sempre são superiores a 20°C, mesmo no inverno, e podem facilmente passar dos 30°C no verão. Isso faz com que o estado seja uma ótima opção para a baixa temporada, o que significa passeios mais baratos e menos turistas circulando por lá, podendo até proporcionar um super passeio praticamente exclusivo.

O clima predominante na região é o tropical semi-úmido. Basicamente, isso quer dizer que existem duas estações: a da seca e a das chuvas. Durante a temporada seca, que vai de maio a agosto, as temperaturas são altas e o movimento de turistas é bem maior. Já na temporada das chuvas, que vai de dezembro até maio, as temperaturas são mais amenas, mas você corre o risco de fazer os passeios debaixo d’água.

Os melhores meses para ir ao Delta do Parnaíba podem variar desde maio até novembro, sendo setembro, outubro e novembro os meses mais tranquilos. Tenha atenção à temporada dos ventos, que costumam ser bem fortes e constantes entre agosto e dezembro.

Onde se hospedar no Delta do Parnaíba?

Apesar da região ser pequena e da maioria dos atrativos estarem relativamente próximos, é importante levar em consideração a localização para facilitar o seu deslocamento.

As principais cidades-base para boa parte dos passeios da região do Delta e do litoral do Piauí são Parnaíba e Luís Correia. Outra cidade bem localizada e próxima dos principais atrativos é Barra Grande.

litoral do piauí
Praia Barra Grande | Foto: @redthetraveler

Ainda que a região seja bem humilde, você poderá encontrar algumas pousadas mais rústicas e outras nem tanto. Aproveite a proximidade com a natureza e deixe-se encantar pelo Delta do Parnaíba já na sua hospedagem.

Aqui vai uma seleção das melhores opções de hospedagem em cada uma das regiões citadas acima:

Barra Grande

Coladinha com a praia da Barra Grande, a Pousada Vento do Kite é um charme. Os bangalôs tem rede na porta e teto de madeira com telhado de palha de carnaúba para completar o ar praiano. 

Ainda na praia da Barra Grande, a Pousada Villa Zen é outra escolha certeira para quem busca uma acomodação com carinha de praia para experimentar um pouco de água salgada entre um passeio e outro no rio. A área de convivência da pousada conta com um acolhedor jardim, bangalô pé na areia e biblioteca compartilhada. 

Parnaíba

A Casa de Santo Antônio é um hotel boutique e proporciona uma estadia mais confortável e sofisticada. A pousada tem um ar de cenário de filme e a área da piscina é muito fotogênica. Os quartos são uma mistura de clássico com moderno e entre as facilidades estão estacionamento, restaurante, bar e quartos familiares.

hotel delta do parnaíba
Casa de Santo Antônio | Foto: divulgação Booking.

A pousada Vila Parnaíba tem um espaço exterior lindo e os quartos misturam a arquitetura moderna com elementos rústicos, dando um charme a mais. Entre as facilidades do hotel, estão estacionamento gratuito e piscina. A pousada é ideal para casais.

Luís Correia

A Pousada Vila Cajuína tem um ótimo custo x benefício e conta com duas unidades, uma em Parnaíba e a outra em Luís Correia. O café da manhã conta com tapioca, sucos variados e frutas de temporada. O espaço é ideal para casais ou famílias e os quartos são simples, mas muito aconchegantes.

Os donos são muito simpáticos e fazem questão de receber todos os hóspedes. Foi a nossa escolha nessa viagem, já que precisávamos ficar num local mais central para fazer todos os passeios.

O moderno Carnaubinha Praia Resort é o espaço ideal se você é o tipo de viajante em busca de conforto e um tempinho pra descansar no hotel. Os bangalôs são lindos, a área de convivência tem piscina, redes e até uma fila de barracas na praia logo em frente ao hotel. Ideal para famílias, os quartos são grandes e confortáveis.

Extra: Ilha das Canárias

Se você preferir uma imersão total na natureza, poderá ficar na Ilha das Canárias, a segunda maior ilha do Delta que tem acesso feito somente por barco.

A Casa de Caboclo é uma pousada caiçara que oferece aos hóspedes uma experiência intensa de conexão com a natureza. Dentro da pousada, além de quartos com ar condicionado e wi-fi, o visitante encontra um restaurante que valoriza a gastronomia local e as comidas típicas.

pousada delta do parnaíba
Casa Caboclo | Foto: divulgação Booking

O que fazer no Delta do Parnaíba: 10 passeios incríveis

A Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba é enorme e contempla trechos do Piauí, do Maranhão e um pedacinho do Ceará. A maioria dos passeios no Delta parte do Piauí, então nós reunimos aqui as 10 experiências imperdíveis para essa viagem:

1. Passeio tradicional Delta do Parnaíba

Saindo do Porto dos Tatus, na Ilha Grande, o passeio tradicional pelo Delta do Parnaíba dura cerca de 6 horas e percorre os igarapés fazendo duas paradas: uma na Ilha dos Poldros para banho de mar e a outra em Morro Branco, uma duna com mais de 30 metros. O passeio completo inclui almoço (geralmente caranguejada) e lanches com muitas frutas regionais.

passeio pelo delta do parnaíba
Passeio Delta do Parnaíba | Foto: @redthetraveler

2. Ilha das Canárias

A segunda maior ilha do Delta do Parnaíba fica na cidade maranhense de Araioses, na divisa com o Piauí. A Ilha das Canárias tem 4 povoados: Caiçara, Passarinho, Torto e Canárias. A Ilha é uma área de preservação ambiental que abriga mangues, dunas e vegetação de mata ciliar com raízes suspensas. É um ótimo destino para slow travelers ligados em ecoturismo e as suas praias naturais chamam a atenção pela beleza exuberante.

3. Ilha do Caju

No meio do caminho entre o Maranhão e o Piauí, a Ilha do Caju chama a atenção por contemplar no seu território 5 ecossistemas diferentes: alagados de água salgada, campos, matas, dunas e mangues. Vale a visita num lugar tão exótico e tão completo.

4. Revoada dos Guarás: um dos TOP passeios no Delta do Parnaíba

Definitivamente uma experiência imperdível! O passeio consiste em circular pelos igarapés durante a tarde até ao pôr do sol. Quase pontualmente, à hora em que o sol começa a baixar, guarás e biguás voam juntos para uma ilhota no meio do rio em que vão passar a noite protegidos dos predadores. É um verdadeiro espetáculo da natureza!

revoada dos guarás no piauí
Revoada dos Guarás: um passeio inesquecível pelo Delta do Parnaíba | Foto: @redthetraveller

5. Praia da Pedra do Sal, Parnaíba

Com seus 8 km de extensão, a Praia da Pedra do Sal fica na Ilha Grande e tem fácil acesso. Na região, estão localizados os parques eólicos, o que contribui para o ambiente diferente da praia, que é dividida em duas por um paredão de pedras arredondadas.

A vantagem da praia dupla é que de um lado o mar é agitado, ideal para os surfistas, e do outro, o mar é calmo e ótimo para famílias ou viajantes que querem descansar. 

6. Lagoa do Portinho, Luís Correia

O ponto alto da Lagoa do Portinho é o tour de quadriciclo pelos Lençóis Piauienses. Fizemos esse passeio com a Quadri & Aventuras, a empresa mais recomendada no TripAdvisor, e tivemos uma ótima experiência.

quadriciclo nos Lençois Piauienses
Passeio de quadriciclo nos Lençois Piauienses. Foto: @redthetraveler

Andamos pelas dunas durante aproximadamente 1h30 e terminamos o passeio com um mergulho nas águas cor de âmbar da Lagoa.

7. Casa das Rendeiras, Ilha Grande

A Associação das Rendeiras dos Morros da Mariana é conhecida como Casa das Rendeiras e fica na Ilha Grande. Fundada em 1992, tem associadas mais de 60 mulheres num projeto que preserva e transmite de geração em geração a arte de fazer renda.

Ótima parada para quem gosta de conhecer a cultura local, conversar com os moradores e comprar artesanato real, feito com amor e tradição.

8. Cajueiro-Rei, o maior cajueiro do mundo

Existe uma disputa entre o Piauí e o Rio Grande do Norte sobre quem tem o maior cajueiro do mundo. Segundo pesquisadores da UESPI e da UFPI, o maior é o de Cajueiro da Praia-PI.

Na dúvida, dê uma passadinha para conhecer o Cajueiro Rei e aproveite para tomar uma cajuína ou um picolé de tapioca no restaurante Caju Rei, logo em frente.

cajueiro piauí
Cajueiro Rei | Foto: @redthetraveler

9. Porto das Barcas, Parnaíba

Casa de antigos armazéns datados do início do século XX, o Porto das Barcas hoje abriga casas coloridas com restaurantes, bares e diversas lojinhas. Ideal para comprar artesanato e souvenires do Piauí.

10. Praia de Macapá, Luís Correia: uma das mais lindas praias no Delta do Parnaíba

Depois de ter rodado todo o litoral do Piauí, eu posso dizer com propriedade que a Praia de Macapá é a mais bonita de todas! Formada entre a foz do rio Macapá e o Oceano Atlântico, a paisagem é única e a piscina natural que se forma entre os bancos de areia é a cereja do bolo.

praias do litoral do piauí
Praia de Macapá | Foto: @redthetraveler

Perfeita para slow travelers, tem quiosques e até uma rede numa ilhota de areia.

Roteiro Delta do Parnaíba

Agora que você já sabe o que fazer no Delta do Parnaíba, aqui vão sugestões de roteiros para 3, 5 ou 7 dias de viagem!

Sugestão de roteiro no Delta do Parnaíba: 3 dias

O mínimo de tempo necessário para fazer os principais passeios no Delta do Parnaíba são 3 dias. Portanto, se você tem pouco tempo, experimente esse roteiro:

Dia 1: Chegada em Parnaíba + Lagoa do Portinho + Praia de Macapá

Dia 2: Passeio tradicional no Delta + Revoada dos Guarás

Dia 3: Praia da Pedra do Sal + Porto das Barcas + Casa das Rendeiras

Sugestão de roteiro no Delta do Parnaíba: 5 dias

Dia 1: Chegada em Parnaíba + Sorveteria Araujo + Praia de Macapá

Dia 2: Passeio tradicional no Delta + jantar torta de caranguejo no Caranguejo Expresso

Dia 3: Cajueiro Rei + almoço no Caju Rei + Quadriciclo na Lagoa do Portinho 

Dia 4: Praia da Pedra do Sal + Revoada dos Guarás

Dia 5: Porto das Barcas + Casa das Rendeiras

Pedra do Sal Piauí
Pedra do Sal | Foto: @redthetraveler

Sugestão de roteiro no Delta do Parnaíba: 7 dias

Uma semana no paraíso! Com 7 dias você poderá viajar com calma e buscar uma conexão intensa com a natureza.

Dia 1: Chegada em Parnaíba + Praia da Pedra do Sal + Casa das Rendeiras

Dia 2: Passeio tradicional no Delta + jantar torta de caranguejo no Caranguejo Expresso

Dia 3: Cajueiro Rei + almoço no Caju Rei + Quadriciclo na Lagoa do Portinho + fim de tarde na Barra Grande

Dia 4: Sorveteria Araujo + Revoada dos Guarás

Dia 5: Ilha do Caju + dormir na Ilha das Canárias

Dia 6: Ilha das Canárias + Porto das Barcas

Dia 7: Praia do Coqueiro + Praia de Macapá

Onde comer no Delta do Parnaíba

O nordeste como um todo tem uma influência muito forte da cultura indígena e da cultura africana seja nos costumes, no artesanato ou nas tradições populares. Mas é, definitivamente, na gastronomia que essa fusão cultural se mostra mais intensa. 

Entre os principais pratos típicos do Piauí estão a carne de sol, o torresmo, o baião de dois, o caranguejo, muitos frutos do mar e peixe fresco. Além disso, o caju é uma das estrelas locais reinando nos sucos, doces, sorvetes e na cajuína, uma bebida super doce extraída da fruta – tão tradicional que é patrimônio imaterial do estado.

bebida piauí
Bebida típica do Piauí | Foto: @redthetraveler

Você vai encontrar facilmente todos esses pratos em qualquer restaurante de Parnaíba. Quanto menor o restaurante, mais gostinho de comida caseira. Aqui abaixo recomendo algumas opções para incluir no roteiro.

  • Caranguejo Expresso: O Caranguejo Expresso é famoso pela sua torta de caranguejo – que pode não ser bonita, mas é deliciosa! Além dela, camarões, peixes e caldeirada ou baião de dois com farofa e carne de sol. Parada obrigatória para quem passa por Parnaíba. 
  • Mangata: Se você procura um restaurante mais elegante, vai encontrar no Mangata uma ótima carta com pratos variados. Comidas típicas com um toque contemporâneo, peixes, camarões e frutos do mar ou hambúrgueres, sucos de frutas da região e as melhores sobremesas.
  • Sorveteria Araujo: sorveteria com fabricação própria, tem uma gama enorme de sorvetes e picolés feitos com frutas do Piauí. Os sabores mais pedidos são tapioca, caju, cajá, coco, siriguela, açaí e castanha.
  • Casa de Caboclo: A Casa de Caboclo é uma pousada que conta com restaurante e fica na Ilha das Canárias, bem no meio do Delta do Parnaíba. No cardápio de entradas estão casquinhas ou patinhas de caranguejo, carne de sol com macaxeira frita e dadinhos de tapioca com geléia de pimenta. Entre os pratos principais você encontra moquecas, escondidinhos de camarão ou carne de sol e diversos tipos de peixes. Os pratos servem uma ou duas pessoas e é sempre cobrada uma taxa de serviço de 10%.
restaurantes delta do parnaíba
Restaurante Casa do Caboclo | Foto: divulgação Booking.
  • No Porto dos Tatus, de onde saem os barcos para o passeio no Delta, estão alguns restaurantes à beira-rio. Minha recomendação é o Bar do Jaime, que tem mesinhas à beira-rio, um ar bem rústico e um atendimento de primeira. Para comer, entre as melhores opções estão o clássico caranguejo, baião de dois ou carne de sol com farofa. E para beber, uma água de coco bem gelada ou, claro, cajuína.

Quanto custa viajar para o Delta do Parnaíba

O Delta do Parnaíba é uma região com muitos atrativos, por isso fizemos uma média de custos para te ajudar a planejar bem a viagem. A maioria dos lugares aceita cartão, mas lembre-se de levar dinheiro em espécie para facilitar algumas transações.

Passagem: Saindo do Rio para Teresina, um voo com uma única escala custa em torno de R$1.800 por pessoa. Faça uma busca dos melhores voos antes de escolher o seu.

Hospedagem: A diária na pousada Vila Cajuína de Luís Correia custou R$120 no bangalô de casal quando fomos, em setembro de 2020. Os valores variam de acordo com o estilo de acomodação que você escolher e a duração da estadia. 

Alimentação: Uma refeição completa com entrada, prato principal, bebidas e sobremesa para duas pessoas na Casa de Caboclo custa, em média, R$150.

Passeios: um passeio tradicional pelo Delta custa entre R$70 e R$400, dependendo do tempo de duração e do tipo de embarcação; o passeio de quadriciclo na Lagoa do Portinho com a Quadri & Aventuras custa R$235 pelo quadriciclo (o que pode ser por pessoa ou por casal/dupla); um passeio de lancha até a Ilha das Canárias pode variar de R$400 a R$800 dependendo do número de pessoas.

lagoa do portinho piauí
Lagoa do Portinho | Foto: @redthetraveler

Traslados: Considerando o aluguel de um carro na Localiza para 5 dias, incluindo todas as taxas, o preço final fica em torno de R$600. 

Procure sempre confirmar os valores, pois podem variar de acordo com a temporada (se alta ou baixa), a quantidade de pessoas e as atualizações do mercado turístico.

Pronto para viajar para o Delta do Parnaíba?

O Brasil é um país muito rico e cheio de segredos a serem descobertos. Com certeza, o Delta do Parnaíba é um deles e eu aposto que você acabou de incluir esse paraíso na sua listinha de desejos.

Conta aqui nos comentários se você já conhece o Piauí e o que mais gostou de ver por lá ou se você acabou de atualizar a bucket list e colocar o Delta do Parnaíba no topo. Depois desse post super completo, só falta fazer as malas e embarcar para uma viagem incrível!


Você também pode gostar de ler:

Atins: conheça o charmoso vilarejo dos Lençois Maranhenses

Passeios nos Lençois Maranhenses: 5 passeios Imperdíveis para incluir no seu roteiro

Quem escreve | @redthetraveler
Red
Mais uma que foi picada pelo bichinho viajante e não consegue parar quieta num lugar só. Viaja para conhecer outras culturas, fotografar, se conectar com a natureza e comer.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *