Indonésia Parte IV – Bali (Uluwatu)

Uluwatu overview – região localizada em South Kuta, paraíso dos surfistas e de quem quer um resort para relaxar.

bali

Depois de uma cansativa jornada que havia começado à 1h da manhã quando começamos a subir o Ijen (leia aqui essa parte da aventura), nós finalmente estávamos indo em direção a Bali, só queríamos sombra e água fresca. A travessia de Java pra Bali ficou marcada na viagem. Acabamos fechando um “pacote” com a mesma empresa que havia nos levado até ali. Pegaríamos um ônibus premium que iria direto para a barca e que nos levaria para Denpasar.

O que não sabíamos é que no ônibus só faltava ter galinha dentro, estava extremamente abafado e não bastasse o ar não se mexer, as pessoas ainda fumavam lá dentro. Eu estava tão cansada da noite anterior que apaguei, mesmo morrendo de medo das ultrapassagens bizarras e perigosas que o motorista fazia.

Chegamos em Denpasar, não fazíamos ideia do nosso próximo destino. Todas concordamos que precisávamos de uns diazinhos na praia e optamos por ir para Uluwatu, extremo sul da ilha. Depois de termos sido abordadas por uma dezena de motoristas perguntando para onde iríamos, conseguimos um que faria um preço bom e ainda pararia em algum lugar para comermos. Estávamos famintas.

Para nossa surpresa, que estávamos esperando um McDonalds, ele nos levou à nossa melhor experiência culinária em Bali. De frente pra praia, brindamos o maravilhoso pôr-do-sol e fizemos uma excelente refeição escolhida a dedo na entrada do restaurante onde tinham os peixes e frutos do mar expostos.

Uluwatu

Em Uluwatu não tínhamos acomodação e rodamos um bocado até encontrar uma, e nem era alta temporada! Depois de um tempo acabamos encontrando um Bed & Breakfast que aceitou colocar nós quatro em um quarto de dois se pagássemos uma diferença. O Surya foi um ótimo negócio, pagamos cerca de AUD 7 / R$15 por noite cada uma. O café da manhã era bem servido e era uma delícia! Tinha uma boa variedade de sucos naturais, panqueca ou ovo, sanduíche… Só tinha um problema, o banho era gelado, mas lá é bem quente, então dá pra aceitar.

Pra surfista as praias da região são um paraíso! Para banhistas nem tanto. São muitas pedras e restos de corais, mas é tão lindo que tá de boa. Uluwatu e Padang Padang, por exemplo, é  uma pequeníssima extensão de areia, mas que lugar delícia, água quentinha, dá vontade de ficar de molho na água o dia inteiro. Fomos também na Dreamland Beach, que apesar do tempo mais ou menos, estava uma delícia para um mergulho.

Uluwatu, Padang Padang, Dreamland

Um passeio legal que fizemos foi a visita ao Monkey Temple, ou Pura Luhur Uluwatu. Construído no século XI, o templo é um dos nove que protege Bali contra os maus espíritos. Quando for lá, cuidado com os macacos abusados, não deixe nada para fora da bolsa, nem óculos na cabeça ou garrafa d’água na mão. Eles parecem bonitinhos, mas são espertos e podem te causar problemas. O pôr-do-sol de lá é maravilhoso!

monkey temple

Depois da praia paramos num restaurante à caminho do nosso hotel e foi um excelente achado, o Yeye’s Warung. A comida era uma delícia, o ambiente super agradável e o atendimento muito bom também. Eles serve desde pratos típicos, como o peixe em folha de bananeira que eu pedi, até saladas incrementadas e hambúrgeres. O preço dos pratos varia de AUD3 a AUD9 / R$6 a R$18.

Yeye's Warung

Para sair a noite (e foi um das melhores noites de Bali) o Single Fin é a boa. Nas quartas e nos domingos principalmente fica bem movimentado. Tem banda ao vivo na parte de cima e DJ na parte debaixo. O ambiente é super descolado e de frente pra praia. Dá pra chegar pro pôr-do-sol e ficar até o início da madrugada. Não se esqueça de pedir uma Bintang gelada!

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Onde ficar: muitas pessoas chegam lá sem lugar pra ficar, dão uma volta na região e logo encontram alguma cosa. Se quiser dar uma olhada em alguns nomes, seguem algumas dicas.

Surya Homestay – de AUD20 a 30 dólares para um quarto duplo em baixa temporada. Vale observar que alguns dias depois, descobrimos que nossa homestay se localizava numa região que o pessoal de lá chama de ninho de rato, ou seja, provável que tenham lugares mais interessantes, mas não tenho do que reclamar da nossa estadia lá.

Recomendações de amigos:
– Ayu Guna Inn, próximo de Padang Padang, com café da manhã, excelente para surfistas, não tem água quente.
Belong Bunter Homestay, também próxima de Padang Padang, sem café da manhã, com wifi. Cerca de AUD 15 / R$ 30 para duas pessoas.

Tá indo surfar? O número de pontos bons para o surfe são infinitos: Uluwatu, Padang Padang, Bingin, Impossibles, Green Bowl e Dreamland. Próximo de Kuta: Keramas, Airport Reef, Kuta Reef, Canggu…….
Se quiser dar uma olhada na lista de spots, esses dois sites são bons: Bali Surf Advisor e Bali Waves

Scooter – é quase obrigatório alugar uma Scooter e você vai encontrar em qualquer lugar uma, inclusive com o suporte para a prancha já. Mas vale lembrar que é bom tomar cuidado. Em Uluwatu o trânsito é tranquilo, mas indo em direção à Kuta é bem caótico.

 

VEJA TAMBÉM

Recomendações pré-viagem

Indonésia overview

Parte I Jakarta

Parte II Java – Jogjakarta

Parte III Java – Bromo e Ijen

Parte V Bali – Kuta e Seminyak

Parte VI  Bali -Ubud

Parte VII  Bali – Nusa Lembongan

Parte VIII Gili Islands

Acompanhe nossas AVENTURAS também no Facebook | Instagram Youtube

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.