Lower Manhattan vista do helicóptero

O que fazer em Lower Manhattan, Nova York

Se é a sua primeira vez em Nova York ou faz muito tempo que você visitou a cidade, vale muito a pena guardar um dia do seu roteiro para conhecer a região de Lower Manhattan. Isso porque ela tem sido um dos pontos da cidade que mais se transformou na última década. Nesse post, nós daremos as dicas do que fazer na região, onde comer, quais os melhores passeios e como aproveitar o que há de melhor nessa parte de Nova York.

Uma das dicas que a gente sempre dá pra quem vai a Nova York é montar o roteiro dividindo a cidade em regiões. Como Manhattan é grande e tem mil atrações e passeios, fica muito mais fácil pensar nos dias de viagem de acordo com as possibilidades do que fazer em cada região e bairro da cidade. Assim, você otimiza seu tempo por lá e ainda economiza no transporte de um bairro pro outro.

Veja também: Nova York para iniciantes: dicas essenciais para planejar a sua viagem

Saiba mais sobre Lower Manhattan

Lower Manhattan é a pontinha ao sul de Nova York. Essa área é conhecida pelo seu centro financeiro, não é à toa que lá está a famosa Wall Street.

Além disso, a região foi marcada pela tragédia do ataque às torres gêmeas em 2001. Porém, após o atentado, novas construções foram feitas por lá: não apenas para lembrar o 11 de setembro, mas também para revitalizar a região, com novos pontos turísticos e atrações que passaram a movimentar o local.

O que fazer em Lower Manhattan

#1 Estação World Trade Center

A World Trade Center Transportation Hub é a estação PATH, que engloba transporte público e um importante centro comercial no Financial District. Após os atentados às Torres Gêmeas em 2001, a área ficou completamente devastada. Pouco tempo depois, as obras foram iniciadas, e a estação de trem mais cara do mundo teve sua inauguração em 2016.

De lá para cá, tornou-se um dos principais pontos turísticos de Lower Manhattan. Além de ser um dos modos de acesso ao local, oferece passeios e excelentes opções de compras no seu interior e no entorno.

Parte do complexo da estação, o shopping Westfield World Trade Center é um local de grande beleza arquitetônica. Além de lojas bem famosas, é um cenário e tanto para tirar altas fotos!

A estação fica embaixo do Memorial 11 de Setembro e está conectada ao Oculus, a parte externa da estação de trem, que é um monumento e tanto. Toda a estrutura da World Trade Center Transportation Hub e o Oculus foram projetadas pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava.

Oculus, Lower Manhattan
Oculus, Lower Manhattan

Uma curiosidade legal sobre o Oculus é que no alto de sua estrutura há uma fenda por onde a luz passa. A construção foi feita de modo que sempre no dia 11 de setembro, às 10h28, o sol passe diretamente por esta abertura, iluminando o interior do prédio. Foi nesse horário que a segunda torre caiu no atentado de 2001.

Veja também: Nova York no inverno: dicas para aproveitar a cidade mesmo no frio!

#2 One World Trade Center e One World Observatory

O One World Trade Center é o prédio mais alto de Nova York (e o sexto mais alto do mundo!) e foi construído próximo ao local onde ficavam as duas torres anteriormente. Justamente por ser tão alto, ele se tornou um dos locais preferidos pelos turistas para ver a cidade de cima.

O One World Observatory, mirante que fica no topo do prédio, ocupa os três últimos andares, do 100 ao 102. De lá, é possível ver Nova York em 360º. Dá para imaginar as fotos, né? A única coisa que não torna o passeio ainda melhor é que o mirante não tem parte externa, como é o caso do Top of The Rock (que custa em torno de US$4o). De qualquer forma, é uma opção imperdível se você está buscando o que fazer em Lower Manhattan.

One World Observatory, o prédio mais alto de NYC
One World Observatory, o prédio mais alto de NYC

Endereço: 285 Fulton St, New York
Horário de funcionamento: Todos os dias de 9h às 21h

Para evitar filas bilhetes para acessar o mirante podem ser comprados antecipadamente por aqui.

Veja também: EasySim4U: chip com internet ilimitada em Nova York

#3 Memorial do 11 de setembro e 9/11 Museum

Ainda nesta região, vale dar um pulo pelo Memorial do 11 de setembro. O lugar é realmente muito tocante. São duas enormes piscinas construídas no local onde ficavam as torres gêmeas. Nas bordas, estão escritos os nomes das vítimas do episódio que marcou a história da cidade.

Piscina parte do Memorial do 11 de setembro
Memorial do 11 de setembro

Bem pertinho está o 9/11 Museum, dedicado a contar a história dos prédios, do atentado e das vítimas e sobreviventes.

O memorial fica aberto diariamente de 7h30 às 21h. Já o museu funciona de domingo a quinta, de 9h às 20h (última entrada às 18h); sexta e sábado, de 9h às 21 (última entrada às 7h). Você pode comprar o ingresso antecipadamente por aqui.

Veja também: Nova York em 10 dias

#4 Battery Park

Em Lower Manhatan, no coração de um dos maiores centros comerciais do mundo, Nova York ainda surpreende com uma área verde linda e ótima para passar o fim de tarde. Além do Castle Clinton e da The Sphere, a escultura de bronze que ficava na praça interna do World Trade Center, o Battery Park engloba um espaço perfeito para caminhar, fazer atividades físicas ou mesmo pegar um pouco de sol.

O acesso também é bem fácil: é possível chegar lá a partir de três estações de metrô: Whitehall St, Bowling Green e South Ferry Loop.

Para quem vai nos meses mais quentes, é um ótimo lugar para uma caminhada com uma vista incrível para o Rio Hudson. Na hora do almoço, o parque fica bem cheio, inclusive de gente que trabalha por perto e vai até lá para pegar um ar fresco. De todo modo, se puder, guarde um dia para ver o pôr do sol de lá!

Aliás, se você pretende fazer os passeios para ver de perto a Estátua da Liberdade, vale encaixar a visita no mesmo dia, já que as balsas costumam sair desse parque. Os ingressos podem ser comprados lá mesmo, no Castle Clinton ou antecipadamente por aqui.

#5 Wall Street

Wall Street é daqueles lugares que todo mundo conhece de tanto ouvir falar nos noticiários, né?

Pois é outro lugar bem bacana pra se fazer turismo também! É uma boa opção do que fazer em Lower Manhattan, porque você conhece bem o clima da cidade e ainda conhece uma região bem famosa sem gastar muito tempo (e dinheiro!).

Passando por lá, você nota o intenso movimento de turistas no vai e vem de quem trabalha no maior centro financeiro do mundo. Uma atração bem disputada é o Charging Bull, o famoso touro símbolo de Wall Street

Dizem por aí que colocar a mão nos testículos da escultura atrai prosperidade e dinheiro. Por isso, costuma ter alguma fila para tirar foto com a estátua.

#6 Le District

Seja para um café da manhã, almoço ou jantar, que tal um lugar com uma super vista e uma comida deliciosa? O Le District, seguindo a mesma linha do Eataly, só que com comidas francesas, é uma mistura de bar, restaurante, delicatessen e mercado. Além de ótimos vinhos, o cardápio tem pratos tradicionais, como crepes e especialidades de patisserie.

Interior do restaurante Bar A Vin no Le district
Bar A Vin no Le district

Endereço: 225 Liberty St, New York

O Le District funciona às segundas, de 8h às 22h; de terça a sexta, de 8h às 20h; sábado, de 10h às 23h; domingo, de 10h às 22h.

Onde se hospedar em Lower Manhattan

Nessa área há diversas opções de hotéis incríveis, ainda mais por ser uma região de negócios, é necessário ter grandes redes de hospedagem para atender ao fluxo intenso de pessoas.

Moxy NYC Downtown

Essa é um hotel moderno, muito requintado e fica a 800m do One World Trade Center. Nós já nos hospedamos em outro hotel dessa rede e adoramos a experiência.

O Moxy é super estiloso, é aquele hotel para quem gosta de um quarto bem decorado, confortável, com móveis novos e um ar bem jovem.

Quarto do Moxy NYC Downtown
Moxy NYC Downtown

A localização é excelente, fica próximo ao metrô e em uma área agradável também para quem quer conhecer um pouco da cidade a pé.

As diárias custam a partir de US$230 para casal.

Veja também: Conheça o Moxy, um hotel descolado próximo da Times Square, em Nova York


The Assemblage John Street

Essa é outra opção incrível de acomodação em Lower Manhattan. O hotel tem 4 estrelas e um custo-benefício maravilhoso, pois são estúdios, amplos e com uma mini cozinha muito bem equipada. De quebra ainda tem uma vista ótima para a cidade.

A localização também não deixa a desejar, já que fica a 1,5km do Memorial e Museu do 11 de Setembro.

Estudio do The Assemblage John Street em Nova York
The Assemblage John Street

As diárias para casal ficam em torno de US$350.


Dicas de e-books para conhecer tudo sobre Nova York!

Para te ajudar a planejar seus roteiros por Nova York nós sugerimos dois e-books suuuper recheados de informações. O primeiro deles é o: Nova York ecônomica, um guia com várias sugestões de passeios gratuitos e dicas para economizar na viagem. Tem também o Nova York em quatro estações, que conta tudo sobre o clima, o que colocar na mala e passeios imperdíveis de cada época.


Gostou de Lower Manhattan? É uma área íncrivel de Nova York e merece uma visitinha. Se você já esteve lá, conta pra gente o que mais te interessou.


Que tal conhecer outros destinos nos Estados Unidos?

Quanto custa uma viagem para a Califórnia

5 lugares para conhecer de carro em Los Angeles

Conheça o Joshua Tree National Park, na Califórnia


 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.