Magnetic Island – parte II

Magnetic Island foi o nosso destino depois de mergulhar na Grande Barreira de Corais. Pegamos um ônibus de Cairns até o porto de Townsville (foram 6 horas de viagem!), onde embarcamos em um Ferry para chegar à Magnetic Island.

O acesso à ilha é feito somente de Ferry e o nome “Magnetic” foi dado devido ao efeito magnético que exercia na bússola do capitão James Cook quando esteve por lá em 1770. A ilha possui 52 km² e 2107 habitantes (dados de 2005). Outra curiosidade: são 320 dias de sol durante o ano!

magnetic island

Ficamos apenas 2 dias na Ilha, o suficientes para conhecer o Bungalow Bay – Koala Village, alimentar os wallabies e conhecer praias lindas! Já falamos nesse post aqui sobre a nossa experiência com os animais da ilha e hoje vamos falar sobre as praias. Podemos andar na ilha de ônibus (achamos o máximo ter ônibus em uma ilha tão pequena!) ou alugar um carro. Quando chegamos, víamos em todos os lugares um bugre rosa, e claro, foi a nossa escolha para rodar por lá.

barbie car magnetic island

A Horseshoe Bay é a praia mais central e de fácil acesso da Ilha. É lá que fica o centrinho da cidade com restaurantes, barzinhos e onde estão concentrados os esportes radicais: você pode alugar jet ski, stand up paddle, kayak e barcos para passeio.

Havia uma boia no mar indicando onde os banhistas poderiam mergulhar, já que fomos na época das águas vivas (que são perigosas e super venenosas!). Nada que impedisse um bom mergulho! A água era clarinha e calma, ótima para passar hoooras!

Ao lado da Horseshoe Bay encontramos uma outra praia, com a areia um pouco mais extensa. Não conseguimos lembrar o nome da praia, mas talvez ela seja a continuação da primeira. Vale a pena a visita!

horseshoe

Em seguida fomos para o outro lado da Ilha, na Radical Bay. Nos informaram que haviam várias praias, uma mais linda que a outra. Como estávamos de bugre rosa, vulgo carro da barbie, não pudemos continuar na estrada já que estava bem esburacada e com desníveis. Fomos andando e cerca de 1h depois chegamos na praia Florence Bay. Haviam muitas árvores e pedras compondo a paisagem, era incrivelmente bonita! Valeu cada minuto para chegar até ali.

No caminho passamos por outros acessos às praias, mas optamos por chegar até a Florence. Já era tarde e não tínhamos muitos tempo para ver todas elas. Vale separar um dia inteiro para andar pela Radical Bay pulando de praia em praia =)

Florence Bay

Outra super dica foi o hostel onde ficamos. O X Base é uma rede de hostels que está presente e várias cidades da Austrália! Tinha piscina, aluguel de equipamentos para mergulho, restaurante que funcionava o dia todo, música alta durante a noite para animar, e o melhor: ficava de frente para o mar! O hostel também oferecia wifi – 2 dól por 24h de uso.

Os quartos deixavam um pouco a desejar. Fechamos um quarto para 6 pessoas e era super apertado com móveis bem velhinhos. Mas já que era só para dormir, estava ótimo! Recomendamos!

XBase Magnetic Island

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Hostel X Base

Quarto para 6 pessoas: AU$20 (por pessoa)

Aluguel Bugre Rosa
Estávamos em um grupo de 6 pessoas, então tivemos que alugar 2 carros.

Tempo de uso: 12h
Valor: AU$ 80

– Localização

Olhando no mapa da pra ter uma ideia da localização da Ilha. Fica próxima à Cairs, em Townsville.

Super recomendamos esse roteiro para quem quer conhecer a Grande Barreira de Corais e Whitsundays (paramos em Airlie Beach para fazer o passeio). Magnetic Island fica no meio do caminho, e dois dias são o necessário para conhecer essa ilha maravilhosa! A viagem de ônibus e tranquila e segura, vale a pena!

mapa magnetic island

 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.