como é boiar no mar morto

Mar Morto Jordânia: como foi flutuar num dos lagos mais salgados do mundo

Você provavelmente já viu aquela foto clássica no Mar Morto com alguém boiando e lendo um jornal, certo? E realmente boiar nas águas salgadíssimas deste lago (sim, é um lago!) é uma experiência imperdível para quem está planejando uma viagem à Jordânia.

Nesse post vou contar um pouco da minha experiência no Mar Morto da Jordânia e compartilhar com você as melhores dicas para você planejar sua viagem: como chegar, onde ficar, quanto custa, os cuidados necessários, etc.


Antes de mais nada, leia o post:

Jordânia: o melhor GUIA para montar o seu roteiro de viagem


Vale a pena visitar o Mar Morto na Jordânia?

É super comum ouvir falar no Mar Morto de Israel. No entanto, a Jordânia tem sido cada vez mais buscada pelos turistas brasileiros que visitam o Oriente Médio e é possível que, durante sua viagem, você não vá ao país vizinho. Neste caso, recomendo dar um pulinho no Mar Morto da Jordânia, pois o lado jordaniano também tem uma ótima estrutura, com bons hotéis e passeios nos arredores.

visual Mar Morto Jordânia
Visual da estrada que beira o Mar Morto, na Jordânia

Curiosidade: por que flutuamos no Mar Morto?

Como todo mundo sabe, o Mar Morto é conhecido por conta da sua fácil flutuação. Ao chegar lá, vai ver um monte de gente tirando foto com os pés pro alto, quase sempre brincando como se estivesse lendo um jornal ou revista. Essa é uma das imagens mais tradicionais entre os viajantes!

Para se ter uma ideia de como é fácil boiar, é possível ficar em pé na água e não encostar no chão. Ou de barriga pra baixo e os pés para cima. É realmente impressionante e super divertido! 

A flutuação se dá por conta da composição da água do Mar Morto. Ela é muito mais salgada do que os mares de oceano (o Mar Morto, ao contrário do que o nome sugere, é na verdade um grande lago). A concentração de sal normalmente é de 35 gramas por litro de água. Já no Mar Morto, são incríveis 300 gramas por litro. Assim, como a densidade da água é muito maior, isso altera a facilidade com a qual um objeto boia. 

Dicas importantes antes de boiar no Mar Morto

Ir ao Mar Morto não é como ir a qualquer praia como estamos acostumados. Pelo fato de a composição da água do Mar Morto ser bem diferente dos mares de oceano, com uma altíssima concentração de sal e de outros elementos, como sais minerais com propriedades medicinais, é importante ter alguns cuidados antes de boiar.

O que levar na bolsa para visitar o Mar Morto

Antes de qualquer coisa, vá preparado com uma bolsa preparada para passar o dia no Mar Morto da Jordânia, um lugar tão quente e seco – principalmente se você for no verão. Alguns itens são imprescindíveis, como um bom protetor solar e bastante água mineral para se hidratar.

Além disso, não se esqueça de levar toalha, chinelo e roupa de banho. Lembre-se que você vai precisar tomar uma ducha depois de entrar no Mar Morto, já que é impossível ficar com tanto sal no corpo.

Outro item indispensável é uma boa câmera à prova d’água. Caso você não tenha uma proteção adequada para a sua câmera ou smartphone, uma alternativa ideal para essas situações é a GoPro.


Leia também: Equipamentos fotográficos para viagem: nossas melhores recomendações


Cuidados ao entrar no Mar Morto

Um dos cuidados mais importantes é entrar na água com cuidado e lentamente. Nadar, por exemplo, não é uma boa ideia. Mas por que não se pode nadar no Mar Morto? 

Pelo fato de a composição da água do Mar Morto ser tão peculiar, ela pode agredir algumas partes mais sensíveis do nosso corpo. Molhar os olhos pode ser super perigoso, assim como beber a água ou deixar que a água entre pelo nariz. 

boiar no mar morto
É possível boiar no Mar Morto até de barriga pra baixo! rs

Por isso, entre calmamente no mar e não jogue água nas pessoas ao redor. Entre apenas até a cintura e deite-se devagar. Rapidamente você vai sentir como é fácil boiar!

O tempo para ficar dentro do mar também não pode ser muito longo. O indicado é que se fique no máximo 15 minutos lá dentro. Em geral, as pessoas ficam bem menos do que isso, porque a sensação do sal na pele costuma causar bastante incômodo.

Todas essas recomendações são sempre lembradas pelos guias e hotéis e há sinalização em vários pontos das praias para orientar os turistas desavisados, mas não custa avisar aqui para você já ir preparado, né?


Melhor época para visitar o Mar Morto da Jordânia

O Mar Morto fica entre a Jordânia e Israel, uma região conhecida pelo clima desértico. O ideal é sempre evitar os meses de temperatura mais extrema. No caso do verão (de junho a setembro), o calor e o sol escaldante podem ser desconfortáveis em um lugar tão seco. Evite principalmente o mês de julho, se não quiser sofrer demais de calor e com o sol forte.

O inverno também é uma época não muito convidativa, já que entrar no mar num dia frio nunca parece uma ideia tão boa. Assim, a melhor época para visitar o Mar Morto são os meses de primavera e outono, que são estações intermediárias. Março, abril, maio, setembro, outubro e novembro são meses em que o clima é mais ameno e melhor para fazer o passeio.


Leia também: Wadi Rum: como foi acampar com os beduínos na Jordânia


Onde fica o Mar Morto na Jordânia?

Como expliquei ali em cima, o Mar Morto não é um mar, mas um lago. Ele fica banha Israel, a Jordânia e a Cisjordânia. No entanto, como o território da Cisjordânia é local de conflitos constantes por conta de disputa pelo território, os locais de turismo se concentram mais ao sul de Israel e no lado jordaniano. 

estradas da Jordânia
As estradas na Jordânia são bem sinalizadas e tranquilas para estrangeiros.

Como chegar no Mar Morto da Jordânia

Muito se fala da proximidade de Jerusalém até o Mar Morto, já que a distância é de pouco mais de 50 quilômetros da capital israelense até lá. No entanto, saindo de Amã, o percurso também é bem razoável para se fazer de carro: são mais ou menos 70 quilômetros de distância e a estrada é boa e super bonita em vários pontos.

De carro

Para ir ao Mar Morto no lado da Jordânia, o melhor modo é alugar um carro. Há quem faça um bate e volta da capital, mas para aproveitar melhor a região, o ideal é se hospedar por lá e aproveitar para conhecer outras atrações próximas. Eu aluguei pelo site da RentCars e achei super prático. Pude pagar aqui do Brasil (ou seja, não paguei a taxa do IOF) e ainda pude parcelar, o que foi uma mão na roda.

Uma diária em um carro econômico custa, em média, R$220. 


Faça aqui sua reserva pelo RentCars.


Em um tour privado

Outra maneira de conhecer o Mar Morto, que pode ser bem mais prática e confortável, é contratando um tour guiado saindo de Amã pelo GetYourGuide. Há várias opções de passeios, com outras atrações incluídas ou apenas bate e volta. 

Os valores dos tours variam entre U$50 e U$100. Veja todas as opções aqui.

De táxi

Além disso, há muitos turistas que preferem pegar um táxi de Amã até o Mar Morto. As corridas ficam na faixa dos 30 dólares. Outra opção, que é muito mais econômica, é ir de ônibus até Rame e depois pegar um táxi de Rame até Amman Beach. Os ônibus partem de Mujaharin e custam JOD 1 (cerca de U$1,40).


Onde visitar o Mar Morto da Jordânia

Para conhecer o Mar Morto, você pode ir em áreas públicas, clubes ou áreas reservadas de hotéis que oferecem serviços bem completos. É possível aproveitar os hotéis se hospedando neles ou pagando uma taxa por dia para utilizar as facilidades dos resorts, como chuveiros e restaurantes. 

Amman Beach Jordânia
O Amman Beach é um clube com acesso ao Mar Morto que conta com excelente infraestrutura.

Área Pública

Essa opção é de graça, contudo não é a que recomendo. Por não conhecer tão bem os costumes do país e não ter conhecimento aprofundado da questão da segurança no país, eu não me senti segura de apenas parar o carro e descer até o Mar Morto. Além disso, não há infraestrutura, como chuveiros e, após o banho de mar tão salgado, uma ducha de água doce é fundamental. 

É bom saber: caso você opte por um desses pontos de acesso gratuito, as mulheres devem se banhar vestidas.

Clubes privados

Amman Beach é a melhor opção para você visitar o Mar Morto da Jordânia, caso não queira se hospedar por lá. Para entrar, paga-se JOD 20 para ter acesso a todas as comodidades do clube: banheiros com chuveiro, locker, piscina, restaurante, espreguiçadeiras, barracas e lojinha. A infraestrutura é excelente e mais adaptada para o turistas, embora muita gente da própria Jordânia frequente. 

Como não tínhamos muito tempo para ficar na região, essa foi a nossa escolha, mas eu bem que teria curtido ficar uma ou duas noites em um resort com spa.

Resorts e Hotéis 

Se você optar por se hospedar em um dos resorts ou hotéis às margens do Mar Morto na Jordânia, aqui estão algumas sugestões para você escolher.

Para quem quer desembolsar um pouco mais e ter uma experiência de tirar o fôlego o Kempinksi Hotel é um resort cinco estrelas pra ninguém achar defeito. Com praia privativa e spa, o hotel tem uma área incrível com nove piscinas e restaurantes variados. Os quartos são luxuosos, rodeados de palmeiras e esculpidos em pedra. Uma diária para duas pessoas custa R$1200.

Duas opções muito boas com preços mais em conta são o Mövenpick Resort Dead Sea e o Hilton Dead Sea Resort. O padrão de qualidade de ambas as rede de hotéis é muito bom e o serviço oferecido costuma ser muito bem avaliado entre os turistas. As diárias de uma acomodação para um casal sai por uma média de R$600 por dia.


Passeios imperdíveis na região do Mar Morto da Jordânia

Se você pretende ficar mais de um dia no Mar Morto, que tal incluir no seu roteiro alguns passeios diferentes? A região tem outras ótimas atrações e pontos de interesse para você explorar e você consegue chegar até eles em poucas horas de carro. 

Onde fica o Mar Morto
Você sabia que o Mar Morto é na verdade um lago?

Aqui abaixo listei três dos melhores passeios na região do Mar Morto da Jordânia!

Wadi Mujib

A região do Mar Morto é a mais baixa do planeta, a cerca de 430 metros abaixo do nível do mar. Por lá, você pode visitar Wadi Mujib, a reserva natural com menor altitude em todo o mundo.

O local é perfeito para quem curte aventura, pois o belíssimo cânion tem quatro trilhas principais, sendo que algumas incluem mergulhos e trechos pela correnteza – tudo com um visual lindo demais!

Rio Jordão

Outro passeio bem famoso pela região do Mar Morto na Jordânia é a visita ao local onde Jesus teria sido batizado no Rio Jordão. Mesmo para quem não é muito fã de turismo religioso, a visita é super legal, já que a trilha passa pelo local de batismo e pelas ruínas de algumas igrejas, incluindo a de São João Batista. 

Um ponto legal do passeio é onde se pode ver o lado israelense, já que o rio divide os dois países. De lá, você consegue observar as pessoas indo às margens do rio para pegar a água considerada sagrada. 

Karak

Um pouquinho mais distante, mas também bem fácil de chegar de carro, Karak é o maior e mais bem preservado castelo da Jordânia. Como o monumento tem uma riquíssima história, o ideal é que se faça esse passeio com um guia para saber melhor a história do local.

A construção data da época das Cruzadas, em 1110 a.C., A visita inclui não apenas os espaços no castelo, com verdadeiros labirintos, mas também o visual lá do alto da colina onde fica o monumento. 


Leia também: Visto Jordânia: como tirar o visto de turismo para a Jordânia


Minha experiência no Mar Morto

Eu estava super ansiosa para fazer a flutuação no Mar Morto e conferir de perto se realmente era possível boiar como eu via nas fotos. A experiência conseguiu ser ainda mais surpreendente do que eu esperava e eu gostaria que fosse possível ficar mais do que 15 minutos dentro d’água para brincar de flutuar na água salgadíssima do lago.

Antes de ir embora, resolvi tomar banho de lama com o Jean! Foi bem divertido me sujar inteira com uma lama preta, apesar de eu não acreditar que a lama realmente faz bem pra pele. E diga-se de passagem: essa lama nem é própria do local. Eles trazem de outro lugar para que os banhistas possam se divertir (e gastar um pouquinho de dinheiro com isso! rs).

Como não tínhamos muito tempo para ficar na região, optamos pela Amman Beach, mas eu bem que teria curtido ficar uma ou duas noites em um resort com spa! De todo modo, o dayuse desse clube acabou sendo uma excelente opção!

Depois de curtir um pouquinho a praia, pudemos dar um mergulho na piscina, tomar um bom banho pra tirar o sal da pele e ainda curtir a estrutura do clube. Ficamos lá por cerca de 4 horas e valeu super a pena!

Experiência imperdível no Mar Morto: banho de lama
Experiência imperdível no Mar Morto: banho de lama

Dica extra: seguro viagem internacional

Sempre que viajamos para um lugar mais distante, com costumes, passeios e comidas um pouco diferentes do que estamos acostumados, um seguro de viagem é super importante. No caso do Mar Morto, por exemplo, é um passeio divertido, mas delicado e que requer cuidado por conta da alta concentração de sal e outros componentes. 

Além disso, contar com um seguro ajuda não só em casos de acidentes ou doenças, mas também em caso de extravio de mala. No caso de um destino tão distante quanto a Jordânia, pode ajudar a poupar muita dor de cabeça em caso de algum problema durante a viagem. Claro que nem sempre acontece (e a gente sempre espera não precisar!), mas é sempre uma boa precaução.

Vale saber: embora a Jordânia exija visto para a entrada de turistas, não há obrigatoriedade de seguro de viagem para quem chega ao país. No entanto, a gente sempre recomenda nos preparativos de qualquer viagem internacional, já que é uma segurança saber a quem recorrer quando se está em território estrangeiro.

Na hora de buscar o melhor seguro viagem nossa recomendação é o site Seguros Promo. Nele você consegue procurar os preços mais em conta e a cobertura que melhor atende às suas necessidades. E uma dica melhor ainda: inserindo o código MALADEAVENTURAS você ganha 5% de desconto!


Seguro Viagem: Oriente Médio
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 22/dia*
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*

Pronto para explorar o Mar Morto da Jordânia?

Agora que você chegou até aqui, me conta: vale ou não a pena flutuar no Mar Morto? Eu achei que valeu muito a pena essa experiência!

Além de ter riscado da minha lista um dos lugares mais conhecidos do mundo, a experiência de flutuar com tanta facilidade também foi super divertida. Com todos os cuidados necessários, essa foi uma ótima forma de conhecer a região de um jeito diferente e ainda aproveitar para relaxar um pouco.


E se você vai ao Mar Morto e pretende dar um pulo em Petra ou esticar até Israel ou Egito, também vale a pena conferir os posts abaixo:

Petra (Jordânia): como chegar, onde ficar e o que fazer na Cidade Rosa

Roteiro Israel: o melhor GUIA para montar o seu roteiro

Roteiro Egito: o melhor GUIA para montar o seu roteiro


 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.