Nova York coberta de neve

Nova York no inverno: dicas para aproveitar a cidade mesmo no frio!

Que tal descobrir como aproveitar o máximo Nova York durante o inverno? O segredo é se programar bem: desde uma mala bem feita com roupas adequadas, até mesmo já ter em mente um roteiro do que fazer durante os dias gelados. Para mostrar como a cidade que não dorme nunca pode ser um destino e tanto mesmo no frio, reunimos aqui algumas boas dicas do que levar na bagagem, como se locomover e os melhores passeios em Nova York no inverno.

A gente sabe que a alta temporada é sempre o período que todos procuram, cheio de boas ofertas de atividades nos destinos, certo? Em vários destinos, a alta temporada coincide com as férias de verão, e Nova York não foge à regra.

No entanto, o inverno nova iorquino vai fazer você repensar sobre as diversas vantagens de uma viagem para a Big Apple fora do burburinho. Acredite: visitar a cidade no frio pode ser uma super experiência! Além de conseguir bons preços, Nova York é a cidade que não pára, né? Por isso, embora não seja exatamente a época que os locais mais amam, porque o frio é muito rigoroso, não faltam opções de programas para fazer por lá.

Veja também: Nova York em 10 dias

Como é o clima em Nova York no inverno

Pensa em uma sensação de frio muito frio! Pensou? Nova York é mais ou menos isso! Para os friorentos, é preciso ir bem preparado. Para se ter uma ideia, durante os meses de inverno (dezembro, janeiro e fevereiro), as temperaturas mais altas ficam em torno de 7ºC.

Em geral, os termômetros costumam beirar 0ºC nos dias mais quentes. Nos mais frios, prepare-se para os graus negativos, podendo chegar inclusive a -15ºC, por exemplo.

Brooklyn no inverno
Dias frios e ensolarados, com grande possibilidade de neve

Normalmente esses dias acontecem no período de frio mais intenso, que costuma ser em janeiro e fevereiro. No entanto, já final de dezembro é bem comum que aconteçam tempestades de neve. Além disso, a cidade nessa época também é conhecida pelos ventos fortes, o que pode modificar muito a sensação térmica. Num dia de -5ºC, por exemplo, facilmente você pode experimentar a sensação de -15ºC. Mas não se assuste: nossas dicas Nova York no inverno vão fazer com que você curta a cidade sem muito esforço mesmo assim!

E é claro que esse frio varia de ano para ano. Viajei para Nova York em Fevereiro de 2018 e peguei dias liiindos de sol, mas também alguns dias de muita neve! Para nós turistas, isso não é exatamente um problema, não é mesmo? Ficar observando a neve cair é tão mágico!

Como arrumar a mala para Nova York no inverno

Não importa para onde você vai, se o seu destino é um lugar com inverno rigoroso, a dica é sempre investir nas camadas, em um bom casaco mais pesado e em um calçado de solado grosso e resistente. Com esses três elementos em mente, não tem como errar.

Roupas para o inverno em Nova York
Look para dias de frio intenso: Camadas + Gorro + luvas e um sapato apropriado

Essa dica das camadas é importante porque no interior de restaurantes, museus e lojas o aquecedor costuma ser bem quente, enquanto do lado de fora é sempre bem frio. Nos programas ao ar livre, um casacão quente garante um passeio mais confortável. Ah! e não esqueça, claro, de luvas, gorros e cachecóis.

A gente recomenda os casacos da North Face, que tem um preço salgado, mas valem o investimento! Se você é daqueles que prefere sair do Brasil já preparado para enfrentar o frio, sugerimos a loja Alta Montanha, onde você encontra boas opções de roupas de inverno!

Dica para quem pretende esperar chegar lá para comprar as roupas: normalmente no final do ano rolam boas promoções em várias lojas. Uma ótima alternativa para comprar roupas térmicas de excelente qualidade a bons preços é a UNIQLO, uma marca japonesa com peças de design bem básicos. Há três lojas em Manhattan, uma na Quinta Avenida, uma no Soho e uma na 34th. É realmente um ótimo custo benefício e vale muito a pena para eventuais viagens futuras para outros destinos com clima de frio igualmente rigoroso.

Veja também: Como arrumar a mala para uma viagem de neve

Como se locomover em Nova York no inverno

Não importa a época que você vá, uma vez em Nova York, opte sempre pelo metrô! Apesar de a cidade ter uma oferta enorme de opções de transporte, como bicicletas, ônibus, táxis e uber, o trânsito por lá não é exatamente uma experiência muito sossegada.


E se você pensa em fazer daytrips saindo de Nova York, nós indicamos o RentCars para aluguel de veículos. O site faz um compilado das melhores locadoras e te oferece sempre um ótimo preço!


No inverno, principalmente nos dias de neve, tudo pode ficar bem caótico. O metrô, além de eficiente, permite que você chegue aos locais sem dificuldade e com caminhadas bem curtas.

Uma dica legal é planejar o seu roteiro dividindo a cidade em regiões. Isso funciona para todas as estações do ano, mas no inverno pode ser uma mão na roda. Por exemplo, não vale a pena deixar para conhecer o Museu e Memorial do 11 de Setembro no mesmo dia que for ao Central Park ou ao MoMA, já que ficam em bairros distantes. Tente planejar observando as atrações que estão próximas umas das outras para aproveitar mais seu tempo pela cidade e não sofrer com o frio andando de um lado para o outro.

A gente sempre recomenda que você baixe o mapa do metrô antes de chegar à cidade. Com ele você já se localiza enquanto faz os passeios e vê quais as melhores linhas e baldeações para fazer. Todas as facilidades você encontra no aplicativo do metrô para iOS e Android.

As informações de tarifas de metrô, ônibus locais e expressos, além dos trajetos de cada linha você pode verificar no site da MTA.

Ter os mapas no celular é super útil, ainda mais se você puder se conectar na internet a hora que quiser, sem depender de Wi-Fi dos estabelcimentos.

Metrô de Nova York
Melhor forma de se locomover em Nova York: Metrô!

Nós indicamos duas opções de chips internacionais: O da EasySim4U e o da Yes Brasil

Compre aqui o seu chip da EasySim4U. Use o cupom MALADEAVENTURAS10 para 10% de desconto.
Compre aqui o seu chip da Yes Brasil. Use o cupom MALADEAVENTURAS para 10% de desconto.


Veja também: EasySim4U ou Yes Brasil: qual é o melhor chip internacional?

Como são os preços em Nova York no inverno

Nova York não é bem uma cidade que chama a atenção por conta de seus bons preços. No entanto, uma das vantagens de ir para lá no inverno pode ser justamente aproveitar uma brecha nas tarifas. Os hotéis, por exemplo, costumam ficar com os valores das diárias bem mais interessantes.

Para se ter uma ideia, uma diária em um hotel nessa época custa pouco mais de R$ 300. Mas não deixe para reservar muito em cima da hora: tente fazer isso mais ou menos três meses antes, quando os preços ainda estão bons. Para o inverno, as tarifas são mais amigas nos meses de janeiro e fevereiro, quando o frio costuma apertar um pouco mais.

Para quem gosta de fazer umas comprinhas, essa época também é ótima, principalmente se você tiver paciência de ir atrás das promoções. Um lembrete importante: a Black Friday é sempre no final de novembro. Se sua viagem está marcada para uma data próxima, pode ser a chance de garantir descontos impressionantes.

Se você vai no final do inverno, é uma ótima pedida para comprar casacos, que ficam muito mais baratos. Outra dica legal é esperar passar o Natal em Nova York, já que os preços caem significativamente para diminuir os estoques.

Onde se hospedar em Nova York no inverno

NYC é uma cidade cheia de inovação, então, se você é do tipo que gosta de uma acomodação bem moderna, vai amar o Yotel.

Ele fica localizado na região de Midtown Manhattan, a apenas dois quarteirões a oeste da Times Square e da estação de ônibus Port Authority.

Você faz seu check-in em computadores no hall de entrada e um robô vem carregar as suas malas. Os quartos são super sofisticados e, claro, bem modernos. A tecnologia está por toda parte.

Veja também: Yotel Nova York: acomodação moderna, acessível e urbana


Agora se você gosta de algo mais charmoso, então vai gostar do Moxy NYC Times Square. Ele também fica localizado na região de Midtown Manhattan, próximo aos principais pontos de interesse.

Os quartos são pequenos, justamente para quem vai passear o dia inteiro mas procura um lugar descolado e por um preço acessível.

O hotel tem cinco opções de restaurante e o café da manhã não está incluído na diária, o que é comum em Nova York.

Veja também: Conheça o Moxy, um hotel descolado próximo da Times Square, em Nova York


O que fazer em Nova York no inverno

Não importa a estação do ano, você nunca irá se entediar em Nova York. Mesmo nos dias de muito frio, a cidade é daqueles destinos que você pode ir quantas vezes quiser que sempre vai ter algo de bom a oferecer.

#1 Museus

Para dias de neve ou chuva muito intensas, um programa que não tem erro é escolher um ou mais museus para conhecer. Um dos mais famosos é o MoMA, The Museum of Modern Art, que abriga coleções fixas e exposições temporárias de arte contemporânea e moderna. Esse é um que talvez a gente considere como um passeio imperdível não importa em que época do ano você vá.

Para os adultos, os ingressos para o MoMA custam 25 dólares. Você pode evitar filas e agendar sua visita adquirindo os bilhetes pelo site. O MoMA abre todos os dias, de 10h30 às 17h30, exceto sextas-feiras, que funciona até as 20h.

Endereço: 11 West 53 Street, Manhattan

Outro museu legal e super conhecido é o Metropolitan Museum of Art, o MET, que é um dos maiores museus do mundo, com arte de até cinco mil anos de existência, além de exibições temporárias. O valor da entrada do Met é igual ao do MoMA: 25 dólares.

Escadaria dentro do Metropolitan Museum of Art
Metropolitan Museum of Art

No Met, o ingresso dá acesso a três dias consecutivos de visitas nas três unidades do museu, incluindo a maior delas, na Quinta Avenida. Aberto todos os dias, o Met funciona de 10h às 17h30 de domingo a quinta-feira. Às sextas e sábados o expediente vai até as 21h.

Endereços: 

#2 Espetáculos e esportes

Famosa pelos seus espetáculos de teatro, a Broadway pode ser um passeio que tem tudo a ver com o inverno, além de ser a cara de Nova York! Além de clássicos conhecidos como o Rei Leão, Aladdin e Wicked, a agenda da atração é recheada de outras ótimas opções de musicais! Aqui você encontra os detalhes de toda a programação e ainda consegue adquirir ingressos para assistir.

Vale a pena também checar a agenda do Madison Square Garden, um complexo de quatro arenas bem no meio da cidade. Lá você consegue assistir a jogos de basquete dos Rangers ou do Knicks e até mesmo shows de grandes artistas.

#3 Programas ao ar livre, parques e rooftops

Um dos programas mais versáteis para se fazer no inverno, por incrível que pareça, é o Central Park. Caso você esteja pela cidade em um dia de muito frio e sol, dar uma volta de bicicleta pelo parque pode ser um passeio e tanto. Ao fim da tarde, a luz fica linda para tirar várias fotos! No entanto, vá com luvas e gorro, porque o vento na bike é de congelar os dedos e orelhas!

Passeio pelo Central Park no inverno
Passeio pelo Central Park

Nova York é um lugar tão sensacional que, caso você dê azar e pegue um dia de muita neve, o programa também está garantido. O Central Park fica incrivelmente lindo coberto com a neve branquinha.

Caso você vá em dezembro, andar pelas ruas mais movimentadas também é um passeio e tanto. Isso porque a decoração natalina nos principais pontos turísticos é exatamente como vemos nos filmes! Tudo super iluminado, o que dá um clima mágico à cidade.

Outra opção para quem vai perto do Natal são as feirinhas e mercados natalinos, que vendem artigos como roupas, presentes, itens de decoração e, claro, comidas super gostosas. A mais famosa é a Union Square, mas há outras legais, como a do Bryant Park e a que fica a oeste do Central Park, na 59th.

A paisagem é lindíssima mesmo no frio. Não deixe de conhecer alguns pontos principais da cidade, como a Brooklyn Bridge e a região de DUMBO, em que mesmo nos dias mais cinzentos o visual da cidade é lindo e as fotos são sempre de impressionar!

Vista debaixo da brooklyn bridge
Brooklyn Bridge

Nova York no inverno: Patinação no gelo

Ah! Ainda no Central Park, uma atividade legal (e que é a cara do inverno americano) pode ser patinar no gelo na famosa pista Wollman Rink. O passeio custa apenas US$3,25. Os horários em que a pista fica aberta também são bem acessíveis: sextas e sábados, de 10h às 23h; domingo, de 10h às 21h; segundas e terças, de 10h às 14h30; quartas, de 10h às 22h.

Outra pista de patinação no gelo que parece cenário de filme e é bem conhecida entre os turistas é a do Rockefeller Center. Os ingressos não são vendidos antecipadamente, mas é possível colocar o nome numa lista para evitar filas longas nos dias de mais movimento, como nos feriados.

As tarifas podem variar: na época de pico, de 14 de dezembro a 01 de janeiro, os ingressos para adultos custam US$33; já de 02 de janeiro a 28 de abril, o valor do acesso cai para US$25. Para ver os horários e fazer agendamentos, basta entrar no site da The Rink of Rockefeller.

Nova York no inverno: Rooftops

E quem disse que só porque é frio não é uma boa subir aos terraços? Ainda no Rockefeller, a vista do Top of The Rock é incrível! Se o dia não estiver encoberto, é possível ver a cidade toda lá do alto. Vale super a pena a visita.

No pôr do sol, os prédios com tom alaranjado ficam uma verdadeira pintura! E mesmo nos dias de frio extremo o passeio dá uma trégua, já que também há uma área fechada. Para ver a cidade do alto dos 70 andares, é preciso desembolsar de US$30 a US$36 dólares.

Embora não seja um terraço, outro visual imperdível da cidade é o do One World Observatory, no One World Trade Center, o imponente arranha-céu espelhado construído próximo ao memorial dedicado às vítimas do atentado terrorista em 2001. Do topo do prédio é possível acompanhar um tour em que se conta a história da cidade, além de ter uma vista de 360 graus. Os ingressos saem a partir de US$34 e podem ser comprados antecipadamente por aqui.

Dica: uma boa ideia é investir no NYC Explorer Pass! Ele oferece até 50% de desconto em diversas atrações da cidade, como os rooftops, museus e passeios de barco.

#4 Bares e restaurantes

Uma cidade tão enorme e cosmopolita quanto Nova York não poderia decepcionar quando o assunto é gastronomia, né? Tudo pode variar muito de acordo com o seu gosto e estilo de viagem. De qualquer forma, é certo que vai ter algo para o seu perfil! De restaurantes, bares e festas mais sofisticadas aos locais mais escondidos e redes de restaurantes de fast food mais conhecidos de lá, como é o caso do Shake Shack e do Five Guys.

Vale, por exemplo, tirar um dia para experimentar um brunch! Nós fomos no Citizens of Chelsea e amamos. Bom que já fica bem perto do High Line e do Chelsea Market, onde há várias lojinhas super descoladas.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Citizens (@citizens.of) on

Endereço: Citizens of Chelsea401 W25TH ST, NEW YORK, NY 10001
Horário de funcionamento: Segunda a sexta das 7h3 às 18h. Finais de semana das 8h às 18h.

Outra dica super charmosa é o The Butcher’s Daughter, restaurante 100% vegetariano, com cardápio majoritariamente vegano. Além de ficar em um ambiente que é uma delícia, a comida não deixa por menos: mesmo quem não é fã de uma dieta vegetariana não tem motivo pra pôr defeito!

Outro que também tem um ótimo cardápio vegano e é um verdadeiro charme é o By Chloe, que serve ótimos lanches. É daqueles lugares que dá vontade de passar o dia lá dentro, entre um café e outro, só observando o movimento.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Ella Jalley (@ella_jalley) on

*Tanto o The Butcher’s Daughter quanto o By Chloe tem em várias localidades então é só dar uma olhadinha no site e ver qual é o mais próximo de onde você estará.

Outra dica que não tem erro é o Bar Pitti, um bar italiano bem descolado no Greenwich Village Não deixe de experimentar a burrata e de pedir uma massa bem gostosa!

Endereço: 268 Sixth Ave., New York., 10014 nr. Bleecker St.

As comidas de rua, mesmo no frio, também valem a pena demais pela experiência. A gente amou a comida do Halal Guys, que fica na esquina da 53rd com a 6ª Avenida.

Quando estivemos em Nova York, ainda conseguimos aproveitar um bar super legal, mas desses que só quem é local consegue indicar. São os chamados “speakeasy bars”. Os bares surgiram em 1920, quando foi proibido o consumo de bebidas. Desde então, embora os bares funcionem normalmente pela cidade, a tradição se mantém. Nós fomos apresentados a um desses bares por um amigo local, em Williamsburg, no Brooklyn. Caso você conheça alguém de lá, vale a pena perguntar e tentar a experiência de ir a um bar nova iorquino como um local.

Dica: Se você não conhece nenhum local para te mostrar a cidade, que tal fazer um tour exatamente assim? Por US$35 você faz um passeio pelos principais pontos de Nova York com um guia local. Veja mais informações aqui.

Seguro viagem para Nova York no inverno

Nós sempre reforçamos que é fundamental contratar um bom seguro e isso é ainda mais importante no inverno. O frio que você irá passar em Nova York é muito rigoroso e nosso corpo nem sempre está preparado para isso. Além disso, o seguro viagem ainda te dá suporte caso você tenha a mala extraviada e em casos de perda de documentos.


Nós sempre fechamos nosso seguro viagem pelo site da Seguros Promo. Basta colocar as datas da sua viagem e escolher uma das opções. Utilize o código MALADEAVENTURAS para ganhar 5% de desconto!


Dicas de e-books para conhecer tudo sobre Nova York!

Para te ajudar a planejar seus roteiros por Nova York nós sugerimos dois e-books suuuper recheados de informações. O primeiro deles é o: Nova York ecônomica, um guia com várias sugestões de passeios gratuitos e dicas para economizar na viagem. Tem também o Nova York em quatro estações, que conta tudo sobre o clima, o que colocar na mala e passeios imperdíveis de cada época.


E ai, nossas dicas te inspiraram a visitar Nova York no inverno? A cidade fica encantadora, né? Se tiver mais sugestões é só deixar aqui nos comentários =)


Se você pretende estender a sua viagem pelos Estados Unidos, pode gostar de ver: 

São Francisco em 48 horas: o que fazer na cidade em dois dias

Quanto custa uma viagem para a Califórnia

5 lugares para conhecer de carro em Los Angeles

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.