Nova York para iniciantes: dicas essenciais para planejar a sua viagem

Nova York é um dos destinos mais clássicos nos Estados Unidos, é o tipo de cidade que merece estar na lista de qualquer pessoa que ama viajar. Uma cidade com tanta variedade de atrações, passeios, lojas e restaurantes é perfeita para ir com os amigos, em casal, em família ou até mesmo sozinho.

Para te ajudar a planejar a sua primeira viagem para lá, nós preparamos esse guia de Nova York para iniciantes, com dicas de como tirar o visto, quais os melhores passeios, onde se hospedar, como se locomover na cidade e uma listinha de quanto em média você irá gastar para visitar a Big Apple.

Veja também: Roteiro de 10 dias em Nova York 


Nova York para iniciantes: Visto americano

De toda a fase de preparação para viajar para os Estados Unidos, o visto é uma das mais chatinhas. Embora já tenha sido muito pior, a burocracia ainda existe e é sempre uma parte que ninguém gosta de fazer.

É super importante começar a preparar a documentação e dar entrada no pedido do visto com antecedência porque eventualmente o processo todo pode demorar até três meses. Se puder fazer com mais ou menos seis meses de antecedência, é melhor para evitar dor de cabeça. A parte boa é que o visto normalmente tem duração de até 10 anos.

Para solicitar, é preciso ter passaporte com validade de pelo menos seis meses, preencher o formulário DS-160, pagar a taxa de US$160 e separar alguns documentos que comprovem seu vínculo com o Brasil, como contrato ou carteira de trabalho, comprovante de residência, matrícula em escola/universidade etc.

Uma vez preenchido o formulário e tendo pago a taxa, é preciso agendar uma entrevista no consulado dos Estados Unidos da sua cidade.

Vale saber:

  • O processo da entrevista para visto de turismo é bem simples e rápido.
  • Caso você viaje em família, uma única entrevista deve ser marcada para todos os membros (o pagamento das taxas é individual, no entanto).
  • Boa parte das dúvidas sobre esse processo tem respostas no site do consulado americano. Lá mesmo você também encontra o formulário que deve ser preenchido.
  • Um excelente passo a passo de todo o processo de solicitação de visto e dicas sobre o preenchimento do formulário estão no blog Guia Mundo Afora.
Movimento de pessoas na Grand Central Station
Grand Central Station


Nova York para iniciantes: Passagem aérea

Saindo do Rio de Janeiro, há voos diretos partindo do Aeroporto Internacional do Galeão (GIG) com destino ao Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK). Normalmente a duração dos voos GIG-JFK demoram cerca de 10 horas.

Há também dois outros aeroportos em Nova York, o Aeroporto de La Guardia (LGA) e o Aeroporto Internacional de Newark (EWR). Na hora de fazer a compra de sua passagem aérea, você pode buscar por estas três opções.

Saindo de São Paulo, boa parte dos voos decolam do Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU) com destino ao JFK e duram praticamente as mesmas 10 horas.


Nós sempre pesquisamos nossas passagens pelo site da Passagens Promo. Ele é super fácil de mexer, é confiável e ainda tem uns descontinhos ótimos.


Uma passagem pela American Airlines, por exemplo, sai em média a R$2500 em tarifas normais. Nos meses de verão por lá (durante as férias de verão do hemisfério norte), esse valor pode ficar ainda mais alto, superando os 3 mil reais e indo até 4 mil reais.

Contudo, já vimos tarifas com valores inferiores a R$1500. Ou seja, se você tem flexibilidade de datas, pode economizar bastante para fazer sua tão sonhada primeira viagem a Nova York!

Dica: Para acompanhar as promoções de passagens aéreas e encontrar preços incríveis nós indicamos dar uma olhada no Melhores Destinos e no Passagens Imperdíveis. Também vale a pena conferir o curso online da Ana Stier sobre como comprar passagens aéreas baratas. Dá pra economizar uma boa grana com as aulas dela

Como ir do aeroporto JFK para Manhattan

Para quem sai do Brasil em voos diretos, o aeroporto que serve Nova York é o Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK), que fica na região do Queens, a 25 quilômetros do coração da cidade.

O metrô, apesar de ser muito eficiente, não é exatamente cômodo para quem carrega malas e eventualmente vai precisar caminhar um pouco. Já os táxis, que costumam ser mais práticos, também podem custar caro e os motoristas nem sempre são muito simpáticos. Apesar desse começo não muito otimista, fique tranquilo porque é tudo bem viável!

Táxi: Você pode pegar o táxi na saída de qualquer um dos terminais. Do JFK a qualquer ponto de Manhattan é cobrada uma tarifa fixa, conhecida como flat fare, no valor de US$52.

Além da tarifa, dependendo do trajeto são cobrados US$5 do pedágio. A gorjeta, algo clássico em todos os serviços de Nova York, deve ser de pelo menos 15% em cima do valor final.

Táxis na rua em Nova York
Táxis amarelos, um clássico de Nova York!

Vale saber: não há cobrança por bagagem transportada! E o trajeto do aeroporto a Manhattan de táxi leva pelo menos cerca de 45 minutos, caso o trânsito esteja bom.

AirTrain: É possível chegar ao centro de AirTrain e trem (LIRR). O AirTrain é um serviço gratuito do aeroporto que conecta todos os terminais. Por US$5 você pode pegar o Long Island Rail Road (LIRR), serviço de trem que leva a Manhattan de modo mais rápido (cerca de 20 minutos). Ao descer do AirTrain na estação Jamaica, você pega o LIRR em direção à Penn Station. Os horários de partida saindo da estação Jamaica estão no site da MTA.

O AirTrain também te leva a quatro linhas de metrô. Basta comprar um MetroCard (o bilhete do metrô do qual falaremos mais pra frente de novo) e ver qual das linhas te atende, dependendo do local onde esteja o hotel em que você vai se hospedar. Boa parte dos bons hotéis ficam de Soho para cima. Neste caso, opte pela linha E.

Ônibus: Há também outras duas opções. Tem os ônibus NYC Airporter, da concessionária de transportes de ônibus, que fazem o serviço por US$19. O trajeto de ônibus demora pelo menos 90 minutos, e o serviço funciona de 11h às 19h, com saídas de hora em hora. O destino final é a Grand Central Station.

Vans: Além do ônibus, há a possibilidade de ir de van. As companhias ficam na saída dos terminais, então basta você procurá-las assim que sair do aeroporto. O serviço costuma sair na faixa de Us$20, e algumas das empresas mais conhecidas são a Super Shuttle e a Go Airport.

A facilidade do serviço de van é que você só entra no veículo e eles te deixam bem na porta do hotel. Para quem vai com malas muito volumosas e pesadas, pode ser interessante para poupar de ter que subir escadas de metrô ou caminhar muitas quadras carregando a bagagem.

Demais aeroportos:

Para quem não chega pelo JFK, mas pelo La Guardia (a 15 quilômetros do centro) ou Newark (a 26 quilômetros do centro), as empresas de van também fazem transporte saindo de lá. No caso desses aeroportos, o trem ou metrô não atendem. Nesse caso, há serviços de ônibus como os da Newark Airport Express ou, no caso do La Guardia, o Metrobus (ônibus comum).


Nova York para iniciantes: Transporte

O transporte em Nova York, tanto para turistas quanto para moradores, é quase uma unanimidade: opte sempre pelo metrô! Se você andar pela cidade, vai perceber que os sons das buzinas dos carros é constante, o que diz muito sobre como funciona o trânsito, não é mesmo?

Se essa é a sua primeira vez em Nova York, é bom partir do princípio de que os principais pontos turísticos e restaurantes para conhecer ficam em Manhattan ou no Brooklyn. Nesses locais, o metrô serve muito bem e deixam super próximo da maior parte deles. Para se ter uma ideia, são 468 estações, que operam em Manhattan, no Brooklyn, no Queens e no Bronx. Um ponto super positivo é que o metrô funciona 24h todos os dias.

Metrô de Nova York
Melhor forma de se locomover em Nova York: Metrô!

Para entender como o metrô funciona, lembre-se que os trens andam sempre em dois sentidos: uptown (Bronx ou Queens) ou Downtown (Brooklyn). Como as ruas são numeradas, basta saber em que altura você está e verificar qual o número da rua do ponto ao qual você pretende chegar. Assim, saberá em qual sentido deverá tomar o trem.

Uma boa dica para se ambientar com o metrô e se localizar lá enquanto faz os passeios é baixar no celular o aplicativo do metrô, disponível gratuitamente para Android e iOS.

Como comprar seu MetroCard

Os bilhetes podem variar de preço. Se comprado avulso, o ticket custa US$3. No entanto, é possível comprar o Pay-Per-Ride MetroCard nas máquinas de autoautendimento ou nas bilheterias e desembolsar US$2,75 por viagem no metrô ou nos ônibus locais.

O MetroCard pode ser comprado de US$5,50 a US$80 e pode ser recarregado sempre que você precisar. Nestas recargas a partir de US$5,50 você ainda ganha 5% de bônus no cartão, ou seja, se fizer um crédito de US$10, ficará com US$10,50 disponíveis para usar no transporte.

Dependendo do tempo que você for ficar na cidade e do quanto pretende usar o metrô, uma opção que vale a pena é o 7-day Unlimited Ride. Este cartão permite que você circule ilimitadamente de metrô ou ônibus local durante esse período e pode ser comprado por US$32. Há também a opção para 30 dias, que custa US$121.

Além disso, caso você precise fazer baldeação e pegar um ônibus, essa integração só pode ser feita usando o cartão. Uma outra informação importante é que a baldeação só pode ser feita no intervalo de 2h.

As informações de tarifas de metrô, ônibus locais e expressos, além dos trajetos de cada linha você pode verificar no site da MTA.

Uber ou Lyft

Muito conhecido ao redor do mundo, o serviço de carros por aplicativos também pode ser uma opção para se locomover por Nova York. Dois dos mais populares são o Uber e o Lyft.

Se você já tem o Uber no celular não se preocupe, é só usar a mesma conta para solicitar as corridas lá, só fique atento na hora do pagamento, pois caso opte pelo cartão precisa lembrar que irá pagar IOF por ser um gasto em moeda estrangeira.

Ambos oferecem basicamente o mesmo serviço mas o Lyft costuma ser um pouco mais em conta.

Você pode fazer o dowload deles gratuitamente:
– Uber: iOS e Android
– Lyft: iOS e Android


Nova York para iniciantes: Gastos na viagem

Nesse caso, tudo vai depender de quanto tempo você pretende ficar por lá e do seu estilo de viagem. É preciso lembrar que Nova York não é exatamente uma cidade muito barata. Por exemplo, para todas as transações feitas em Manhattan vem embutido no valor final uma taxa de 8,875%, um imposto sobre o valor do produto. Outro gasto que acaba pesando no bolso é em relação à hospedagem.

Parque em Nova York
Embora não seja uma viagem barata, Nova York é especial e merece uma visita!

Transporte em Nova York

Há certos gastos que também são essenciais. Deste modo, no transporte, por exemplo, o cartão MetroCard ilimitado válido por uma semana sai por US$32. Do mesmo modo, é muito importante ter o chip de acesso ao pacote de dados de internet, que gira em torno de US$37.

Passagem aérea para Nova York

A passagem também pode variar o preço, dependendo do tempo de antecedência que você comprar e a época na qual você pretende ir. De todo modo, se prepare para gastar algo entre R$2500 e R$4.000.

Alimentação em Nova York

A alimentação também é importante estar nos planos. Um café da manhã pode variar entre US$10 e US$20. Já o almoço, entre U$15 e U$35. O jantar é sempre a refeição mais cara: sai de U$19 a U$38 dólares. Se essa é a sua primeira vez em Nova York, lembre-se de deixar gorjeta nos restaurantes. Em geral, a recomendação é algo na faixa dos 15% em cima do valor total pago pelo serviço.

Passeios em Nova York

Embora a cidade ofereça muitos passeios gratuitos, em uma viagem é sempre bom reservar uma parte do orçamento para essa categoria. Por exemplo, para subir até o Top of The Rock é preciso pagar pelo menos US$30. Outras atrações famosas, como o terraço do Empire State Building, a Estátua da Liberdade, o American Museum of Natural History, o Metropolitan Museum of Art e o Museum of Modern Art (MoMA) também são pagos. Todos na faixa de 20 a 30 dólares.

Para quem vai ficar mais tempo e quer muito fazer os passeios pagos, como tour pelos museus, uma alternativa é comprar o New York City Pass, que permite conhecer até seis atrações por um preço bem mais em conta. Para adultos, o bilhete custa US$126 dólares. Para jovens até 17 anos, US$104.

Seguro viagem para Nova York

É muito importante também ir com seguro viagem. Como os Estados Unidos não possuem serviço de assistência médica pública, é muito arriscado ir para lá sem seguro. Caso aconteça alguma coisa, os valores dos atendimentos médicos são exorbitantes. Quando fomos para lá, contratamos o serviço da Seguros Promo e foi tudo bem tranquilo. Você encontra seguros a partir de R$85 para uma viagem de sete dias.


Contrate por aqui o seu seguro com a Seguros Promo e utilize o código MALADEAVENTURAS para ganhar 5% de desconto!



Nova York para iniciantes: Onde se hospedar

A hospedagem certamente vai ser o gasto mais alto da sua viagem, principalmente se tratando de Nova York – Manhattan então…- em que os valores dos imóveis, dos aluguéis e hotéis é conhecido pelos altos preços. Mas isso também pode variar de acordo com o seu estilo. Alugar um apartamento no Airbnb não sai por menos de R$300 a diária. Já uma diária de hotel pode variar de R$350 a R$1500. Os albergues, sempre opções mais em conta, ficam na faixa de R$260 a R$960 por dia.


Faça aqui sua reserva pelo Airbnb e ganhe até R$130 em créditos


Melhor local para se hospedar em uma primeira viagem à Nova York

Como os preços variam muito, o ideal é pesquisar com calma. Porém, para facilitar a sua vida vou indicar o melhor local para você ficar em uma primeira viagem à Nova York: próximo da Times Square. Ficar nessa região é unanimidade entre os turistas e realmente é bem prático, pois há diversas estações de metrô próximas, além de uma grande variedade de atrações turísticas, além de bares e restaurantes.

Na hora que você for fazer sua busca, procure ficar entre a Quinta (5th Ave) e a Décima Avenida (10th Ave) e entre as ruas W 36th St. e a W 56th St. E dê preferência para aqueles hotéis que tem metrô próximo.

Indico aqui dois hotéis que nos hospedamos e achamos um ótimo custo x benefício! Eles ficam muito bem localizados, especialmente para você que é marinheiro de primeira viagem em Nova York!

Um dele é o Yotel, que fica localizado na região de Midtown Manhattan, a apenas dois quarteirões a oeste da Times Square e da estação de ônibus Port Authority.

Robôs guardam suas malas
Robôs guardam suas malas no Yotel

Você faz seu check-in em computadores no hall de entrada e um robô vem carregar as suas malas. Os quartos são super sofisticados e, claro, bem modernos. A tecnologia está por toda parte.

Confira como foi a nossa experiência: Yotel Nova York: acomodação moderna, acessível e urbana


Agora se você procura algo mais charmosinho então vai gostar do Moxy NYC Times Square. Ele também fica localizado na região de Midtown Manhattan, próximo aos principais pontos de interesse, bem pertinho da Times Square.

Os quartos são pequenos, justamente para quem vai passear o dia inteiro mas procura um lugar descolado e por um preço acessível.

O hotel tem cinco opções de restaurante e o café da manhã não está incluído na diária, o que é comum em Nova York.

Confira como foi a nossa experiência: Conheça o Moxy, um hotel descolado próximo da Times Square, em Nova York


Nova York para iniciantes: passeios imperdíveis

Nova York oferece atividades para todos os gostos, mas algumas nós consideramos imperdíveis para quem vai visitar Nova York pela primeira vez. Passear no Central Park e ir à Times Square a noite são passeios clássicos e que, com certeza, devem entrar em seu roteiro! E o melhor, ambos são gratuitos.

Assistir um espetáculo na Broadway e visitar o Museu e Memorial do 11 de Setembro também não podem ficar de fora de sua viagem. E caso você tenha alguns dias a mais, que tal sair de Manhattan e visitar o Brooklyn?

Vista da brooklyn Bridge
Caminhar pela cidade já é um passeio incrível!

Para quem gosta de um passeio mais alternativo, sobrevoar Nova York de helicóptero é uma aventura e tanto! Nós fizemos esse passeio com a FlyNyon e foi simplesmente incrível. Você fica de queixo caído com como a cidade é bonita e cheia de vida, mesmo vista do alto.

Estátua da Liberdade vista do alto
Avistamos a Estátua da Liberdade durante o voo de helicóptero


Nova York para iniciantes: Internet e Wi-Fi

Apesar de ser uma grande metrópole, não existe wi-fi a cada esquina. Os wi-fis dentro dos hotéis são sempre rápidos e atendem a necessidade de qualquer hóspede. Mas precisar de internet nas ruas, restaurantes e cafés pode não ser tarefa fácil.

Nós sempre recomendamos ter internet nas viagens. O acesso pode te facilitar demais na hora de se localizar, especialmente se for sua primeira vez em Nova York. Andar pelo metrô, ver as melhores linhas para seu trajeto e andar pela cidade se tornam atividades bem mais simples com internet. Isso sem contar a facilidade para postar fotos e stories e se comunicar com a família e amigos, não é?

Foto na estação do metro de Times Squares
Internet ilimitada no celular vai facilitar demais a sua viagem

A gente recomenda sempre o chip da Yes Brasil. Você já sai com ele daqui do Brasil, e aí já chega lá com o celular pronto para usar!


Compre aqui o seu chip da Yes Brasil. Use o cupom MALADEAVENTURAS para 10% de desconto.


Veja também: Chip de Internet Ilimitada nos EUA (+ cupom de desconto!)

Nova York para iniciantes: Recapitulando

Embora seja uma experiência realmente incrível conhecer a Big Apple, é uma viagem para ir com o bolso preparado! Desde a passagem aos serviços mais básicos na cidade, de fato é uma viagem um pouco cara. O ideal é, antes mesmo de estar com tudo fechado, fazer uma estimativa dos gastos a partir do seu estilo de viagem e de quantas diárias teria sua viagem colocando tudo na ponta do lápis.

O fato é que, normalmente, é uma viagem para se gastar entre R$7 mil e R$10 mil por pessoa, incluindo todos os gastos de transporte, alimentação, hospedagem e itens básicos, como visto, seguro e internet.

Veja também: 10 dicas imperdíveis para você juntar dinheiro para viajar


Dicas de e-books para conhecer tudo sobre Nova York!

Para te ajudar a planejar seus roteiros por Nova York nós sugerimos dois e-books suuuper recheados de informações. O primeiro deles é o: Nova York ecônomica, um guia com várias sugestões de passeios gratuitos e dicas para economizar na viagem. Tem também o Nova York em quatro estações, que conta tudo sobre o clima, o que colocar na mala e passeios imperdíveis de cada época.


Agora que você já sabe cada detalhe essencial, já pode começar a preparar a sua viagem para Nova York =)

Você pode gostar de ver também essas outras dicas de viagem:

15 maneiras de viajar o mundo e ser pago para isso

Seguro viagem: 5 razões para você contratar um para a sua viagem

Como utilizar o Pinterest para planejar a sua próxima viagem


 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.