como é o passeio de gôndola em veneza

O que fazer em Veneza: GUIA da cidade + DICAS de passeios

Se você caiu nesse post é porquê provavelmente está com passagem comprada para conhecer um dos países mais charmosos do mundo: a Itália! E é claro que a queridinha e super falada Veneza está na sua lista.

Nesse post você vai ler um guia completo para te ajudar a planejar a sua viagem pra lá: onde fica e como chegar, onde se hospedar e o que fazer em Veneza, com um roteiro de 1, 2 ou 3 dias.

Veneza é apaixonante e me deixou com um gostinho de quero mais! Abaixo você vai ler as minhas dicas e experiências que eu tive por lá, além de outras dicas que eu adoraria ter lido antes da minha viagem.


Veneza

A cidade mais romântica da Itália e uma das mais bonitas do mundo divide opiniões: alguns se apaixonam pelos canais, ruelas e detalhes da cidade e outros acham muito cara, cheia de turistas e nada demais.

No meu caso, fui com uma expectativa alta e Veneza conseguiu superar todas elas. Me encantei pela cidade que é muito diferente de tudo o que eu já havia visto antes.

foto aérea veneza
Foto: @mountain_drone / @brenomadeira

Tem muitos turistas pelas ruas sim e também é cara, mas passar alguns dias por lá é o suficiente para ver de pertinho construções históricas, canais com águas esverdeadas (parece que jogaram tinta!), gôndoleiros pra lá e pra cá e sem falar da gastronomia que é deliciosa.

Espero que esse guia te ajude a decidir o que fazer em Veneza e que essa cidade super charmosa e única supere as suas expectativas também!

Se preferir, vá direto ao tópico, clicando nos links abaixo:


Onde fica e como chegar em Veneza

Veneza é uma cidade construída sobre um grupo de 117 pequenas ilhas, separadas por canais e ligadas por pontes! Toda essa área está numa lagoa do Mar Adriático, chamada de Lagoa de Veneza. Vale ressaltar que a parte turística fica em apenas uma dessas ilhas, e é nessa área onde ficam todos os pontos turísticos.

A região turística, onde estão os principais canais e monumentos históricos, é dividida em 6 bairros: Cannaregio, San Marco, Dorsoduro, Castello, San Polo e Santa Croce. É super viável – e até recomendado – passear por esses bairros a pé.

A cidade está localizada no nordeste da Itália, a 270km de Milão e 526km de Roma, para vocês terem uma ideia.

onde fica veneza
Localização de Veneza

O único meio de locomoção de Veneza são os barcos, que ficam navegando pelos canais estreitos. Carros não entram por lá, e esse é o grande charme dessa cidade: pequenas ruelas, que mais parecem um labirinto, barcos pra lá e pra cá, construções históricas e paisagens curiosas. Uma parte da cidade está listada como Patrimônio Mundial da UNESCO!

Como chegar em Veneza: de avião

Você sabia que tem um aeroporto a 8 kilômetros de Veneza? O Aeroporto Marco Polo é um dos aeroportos internacionais mais movimentados da Itália e recebe vôos de vários país, mas não do Brasil. Para voar para lá, você vai precisar fazer escala em Paris, Lisboa ou Amsterdam. Algumas cia aéreas low coast fazem vôos para lá, como Ryanair e Easyjet.

Se essa for a sua opção para chegar em Veneza, depois de desembarcar no aeroporto você vai precisar se descolar (de táxi ou trem) até a Estação Santa Lucia, que é a porta de entrada da cidade.

Como chegar em Veneza: de trem

Essa é, sem dúvidas, a forma mais prática de viajar pela Europa. O nosso trajeto foi Milão > Veneza de trem, e foi super rápido e barato. Pagamos 20 euros pela passagem.

Descemos na Estação Santa Lucia, que como falei, é a porta de entrada da ilha. Sim, Veneza é uma ilha que não entra carros e tudo é feito de barcos. Vou falar mais sobre isso adiante.

o que fazer em veneza como chegar
A maneira mais prática e barata de chegar em Veneza é de Trem!

Como chegar em Veneza: de carro

Se você está fazendo uma roadtrip pela Itália e já está com o seu carro alugado, deverá dirigir até um dos estacionamentos disponíveis. Sim, você terá que deixar o seu carro estacionado durante os dias que estiver na cidade. Como falei, não entra carros em Veneza!

Encontramos algumas sugestões de estacionamentos, com valores. o Garagem San Marco custa 30€ por dia e o Garagem Autorimessa Comunale custa 23,40€  o dia. Outra opção é encontrar estacionamentos antes de atravessar a Ponte da Liberdade (a ponte que dá acesso à ilha) e pegar um ônibus, que é oferecido pelo estacionamento, até a Estação Santa Lucia.

Se você está pensando em alugar um carro na Itália, indicamos fazer a sua reserva com antecedência pelo site Rent Cars, que tem as melhores tarifas!


Como se locomover em Veneza

Você sabia que é possível andar de uma ponta a outra da cidade de Veneza a pé, em meia hora? A caminhada é linda, passando pelos canais e ruelas charmosas da cidade. A minha dica principal é: vá com calçados confortáveis para caminhar bastante!

A chegada e a saída da cidade, com malas, que pode ser um problema. Afinal, se você estiver com malas pesadas, não vai querer caminhar por meia hora, né? Então aqui vão as dicas de como se locomover em Veneza:


Vaporetto: o “metrô” de Veneza

Assim que você chega na estação Santa Lucia, vai ver uma placa grande escrito Vaporetto. Esse é o metrô aquático de Veneza, que, aliás, é um dos meios de transporte mais caros da Europa. Você paga 7,50€ por pessoa, para distâncias curtas, coisa de 20 minutos no máximo. Esse ingresso único tem validade de 75 minutos.

Essa foi a nossa escolha quando chegamos em Veneza com o nosso mochilão. Pegamos o Vaporetto até a Praça San Marco (um dos principais pontos turísticos, onde está todo o burburinho da cidade) e depois caminhamos mais 10 minutos até o nosso hotel.

Se você for ficar bastante tempo na cidade, pode optar pelos passes de mais dias, ou de dia inteiro, que sai mais em conta.

  • 1 dia: 20€.
  • 2 dias: 30€.
  • 3 dias: 40€.
  • 7 dias: 60€.

Todos esses valores são para fazer quantas viagens você quiser. Então pode ser uma boa ideia para quem vai ficar bastante tempo e quer conhecer diversos cantinhos de Veneza.

vaporetto na itália como se locomover
Essas casinhas amarelas são as estações do Vaporetto!

Táxi Aquático

Uma opção mais confortável e, consequentemente, mais cara, é o táxi aquático. Esse serviço é feito em barcos grandes e mais luxuosos, e você pode fechar um barco para até 10 pessoas – vale a pena se você estiver com um grupo grande!

Para você ter uma ideia de preço, um táxi saindo da Estação de trem Santa Lucia até o centro de Veneza, costuma custar entre 65 e 100 euros, para até 10 pessoas. Se você estiver em casal, por exemplo, terá que pagar o preço cheio, o que acaba não valendo a pena.

Os táxis costumam ficar perto do Vaporetto e também na Piazzale Roma.


Gôndolas

Antigamente as gôndolas eram usadas principalmente como meio de transporte em Veneza, mas hoje são praticamente usadas para fazer passeios turísticos (e bem românticos!) em Veneza.

Não deixe de fazer ao menos um passeio de gôndola em Veneza – a experiência é muitoo legal e romântica. Abaixo vou falar mais sobre o passeio.

gôndolas em veneza
Gôndolas estacionadas ao lado da ponte Rialto!

Para vocês terem uma ideia de valor, o passeio em gôndola compartilhada, com até 6 pessoas, custa em média 33€ por pessoa. Já o passeio em gôndola privada custa em média 120€, para até 6 pessoas. Eu comprei o meu ingresso com antecedência quando fui, e recomendo que você faça o mesmo! Veja aqui as opções de passeios e os valores para comprar antecipado. 

Ps: encontrei uma oferta no Get Your Guide muito boa. Passeio privado, para até 6 pessoas, por 67€! Clica aqui para aproveitar!


Leia também: Roteiro Itália 7 dias: Milão, Veneza, Florença, Siena (+ cidades da Toscana!)


Melhores regiões para se hospedar em Veneza

Pode ter certeza que decidir onde se hospedar em Veneza não vai ser fácil. O ideal é encontrar um hotel bom, confortável, bem localizado e com preço mais em conta, certo? Mas, seguindo essas características, vai ser difícil encontrar preços mais baixos na cidade que é considerada a mais cara da Itália.

Se você quiser ficar no centro de Veneza, onde estão as lojas, restaurantes e principais pontos turísticos, vai ter que investir um pouco a mais em hospedagem. Mas, se você não se importa com o deslocamento e está viajando com a grana curta, opte por ficar nos bairros mais afastados.

Abaixo vamos falar de cada região, quais são as vantagens, desvantagens e opções de hotéis em cada uma.


Mestre: região mais afastada, com hotéis mais em conta

A região de Mestre fica no continente, antes da Ponte da Liberdade, que conecta as ilhas de Veneza. Essa é uma boa opção para quem quer economizar com hospedagem e não se importa de ficar “pra lá e pra cá” – afinal, todos os pontos turísticos e atrações de Veneza estão do outro lado da ponte.

Você pode fazer o trajeto de Mestre até Veneza de trem, chegando na Estação Santa Lucia. A passagem custa 1,50€ por pessoa e dura em torno de 10-12 minutos.

Onde se hospedar em Mestre:

Hotel Venezia Mestre: esse hotel está localizado perto da Estação Venezia Mestre, de onde saem trens diários para a Estação Santa Lucia. O hotel é super moderninho, espaçoso e com decoração bonita.Tem a opção de quartos compartilhados a partir de R$50 a diária por pessoa e também quartos privados, a partir de R$260 a diária para o casal.


Praça San Marco: no burburinho de Veneza

A Praça San Marco é o coração de Veneza! É lá que estão alguns dos principais pontos turísticos, muitos restaurantes e lojas, como as tops Prada, Chanel, Balenciaga e até Zara e H&M. Só de saber que essas lojas estão por lá, já imagina-se que é, realmente, o melhor lugar da cidade.

As famosas máscaras de Veneza, que estão à venda em diversas lojinhas e barraquinhas na rua, na Praça San Marco.

E por isso, pode ser uma tarefa difícil encontrar hotéis mais em conta, principalmente na alta temporada.

Eu fui em Abril de 2019 e por sorte consegui uma ótima hospedagem por lá, apesar do atendimento ter deixado a desejar.

Onde se hospedar perto da Praça San Marco:

Cà La Bricola 2: essa foi a nossa hospedagem na Praça San Marco. Na verdade, não é um hotel, com recepção e serviço de quarto – é um quarto com banheiro, em um prédio bem antigo. Tivemos um problema na hora de fazer check-in, já que não tínhamos recebido nenhum e-mail com as coordenadas, e, chegando no prédio, não conseguimos entrar para entender como pegar a chave do apartamento, já que não tinha recepção, nem nada.

Por sorte, um casal estava saindo do prédio e nos explicou que havia um papel, com um mapa e uma senha, e deveríamos seguir esse mapa para encontrar o nosso quarto. Foi quase uma caça ao tesouro!

Apesar desse problema, achamos o quarto ótimo. Estava novinho, limpo e muuito bem localizado, já que ficava a 200 metros da Praça San Marco. Pagamos R$260 a diária para o casal em abril de 2019. Não sei se foi sorte ou se depende da temporada, mas abrindo o booking agora, as diárias começam em R$500. Vale a pena acompanhar os preços aqui para ver se eles variam!

Hotel Kette: minha prima se hospedou nesse hotel e amou a experiência. Quartos amplos e confortáveis, ótima localização e atendimento! O valor média da diária fica em torno de R$600, vale a pena reservar com antecedência para garantir bons preços!


Cannaregio: próximo da estação de trem Santa Lucia

Se hospedar em Cannaregio é uma boa opção para quem quer estar em Veneza, busca opções mais baratas e não se importa em caminhar 20 minutos para chegar nas principais atrações.

Cannaregio é o segundo maior bairro de Veneza, e o mais povoado. É lá que os locais, na sua grande maioria, moram. Uma vantagem desse bairro é que ele está bem próximo da Estação de trem Santa Lucia, então é bem mais cômodo ao chegar na estação com malas, sem precisar pegar vaporetto e caminhar com peso.

A única desvantagem é que fica mais distante do centro, o que, na verdade, não é um problema, já que as ruas de Veneza são lindas e caminhar os 20 minutos até chegar no burburinho da cidade, já se torna um passeio.

Onde se hospedar em Cannaregio:

Hotel Abbazia: localizado em um mosteiro restaurado, o Hotel Abbazia está a 100 metros da Estação Santa Lucia. Um jardim amplo e aconchegante, com bar, está disponível para os hóspedes. A diária custa em média R$300 e tem café da manhã incluído, o que é raro em Veneza.

Carnival Palace Hotel: uma opção mais boutique e super bem avaliada pelos hóspedes. Também está próximo da Estação Santa Lucia. Os quartos são modernos e alguns contam até com banheira de hidromassagem! A diária custa em média R$800.


Castello: o maior bairro de Veneza

Esse é o maior bairro de Veneza! E, por conta disso, é bom prestar atenção na localização na hora de fazer a sua reserva. Algumas regiões do bairro ficam bem próximas da praça San Marco e de alguns pontos turísticos, mas outras ficam mais afastadas, e por conta disso, você precisará caminhar bastante.

É nesse bairro que fica uma das livrarias mais bonitas do mundo, que eu não tive tempo de conhecer. Mas, fica a dica para você incluir no seu roteiro a Livraria Acqua Alta.

Onde se hospedar em Castello:

Hotel Campiello: esse hotel é um achado no centro de Veneza. Está a 10 minutos a pé da ponte Rialto, tem café da manhã incluído e a diária custa, em média, R$250. Vale a pena reservar com antecedência, pois é bem concorrido!

Hotel Paganelli:  localizado perto da Praça São Marcos e da Ponte dos Suspiros, é outra ótima opção, com ótimas avaliações no Booking. As diárias custam, em média, R$450, mas é um bom investimento para quem quer estar em uma boa localização, com todo o conforto.


Dorsoduro: boa localização, com menos movimento de turistas

Essa região é a mais moderninha de Veneza e fica mais afastada do burburinho, sendo mais silenciosa e tranquila. Apesar de ser um pouco afastada, ainda assim fica perto da praça San Marco, e os hotéis não são tão baratinhos.

o que fazer em veneza
O charme das pontes de Veneza!

Onde se hospedar em Dorsoduro:

Hotel Tiziano: a decoração no estilo veneziano é linda, com uma pegada mais moderna. Quartos amplos e confortáveis! O hotel fica em um prédio do século XV, super bem conservado. As diárias custam a partir de R$700.


O que fazer em Veneza: opções para 1, 2 ou 3 dias de viagem

Veneza é uma cidade linda, cheia de atrações e apaixonante. Fiquei 1 dia e meio por lá e, claro, saí com gostinho de quero mais. Acredito que três dias são o suficiente para você conhecer os principais pontos turísticos, caminhar bastante pelas ruelas e explorar alguns bairros mais afastados.

Abaixo, vou compartilhar com vocês os passeios que eu considero imperdíveis e sugestões de roteiros de 1, 2 ou 3 dias em Veneza.


O que fazer em Veneza em 1 dia

Se você tem apenas um dia em Veneza, sugiro se hospedar na Praça San Marco, para estar bem pertinho dos principais pontos turísticos e do burburinho da cidade, assim, você poderá acordar bem cedinho para ver a cidade vazia pela manhã e poderá jantar em algum dos restaurante charmosos do centrinho, além de contemplar a lua de algum dos canais. Anota aí os passeios imperdíveis para colocar no seu roteiro de 1 dia em Veneza:

  • Basílica de San Marco e a Torre do Campanário, dois pontos turísticos muito importantes e imponentes que ficam na Praça San Marco;
  • Fazer um passeio de gôndola pelos canais de Veneza. O passeio dura, em média, 30 minutos, então não vai ocupar tanto do seu dia e é um passeio clássico, né? É como ir a Paris e não ver a torre Eiffel. Clique aqui para garantir o seu ingresso com antecedência;
  • Ir até a Ponte Rialto contemplar a paisagem do Grande Canal e dar um pulinho no Mercado de Veneza, que fica ao lado;
  • Ir até a Ponte dos Suspiros tirar fotos;
  • Passear nas ruelas próximas da Praça San Marco, onde estão diversas lojas e restaurantes. Andar sem rumo, parando para fotografar as praças e canais charmosos é o melhor passeio para fazer em Veneza!

o que fazer em veneza passeio de gôndolaDurante o passeio de gôndola pelos canais de Veneza!


O que fazer em Veneza em 2 dias

Se você tem dois dias para explorar Veneza, além de fazer os passeios sugeridos aqui em cima, no roteiro de 1 dia, incluir um passeio pelos bairros Dorsoduro e conhecer a Coleção Peggy Guggenheim, a Galeria da Academia e a Basílica de Santa Maria. Depois, uma boa dica é caminhar até o bairro Canareggio para conhecer o Gueto Judeu!

Outra sugestão é fazer, no segundo dia, o bate-volta até as ilhas Murano e Burano (compre aqui o ingresso), ou um passeio mais rápido, de Vaporetto, até a  Ilha San Giorgio Maggio. Vale a pena conhecê-la para ter uma vista de outro ângulo de Veneza e Praça de São Marcos.


O que fazer em Veneza em 3 dias

Em três dias você consegue visitar os principais pontos turísticos com mais calma, passear pelas ruelas e ainda fazer um bate-volta em Murano e Burano. Anota aí as principais dicas para incluir no seu roteiro de 3 dias em Veneza:

  • Visitar a Basílica San Marcosubir os 414 degraus da Torre Campanário para ter uma vista de Veneza do alto;
  • Fazer o passeio de gôndola pelos canais de Veneza;
  • Visitar a Ponte Rialto e a Ponte dos Suspiros;
  • Passear no Mercado Rialto, cheio de frutas, verduras e pescados;
  • Conhecer o Gueto Judeu no bairro Cannaregio;
  • Tirar foto na escada de enciclopédias da Livraria Acqua Alta;
  • Fazer um bate-volta até as ilhas Murano e Burano. Clique aqui para comprar seu ingresso com antecedência!
  • Passear pelas ruelas, conhecendo os bairros charmosos de Veneza.
o que fazer em veneza
É uma delícia passear por Veneza e encontrar ruas e canais charmosos como esse da foto!

O que fazer em Veneza à noite

O cenário muda durante a noite. As ruelas ficam iluminadas, os restaurantes cheios e, se você der sorte, a lua cheia ilumina os canais, deixando a noite ainda mais linda!

A dica de o que fazer em Veneza à noite é simplesmente passear pelas ruelas, observar os canais e encontrar algum bom restaurante para jantar e, porquê não, um gelato de sobremesa? Sorveteria é o que não falta na Itália, né?

Algumas sugestões de restaurantes para jantar em Veneza:

Antica Osteria Ai Tre Leoni: Carbonara maravilhoso e ótimo vinho da casa. Recomendação da minha prima que esteve lá e adorou!

Pasta & Pasta: uma lojinha pequena, com apenas um balcão, servindo as massas em uma caixinha no esquema “to-go”. É uma boa opção para quem está no modo econômico: pede uma massa (que aliás, é deliciosa), compra um vinho no mercado e senta em algum banquinho em frente a um dos canais!

Trattoria San Zulian: escolhemos esse restaurante, que ficava perto do nosso hotel, para jantar. O menu com algumas opções de massa + uma taça de vinho da casa custa 9,90 e estava uma delícia.

o que fazer em veneza restaurante
Menu (bem em conta!) de um restaurante em Veneza

Fiz um vlog mostrando como foi passar 1 dia e meio em Veneza, explorando as ruelas, os canais, os principais pontos turísticos e claro, o passeio de gôndola. Aproveite para se inscrever no canal do Mala de Aventuras no Youtube!


Quando ir a Veneza?

Provavelmente, depois de todas essas dicas, você deve estar se perguntando qual é a melhor época para conhecer Veneza. É muito frio no inverno? Fica fedorenta mesmo no verão?

Inverno (Novembro a Fevereiro): é comum geadas e neve. também é comum acontecerem as inundações, por conta das chuvas!

Verão (Junho a Agosto): é a época que Veneza recebe mais turistas e as ruas ficam lotadas, logo, tudo é mais caro. Dizem que durante o verão a cidade fica com mau cheiro, mas isso é mito. São raras as vezes que isso acontece, e se dá por conta da seca, quando o nível da água abaixa muito e as algas se deterioram, causando o cheiro ruim.

quando ir a veneza
O tempo é bastante instável em Veneza!

Primavera e Outuno: gosto sempre de apostar nas estações intermediárias, que não são nem muito frias, nem muito quentes e é quando a cidade fica mais vazia, fora da alta temporada. Fomos em Abril de 2019 e pegamos temperaturas amenas, entre 15 e 20 graus. O vento frio e a chuva, típicos da cidade, deram um alô, mas o sol também apareceu!

Dica: em Veneza chove bastante, com uma média de 72 dias de chuva por ano! Então, prepara aquele casaco impermeável ou o guarda chuva, mas fica tranquilo: o sol também aparece para deixar a cidade mais linda!


Seguro Viagem na Itália

Não poderia terminar esse artigo sem falar de uma coisa muito importante para qualquer viagem: o Seguro Viagem! Afinal, imprevistos acontecem e a gente não quer ter que desembolsar uma grana em caso de algum acidente, né?

O site da Seguros Promo é o melhor para você fazer a sua compra. Ele compara diversas seguradoras e dá sempre o valor mais em conta.

Outra informação importante é que não pode entrar na Europa sem ter o seu seguro viagem. Então é melhor garantir e evitar perrengues e despesas extras, né?

Veja aqui algumas opções de seguro viagem no site da Seguros Promo.

Seguro Viagem: Europa
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 23/dia*
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 26/dia*

Chip de Internet para usar em Veneza

A última dica e não menos importante é sobre chip de internet para usar durante os dias que você estiver na Itália. Eu comprei o chip da Yes Brasil e AMEI a experiência. A internet era bem rápida, pegava em vários lugares e, se eu tivesse qualquer problema pra usar, era só entrar em contato com a assistência pelo whatsapp.

Eu adoro chegar no meu destino já conectada, então indico muito o site www.viajeconectado.com.br, que vende esse chip da Yes Brasil. Tem que pedir alguns dias antes da viagem, aí você recebe em casa e é só trocar o chip dentro do avião mesmo, pra já chegar conectada.

Ter acesso à internet é muito prático para ver o GPS, conferir horários dos trens, pesquisar restaurantes, postar fotos nas redes sociais e usar livremente o whatsapp. Quebra um super galho!

Veja aqui os planos disponíveis para a Europa. E com o código MALADEAVENTURAS você garante 10% de desconto na sua compra. Aproveite!!


Se quiser saber mais sobre o site, confira o post: O site Viaje Conectado é confiável? É bom? Vale a pena?


Veja também:

O que fazer na Toscana: 12 passeios imperdíveis para incluir no seu roteiro

Roadtrip na Toscana: vale alugar um carro?

Sete cidadezinhas italianas que merecem ser incluídas no roteiro – e San Marino


Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.