O que fazer em Israel: 15 passeios imperdíveis para incluir no seu roteiro

Apesar de pequeno, Israel é um país cheio de passeios imperdíveis! Cada cantinho desse destino reserva surpresas emocionantes a quem visita! E é por isso que não podíamos deixar de indicar aqui dicas de o que fazer em Israel, né? Para sair do óbvio, selecionamos 15 passeios imperdíveis e super diferentes para você enxergar Israel com outros olhos e descobrir lugares, paisagens e cidades surpreendentes!


O que fazer em Israel

Israel vai muito além dos pontos turísticos religiosos. Por lá, você vai ver cidades milenares, uma gastronomia rica em temperos, mercadinhos de rua, passear por desertos, flutuar no mar morto e muito mais. Confira agora o que fazer em Israel com uma lista de 15 passeios imperdíveis!


1 | Caminhar pelas ruelas de Old Jaffa

ponte dos signos jaffa
A ponte dos signos em Jaffa!

Jaffa ou Yaffo é uma das cidades mais antigas do mundo, com 5.000 anos de existência. Localizada há poucos quilômetros do centro de Tel Aviv, os contrastes são visíveis: de um lado, uma cidade antiga, com ruelas estreitas e paredes de pedras de calcário. Do outro, a moderna e descolada Tel Aviv, com 100 anos de existência.

Se perder pelas ruelas de Jaffa é incrível: você vai encontrar diversos ateliês de designers locais, de pintores, desenhistas, artesãos e muito mais. Duas lojas foram as minhas preferidas: a Adina Plastelina, que produz acessórios e objetos de decoração incríveis, inclusive as hamsás (ou mão de Fátima) que eu amo. Outra é uma só de desenhos – são vários quadrinhos espalhados pela loja, com desenhos divertidos e interessantes.

Em Jaffa você também vai encontrar a ponte dos signos – várias placas de ferro ao longo da ponte, cada uma com símbolo de signos diferentes. A tradição diz que você deve colocar a mão no seu e fazer um pedido olhando pro horizonte. Vale testar, né?

Como chegar em Jaffa

Tel Aviv é conhecida como ser porta de entrada para Israel pois o aeroporto de lá recebe voos de várias partes do mundo. Do aeroporto você terá algumas opções de transporte para Jaffa:

  • Ônibus e trens locais: vão até o centro da cidade e de lá dá para ir à pé para Jaffa, pois é bem pertinho;
  • Sherut, táxi compartilhado que leva passageiros do aeroporto até outros bairros mais barato que os táxis comuns;
  • Alugando um Carro: no aeroporto mesmo. Essa é a melhor opção porque você já pode sair do Brasil com o seu carro reservado, e além disso, terá mais autonomia durante a sua viagem.

Onde se hospedar em Jaffa

Com a modernização de Old Jaffa para a recepção dos turistas, a região está cada dia mais recebendo novos estabelecimentos. Dentre eles, restaurantes, bares, lojas e hotéis.

O Margosa Hotel é uma das melhores opções, sendo super confortável e bem localizado.  Outra opção na linha conforto é o Market House – An Atlas Boutique Hotelum hotel boutique muito bem avaliado. Para as econômicas, o Old Jaffa Hostel. é uma das melhores opções de hostel da região.


2 | Andar de bike pela orla de Tel Aviv

orla de tel aviv
Orla de Tel Aviv, ótimo lugar para andar de bike!

O clima praiano de Tel Aviv é perfeito para praticar exercícios ao ar livre, passear pela orla e também andar de bike. Tiramos um dia para fazer um tour de bike pela cidade, e o lugar que eu mais gostei foi a orla: aquele mar incrível e o visual de Jaffa ao fundo foram inesquecíveis.

É muito fácil alugar bike por lá, já que é só ir em algum dos totens disponíveis nas ruas para aluguel de bike, passar o seu cartão internacional e liberar a bike. Custa 5 dólares o dia todo! A cidade é “bike friendly“, ou seja, você vai poder conhecer vários cantinhos de Tel Aviv sem problema algum!

Como chegar em Tel Aviv

A orla da cidade fica entre Jaffa e o Porto de Tel Aviv. Do aeroporto você consegue alugar um carro para rodar pela cidade com autonomia e praticidade. Leia este artigo até o final, pois daremos mais dicas de como alugar um carro em Israel. Outra opção são os táxis ou os Sheruts, táxis compartilhados que partem do aeroporto à região praiana.

Onde se hospedar em Tel Aviv

Como em qualquer cidade praiana, os hotéis mais luxuosos estão localizados na orla de Tel Aviv. Beachfront Hostel e Royal Beach Hotel by Isrotel são algumas das opções mais bem avaliadas pelos turistas. Já se você busca uma maneira mais econômica de se hospedar, recomendo o Beachfront Hostel.


3 | Night Tour pelos bares descolados de Tel Aviv

O que fazer em Israel Night Tour
Durante a nossa Night Tour em Tel Aviv

Tel Aviv é conhecida pela sua jovialidade e animação. Os bares, restaurantes e boates ficam abertos até tarde, e olha que são muitas opções!

Fizemos um passeio bem legal, que eu recomendo para quem busca um pouco de agitação e também para quem gosta de fazer aquela imersão nos lugares por onde passa. É sério, a vida noturna de Tel Aviv é marcante e merece ser explorada. Os melhores dias são quinta e sexta, já que sábado é o dia de Shabat, dia do descanso para os israelenses.

Fizemos o tour com a empresa TLV NIGHT, que nos levou a 4 bares / pubs / boates, a maioria frequentado pelos locais. Conhecemos pubs de diferentes estilos, experimentamos bebidas típicas (é super comum tomar shot de Arak, um bebida bem forte com sabor de anis!), ouvimos um pouco das músicas que estavam na moda por lá e nos divertimos muito.

O night tour custa 27 dólares por pessoa, com direito a 1 shot em cada local e todas as entradas incluídas. Vale a pena, né?

Como chegar na região noturna de Tel Aviv

Várias opções de bares, pubs e boates estão espalhados pela cidade. Mas a região de maior concentração de vida noturna é entre Rothschild Boulevard e o distrito Harakevet. Os locais mais badalados e diferentes estão nessa região. O melhor a se fazer é contratar alguma empresa que ofereça um night tour, como fizemos. Eles irão te buscar e deixar na porta do seu hotel. Assim você não precisa se preocupar com estacionamento, além de que direção e álcool não combinam.

Onde se hospedar na região noturna de Tel Aviv

Os hotéis mais bem localizados para essa região são The Rothschild Hotel e o  The Rothschild 71. Além de confortáveis, eles ficam próximos tanto do centro de Tel Aviv quanto da região das praias.


4 | Visitar o incrível Jardim de Baha’i

o que fazer em israel jardim de baha'i
O belíssimo Jardim de Baha’i

 

Os Jardins de Baha’i, localizados em Haifa, Israel, são tão incríveis, diferentes e perfeitos que fazem bem aos olhos. Sabe quando você se depara com uma paisagem linda e só quer ficar ali olhando, analisando cada detalhe?

Baha’i é uma religião monoteísta criada em 1844 no Irã, hoje em dia com 6 milhões de adeptos ao redor do mundo. Acreditam que todas as religiões vieram da mesma fonte e tem a mesma essência. Outro fato curioso é que eles expressam a visão deles de perfeição através dos jardins, mostrando também a harmonia entre o ser humano e a natureza.

Todos os seus templos são construídos com belos e enormes jardins, mas o grande diferencial do jardim de Haifa é que ele está inclinado “morro abaixo”e o visual lá de cima, contrastando com a cidade e o mar, é inesquecível.

Se você quiser participar de uma visita guiada ao Jardim, poderá acessar www.ganbahai.org.il/eng para consultar o cronograma. A visita só poderá ser feita junto com alguém da religião. Em alguns dias não funciona por causa de feriados.

Lembre-se: vá com os ombros e joelhos cobertos, como forma de respeito à religião.

Como chegar no Jardim de Baha’i

O Jardim de Baha’i fica em Haifa, terceira maior cidade de Israel que fica há apenas 90km de Tel Aviv. Para chegar em Haifa, você pode:

  • Pegar um ônibus saindo do Tel Aviv Central Bus Station;
  • Ir de trem, que você pega na Savidor Train Station;
  • Apanhar um Sherut, transportes compartilhados saindo do centro de Tel Aviv;
  • Alugar um carro.

Ao chegar no Jardim de Baha’i: você verá que o terraço (acesso pela Rua Panorama número 61), a área em volta do Santuário (acesso a partir da Avenida Hazionut) e a praça da entrada (acesso pela Rua Ben Gurion) estão abertos todos os dias entre 9h e 17h. São os melhores lugares para você tirar foto do jardim de todos os ângulos.

Onde se hospedar na região do Jardim de Baha’i

O mais legal de Haifa é que a maioria dos hotéis ficam próximos aos jardins da cidade. Os hotéis queridinhos dos viajantes para se hospedar na região do Jardim de Baha’i são o Haifa Bay View Hotel, que tem uma visão incrível dos jardins e o Carmella Boutique Hotel, que fica há apenas 2 minutos de lá.


5 | Jantar no Decks, restaurante incrível localizado em uma das 4 cidades sagradas, chamada Tibérias

restaurante decks israel
Restaurante Decks, um achado durante a viagem!

Um dos restaurantes mais legais e deliciosos que já fui na vida se chama Decks, localizado em Tiberíades, uma das 4 cidades sagradas de Israel (junto com Jerusalém, Safed e Hebrom) e muito visitada por conta da igreja onde aconteceu o milagre da multiplicação dos pães e peixes.

Ficamos um noite por lá, hospedadas em um Kibutz (comunidades auto sustentáveis) já que é o ponto mais próximo do Mar da Galiléia e das Holy Cities (cidades sagradas).

O Decks é um restaurante aberto, totalmente ao ar livre e literalmente em cima de um deck. A comida era muito gostosa e muito bem servida. A especialidade da casa é a churrasqueira – há uma grelha enorme, onde são preparados os pratos principais. Comemos salmão, costela ao molho de barbecue, peixe, cogumelos e acompanhamentos deliciosos. Só de lembrar dá água na boca!

Portanto, se você for esticar a viagem e fazer um tour pelas Holy Cities, não deixe de incluir esse restaurante no seu roteiro!

Endereço: Tiberias, 14102, Israel
Distância de Tel Aviv: 138km, aproximadamente 2h30min

Como chegar no restaurante Decks, em Tiberíades

Tibérias fica há 2h30min de Tel Avi, por isso, o melhor jeito de chegar na cidade de Tibéria é partindo de Teç Aviv ou de Jerusalém de carro que você pode alugar. Ou você pode ir através de ônibus ou trem, pegando no centro da cidade, que tem como destino as Holy Cities. Uma outra opção é contratar um serviço de tour guiada pelas Cidades Sagradas.

Onde se hospedar em Tiberíades

O bom de Tiberíades é que a região é pequena, então tudo é pertinho. Como eu disso, nos hospedamos em um dos Kibutz da região. Mas há outros locais para se acomodar por lá que são bem estruturados e modernos como o The Scots Hotel e o Rimonim Galei Kinnereth Hotel que são super bem localizado: às margens do Mar da Galileia. Há também o Vila Europa 1917 que fica próximo aos melhores bares, restaurantes, inclusive do Decks.


6 | Se perder pelas ruas de Safed, cidade sagrada para os judeus

o que fazer em israel safed
A fofíssima cidade Safed

Agora é sério: anota aí no seu roteiro o nome dessa cidade, que também é conhecida por Zafat ou Tzafat. Tenho certeza que você vai se apaixonar assim como eu!

Safed é uma cidade de extrema importância para os judeus – é a casa da kabbalah, crença espiritual que se destina a estudar o lado místico e também onde estão seis antigas e importantes sinagogas.

As cores predominantes da pequena cidade são o azul e o branco, que segundo a crença, significam proteção. Isso faz cada cantinho ser único e muito fotogênico. Dava vontade de parar toda hora para registrar!

Adorei passear pelas ruas e descobrir lojinhas fofas de velas, de mandalas, de objetos para decoração e de acessórios de prata. Aliás, foi lá que comprei os meus dois colares de prata com pingente de hamsá – o preço foi ótimo e a qualidade é muito boa!

Não deixe de esticar um pouquinho a viagem e reservar ao menos um dia para se perder pelas ruelas estreitas e observar como é o dia a dia dos judeus que vivem por lá!

Como chegar na cidade de Safed

A melhor forma de chegar em Safed é de carro, que você pode alugar através do site Rent Cars, que a gente sempre indica aqui no blog. Assim você tem mais autonomia e escolhe o que vai visitar primeiro. Ou também contratando transfer com tour guiada. Eles costumam fazer pacotes para visitar as Holy Cities e região.

Onde se hospedar na cidade de Safed

Um ótimo local para se hospedar em Safed é no Ruth Safed Hotel que fica bem no centro histórico da cidade, perfeito para explorar as ruas incríveis! Outra ótima opção é o Harmony Inn que fica próximo ao Museu de Israel Bible em Safed. Se você quiser se hospedar com mais sofisticação, pode escolher os hotéis The Way Inn – Boutique Hotel, que está localizados na Colônia dos Artistas.


7 | Molhar os pés no Mar da Galiléia

o que fazer em israel mar da galileia
Mar da Galiléia

O Mar da Galileia – que na verdade é um enorme lago de água doce – está ao norte de Israel. Ao redor dele há várias pequenas cidades incríveis.

Visitamos a Igreja do Primado de Pedro, que fica em Tibérias, uma das cidades sagradas de Israel. Ao redor está o Mar da Galileia e toda a sua paz – pode parecer apenas um lago, mas a energia do lugar é surpreendente e contagiante.

Depois de conhecer o interior da igreja, fui andando pelas pedras até chegar na água. Acho que só de imaginar o quanto aquele lugar é sagrado, nos dá uma emoção diferente. Quem tem família com crenças católicas cresceu ouvindo que Jesus andou sobre as águas, certo? Pois bem, foi ali mesmo que isso “aconteceu”.

Tirei a sandália e molhei os pés na água. Senti uma paz enorme! Esse foi, sem dúvidas, um dos momentos mais especiais da viagem.

Como chegar no Mar da Galileia

Assim como falei anteriormente, chegar na região do Mar da Galileia pode ser feito de algumas maneiras: ônibus vindos de Tel Aviv ou Jerusalém, tour guiada pelas cidades sagradas e alugando um carro. Se você quer mais dicas sobre como alugar um carro em Israel, continue lendo esse artigo até o final!

Onde se hospedar na região do Mar da Galileia

Você pode se hospedar em uma das cidades que ficam ao redor do mar. Nós ficamos em Tiberíades (uma das 4 sagradas de Israel) e lá em cima listei os melhores hotéis por lá pra vocês. Outras cidades para hospedar na região do Mar da Galileia são:


8 | Boiar no Mar Morto enquanto lê as notícias do jornal

o que fazer israel mar morto
Boiando de boa no Mar Morto!

Depois de Jerusalém, a segunda atração mais falada de Israel é, sem dúvidas o Mar Morto. E, apesar de ser um passeio cliché, vale a pena, porquê a experiência é única e, na minha opinião, todo mundo deveria experimenta-la uma vez na vida!

É só você tirar os pés do chão para sentir a água te empurrando para cima, e você fica boiando com muita facilidade. Para arrasar na foto, leve um jornal e fique lá se atualizando com as notícias. Parece mentira, mas é muito fácil ficar horas nessa posição!

Isso acontece porquê a concentração de sal é muito alta, chegando a 10 vezes mais que os oceanos. Aliás, para quem não sabe, o Mar Morto não é mar, e sim um grande lago abastecido pelo Rio Jordão. É o ponto mais baixo da terra, há 424 metros abaixo do nível do mar.

Se você quer mais informações sobre o Mar Morto, veja os posts: *inserir links dos posts do mar morto*

Como chegar no Mar Morto

A melhor maneiro de chegar no Mar Morto é de carro. Você pode alugar seu carro em Tel Aviv, no aeroporto ou em Jerusalém, a capital de Israel. Há também a possibilidade de ir de ônibus, as linhas 486 e 421 saem de Jerusalém e Tel Aviv respectivamente. Há ainda a opção do transfer que leva excursões da capital até a região do Mar Morto.

Onde se hospedar na região do Mar Morto

São várias opções de hotéis na beira do Mar Morto. Na região chamada Ein Bokek, ficamos hospedadas no incrível Isroel Spa Hotel Dead Sea, um hotel super completo e com uma praia particular no Mar Morto. Outra ótima opção nessa região é o Milos Hotel Dead Sea.


Leia também: O que fazer no Mar Morto: 4 passeios imperdíveis para fazer na região


9 | Visitar Masssada e conhecer a história por trás da fortaleza

O que fazer em israel masada
Conhecendo as ruínas de Massada

Massada foi um dos meus lugares preferidos da viagem: me encantei com a história por trás da fortaleza, que é tão cheia de ação e tragédia que poderia facilmente ser um filme de Hollywood!

Não vou entrar em detalhes para o post não ficar muito longo – em breve vou colocar aqui no blog tudo sobre a nossa visita a Massada – mas adianto que estar no que sobrou de uma fortaleza construída nos anos 30 A.C é uma sensação única.

A Fortaleza de Massada fica na região de Ein Bokek, próximo ao Mar Morto, há 130km de Tel Aviv. A entrada custa 76 Shekel para subir de bondinho (foi a nossa escolha! É bem rapidinho e com um visual lindo!) ou você também pode encarar a “trilha da serpente” por 25 shekel. Dura aproximadamente 40 minutos, mas é preciso caminhar debaixo do sol, com o clima seco do deserto.

O que mais me impressionou foi a paisagem desértica que observamos lá do alto, e também as suas ruínas, que deixam a paisagem mais incrível!

Como chegar à Massada

A maneira mais indicada para chegar às ruínas de Massada é de carro, já que as estradas de Israel são excelentes. De ônibus, a linha 486 sai de Jerusalém; a linha 421 sai de Tel Aviv. Ou você pode contratar um transfer privado ou uma agência com tour guiado.

Onde se hospedar na região de Massada

Na região da Fortaleza de Massada, existem poucos hotéis. Uma das opções mais próximas é o Massada Hostel, que fica na base do platô de Massada, na extremidade leste do Deserto da Judeia. Se você quiser mais conforto terá que se hospedar um pouco mais longe da fortaleza. As melhores opções são o Kfar Hanokdim, há 8km de Masada, e o Desert Call, que fica há 13km.


10 | Andar de Jeep no Deserto da Judeia

o que fazer em israel passeio de jeep
Passeio de jeep no Deserto da Judeia!

O Deserto da Judeia é conhecido como o menor deserto do mundo! Para termos uma comparação, o Deserto do Saara – o maior deserto do mundo – é 1.500 vezes maior!

Comparações à parte, o deserto tem a sua beleza, com paisagens únicas! As montanhas são feitas de sal e cobertas com uma leve camada de areia. Também nos chama atenção essas pedras que parece que foram desenhadas – elas são assim por causa do vento e da chuva, que vão esculpindo-as com o tempo!

Como fazer o passeio de jeep pelo Deserto da Judeia

Fizemos o passeio de Jeep com a empresa “Gil Shkedi Desert Tours”. Achei o carro beeeem antigo, mas o passeio foi divertido, e com bastante emoção! O passeio normalmente dura em torno de 2h a 3h, e o motorista vai fazendo várias paradas com explicações.

Onde se hospedar na região do Deserto da Judeia

Se você optar por se hospedar próximo ao Deserto da Judeia para conhecê-lo melhor, recomendo ficar próximo ao Mar Morto. Por lá mesmo você encontrará opções para passeios pelo deserto de jeep ou carro.


Leia também: Mar morto Israel: GUIA completo para conhecer esse lugar incrível (link post novo)


11 | Visitar um jardim botânico no meio do deserto

o que fazer em israel
Um belo jardim botânico no meio do deserto!

Na nossa passagem pela região do Mar Morto, paramos para conhecer um jardim botânico que está literalmente no meio do deserto – os arredores são de montanhas de terra e terrenos vazios.

O jardim botânico fica dentro de um Kibutz – que são comunidades auto sustentáveis, ou seja, como se fossem mini cidades que sobrevivem por conta própria. A região chamada Ein Gedi abriga, além do jardim, um oásis, com trilhas e cachoeiras.

Tivemos tempo apenas de passear pelo jardim, observando a paisagem diferente e as plantas exóticas. Um passeio fora do comum e muito interessante!

Como chegar no jardim de Ein Gedi

Ele fica há 5 minutos do Mar Morto, então a melhor maneira de chegar em Ein Gedi é de carro. Há estacionamento gratuito na região. Quem não estiver de carro pode contratar uma excursão que saia do Mar Morto, de Jerusalém ou de Tel Aviv.

Onde se hospedar na região do jardim de Ein Gedi

Indicamos que você se hospede na região Mar Morto, pois o jardim de Ein Gedi fica bem pertinho. Mas se quiser mais comodidade para conhecer os jardins botânicos da região pode ficar no Ein Gedi Kibbutz Hotel.


12 |  Experimentar sabores diferentes no Mahane Yeuda, “mercadão” de Jerusalem

o que fazer israel mercado
Muitos temperos no mercadão de Jerusalém!

A sua experiência não ficará completa se você não reservar algumas horas para explorar o Mahane Yehuda, o  mercadão de Jerusalém. Muitas cores, sabores, aromas e formas chamarão a sua atenção.

Uma ótima dica é comprar um cartão chamado Bite Card. Você compra por 99 NIS, e recebe 6 mini cartõezinhos para destacar e trocar por “provinhas” de comidas, doces e bebidas em locais bem típicos e pouco turísticos!

No cartão vem um mapa para você ir seguindo e encontrar os lugares participantes. Fomos em um restaurante delicioso, que servia o melhor humus de Jerusalém, comemos os tradicionais quibes árabes, experimentamos uma cerveja artesanal e tomamos um sorvete delicioso. Super recomendo esse passeio – adorei experimentar a culinária local!

Endereço: Agripas St 90, Jerusalem – Israel.

Como chegar no Mahane Yehuda

O mercadão Mahane Yehuda fica no Centro de Jerusalém, localizado entre a rua pedestre Ben-Yehuda e a estação central de ônibus da cidade. Você pode ir caminhando até o mercado ou pegar o bondinho e descer na parada “Mahane Yehuda”.

Onde se hospedar na região do Mahane Yehuda

Para quem deseja se hospedar na região do Mahane Yehuda, há hotéis que vão do mais luxuoso ao mais econômico. Para conforto e mais comodidade, recomendo o Herbert Samuel Hotel Jerusalem. Uma opção que vai pesar menos no bolso é o City Center Jerusalem.


Leia também: Onde ficar em Jerusalém (link do post novo)


13 | Visitar o Museu do Holocausto

museu do holocausto
Museu do Holocausto, em Jerusalém

Outro ponto bastante visitado pelos viajantes e turistas em Jerusalém é Yad Vashem, o Museu do Holocausto, que também é conhecido como Memorial do Holocausto. É um lugar inexplicável que guarda memórias da trágica época da Segunda Guerra. Nele estão guardadas inúmeras histórias de milhares de judeus israelenses.

O clima do ambiente é de muito respeito e silêncio em memória às vítimas. Além de receber visitação, o museu também é o principal centro de pesquisa e documentação do Holocausto. Impossível não se emocionar com tantos nomes e tantos rostos. Um dos pavilhões do museu choca: ele é dedicado somente às crianças. São aproximadamente cerca de 1,7 milhão de imagens de crianças que morreram nos campos de concentração nazistas.

A visitação conta com guias fornecidos pelo museu, que de salão em salão vão contando todas essas histórias. Há muitas imagens, documentos, vídeos e retratos que os visitantes podem ver. O museu Yad Vashem funciona de domingo a quarta, de 9h a 17h; às quintas, de 9h a 20h; e sextas e feriados, de 9h a 14h. Veja custos de entrada no site do museu: www.yadvashem.org

Endereço: Har Hazikaron, P.O.B. 3477, Jerusalém – CEP: 91034
+972 2-644-3400

Como chegar ao Museu do Holocausto

O Museu do Holocausto está localizado no Monte da Recordação. Para chegar lá, há ônibus que saem do aeroporto e também do centro da cidade. Acesse o serviço de transporte público de Israel para saber preços e linhas. Se você for de trem, deve descer na estação Mount Herzl e caminhar até o museu. A caminhada da estação até a entrada dura menos de meia hora. Dá também para chegar lá de carro que você pode alugar para rodar na cidade, porém o estacionamento do museu é pago. Custa em torno de NIS 28  por dia. Dentro do museu há transporte gratuito que liga Mount Herzl e o Yad Vashem.

Onde se hospedar na região do Museu do Holocausto

Para quem quer se hospedar próximo ao Yad Vashem, a melhor opção é escolher um hotel no bairro vizinho: Ein Karem. O Alegra Boutique Hotel tem um ótimo custo benefício e fica há apenas 10 minutos do museu. De quebra, ele ainda fica bem pertinho da Old City de Jerusalém, ou seja, muito bem localizado. Uma outra opção bacana é o Above The Springque fica há 15 minutinhos do museu e conta com uma vista incrível da cidade.


14 | Explorar Acre, The old city of Akko

acre em israel
Acre, cidade considerada patrimônio da Unesco!

The old city of Akko”, como também é conhecida, já foi capital de Israel e é uma das cidades mais antigas do mundo. Para entrar cada vez mais na rota turística, Acre vem recebendo muitos investimentos, como novos hotéis, restaurantes e também está sendo feita uma restauração em toda a cidade.

Mesmo com um clima de “obra”, a cidade tem o seu charme e conquista pela sua história – foi uma das cidades mais importantes dos tempos antigos, palco de muitas batalhas e casa de diversas culturas, passando pelos cruzados, pelos otomanos e até Napoleão Bonaparte teve interesse em conquista-la.

Além desse tesouro arqueológico, é interessante se perder pelas ruelas, ver de perto a Mesquita Al-Bahr (uma das mesquitas mais importantes de Israel) onde, reza a lenda, está uma caixinha com fios da barba de Maomé, caminhar até o porto e ver uma paisagem linda do Mar Mediterrâneo.

Como chegar em Acre, Israel

Assim como Haifa, Acre fica na região litorânea de Israel. A melhor maneira de chegar é de caro, que você pode alugar no aeroporto. Também é possível chegar de ônibus e de trem, que saem das estações de Tel Aviv e de Jerusalem.

Onde se hospedar em Acre, Israel

O The Efendi Hotel Akko é uma das opções mais luxuosas para se hospedar em Akko, sendo super confortável e bem localizado. Outra opção na linha conforto é o Akotika boutique que tem um ótimo custo benefício. Já para quem quer economizar, recomendo o Acco Beach Hotel, que de quebra, ainda fica bem pertinho da praia.


15 | Curtir a badalada Rua Ben-Gurion, “Colônia Germânica” de Israel

Uma das regiões mais visitadas e frequentadas pelos turistas na cidade de Haifa é o centro histórico. Nele está localizada a Rua Ben-Gurion, também conhecida como “Colônia Alemã”. Em 1868, a rua foi fundada pelos membros da Sociedade do Tempo, que existiu até a Segunda Guerra Mundial. Após acabar a guerra, a Ben-Gurion ganhou o gosto dos turistas que visitam Israel.

A rua fica logo abaixo dos Jardins Bahá’í, então dá para fazer os dois passeios num dia só. Durante o dia, o movimento se dá pela arquitetura das casas e lojinhas que tem uma cara bem germânica. E à noite, a rua costuma ficar bem movimentada principalmente pelos bares e restaurantes conceituados que a rua oferece.

Se você for a Haifa, super recomendo se hospedar na Rua Ben-Gurion! Além de linda e muito bem preservada, é lá onde rola o burburinho da cidade. O mais legal é ver que os israelenses mantiveram o encanto das construções originais fazendo do centro histórico de Haifa um colírio para os olhos.

Como chegar à Rua Ben-Gurion

As melhores maneiras de chegar em Haifa são: de ônibus, pegando na Tel Aviv Central Bus Station; de trem, pegando na Savidor Train Station; de sherut, que são os transportes comparilhados saindo do centro de Tel Aviv; e alugando um carro no aeroporto.

Onde se hospedar na região da Rua Ben-Gurion

Em Haifa, a Rua Ben-Gurion é o melhor local para se hospedar porque a localização te dá acesso aos locais mais visitados da cidade. A rua oferece hotéis mais caros, como o Templers Boutique Hotel e The Colony Hotel; e mais em conta, como o Al Yakhour Hostel.


O que fazer em Israel: dicas extras

Aluguel de carro em Israel

Como eu falei várias vezes nesse post, a melhor maneira de se locomover em Israel é alugando um carro. Essa é uma maneira muito prática porque te dá muito mais autonomia na hora de viajar e escolher quando e onde você vai primeiro. Sem falar que você não vai ficar se preocupando com qual ônibus ou qual trem pegar e nem pagando absurdos de táxis e transportes privados. Além disso, as estradas de Israel são excelentes e o preço da gasolina não é muito alto.

A nossa recomendação é a RentCars! Essa empresa é ótima para pesquisar preços, pois faz uma compilação de todas as grandes locadoras de carro (Hertz, Avis, Europcar, Sixt…), o que torna sua procura muito mais eficiente.


Faça sua reserva na RentCars através do blog sem custos adicionais. É só clicar aqui!


Chip de internet para usar em Israel

E para percorrer tudinho de carro, nada melhor que a facilidade do GPS, né? Pra isso, é preciso ter uma boa internet móvel. O legal é que Israel tem cobertura de internet em todo o país.

Nós indicamos o chip da Yes Brasil que você encontra no site viajeconectado.com.br. Oferece internet a partir do 4G de qualidade e nós usamos sempre nas nossas viagens.


Compre aqui o seu chip da Yes Brasil. Use o cupom MALADEAVENTURAS para 10% de desconto.


Seguro Viagem Internacional

Uma coisa que não dá mesmo para viajar sem é o Seguro Internacional. Eu sempre dou esse conselho para amigas e não custa compartilhar aqui com vocês. Afinal, imprevistos também acontecem durante as férias. Já imaginou sofrer um acidente ou ter algum problema de saúde longe de casa? Para evitar ainda mais dor de cabeça nessas horas, é essencial ter um seguro viagem garantido.

Costumo utilizar o Assist Trip que compro pelo site Seguros Promo. São empresas que eu confio e, sempre que planejo uma viagem internacional, eu pesquiso nesse site. E ainda tem uma vantagem: com o código MALADEAVENTURAS você garante 5% de desconto!

Seguro Viagem: Ásia
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 23/dia*
TA 40 Especial Plus - Internacional TA 40 Especial Plus - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 15/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 26/dia*

Vai seguir viagem por Israel? Então confira outros posts desse destino incrível!

O que fazer em Jerusalém: GUIA completo + MELHORES passeios

O que fazer no Mar Morto: 4 passeios imperdíveis

O que fazer em Haifa: principais atrações + guia completo


2-1024x215


A Nanda viajou a convite do blog Vamos Pra Onde, em uma press trip organizada pelo Ministério do Turismo de Israel


 

 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.