o que fazer argentina melhores destinos

O que fazer na Argentina: TOP 10 destinos para conhecer

Para fazer uma viagem internacional incrível, não é preciso ir tão longe do Brasil. Aqui do nosso lado, na Argentina, você encontra os mais diversos passeios, com paisagens urbanas e naturais que agradam a todos os gostos. Preparamos uma lista com os 10 lugares imperdíveis para conhecer na Argentina pra você se animar agora mesmo!


TOP 10 lugares para conhecer na Argentina

Se você tem vontade de ir à Argentina mas ainda não sabe o que te espera, se prepare para os mais diversos destinos. A clássica Buenos Aires é imperdível, assim como as montanhas de Mendoza, a cultura rica de Jujuy e Salta, o visual imponente das Cataratas do Iguaçu, a neve da Patagônia e até mesmo a brisa do mar em Mar del Plata

Eu já estive na Argentina algumas vezes para diferentes viagens. Posso dizer que cada uma delas foi uma experiência completamente diferente, seja pela cultura de cada região ou pelas paisagens. Ainda não fiz um roteiro super longo, com várias cidades e por muitos dias rodando de carro, mas é totalmente possível e pode ser bem legal se você tiver disponibilidade.

Uma ótima forma de explorar os destinos é contratando um guia para orientar seus passeios e passar todas as informações sobre a cultura e a história de cada lugar. Aqui você encontra infinitas possibilidades de passeios para fazer na Argentina.

Abaixo, uma lista dos top 10 lugares para conhecer na Argentina:

01. Buenos Aires
02. Mendoza
03. Cataratas do Iguaçú
04. Purmamarca
05. Salinas Grandes
06. Salta
07. Quebrada de Humahuaca
08. Mar del Plata
09. Ushuaia
10. Esquel


01. Buenos Aires: a capital com ares europeus

Buenos Aires é cidade que os brasileiros mais buscam na Argentina. Além da proximidade e da facilidade para comprar passagens em promoção, a capital do país é desses lugares que as pessoas nunca cansam: muita coisa para conhecer, muitas atrações culturais, restaurantes, bares e boa comida.

O melhor de Buenos Aires

Há muitas possibilidades do que fazer em Buenos Aires. No entanto, há algumas atrações quase obrigatórias, principalmente para quem nunca foi. Entre elas estão: o Caminito, a Plaza de Mayo, a Catedral Metropolitana de Buenos Aires, a Casa Rosada, o Café Tortoni e a livraria El Ateneo.

É bem legal fazer os passeios a pé, assim você aproveita o clima da cidade, conhece as ruas e se permite parar de vez em quando para comer em algum dos vários cafés e restaurantes super gostosos que a capital oferece. O bairro Palermo Soho é o nosso preferido, com muitos cafés charmosos e um clima mais descolado! Aproveite para conferir o post  Onde comer em Palermo Soho: 10 cafés e restaurantes que você precisa conhecer.

 

o que fazer argentina
Turistando em Buenos Aires!

Quando ir a Buenos Aires

Uma das vantagens de viajar para Buenos Aires é que você pode conhecer a cidade em qualquer época. De fato, o frio varia um pouco. No inverno as temperaturas ficam bem mais rigorosas, mas não é nada que torne seu passeio impraticável, já que a média é de 12ºC durante os dias.

Como em boa parte dos lugares, a melhor época para ir a Buenos Aires são as estações intermediárias, quando o calor e o frio são menos intensos. Se você não gosta de chuva, os meses de maio a setembro são mais secos, embora haja alguma incidência nessa época também.

Onde ficar em Buenos Aires

Por ser uma cidade muito grande, Buenos Aires tem uma grande oferta de bons hotéis a preços bem variados. Outra opção é sempre alugar uma acomodação pelo Airbnb. Você pode escolher de acordo com o seu perfil de viagem e o bairro onde estiverem seus principais pontos de interesse na cidade.

De qualquer maneira, o ideal é sempre ficar nos bairros mais centrais. Os mais procurados pelos turistas são Microcentro, Recoleta e Palermo. Enquanto o Microcentro reúne os principais pontos turísticos, Recoleta tem muitas lojas, bons restaurantes e ruas charmosas. Já Palermo tem uma vida noturna badalada e muito comércio.

Confira aqui onde ficar em Palermo Soho, bairro cool de Buenos Aires

Quantos dias ficar em Buenos Aires

Isso sempre vai depender da sua disponibilidade de tempo em Buenos Aires, se você já foi à cidade e o que pretende visitar por lá. Caso seja a sua primeira vez e você queira apenas ver o básico do turismo em Buenos Aires, guarde pelo menos três dias inteiros.

No entanto, se você puder ficar mais e quiser desfrutar com calma o que a capital argentina pode oferecer de melhor, vale a pena ficar 5 a 7 dias na cidade. Nesses casos, você consegue até se aventurar pelos arredores também.


02. Mendoza: montanhas e vinícolas

Mendoza é um excelente destino para quem quer relaxar, seja casais ou aventureiros. Toda a agitação de Buenos Aires em nada tem a ver com a cidade conhecida pelas montanhas e vinícolas. 

Além da boa comida e dos bons vinhos, Mendoza também é super procurada por quem pratica esportes. Por lá há muitas trilhas, locais para escalada, rafting e saltos de parapente. Isso sem falar nas estações de esqui ao redor da cidade.

o que fazer em mendoza
Paisagem clássica de Mendoza: vinhedos e montanhas branquinhas!

O melhor de Mendoza

Se você tiver pouco tempo, priorize as atrações mais tradicionais, principalmente se for a sua primeira vez. Tente ir em uma vinícola para conhecer e fazer um almoço ou jantar e vá até os pontos centrais da cidade, incluindo o Parque San Martín. Não deixe de fazer o tour “Alta Montanha”, de um dia inteiro. À noite, vá em algum restaurante nas ruas movimentadas da cidade.

Se tiver mais tempo, recomendo muito se hospedar em algum hotel mais afastado, de preferência dentro de uma vinícola, para ter uma experiência incrível! Veja o post O que fazer em Mendoza: 10 passeios imperdíveis para incluir no seu roteiro e anote todas as dicas de passeios para incluir no seu roteiro!

E se você curte esquiar, leia tudo sobre Las Leñas, uma estação de ski bem legal que fica a 4h da cidade.

Quando ir à Mendoza

É possível ir a Mendoza em praticamente qualquer época do ano. Por lá, há poucas chuvas e as estações são bem definidas, mudando mais a paisagem. A temperatura, mesmo nos meses de mais calor, é bem amena. No inverno os termômetros batem graus negativos, mas pode ser uma ótima opção para quem vai em busca de dias de neve e aquele clima gostoso para tomar muitos vinhos!


Leia também: Vinícola Andeluna: uma experiência imperdível no Valle de Uco, em Mendoza


Onde ficar em Mendoza

Você pode optar por uma hospedagem no centro de Mendoza, onde há hotéis muito bons e com boa localização. Procure opções próximas à Plaza Independencia, já que vale a pena explorar a cidade a pé. 

Outros tipos de hotéis em Mendoza muito procurados pelos turistas são aqueles charmosíssimos coladinhos nas montanhas da Cordilheira dos Andes e no meio dos vinhedos. De fato pode ser uma alternativa um pouquinho mais cara, mas é uma experiência super gostosa, principalmente para uma viagem a dois. Me hospedei na Casa de Uco Wine Resort e adorei!


03. Cataratas do Iguaçu

Na fronteira entre Brasil e Argentina, a maior parte das Cataratas do Iguaçu está no território dos nossos vizinhos. Por isso, vale a pena incluir um passeio por lá durante a sua viagem! O visual é deslumbrante, com as famosas quedas d’água super imponentes e uma natureza exuberante. 

o que fazer argentina
Uma parte do belíssimo lado da Argentina em Foz do Iguaçú

Quando visitar as Cataratas do Iguaçu

Leve em conta como você quer que as Cataratas estejam quando você for visitá-las. Se for o caso de querer uma experiência com mais volume d’água, tente ir no verão (dezembro, janeiro e fevereiro). Mas, se você quer ver a queda com mais definição, o inverno (junho, julho e agosto) é mais indicado. Com ou sem chuva, vá preparado para se molhar e aproveitar o visual que as Cataratas oferecem o ano inteiro!

Como visitar as Cataratas do Iguaçu?

Você pode chegar às Cataratas do Iguaçu de avião, pelo Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que é a principal porta de entrada dos turistas que saem do Brasil. Outro aeroporto usado é o de Puerto Iguazu, mas a quantidade de voos até lá é bem mais limitada. Uma vez lá, basta pegar algum transporte como táxi ou uber que leve até o Centro.

Muita gente também faz essa viagem de carro, já que as Cataratas ficam bem perto da fronteira. A capital brasileira mais próxima é Curitiba, que fica a 640 quilômetros. A estrada que leva até lá é a BR 277, que tem ótimas condições. 

Aproveite para ler também: Saiba tudo sobre os 4 passeios imperdíveis nas Cataratas do Iguaçu do lado argentino


04. Purmamarca: as montanhas coloridas da Argentina

Localizada no noroeste do país, Purmamarca é a cidadezinha que os turistas procuram para conhecer o Cerro Siete Colores, uma das paisagens mais famosas da Argentina. No entanto, há outras montanhas para conhecer por lá, além de uma feira de artesanato bem legal e até o próprio fato de valer a pena gastar umas horas caminhando pelos cantinhos. 

Confira todos os detalhes em: Purmamarca: como chegar, onde se hospedar, o que fazer e dicas para a sua viagem

Montanha Cerro Siete Colores, Purmamarca, Argentina
Cerro Siete Colores, Purmamarca, Argentina

Melhor época para conhecer Purmamarca

Vale a pena ir a Purmamarca na primavera ou no outono, as estações intermediárias, quando as temperaturas ficam mais amenas e os níveis de chuvas são os menores. O inverno é uma estação muito buscada pelos turistas locais, já que os dias são quase sempre ensolarados e bonitos, apesar de bastante frio.

Como visitar as montanhas coloridas da Argentina?

A melhor maneira de chegar a Purmamarca é indo de avião até Jujuy ou Salta. No entanto, como não há voos diretos do Brasil, é preciso fazer escala antes. Em seguida, você pode ir até as montanhas coloridas numa roadtrip ou com algum tour da GetYourGuide.

Para alugar um carro em Purmamarca, vale a pena ver na RentCars, onde você consegue comparar os preços entre as locadoras disponíveis e ainda garantir a menor tarifa.


05. Salinas Grandes: o deserto de sal da Argentina

Ainda no noroeste argentino, na província de Jujuy, vá até as Salinas Grandes, principalmente se você ainda não conhece o Salar de Uyuni, na Bolívia. O incrível deserto de sal é como uma miniatura do irmão boliviano. O visual daquela imensidão bem branquinha é sempre impressionante e dá pra você tirar fotos super criativas.

Nós estivemos lá e contamos tudo sobre as Salinas Grandes. Clique no link para conferir!

salinas grandes ojos del mar
Salinas Grandes, o deserto de sal da Argentina!

Melhor época para conhecer as Salinas Grandes

A melhor época para conhecer as Salinas Grandes são os meses do meio do ano, de junho a agosto. Como sempre faz frio por lá (vá preparado para se agasalhar, portanto!), o ideal é buscar a época com um clima mais estável, com menos chuvas e vento.

Como visitar as Salinas Grandes argentinas?

A melhor maneira de chegar às Salinas Grandes é indo até o aeroporto de Salta, o mais próximo e o mais utilizado para os turistas que exploram o noroeste argentino. Há ainda aeroporto em Jujuy, mas não há voos diretos saindo do Brasil, o que pode dificultar.

Em seguida, para ir até as Salinas, você pode ir de carro, por conta própria. Pelo serviço da RentCars você compara os preços do aluguel e consegue a tarifa mais em conta. Outra forma de chegar até as Salinas Grandes é contratando um tour guiado, que costumam sair de Salta. Clique aqui para saber mais sobre os passeios.


06. Salta: Quebrada de Las Conchas

No norte argentino, a Quebrada de Las Conchas (também conhecida como Quebrada de Cafayate), fica na Ruta 68. É uma reserva natural linda, com muitas formações rochosas de várias cores e formatos. A vista é incrível em vários pontos, como a Garganta del Diablo e El Anfiteatro.

Algumas fotos e todos os detalhes sobre o passeio pela viagem à Quebrada de Las Conchas eu contei aqui: Norte Argentino: roadtrip por Cafayate, Quebrada de Las Flechas e Quebrada de Las Conchas.

o que fazer argentina
Paisagens únicas em Quebrada de Las Conchas

Melhor época para conhecer as Quebradas de Las Conchas

A Quebrada de Las Conchas fica no norte da Argentina, num ponto bem desértico. Embora em muitos locais do país seja comum a ocorrência de chuvas no verão, no caso de Cafayate é ainda melhor, porque quase não chove nunca por lá. De qualquer forma, vá preparado para o frio! Eu fui no outono e realmente o vento cortante é bem desconfortável.

Como visitar a Quebrada de Las Conchas?

De Salta até a Quebrada de Las Conchas são aproximadamente 180 quilômetros seguindo pela Ruta 68. Ir de carro pode ser super legal já que o passeio por toda a Quebrada dura cerca de 3h. Você pode alugar seu carro em Salta pelo RentCars.

Há também diversos passeios guiados que levam à Quebrada de Las Conchas a partir de Salta. Veja aqui todos os tours disponíveis.


07. Jujuy: Quebrada de Humahuaca

Em Jujuy, também no norte da Argentina, tire um tempo para conhecer a Quebrada de Humahuaca. Os vilarejos e a paisagem com várias montanhas compõem o passeio pela natureza e pela história local, que antecede inclusive os Incas. Há vários pontos legais nos arredores, como Maimará, de onde se vê a montanha La Paleta del Pintor, Serranía del Honorcal e Tilcara.

Saiba tudo sobre Jujuy (Argentina): como chegar, onde ficar, dicas e passeios imperdíveis

Montanhas da Quebrada de Humahuaca
Quebrada de Humahuaca

Melhor época para conhecer a Quebrada de Humahuaca

Assim como Purmamarca, a melhor época para visitar a Quebrada de Humahuaca é nas estações de primavera e outono, principalmente para nós brasileiros, que sentimos mais o frio rigoroso. Se você tiver disposição, dá pra se aventurar na estação mais gelada, que também é linda, já que os dias quase sempre são de céu limpinho.

Leia também: Jujuy: quando ir? Saiba qual é a melhor época para visitar Jujuy, na Argentina

Como visitar a Quebrada de Humahuaca?

Há alguns modos mais práticos para chegar à Quebrada de Humahuaca. Como nós somos grandes fãs de roadtrip, essa é sempre uma opção indicada. Além disso, muita gente opta por ir de ônibus. O ideal é que você vá até Salta de avião, para de lá pegar o segundo meio, seja carro ou ônibus. A distância de Salta até Jujuy é de aproximadamente 200 quilômetros.

Você pode alugar um carro na Argentina pelo RentCars.


08. Mar del Plata, a praia dos argentinos

Se você vai atrás de passeios mais urbanos, mas sem perder contato com a natureza, vale a pena checar o que Mar del Plata tem a oferecer. A cidade fica a apenas 5h de distância da capital Buenos Aires. É uma das cidades litorâneas que ficam super badaladas no verão e que contam com uma infraestrutura excelente para receber os visitantes.

Melhor época para conhecer o Mar del Plata

Por ser uma cidade cujo turismo gira em torno das praias, a melhor época para conhecer Mar del Plata é o verão. Isso porque é nesse período que as temperaturas se elevam e você pode aproveitar o mar (que diga-se de passagem, é bem gelado!). Além disso, é quando a cidade ganha mais vida e fica cheia de turistas. 


09. Ushuaia: Parque Nacional Terra del Fuego

No extremo sul da Argentina há a linda e gelada Ushuaia, coladinha nos Andes e cortada pelo Canal Beagle, que merece ser visitado. Ushuaia é uma cidadezinha bem pequena e charmosa que muita gente vai para aproveitar alguns dias de neve e passear pelo Parque Nacional Terra del Fuego. 

o que fazer argentina ushuaia
Ushuaia, também conhecida como Fim del Mundo!

Melhor época para visitar Ushuaia

Apesar de ser conhecida pelos interessados em esquiar, é possível ir a Ushuaia em diferentes épocas do ano e aproveitar mesmo assim. Não importa a época que você for, vá preparado para sentir frio, já que a média anual é de apenas 6ºC.

Para quem vai atrás de frio, a parte boa é que Ushuaia tem um período de neve excelente, muito maior do que a maior parte dos lugares que vivem desse tipo de turismo. Se seu objetivo for curtir as estações de esqui, tente ir entre Junho e Agosto.

No entanto, o verão é a alta temporada de lá, quando os dias ficam bem longos (chegando a 17 horas de luz do dia) e a cidade ganha mais movimento com as atividades ao ar livre.


10. Esquel

Esquel é uma pequena cidade localizada a 2000km de distância a sudoeste de Buenos Aires, na Patagônia Argentina. Ela é o destino perfeito para quem curte ecoturismo e aventura. Durante o verão, o Parque Nacional Los Alerces com seus belos lagos é parada obrigatória, já durante o inverno o Cerro La Hoya é o ponto mais badalado da cidade, com excelente estrutura para praticar esqui e snowboard.

Por estar localizada na famosa Ruta 40 e bem próxima da Carretera Austral, na Patagônia chilena, Esquel é muitas vezes combinada com outros destinos dos arredores. Ela é uma ótima parada durante uma roadtrip pela Patagônia e guarda muitas paisagens naturais incríveis.

o que fazer Argentina
Parque Los Alerces, em Esquel

Leia também: Conheça o Parque Nacional los Alerces, na Patagônia Argentina


Melhor época para visitar Esquel

Na Patagônia as quatro estações são bem definidas, mas também pode ocorrer todos no mesmo dia. Nós fomos em Agosto, pleno inverno, e pegamos uma temporada bastante chuvosa. Tiveram alguns dias que o tempo ficou bem instável, com chuva e sol se alternando a cada 20 minutos.

Se você não tiver em busca dos esportes que a cidade oferece, a primavera e o outono, como sempre, são as melhores épocas para viajar para qualquer lugar do mundo. Os dias são sempre mais frescos e é fora de alta temporada, deixando tudo menos tumultuado.

Para saber mais informações sobre essa cidadezinha super charmosa da Argentina, leia: Esquel, uma pequena cidade para conhecer na Argentina (guia completo)


E aí, já sabe o que fazer na Argentina? Espero que o nosso guia com as melhores atrações para você explorar por lá te ajudem a montar um roteiro inesquecível! Se você já foi a algum desses lugares, conta aqui como foi a sua experiência!


Leia também: 

Seguro viagem para a Argentina (com desconto!) 

Preciso de passaporte para viajar para a Argentina?

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.