A Chapada Diamantina é um lugar fantástico para quem gosta de estar em contato com a natureza. E depois de duas visitas ao destino, posso garantir que você vai querer voltar outras tantas vezes! 

Na primeira vez que estive por lá (2015), escolhi o Vale do Capão como base. Fiquei 15 dias curtindo cada cantinho da vila mais descolada e alternativa da Chapada Diamantina. Desta vez (2020), optei por fazer uma viagem de carro percorrendo cada um dos lugares mais incríveis da região. E é claro que não podia deixar o Vale do Capão de fora do roteiro.

Aliás, você pode conferir meu roteiro completo de 10 dias pela Chapada Diamantina onde compartilho em detalhes as dicas para você planejar a sua viagem. E falando em planejamento de viagem, vem comigo descobrir as melhores trilhas, cachoeiras e dicas para sua viagem ser inesquecível!

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

O que fazer no Vale do Capão: melhores trilhas e cachoeiras

Qual é a melhor época, onde ficar e os melhores passeios no Vale do Capão

Confira a seguir:

Vale do Capão: vale a pena conhecer?

O Vale do Capão é uma pequena localidade em meio à grandiosa Chapada Diamantina que atrai muitos turistas ao longo do ano. Eles vão em busca, não só do contato intenso com a natureza, mas também buscam aproveitar a aura mística e esotérica que a região possui.

A pacata vila não vai muito além de uma rua principal e uma pracinha, e a beleza do local está justamente na simplicidade. Contudo, você verá que há pousadas maravilhosas escondidas no meio da natureza exuberante do Capão.

vila do capão chapada diamantina
Fachada de uma das casas do centrinho da Vila do Capão.

Mas o verdadeiro tesouro do Vale do Capão está para além das fronteiras da cidade. Além de ser um verdadeiro santuário ecológico e berço de espécies incríveis da nossa fauna e flora, a região atrai os amantes do ecoturismo que chegam do mundo todo para explorar as trilhas que levam até o Vale do Pati.

Isso sem falar nos deliciosos poços e cachoeiras escondidos nos arredores do Capão. Trilhas, cachoeiras consagradas como a da Fumaça e da Purificação e um povo muito acolhedor. Assim é o Vale do Capão, um lugar simples, mas que eu tenho certeza de que vai te encantar e querer voltar muitas vezes.

Cachoeiras no Vale do Capão
O que não falta no Vale do Capão são cachoeiras para se refrescar

Sabe aquele tipo de destino perfeito para se desligar do mundo e apenas relaxar? Aqui é exatamente desse jeito, não é à toa que sinal de celular por aqui é quase zero e o wi-fi funciona apenas nos estabelecimentos comerciais e pousadas.

Onde fica o Vale do Capão?

Com seus 38 mil km², a Chapada Diamantina está a 430km da capital baiana e abrange diversas cidades. O Vale do Capão está localizado no distrito de Palmeiras – um dos 24 municípios da belíssima Chapada Diamantina. Ele é uma das principais bases para quem vai visitar a região.

Existem diversas formas de se chegar até o Vale do Capão. Confira abaixo a que melhor se encaixa no seu roteiro:

Como chegar no Vale do Capão?

O aeroporto mais próximo fica na cidade de Lençóis, a 70km de distância do Vale do Capão. Portanto, se você optar por chegar por Lençóis, a melhor opção é alugar um carro e seguir pela BR-242 até a cidade de Palmeiras. Em seguida você vai pegar uma estrada de terra (em boas condições) até o Vale do Capão. 

Morrão Vale do Capão
A melhor forma de explorar a Chapada Diamantina é a bordo de um carro 4X4

Outra forma de ir ao Vale do Capão é pegando um ônibus em Lençóis até Palmeiras. Quem opera o trecho é a empresa Rápido Federal e em minha busca descobri que a passagem custa cerca de R$11,60. No entanto, quando chegar em Palmeiras você vai precisar pegar uma carona até o Vale do Capão, ou fretar um carro. Normalmente cobram cerca de R$20-30 por pessoa para levar até lá.

Como alternativa, você pode voar até Salvador ou Vitória da Conquista. Enquanto a primeira opção leva 7h (470km de distância), a segunda leva cerca de 6h (330km de distância). Neste caso, recomendo fortemente a locação de um carro.


E como sempre, nossa locadora preferida para viagens nacionais e que usamos em 100% de nossas viagens é a Localiza. Eles possuem a frota mais completa do Brasil e tem quase 50 anos de experiência no mercado!

Sua reserva pode ser online de forma rápida, diretamente pelo site da Localiza.

Fique de olho também nessas vantagens que a Localiza oferece:

  • você pode parcelar o pagamento em até 10 vezes sem juros;
  • assistência 24 horas;
  • acumular pontos no Programa Fidelidade, para trocar por novas diárias. 

Qual é a melhor época para visitar o Vale do Capão?

Há quem diga que a melhor época para se conhecer o Vale do Capão e as demais regiões da Chapada Diamantina é entre os meses de maio e outubro, os meses mais frios e secos.

trilhas no vale do capão
A melhor época para visitar o Vale do Capão é durante o inverno, de modo a evitar o período de chuvas.

Minha viagem foi em dezembro e eu particularmente não peguei chuva, mas fique atento aos meses entre novembro e abril, pois a probabilidade de chuva é maior. Com isso, algumas trilhas podem ficar difíceis de percorrer.

Quantos dias no Vale do Capão?

Com tantas belezas para se conhecer, muita gente fica em dúvida sobre quantos dias são necessários para conhecer o Vale do Capão na Chapada Diamantina. Na minha opinião, 4 dias é uma ótima média, até porque ainda existem outras cidades para conhecer como Mucugê e Lençóis. Porém, se você é do time que encara a travessia do Vale do Pati, aí o ideal é separar pelo menos 7 dias para conhecer tudo com tranquilidade.

Onde ficar no Vale do Capão: pousadas charmosas

Em meio a muita natureza, não vão faltar opções de pousadas no Vale do Capão para você se hospedar. A seguir tenho 3 sugestões muito charmosas que eu tenho certeza de que você vai adorar. Veja só:

  1. Pousada Rosa dos Ventos

Com uma vista privilegiada para o Morro Branco e o Morro do Cruzeiro, a Pousada Rosa dos Ventos é uma ótima opção de hospedagem no Vale do Capão (Bahia). Ela fica localizada a 4km da Vila do Capão em uma espécie de refúgio com muita paz e tranquilidade.

As acomodações são em estilo chalé e possuem decoração clássica. Todas são muito aconchegante e possuem vista para o belo jardim da pousada. O café da manhã é servido diariamente com vista para as belezas do Vale do Capão

  1. Lendas do Capão (nossa escolha!)

A Pousada Lendas do Capão é um paraíso em meio à Chapada Diamantina. São 28 apartamentos e mais o fantástico Chalé na Árvore, onde você vai dormir a 9m de altura na copa de uma jaqueira centenária. Além dos quartos muito confortáveis e arejados a pousada dispõe de uma infraestrutura de primeira categoria.

melhores pousadas da chapada diamantina
Casa na Árvore do Lendas do Capão

Na pousada você vai encontrar piscina, espaço de massagem e o fantástico Restaurante Avalon, um ambiente totalmente integrado ao ambiente e com pratos que utilizam naturais e orgânicos.

Dica: se você tiver interesse em se hospedar no Chalé da Árvore, recomendo reservar com antecedência. Ele está quase sempre com 100% de ocupação.

  1. Pousada Villa Lagoa das Cores

Nossa terceira sugestão de pousadas no Vale do Capão é a belíssima Villa Lagoa das Cores. A pousada possui administração familiar e um clima rústico sem deixar o requinte de lado. Cada apartamento foi pensado individualmente e são muito aconchegantes.

A Villa Lagoa das Cores também conta com opções de lazer que incluem ofurô, piscina, sauna, academia, sala de meditação e muito mais. Já o restaurante da pousada, o Benditto, é uma ótima oportunidade para um jantar romântico com a melhor vista panorâmica para as montanhas do Vale do Capão.

O que fazer no Vale do Capão?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o Vale do Capão (Bahia) e já sabe como chegar, onde se hospedar e a melhor época para ir, vou compartilhar com você as atrações imperdíveis na região.

Se você gosta do contato com a natureza e de mergulhar na cultura local vai adorar as nossas dicas!

o que fazer no vale do capão
Há muito mais do que a Cachoeira da Fumaça no Vale do Capão

Trilhas e cachoeiras no Vale do Capão

Sem dúvida, as cachoeiras e trilhas são o ponto alto da viagem no Vale do Capão. Existem opções de trilhas para todos os níveis de dificuldade e todas elas levam a cachoeiras e outros lugares deslumbrantes que você vai amar conhecer! Assim sendo, venha comigo agora conhecer as trilhas e cachoeiras que o vale tem a nos oferecer:

01. Cachoeira da Fumaça

A cachoeira da Fumaça é um dos cartões postais mais icônicos da Chapada Diamantina. Ela é famosa por ser a segunda maior queda d’água do Brasil. São 300m de queda e um cenário de tirar o fôlego. E esse nome de cachoeira da Fumaça é devido ao fato de que a água ao cair acaba se dissipando pelo ar como se fosse fumaça mesmo.

Para quem está disposto a conhecer no Vale do Capão a Cachoeira da Fumaça se prepare para percorrer uma trilha de cerca de 6km de extensão. Essa trilha pode ser dividida em duas partes, sendo a primeira mais íngreme até a chegada aos altiplanos Gerais da Fumaça e a segunda de caminhada leve até o topo da queda da cachoeira.

chapada diamantina cachoeira da fumaça
Cachoeira da Fumaça na época da seca

Quando você chegar lá em cima não deixe de tirar foto na pedra suspensa, mas se aproxime com cuidado e de preferência deitado (a), pois a vertigem costuma pegar muita gente de surpresa. Ah! E não deixe de ir à cacheira logo cedo, já que durante a alta temporada ela fica bem cheia.

Vale lembrar que o horário de visitação é das 8h às 17h, mas só se pode começar a subir até às 13h, caso contrário pode não dar tempo de voltar.

02. Cachoeira do Rio Preto

Se a cachoeira da Fumaça exigia mais preparação para se chegar até o topo, no Vale do Capão as trilhas até a Cachoeira do Rio Preto são bem mais tranquilas de se completar. São apenas 40 minutos de caminhada e logo você é recompensado com um poço enorme para nadar.

Rio Preto Vale do Capão
Cachoeira do Rio Preto no Vale do Capão

Como nessa trilha há diversas bifurcações, recomendo que você contrate um guia, para não acabar se perdendo (não há placas durante todo o trajeto até o poço). Na cachoeira existem alguns vendedores de comida e bebida, mas acredito que eles apareçam mais na alta temporada, então é bom levar seu próprio lanche.

03. Cachoeira Águas Claras

Aos pés do Morrão, um dos cartões postais da Chapada Diamantina encontramos a Cachoeira Águas Claras, que, definitivamente, faz jus ao nome. Ela é formada por três poços e fica em meio a uma natureza exuberante que parece até que foi projetada especificamente para ela.

Cachoeira Águas Claras, Vale do Capão
Cachoeira Águas Claras, Vale do Capão

Para chegar até ela são cerca de 2h de trilha moderada (a maior parte do trajeto é plano) e também pode ser feita de bike. Eu recomendo contratar um guia local para chegar com mais segurança até a cachoeira. Se você quiser mais informações sobre a trilha do Morrão e a que leva até a cachoeira leia nosso artigo aqui.

04. Cachoeira da Conceição dos Gatos

Conceição dos Gatos é um pequeno vilarejo a 10km do Vale do Capão e que guarda uma cachoeira linda: A Cachoeira do Meio (também conhecida como Boa Vista). Ela fica em uma propriedade particular, então paga-se uma taxa para acessar. A trilha, por sua vez, é bem tranquila e são 15 minutos de caminhada até chegar ao poço para tomar banho.

Para os corajosos, existe uma pedra de 3m de altura de onde se pode pular para o poço (eu pulei e adorei apesar do frio na barriga). Além disso, a vista da cachoeira é deslumbrante e dá até para ver o vilarejo lá embaixo. Ah! E aqui não é necessário guia, pois a trilha é bem fácil.

05. Cachoeira Purificação

Seguindo nossa lista de cachoeiras no Vale do Capão, a Cachoeira da Purificação é uma que não pode ficar de fora do seu roteiro. No total são três quedas em meio à mata verde, mas já aviso que a mais bonita é a terceira.

Cachoeira da purificação, Vale do Capão
Cachoeira da Purificação, Vale do Capão

Entretanto, devo avisar que as águas aqui são famosas por serem a mais geladas de toda a Chapada Diamantina, então respire fundo e não hesite na hora de pular, porque não dá para entrar aos pouquinhos.

A trilha até a Cachoeira Purificação é leve, mas o guia é indispensável, já que também não há sinalização. Procure chegar cedo, principalmente na alta temporada, pois o fluxo de turistas aqui é bem grande.

06. Trekking do Vale do Pati

Os amantes de trekking vão amar esse passeio pelo Vale do Pati. A aventura dura entre 3 e 5 dias e possui diversos níveis de dificuldade. Portanto, se você não tem muita experiência com a atividade não recomendo este passeio. Mas para quem tem preparação e disposição o caminho não poderia ser melhor.

chapada diamantina trilha
Vista da trilha do Vale do Pati, na, Chapada Diamantina.

Ao todo são 70km de percurso e normalmente os grupos iniciam por Mucugê ou pelo Vale do Capão. No trajeto você vai passar por platôs, vales escarpados, além de observar o que há de mais bonito no cerrado. E o mais legal é que os pernoites costumam ser na casa de nativos – uma forma maravilhosa de entrar em contato com a cultura local e aprender mais sobre o estilo de vida desse povo tão acolhedor.

O ideal é fazer a travessia com um guia, já que o trajeto é bem extenso e existem pedaços bem complicados.

Passeios e experiências no Vale do Capão

Sem dúvida, o contato com natureza é algo único, mas há muito mais para ver e fazer no Vale do Capão. Algumas experiências não podem ficar de fora do seu roteiro, então continue sua leitura e descubra quais são.

07. Experimentar pastel de jaca na feira local

O famoso pastel de jaca é uma iguaria local bem famosa e fácil de se encontrar no Vale do Capão. Mas engana-se quem acha que ele tem o gosto forte da fruta. Seja você vegetariano ou não, vale a pena experimentar o pastel de palmito com jaca para descobrir o sabor único desse prato.

E para acompanhar o pastel de jaca, nada melhor do que um delicioso copo de caldo de cana geladinho! Não deixe de comparecer na feira do Capão para experimentar.

Dica: experimente também a jaca passa – que nada mais é do que a fruta desidratada. É super interessante e inusitada!

08. Participar de alguma prática terapêutica

Com sua vibe hippie e alternativa, no Vale do Capão você vai encontrar diversos lugares que oferecem experiências terapêuticas para os viajantes.

yoga chapada diamantina
Aula de yoga aos pés do Morrão, no Vale do Capão

As pousadas costumam organizar retiros espirituais, aulas de Yoga, massagens relaxantes, sessões de acupuntura, estudos Xamânicos e muito mais. E por que não experimentar algumas dessas práticas.

Além de proporcionar relaxamento, elas são uma oportunidade de se conhecer melhor e de se desligar de tudo aquilo que te estressa no dia a dia.

09. Experimentar um bom café no Terroá 

Eu não sei vocês, mas eu adoro um bom café. E se você também curte essa bebida não pode deixar de conhecer o Terroá Cafés Especiais. Aqui você vai provar os melhores blends da região. 

E o grande diferencial desse café é que ele é cultivado entre 1.100 e 1.500 metros de altitude, conferindo-lhe um sabor marcante.

Endereço: Rua dos Campos, 24, Vale do Capão, Palmeiras – BA

10. Passear pelo centrinho e conhecer o comércio local

Por fim, outra sugestão para se fazer na vila é conhecer o centrinho e as lojas do comércio local. Existe uma enorme variedade de produtos artesanais para vender, que vão desde sabonetes até roupas e bijuterias produzidas na região.

Prepare sua carteira, pois essa é a hora de comprar as famosas lembrancinhas e também outras coisinhas mais para você mesmo!

Vale do Capão
O Vale do Capão é destino certeiro para quem curte terapias alternativas.

Bônus: festivais de música

Se você gosta de apreciar um bom som, ao longo do ano ocorrem no Vale do Capão festivais de música que você não pode deixar de conhecer. Você pode escolher entre um festival de Jazz, de reggae, ou então de blues. Fique atento aos calendários para saber quando irão ocorrer as próximas edições.

teatro na praça do vale do capão
Teatro infantil na praça do Vale do Capão

E para conferir outros festivais e eventos que ocorrem na Chapada Diamantina, é só clicar aqui.

Restaurantes no Vale do Capão

Opções de boa gastronomia não faltam no Vale do Capão, na Bahia. O Gatto Sete Bistrô é um lugar muito especial e que mistura com maestria a culinária contemporânea e os ingredientes locais. E o melhor é que eles possuem parceria com produtores locais, garantindo ingredientes sempre frescos. Ambiente amplo e aberto, com pratos visualmente lindo e de sabor inigualável, almoçar ou jantar no Gatto Sete é uma verdadeira experiência gastronômica.

Outro lugar que vale a pena conhecer é o Ôxe Restô. O restaurante serve pratos tradicionais, feitos com ingredientes fresquinhos adquiridos de produtores locais. O ambiente possui aquele toque rústico e os pretos são de primeira.

Outros dois lugares que são parada obrigatória no Vale do Capão são a comida caseira da Dona Beli e a pizza integral da Pizzaria Capão Grande.

  • Endereço Gatto Sete: Rua dos Gatos, 7
  • Endereço Ôxe Restô: Ladeira da Vila, s/n
  • Endereço Dona Beli: R. do Folga, s/n
  • Endereço Pizzaria Capão Grande: Praça São Sebastião, s/n

Pronto para conhecer o Vale do Capão, na Bahia?

Conta pra mim, gostou das nossas dicas sobre o Vale do Capão, na Chapada Diamantina? Agora vai ser muito mais fácil planejar sua viagem dos sonhos. Ah! E depois volte para nos contar como foi sua experiência usando nossas dicas. Seu feedback é importante para nós.


Continue o planejamento da sua viagem:

Roteiro Chapada Diamantina: o que fazer em 10 dias de viagem

Onde ficar na Chapada Diamantina: Lençois, Capão, Mucugê ou Andaraí?

Rio de Contas: conheça este paraíso ainda pouco explorado da Chapada Diamantina

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Aluguel de Carro!
    locação de carro
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *