É provável que durante seu planejamento de viagem para Paris, você tenha descoberto o Paris Pass e agora está se perguntando se vale a pena fazer esse investimento, não é mesmo?

Nesse post iremos explicar direitinho tudo sobre esse “pacote turístico” para que você possa tirar suas próprias conclusões e entender se ele faz sentido ou não para a sua trip. Vamos lá?


Uma das maiores preocupações de todo viajante é com as suas economias, seja você um mochileiro ou alguém com um perfil de viagem de luxo. Ninguém quer viajar e acabar gastando mais dinheiro do que o necessário.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Além disso, nesse momento de planejamento da viagem para a capital francesa, é realmente importante se informar das diversas maneiras de circular pela cidade e conhecer o que ela tem de melhor para oferecer.

Mas será que o Paris Pass é tão bom quanto dizem? Eu também tive essa dúvida durante a minha viagem e pesquisei bastante para entender se ele me atenderia da forma que eu esperava.

Sim, o preço assusta logo de cara, porque estamos falando de um mínimo de 130€. E se convertermos para a nossa moeda desvalorizada do jeito que está, esse valor dói ainda mais no bolso!

Mas vamos por partes. O que é esse tal de Paris Pass?


Não deixe de ler: Viagem para Paris: +20 dicas essenciais para quem visita a cidade pela primeira vez


O que é o Paris Pass?

O Paris Pass nada mais é do que um cartão que te permite acesso “gratuito” em mais de 60 atrações de Paris, sem precisar enfrentar as filas enormes (bem comuns nas atrações turísticas de Paris!) e perder tempo de viagem. Você pode adquiri-lo para 2, 3, 4 ou 6 dias de viagem.

museus no paris pass
A grande maioria dos museus de Paris está incluída tanto no Paris Pass quanto no Paris Museum Pass

Digamos que o Paris Pass é o cartão de turismo mais completo que a cidade tem, já que existem outras opções interessantes, dentre elas o Paris Museum Pass e o Paris Visite. Cada um com as suas particularidades e diferenças.

Paris Museum Pass: melhores museus e atrações de Paris

O Paris Museum Pass é um cartão que te dá direito a entradas, gratuitas e sem fila, em 50 museus e atrações da cidade. Ele é perfeito para aquelas pessoas que querem realmente uma experiência cultural completa regada a passeios nos museus e monumentos parisienses. Clique para conferir mais informações.

Paris Visite: mobilidade urbana

Já o Paris Visite te dá vantagens de mobilidade, como poder circular, de forma ilimitada, utilizando dos meios de transporte público.

Paris Pass: o melhor dos mundos

O Paris Pass é como se fosse uma junção dos dois cartões citados anteriormente. Ele proporciona também alguns benefícios extras, principalmente para aqueles que querem conhecer a cidade mais profundamente e aproveitar cada cantinho da famosa Cidade Luz.

Ou seja, o Paris Pass tem como objetivo deixar a sua viagem mais prática, ágil e fácil, com o benefício te alguns euros de economia no fim das contas. Confira mais informações sobre este passe aqui.

 

Mas o que está incluído no Paris Pass? Vão ter todas as atrações que eu pretendo visitar?


O que inclui o Paris Pass?

O que realmente chama a atenção no Paris Pass é o número de pontos de interesse, monumentos, museus, galerias e atrações em Paris incluído nesse passe. Dentre os mais de 60 itens, estão os clássicos: Museu do Louvre (sem fila!), Arco do Triunfo, Palácio de Versalhes e Ópera Garnier (com tour guiado!).

Contudo, o que considero mais interessante nesse passe é o fato dele incluir também algumas experiências em Paris, como o passeio de barco pelo Rio Sena, uma degustação de vinhos e uma visita à Torre Montparnasse (uma das vistas mais lindas da cidade).

Além disso, um dos principais benefícios do Paris Pass é poder andar de metrô, ônibus, RER, Tramway, entre outros meios de transporte público, de forma ilimitada, durante a viagem.


Vale saber: ao final do artigo, disponibilizei uma lista completa de tudo que está incluído no Paris Pass! 


Principais atrações incluídas no Paris Pass

Só de ter todas as atrações listadas abaixo incluídas, na minha opinião, o Paris Pass vale a pena. Digo isso, principalmente pela praticidade, pois ao adquirir o passe, as entradas para as principais atrações de Paris estão incluídas. Desse modo, não precisamos nos preocupar em adquiri-las separadamente.

Aqui vai uma listinha básica do que está incluído que provavelmente também está no seu roteiro:

Arco do Triunfo

Subir no Arco do Triunfo é realmente incrível para poder observar Paris por um outro ângulo, com vista panorâmica e um vislumbre da Torre Eiffel logo ali. Este é um dos monumentos mais famosos do mundo e não pode ficar de fora do seu roteiro!

arco do triunfo fura fila paris pass
Não importa o tamanho da fila para visitar o Arco do Triunfo, o Paris Pass dá “entrada VIP”

Museu do Louvre

Impossível ir à Paris e não ir ao Louvre observar de perto a Monalisa e outras tantas obras de arte incríveis que compõem o acervo deste museu, que é um dos maiores do mundo. Separe ao menos 3 horas, mas saiba que é possível passar dias andando por seus corredores.


Atenção: o acesso ao Louvre é feito mediante agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário gratuitamente.


Palácio de Versalhes

Dentre as atrações principais de Paris, o Palácio de Versalhes proporciona um mergulho na história da França, além de um agradável passeio por seus belos jardins.

Ópera Garnier

A visita guiada ao Ópera Garnier é super interessante para conhecer o prédio por dentro. Suas dependências são realmente imponentes e riquíssimas em detalhes. A visita dura cerca de 2 horas.

Passeio de barco pelo rio Sena

Nada como apreciar a cidade à bordo de um cruzeiro pelo Sena. Qualquer horário é digno deste passeio, mas o pôr do sol é realmente especial.

Ônibus Hop-On-Hop-Off

Uma ótima pedida para quem tem pouco tempo em Paris, o ônibus hop-on-hop-off também é interessante para um primeiro dia de viagem para aqueles que querem se ambientar e entender onde estão os principais monumentos, como se locomover, etc.

Visita à Torre Montparnasse

O mais interessante da Torre Montparnasse é poder observar a cidade de Paris do alto. Por ser bastante plana, é possível ver praticamente toda a cidade, como se fosse uma maquete.

paris pass vale a pena
Fim de tarde na Torre Montparnasse.

Quanto custa o Paris Pass?

Uma das suas principais dúvidas agora deve ser essa, não é mesmo? Não somente você está se perguntando quanto custa o Paris Pass, mas também o quão benéfico é esse cartão turístico. Será que vale mesmo a pena fazer esse investimento? E a resposta é: depende.

Se você é aquele tipo de viajante que não pretende ficar muitos dias na cidade e gosta de fazer um mergulho profundo nos lugares em que visita, o Paris Pass é perfeito para você.

Como falei acima, você pode comprá-lo para 2, 3, 4 ou 6 dias de viagem e os valores variam de acordo com o número de dias e a sua idade (já que menores de 18 anos e crianças pagam valores diferenciados).

Aqui vão os preços do Pariss Pass para adultos (maiores de 18 anos):

  • 2 dias = 130€
  • 3 dias = 165€
  • 4 dias= 205€
  • 6 dias = 245€

Já para jovens (12 a 17 anos), os valores ficam mais em conta:

  • 2 dias = 75€
  • 3 dias = 95€
  • 4 dias= 115€
  • 6 dias = 145€

Por fim, crianças tem um preço promocional realmente muito bom, o que facilita (e muito!) viagens em família.

  • 2 dias = 40€
  • 3 dias = 55€
  • 4 dias= 65€
  • 6 dias = 80€

Nota: a retirada do passe deve ser feita no Big Bus Ticket Shop, na 11 Avenue de L’Opera.

Onde comprar o Paris Pass?

Eu costumo utilizar o site GetYourGuide para a maioria das minhas viagens à Europa. A grande vantagem deste site é ter em um só lugar as melhores ofertas de passeios, tours e entradas nas mais variadas cidades européias. Confira aqui este e outros passeios em Paris.


Afinal, o Paris Pass vale a pena?

Indico o Paris Pass especialmente para quem está visitando Paris pela primeira vez. Essa é uma ótima forma de conhecer os principais atrativos da cidade sem ter que se preocupar em comprar as entradas dos museus, ticket para transporte público, etc.

Isso significa que você poderá desembarcar em Paris tranquilo de que já tem tudo o que precisa em mãos, pois o Paris Pass inclui um guia detalhado da cidade.

Se você está indo com o tempo contadinho, também é uma ótima ideia investir em um Paris Pass e organizar bem o seu cronograma para poder curtir ao máximo as atrações que te interessam.

E se você está indo pela segunda vez, que tal revisitar os principais monumentos, mas também cair de cabeça em uma experiência diferente por Paris? São tantos museus e atrações incluídos que com certeza você encontrará algo que é a sua cara.

 

Paris Pass x compra convencional das entradas

Os valores do Paris Pass não são exatamente baratos, especialmente quando convertidos para o Real. Contudo, ao analisar e calcular o total de gastos de todos os passeios individuais para fazer em Paris + gastos com transporte, o custo fica bem mais alto do que comprar um Paris Pass.

Se você ainda está com uma pulga atrás da orelha refletindo se o Paris Pass vale a pena, aqui vai uma dica: faça uma lista com as atrações, museus e pontos de interesse que você gostaria de conhecer e pesquise os preços individuais.

Para facilitar, aqui vai uma listinha com alguns dos atrativos principais:

• Museu do Louvre: 17€
• Centro Georges Pompidou, Museu Nacional de Arte Moderna: 14€
• Museu de Orsay: 17€
• Big Bus – passeio hop-on hop-off de ônibus: 39€
• Passeio de barco no Sena – Bateaux Parisiens: 15€
• Tour Montparnasse: 18€
• Palácio de Versalhes: 18€
•  Tour guiado na Ópera Garnier: 18€
•  Navigo 1 semana (bilhete de metrô): 28€

Para 4 ou 6 dias, o Paris Pass é bastante atraente ao fazer o somatório dessas e de outras atrações. Se você tem apenas 2 ou 3 dias na cidade, acho que pode ser mais interessante investir em um Paris Museum Pass. Citei as diferenças entre esses dois mais acima no texto.

palácio de versalhes paris pass
Localizada a uma hora de distância de Paris, Versalhes é uma ótima pedida para uma viagem mais longa na capital francesa

Vantagens e desvantagens do Paris Pass

Como falei anteriormente, dentre os principais motivos pelos quais o Paris Pass vale a pena estão a praticidade e a facilidade. Mas talvez o ponto mais interessante de adquiri-lo é não ter que enfrentar filas e filas para as principais atrações de Paris.

Sim, você ganha “entrada VIP” nos monumentos, com acesso exclusivo e mais rápido, com o seu cartão em mãos. Ou seja, ganha-se muita agilidade também.

Outro adicional do Paris Pass é que uma vez com o passe na mão, ficamos mais abertos a conhecer outros pontos turísticos “diferentões” de Paris, como o Panteão e o Museu dos Esgotos de Paris. Ou seja, acabamos visitando atrações que não estavam no topo da lista, mas que estão incluídas no passe.

Mas nem tudo é perfeito e, para desapontamento geral, a Torre Eiffel não está incluída no passe. A visita deve ser organizada à parte e sugiro que você compre o ingresso pela internet, para evitar filas (especialmente se você for na alta temporada).

Fora isso, o Paris Pass é realmente muito completo e tem praticamente tudo para uma visita a Paris pela primeira vez.


#DicaDaGaia: algumas dicas importantes para a sua viagem

Agora que você já sabe se o Paris Pass vale a pena ou não para você, aqui vão algumas dicas importantes para o seu planejamento de viagem:

Seguro Viagem Internacional

Você sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para viajar para Paris? E não só isso:ter um seguro viagem internacional é um dos melhores investimentos que todo viajante pode fazer.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para pesquisar e comparar as opções disponíveis antes de qualquer viagem. Os preços são sempre muito bons e ainda tem desconto com o cupom MALADEAVENTURAS.

Seguro Viagem: Europa
GTA 75 EUROMAX GTA 75 EUROMAX Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*
Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Assistência médica EUR 40.000 Bagagem extraviada EUR 500 (SUPLEMENTAR) R$ 20/dia*
TA 100 MUNDO (exceto EUA) TA 100 MUNDO (exceto EUA) Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*

Leia também: Seguro viagem: 5 razões para você contratar um para a sua viagem


Chip de Viagem Internacional

Outra dica que eu sempre compartilho por aqui é o chip internacional para a Europa. Muita gente não percebe o quanto que ter internet e estar conectado durante os seus dias fora de casa é importante. Geralmente, as pessoas só vão perceber isso durante a viagem, o que acaba diminuindo as possibilidades de escolha, compra e preço.

Diferente do que muitos pensam, um chip de internet internacional não é só para postar fotos lindas e maravilhosas. Ele serve também para se comunicar com alguém que esteja viajando junto com você ou se comunicar com alguém do Brasil, como sua família e amigos.

O chip também é muito útil para o seu dia-a-dia viajando, para o uso de aplicativos de celulares úteis, como os de mapas, localização, solicitação de carros e informações importantes que você possa precisar no momento. Vale sempre a pena garantir a sua conexão lá fora e viajar mais confortável.

Dica: o chip que eu uso na Europa e sempre indico é o da Yes Brasil. Além de ter uma excelente conexão, a cobertura de países também é um ponto super positivo.

E a boa notícia é que os nossos leitores também ganham na Yes Brasil! Usando o código MALADEAVENTURAS no final da sua compra, você garante 10% de desconto! Bom demais, não é?


Veja também: Chip de internet na Europa: qual é o melhor chip para a sua viagem


Bônus: lista completa de atrações incluídas no Paris Pass

Principais Atrações e Atividades: 
• Museu do Louvre
• Museu de Orsay
• Centro Georges Pompidou, Museu Nacional de Arte Moderna
• Espace Dali
• Big Bus – passeio hop-on hop-off de ônibus (embarque e desembarque ilimitados enquanto durar o bilhete)
• Cruzeiro fluvial Bateaux Parisiens
• Degustação de Vinhos – O Chateau
• Tour Montparnasse
• Museu Grévin, Museu de Cera
• Paris Story
• Palácio de Versalhes
• Tour guiado na Ópera Garnier
• Tour na Notre-Dame (atualmente em reforma)

Galerias:
• Museu Rodin
• Museu Nacional da Orangerie
• Museu Nacional de Artes Asiáticas

Locais de Interesse
• Petit Train de Montmartre
• Les Étoiles du Rex
• Excursão cinematográfica “Set in Paris”
• Le Musée Gourmand du Chocolat – História do Chocolate
• Musée des Égouts de Paris – Museu dos Esgotos de Paris
• Cité des Sciences et de l’Industrie – La Villette

Edifícios Históricos:  
• Conciergerie
• Chapelle Expiatoire
• Castelo de Rambouillet
• Castelo de Vincennes
• Castelo de Champs-sur-Marne
• Castelo de Pierrefonds
• Crypte archéologique du Parvis de Notre-Dame
• Casa de Auguste Rodin em Meudon
• Museu Condé – Castelo de Chantilly
• Musée et domaine nationaux du Château de Compiegne
• Museu Nacional dos Castelos de Malmaison e Bois Préau
• Basílica Catedral de Saint-Denis
• Abbaye Royale de Chaalis- Musée Jacquemart André
• Sainte-Chapelle
• Castelo de Maisons-Laffitte
• Villa Savoye
• Castelo de Fontainebleau

Monumentos:
• Arco do Triunfo
• Panteão

Museus:
• Musée de l’Armée, Tombeau de Napoléon 1er
• La Cinémathèque française – Museu do Cinema Francês
• Cité de l’Architecture et du Patrimoine – Museu dos Monumentos Franceses
• Museu de Arte e História do Judaísmo
• Museu da Moda e dos Têxteis
• Museu da Música – La Villette
• Musée de l’Ordre de la Libération
• Museu da Publicidade
• Museu do Ar e do Espaço
• Museu de Arqueologia Nacional de Saint-Germain-en-Laye
• Museu do Instituto do Mundo Árabe
• Musée départemental Maurice Denis
• Museu de Artes Decorativas
• Museu de Artes e Ofícios
• Musée des Plans-Reliefs
• Museu do Quai Branly
• Museu Gustave Moreau
• Museu Nacional de Cerâmica de Sèvres
• Museu Nacional da Marinha
• Museu Nacional do Renascimento – Castelo d’Ecouen
• Musée National de Port-Royal des Champs
• Museu Nacional da Idade Média – Themes de Cluny
• Museu Nacional Eugène Delacroix
• Museu Nissim de Camondo


E aí, conseguiu chegar a uma conclusão? O Paris pass vale a pena ou não?

Depois de tantas dicas boas de viagem e de esclarecer várias dúvidas sobre o Paris Pass, você tem tudo para ter uma viagem dos sonhos para Paris! Aproveite muito e não esqueça de nos contar depois, aqui nos comentários, como foi a sua experiência, ok? Boa viagem!


Leia também:

Quanto custa viajar para Paris: passagem, hospedagem, alimentação, passeios e mais

Onde ficar em Paris: quais são os bairros bem localizados (e mais baratos!) para se hospedar


 

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *