Está curioso para descobrir quais são os pratos típicos da Suíça? Vem com a gente que nesse post vamos compartilhar as melhores receitas suíças para você testar em casa. E se você estiver com viagem marcada para o país, aqui você vai encontrar as delícias que você não pode deixar de experimentar por lá!


Confira também:

Tudo sobre os destinos suíços mais famosos entre os brasileiros: Zurique, Berna, Lucerna, Interlaken e Appenzell.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!


Deliciosos pratos típicos da Suíça

A cozinha suíça traz muitas influências regionais, incluindo França, Alemanha e Itália (países fronteiriços), mas também apresenta muitos pratos específicos da Suíça.

Historicamente, o país era de agricultores. Logo, os pratos tradicionais suíços tendem a ser simples, feitos de ingredientes básicos, como batatas e queijo. Hmmm!

E o curioso é que, apesar do tamaninho do país, existem muitos pratos típicos de determinada região. Este é o caso do Zürcher Geschnetzeltes, um picadinho de carne típico de Zurique, e do Rösti, que surgiu no cantão de Berna.

01. Fondue – o mais famoso dos pratos típicos da Suíça

O fondue é O prato nacional da Suíça. Seu nome vem da palavra francesa fondre, que significa derreter, e foi descrita pela primeira vez na Ilíada de Homero como uma mistura de queijo de cabra, farinha e vinho.

O ingrediente principal do fondue é o queijo derretido, com muitas variedades regionais e adições saborosas, como conhaque de cereja, vinho branco ou uma pitada de noz-moscada. Foi inventado por necessidade, na época em que os habitantes alpinos e pastores viajantes dependiam apenas de queijo, vinho e pão para levá-los durante o inverno.

prato super tradicional na suíça: fondue
O fondue de queijo é O prato nacional da Suíça
  • 1 dente de alho cortados ao meio
  •  ½ litro de vinho branco
  • 1 colher de chá de suco de limão
  • 225g de queijo emmental ralado
  • 225g de queijo gruyère ralado
  • 1 colher de chá de farinha de milho
  • pedaços de pão em cubos, para mergulhar

Esfregue o interior da panela de fondue com as metades do alho. Adicione o vinho e o suco de limão à panela e aqueça até ferver. Abaixe o fogo e misture gradualmente os queijos até derreter, mexendo o tempo todo.

Usando as pontas de fondue, mergulhe os cubos de pão no queijo e sirva. Não deixe ferver para não queimar o fundo.

02. Raclette

Raclette é um prato delicioso para os dias mais frios! Ele é bem simples e consiste em queijo derretido por cima de batatas e conservas (pepinos e cebolas).

raclette suíça
Raclette: uma deliciosa fatia de queijo derretido por cima de batatas e conservas. Hmmm!

Para a experiência completa, o ideal é contar com uma racleteira (aparelho próprio para este prato). Contudo, é possível improvisar o preparo do prato com a ajuda de uma frigideira. Mas já aviso logo que perde todo o charme.

Se você tiver a racleteira em casa, basta colocar o queijo para derreter e depois adicioná-lo às batatinhas cozidas e às conservas de pepino e cebola. Se você precisar acionar o plano B, é só usar a frigideira para fazer o mesmo processo.

O queijo típico do Raclette tem o mesmo nome e é possível encontrá-lo em delicatessens de grandes cidades como Rio e SP. Outra opção, é comprar online e receber pelos Correios. Sim, isso é possível! Rsrs

Apesar de simples, o site Raclette.com.br cumpre com o objetivo, que é vender o típico queijo Raclette produzido com a receita original do cantão de Valais. Recebemos essa dica da querida amiga, Quel, do Vamos Pra Onde e adoramos!

03. Batata rösti

Rösti é um dos pratos típicos da Suíça que une simplicidade e sabor! Essa panqueca de batata crocante crocante com uma apetitosa cor dourada era consumida no café da manhã por agricultores no cantão suíço de Berna, mas hoje é um prato popular com muitas variações.

prato típico da suíça: batata rosti
A Batata Rösti é um dos pratos típicos da Suíça que une simplicidade e sabor!
  • 1 batata grande
  • ¼ de xícara de chá de queijo meia-cura ralado grosso
  • 1 colher de sopa de azeite
  • sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Descasque a batata e passe-a  pela parte grossa do ralador. Em seguida, coloque a batata ralada no centro de um pano de prato limpo, forme uma trouxinha e torça bem para extrair o excesso de água da batata.

Regue com azeite uma frigideira e leve-a a fogo médio. Disponha a batata em formato de disco (cerca de 12cm) e pressione levemente com uma espátula para nivelar. Adicione sal e pimenta do reino a gosto, abaixe o fogo e deixe cozinhar por cerca de 8 a 10 minutos.

As batatas em contato com a frigideira ficarão douradas. Depois disso, é só virar a batata para dourar o outro lado. Nós utilizamos um prato para auxiliar no processo e funcionou super bem. Deixe cozinhar por mais 5 a 7 minutos em fogo baixo. E pronto!

04. Zürcher Geschnetzeltes – Iscas de Filé à Moda Zurique

Tradicionalmente preparado com tiras de vitela fatiada, as iscas de filé ao estilo de Zurique – popularmente conhecidas como Zürcher geschnetzeltes – apareceram pela primeira vez em livros de culinária em 1947, mas atualmente são consideradas um dos clássicos pratos com origens na região de Zurique.

iscas de filé a moda de zurique
Zürcher Geschnetzeltes com batata rösti testado e aprovado por mim!

O prato é normalmente temperado com sal, pimenta, pimentão e vinho branco. Embora a batata rösti seja o acompanhamento mais comum, ele também pode ser servido com arroz ou purê de batatas.

  • 300g de filé mignon cortado em tiras
  • 100g de cogumelos Paris frescos cortados em lâminas
  • 1 cebola pequena em cubos
  • 2 dentes de alho
  • 50ml de vinho branco
  • 250ml de creme de leite fresco
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Tomilho a gosto

Em uma frigideira, coloque 1 colher de sopa de manteiga. Quando ela estiver bem quente, acrescente o filé mignon em tiras e tempere com sal e pimenta. Após dourá-lo, flambe-o com vinho branco. Desligue o fogo e separe o vinho da carne.

Na mesma frigideira, refogue o alho e a cebola em 1 colher de sopa de manteiga. Em seguida, adicione os cogumelos, o tomilho e o vinho branco que havia sido reservado. Cozinhe até que o vinho reduza pela metade.

Adicione o creme de leite e deixe ferver. Por fim, junte a carne à mistura e seu Zürcher Geschnetzeltes está pronto! Sirva com batatas rösti.

05. Schnitzel – um dos pratos típicos da Suíça que é compartilhado com países vizinhos

Schnitzel nada mais é do que um bife a milanesa super comum na Suíça, Áustria e Alemanha. Mas existem alguns segredos para deixá-lo com aquela casquinha sequinha e crocante deliciosa.

prato típico da suíça: schnitzel
Schnitzel sequinho e crocante acompanhado de batatas.

Confira abaixo a receita desse prato típico da Suíça:

  • 4 bifes de carne de porco (ou outra de sua preferência);
  • Alho, pimenta do reino e sal para temperar a carne (a gosto);
  • Limão siciliano fatiado para servir com os bifes prontos;
  • 200 g de farinha de rosca (se for feita em casa, de pão, fica mais gostoso ainda);
  • 4 colheres de sopa de farinha de trigo;
  • 2 ovos batidos com 2 colheres de creme de leite (sem soro de preferência);
  • 3 colheres de manteiga em uma frigideira para fritar os bifes.

O primeiro passo é amaciar a carne e deixar os bifes bem fininhos. Para isso, utilize um martelo de cozinha. Depois de temperar os bifes, passe-os na farinha de trigo e, em seguida, no ovo. Mas o segredo está em fazer uma mistura de ovos com creme de leite! Cubra-os com farinha de rosca e leve para fritar na manteiga pré aquecida. Sim, é muita manteiga, mas ela traz um gostinho sensacional.

Estou doida para experimentar essa receita da Camilian, do Destino Munique!

06. Älplermagronen – macarrão alpino

Um dos pratos típicos da Suíça para comer no alto da montanha em um dia de inverno depois de esquiar ou praticar snowboard, o Älplermagronen é super comfort food.

macarrão suíço
O macarrão suíço não poderia ser feito de forma diferente: com batatas e queijo.

Esse prato de nome difícil nada mais é do que um macarrão cozido com batatas em cubinhos e queijo derretido em cima. Para acompanhar, um purê de maçã. Um prato bem inusitado, não?

  • 500g de batatas cortadas em cubinhos
  • 200g de mcarrão tipo caracol (famoso pelo Mac and Cheese americano)
  • 200g de queijo maduro ralado (na Suíça eles usam o queijo Appenzeller)
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 cebolas em fatias finas
  • 1 dente de alho picado
  • 3 colheres de sopa de creme
  • 3 colheres de sopa de leite
  • Compota de maçã como acompanhamento

Descasque as batatas e corte-as em cubos pequenos. Coloque-as em uma panela e leve ao fogo para cozinhar. Quando a água estiver fervendo, adicione o macarrão e cozinhe até ficar macio. Em seguida, coloque o macarrão, a batata e o queijo ralado em um refratário e leve ao forno a 120 ° C para gratinar.

Derreta a manteiga em uma frigideira e refogue a cebola e o alho até dourar. Coloque em cima do prato de macarrão. Paralelo a isso, leve ao fogo o creme de leite e o leite com um pouco de sal e despeje sobre o macarrão.

Mantenha no forno até o queijo derreter – isso levará cerca de 10 minutos. Sirva assim que estiver pronto, com compota de maçã para acompanhar.

07. Zopf

O Zopf é um pão suíço tradicional que é caracterizado por sua textura macia e aparência trançada. Geralmente, o zopf é preparado durante o fim de semana e consumido aos domingos com manteiga e geléia de frutas.

pão suíço Zopf
Zopf: um pão fofinho e delicioso típico da Suíça
  • 1,2 kg de farinha de trigo
  • 170 g de manteiga sem sal
  • 800 ml de leite
  • 30 g de fermento biológico instantâneo
  • 1/2 xícara de açúcar
  • 1 colher de sopa de sal

Em um bowl, peneire um quilo de farinha com o fermento, o açúcar e o sal juntos, misturando bem os ingredientes. Em seguida, aqueça lentamente a manteiga e o leite, até que a manteiga esteja derretida e a mistura fique morna.

Adicione a manteiga e leite aquecidos à mistura seca e mexa com uma colher vigorosamente. Quando a mistura começar a desgrudar do fundo do recipiente, será necessário usar as mãos para sovar a massa.

Sovar a massa é importante para garantir a textura do pão. Adicione farinha aos poucos até a massa estar desgrudando das mãos. Sove por mais dez minutos e coloque-a para descansar por 1 hora.

Após o descanso, corte-a com uma faca em quatro partes iguais. Molde delicadamente quatro tiras de trinta cm cada e faça uma trança. Coloque em uma forma com papel manteiga, e deixe descansar por vinte minutos. Pincele uma gema delicadamente por cima e leve para assar em forno pré-aquecido a 200°C. Asse por quarenta minutos ou até que esteja bem dourado por fora.

08. Birchermüesli

Um dos pratos típicos da Suíça para o café da manhã, o birchermüesli requer preparação prévia, uma vez que a aveia precisa hidratar por algumas horas.

muesli suíça
Muesli é o que todo suíço come no café da manhã do dia a dia.

Criado pelo médico suíço Maximilian Bircher-Benner há mais de cem anos, esse é um café da manhã MARAVILHOSO para dar energia, então é ótimo para um dia daqueles!

  • 1 pote de iogurte natural (170 g)
  • ½ xícara de chá de leite
  • 1 maçã com casca
  • 1 colher de sopa de nozes, avelãs ou amêndoas picadas
  • 1 colher de sopa de uvas passas ou cranberry
  • 1 colher de flocos de aveia previamente embebida em 3 colheres de sopa de água.
  • Suco de ½ limão
  • 1 colher de sopa de mel

Numa tigela, coloque o iogurte, o leite, a aveia, a linhaça e o mel. Misture e tampe (ou cubra com filme). Deixe na geladeira por 12 horas. Na manhã seguinte, rale a maçã e misture-a  com os demais ingredientes. Adicione o suco de limão e mexa. Em seguida, coloque seus topins por cima (amêndoas, uvas passas, cranberry…).


Sobremesas suíças

Os suíços não são muito açucarados como os vizinhos franceses ou italianos e, na maioria das vezes, preferem tortas simples feitas com frutas do que aquelas sobremesas elaboradíssimas feitas com ovos, manteiga e açúcar. Espere receitas pouco doces, mas incrivelmente deliciosas!

09. Rhabarberwähe – torta de ruibarbo

Wähe é uma deliciosa torta suíça feita em versões doces e salgadas. A versão doce é preparada com frutas da estação, como ameixas, damascos, ruibarbo e maçãs, enquanto as salgadas geralmente incluem queijo, espinafre ou cebola, semelhante ao quiche francês.

Acredita-se que as primeiras versões foram cozidas em casa com restos de massa de pão. Embora ela fosse considerado uma refeição dos pobres no passado, com o tempo, o prato tornou-se popular entre a classe média e é frequentemente consumido durante o café da manhã.

torta de ruibarbo suíça
Torta de ruibarbo: um sabor clássico do verão suíço

A receita apresentada abaixo é de uma torta de ruibarbo que experimentei durante minha viagem à Suíça em Agosto/2019 e fiquei apaixonada. Eu nunca havia ouvido falar de ruibarbo, um vegetal com tons que vão do verde ao vermelho vivo.

Nesta viagem, descobri que ele é super comum no preparo de compotas e tortas suíças durante o final da primavera e início do verão. Essa é uma das belezas de viajar: poder descobrir novos sabores!

Para a massa, é só você utilizar a sua receita preferida de massa podre. E aqui vai a receita para o recheio:

  • 3 colheres de sopa farinha de amêndoas
  • 850 gramas de ruibarbo descascado e cortado em pedaços pequenos (ou qualquer outra fruta, fresca ou congelada)
  • 200ml de leite
  • 100ml de creme de leite
  • 1 ovo
  • 1 colher de sopa de amido de milho
  • 3 colheres de sopa de açúcar

Coloque um papel manteiga em uma forma redonda de 32 cm de diâmetro. Em seguida, abra a massa de maneira uniforme por toda a forma e  faça furinhos com o auxílio de um garfo (isso ajuda a criar uma crosta bem crocante).

Espalhe uniformemente a farinha de amêndoas sobre a massa – essa camada é muito importante, pois absorve o excesso de suco de frutas durante o cozimento.

O próximo passo é colocar o ruibarbo em cubinhos com 3 colheres de sopa de açúcar sobre a fruta (eu não faria isso por nenhuma outra fruta, mas o ruibarbo é bem azedinho e precisa de uma dose de açúcar pra ficar legal).

Em uma tigela, misture o leite, o creme de leite, o ovo, o amido de milho e o açúcar. Despeje a mistura sobre as frutas e leve ao forno por 45 minutos na prateleira mais baixa do forno (a temperatura certa e a prateleira mais baixa são muito importantes para uma crosta torta crocante).

10. Zuger Kirschtorte

Zuger kirschtorte é um bolo de camada suíço feito com camadas de pão de ló, creme amanteigado e merengue de nozes. Ele é tradicionalmente aromatizado com Kirschwasser, um conhaque de cereja, enquanto seu local de origem é a cidade de Zug, daí o nome.

Os lados do bolo são normalmente decorados com amêndoas torradas, enquanto a parte superior é levemente polvilhada com açúcar de confeiteiro.

Suspiro de amêndoas:

  • 4 claras
  • 120g de açúcar de confeiteiro
  • 20g de maisena
  • 100g de amêndoas moídas

Genoise:

  • 3 ovos, claras e gemas separadas
  • 3 colheres (sopa) de água quente
  • 80g de açúcar de confeiteiro, peneirado
  • 10g de açúcar refinado
  • 50g de farinha de trigo
  • 50g de maisena
  • 1 pitada de fermento em pó

Creme de manteiga (buttercream):

  • 150g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
  • 150g de açúcar de confeiteiro, peneirado
  • 1 gema
  • 50g de geléia de groselha – usei de amora

Xarope:

  • 4 colheres (sopa) de água
  • 20g de açúcar refinado
  • 120ml de kirsch

Para polvilhar:

  • 100g de amêndoas torradas e picadas – deixei-as com casca para dar um colorido ao bolo
  • 70g de açúcar de confeiteiro

Para conferir o modo de preparo, clique aqui.


Pronto para testar esses pratos típicos da Suíça?

Depois dessa lista com 10 pratos típicos da Suíça, tenho certeza que você ficou doido para visitar o país e experimentar essas delícias direto na fonte, não é mesmo? De fato, é uma experiência única estar na Suíça e provar o autêntico fondue ou uma deliciosa wähe!

Se ficou alguma dúvida, é só deixar um comentário! E me despeço com receitas de outros países para inspirar você a fazer um tour gastronômico pelo mundo sem sair de casa:

Café da manhã francês: 5 receitas francesas para um delicioso petit dejeuner

Como fazer Hambúrguer Caseiro e Batata Frita na Airfryer

7 segredos para fazer empanadas argentinas perfeitas

Jantar italiano: receitas, ideias e dicas para seu jantar temático!

Jantar mexicano: guacamole, salsa, sour cream e mais!

Jantar árabe: receitas e dicas para preparar o seu jantar temático em casa

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *