Para quem gosta de destinos fora do convencional, vem comigo descobrir as maravilhas de Rio de Contas (Bahia)! Esse é o destino ideal para os apaixonados pelo ecoturismo e conta com excelentes trilhas e cachoeiras, além de um centrinho histórico super charmoso.

Nesse artigo vou te mostrar tudo o que você precisa saber sobre Rio de Contas (BA) para fazer uma viagem inesquecível. Quer descobrir onde fica, como chegar, onde se hospedar e o que fazer por lá? Então não pare sua leitura e se surpreenda com as belezas dessa cidadezinha baiana. 

Por que viajar para Rio de Contas (Bahia)

A Chapada Diamantina é um destino bastante conhecido por turistas do mundo todo, mas existem algumas cidades próximas que são verdadeiras joias esperando para serem descobertas.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Assim é Rio de Contas, uma pequena cidade perfeita que fica a menos de 2 horas de distância do sul do Parque Nacional da Chapada Diamantina e que não pode ficar de fora do seu roteiro pelo destino.

Rio de Contas Bahia
A pequena e simpática cidade de Rio de Contas, na Chapada Sul.

Além de uma história muito preservada nos casarões coloniais do Centro Histórico, em Rio de Contas você vai encontrar trilhas e cachoeiras lindas em meio à natureza quase intocada. Com toda certeza você vai se surpreender com as belezas da região e com a paz e sossego.

Seja você um amante do ecoturismo, seja você alguém buscando renovar as energias, Rio de Contas é um lugar que você não pode deixar de incluir na sua lista de próximas viagens. E eu já vou te ajudar mostrando as principais atrações da região. Vamos lá! 

Onde fica Rio de Contas (Bahia)

Se você procurar no mapa onde fica Rio de Contas verá que ela fica nos arredores da Chapada Diamantina em uma região chamada Chapada Sul. A cidade é perfeita para incluir em um roteiro de carro pela Chapada Diamantina.

onde fica Rio de Contas, na Bahia
Estradas sem fim no interior da Bahia. Foto: @gaiavani

Os aeroportos mais próximo ficam em Vitória da Conquista (220km), com acesso via estrada asfaltada, e Lençóis (274km), com acesso via estrada de terra.

Rio de Contas x Mucugê

Muita gente que viaja para Mucugê aproveita e se aventura a conhecer também Rio de Contas. A distância entre Rio de Contas e Mucugê é de 128km e o trajeto pode ser feito em pouco mais de 2h. 

Você deve sair de Mucugê pela BA-564 até a altura de João Correia e lá acessar a BA-148 até seu destino final em Rio de Contas. Embora seja perfeitamente possível fazer um bate e volta, eu recomendo você separar uns dois dias para conhecer Rio de Contas.

Rio de Contas x Salvador

Se você pretende chegar de avião pela capital baiana, daí seu percurso será bem maior. O trajeto Rio de Contas x Salvador tem 577km e a viagem dura cerca de 8h.

Você vai dirigir pela BR-364 até Feira de Santana e de lá pegar a BR-116 até Milagres. Em seguida você permanece na BA-046 até o município de Iaçu e na BA-245 até Encruzilhada. Depois é só seguir as placas direcionando até Mucugê e daí para a frente o caminho será o mesmo que eu já te ensinei aqui acima.

Lembrando que outra opção é ir de avião até Vitória da Conquista e de lá seguir de carro até Rio de Contas.

Qual é a melhor época para visitar Rio de Contas (Bahia)?

Sem dúvidas, uma visita a Rio de Contas (Bahia) é uma boa pedida a qualquer época do ano. Mas tenho algumas informações muito importantes para você que está buscando a melhor época para a sua viagem.

Pico do Itobira
Não há tempo ruim para fazer trilhas em Rio de Contas! Na foto: trilha do Pico do Itobira.

Antes de mais nada, os meses de abril a outubro são de seca, então a possibilidade de dias chuvosos é pequena. Em contrapartida, a quantidade de água nas cachoeiras tende a diminuir.

Já o período de chuvas fica entre os meses de novembro e março, o que significa que as cachoeiras ficam mais bonitas, mas as trilhas ficam mais cheias de lama. De todo modo, fique tranquilo, pois elas não costumam ser muito intensas.

Dessa forma, uma época boa para conhecer a região é logo após a temporada de chuvas, porque assim você pega o melhor dos períodos de seca e chuva.

Onde se hospedar em Rio de Contas (Bahia)?

As pousadas em Rio de Contas são mais simples. No entanto, é possível encontrar opções bem aconchegantes para se ter uma ótima experiência de hospedagem.

Igrejas de Rio de Contas, na Bahia
Mais um clique do Centro Histórico de Rio de Contas! Foto: @gaiavani

Uma das nossas indicações é a Pousada Sempreviva, localizada em um charmoso casarão colonial a 200m do centro.  O interior da pousada é uma graça e cada quarto é pintado com uma cor super viva pelo lado de fora, deixando o ambiente leve e descontraído. Os donos da pousada te atendem pessoalmente e são sempre muito receptivos.

Também pertinho do centro histórico, a Pousada Portugal é mais uma ótima opção em Rio de Contas na Bahia. Os quartos são bem confortáveis e o jardim na parte interna da propriedade é lindo! Além de aproveitar a piscina, você também pode saborear drinks deliciosos no bar que fica na área externa.

Agora se você quer ficar em um lugar mais reservado, não deixe de conhecer o Chalé Trilha das Águas. Ele fica na estrada que leva até a Cachoeira do Fraga e possui até uma pequena cozinha para você preparar suas refeições.

O que fazer em Rio de Contas (Bahia)?

Em Rio de Contas (BA) não vão faltar lugares deslumbrantes para você conhecer e eu vou apresentá-los a você. Tenho certeza de que você vai se apaixonar!

  1. Passeio pelo Centro Histórico

Conhecer o Centro Histórico é um programa incrível para você fazer em Rio de Contas (Bahia). A cidade tem sua origem ainda no final do século XVII quando escravos se refugiaram na região.

Centro Histórico Rio de Contas Bahia
Casarios super bem conservados no Centro Histórico de Rio de Contas. Foto: @gaiavani

Já no século XVIII, os bandeirantes chegaram e utilizaram a mão de obra negra para procurar por ouro e outros metais preciosos. Com a descoberta de metais preciosos a cidade conheceu um período de bastante riqueza, o que podemos notar até hoje nos casarões e igrejas coloniais.

Passear pelas ruas do centro é fazer uma viagem muito gostosa ao passado, ainda mais pelo fato de que todas as construções se encontram em ótimo estado de conservação.

Curiosidade: o centro serviu de cenário para as filmagens de Abril Despedaçado. Assim sendo, vale a pena separar um dia para explorar a Igreja Matriz, a Casa de Câmara e Cadeia, a Prefeitura e todo o conjunto arquitetônico da cidade.

  1. Pico das Almas

Se você gosta de aventuras, não pode deixar de conhecer o Pico das Almas. Em Rio de Contas, as trilhas estão entre os passeios mais procurados pelos turistas e justamente o Pico das Almas é o que possui o percurso mais bonito da região.

Pico das Almas, Rio de Contas, Bahia
Pico das Almas, a trilha mais buscada de Rio de Contas. Foto: Orlando Santos

O Pico das Almas é o terceiro maior do Nordeste, com mais de 1.800m de altitude e a trilha que leva até o topo é considerada de moderada a difícil, então esteja muito bem preparada(o). Aliás, é aqui que você vai encontrar os três maiores picos do Nordeste.

Até a base da montanha são 18km que podem ser percorridos de carro (não abra mão de um 4×4, já que o trajeto está muito precário). Até o topo são mais 6km a pé em uma trilha com trechos bem íngremes e pouquíssima sombra.

No total o passeio dura por volta de 7 horas e é importante que você leve água e alimentos, além de roupas e calçados confortáveis. Ah! E não esqueça da presença de um guia local.

  1. Pico do Itobira

Segundo maior pico do Nordeste, o Pico do Itobira possui 1.970m de altitude e sua trilha está repleta de paisagens de tirar o fôlego. O trajeto possui trechos bem acidentados e íngremes, então essa não é uma trilha muito recomendada para quem não tem muita experiência.

Trilhas em Rio de Contas
É possível acampar no topo do Pico do Itobira! Foto de drone: @gaiavani

Mas todo o esforço é recompensadoquando você chega no alto e se depara com uma visão maravilhosa do Pico das Almas, da Serra do Sincorá e da Serra do Barbado. No total o passeio dura 6 horas e é importante levar água e comida com você. Não deixe de tirar muitas fotos!

Dica: é possível pernoitar no pico e há uma cachoeira no caminho. Ou seja, vá equipado com roupas de banho e equipamentos de camping para ter uma experiência completa no local.

  1. Pico do Barbado

Fechando o circuito dos picos mais altos do Nordeste, o Pico do Barbado possui incríveis 2.033m de altitude e impressiona com toda a sua diversidade natural. Ele fica entre os municípios de Rio de Contas, Abaíra e Rio do Pires e lá do alto você tem uma das visões mais incríveis da Chapada Diamantina.

O acesso até o topo por Rio de Contas é bem difícil e dura cerca de 5 horas. A presença do guia por aqui é indispensável, bem como roupas e calçados adequados.

  1. Cachoeira do Mocotó

Em Rio de Contas as cachoeiras também são atrações imperdíveis. Guardada por montanhas, a Cachoeira do Mocotó além de ser linda é o lugar ideal para um banho bem gelado para renovar as energias.

Para chegar lá você deve seguir por uma trila durante 40 minutos é o Riacho do Mocotó, onde você será presenteado com três quedas d’águas que foram um poço com águas escuras e ótimas para um bom banho.

  1. Poço das Andorinhas

Em seguida temos o Poço das Andorinhas, que na verdade fica localizado no município de Arapiranga (a apenas 25km de distância de Rio de Contas).

Passeios em Rio de Contas
Cachoeira das Andorinhas. Foto: Orlando Santos.

Para chegar até lá é preciso pegar uma estrada de terra até o ponto onde você deve deixar o carro e seguir a pé. A partir daí são mais 40 minutinhos por um percurso que faz valer a pena cada passada, pois você encontra várias pequenas cachoeiras e poços para se refrescar.

O final da trilha é um poço com águas claríssimas e natureza intocada. Além disso, você também encontra a gruta que dá o nome ao lugar, já que as andorinhas migram para a região. Sem dúvidas, um espetáculo da natureza!

  1. Cachoeira do Fraga

Provavelmente a Cachoeira do Fraga é a atração mais fácil de se chegar em Rio de Contas (Bahia) e a mais procurada pelos turistas. São apenas 12 minutos de carro até lá e você vai se deparar com as diversas quedas que formam um lindo poço de águas transparentes.

Além de lugar para estacionar o carro, a Cachoeira do Fraga também possui um bar que serve bebidas e petiscos para os turistas. Portanto, ela é uma cachoeira que já não tem tanto aquele ar de intocada como outras da região.

  1. Cachoeira Lavra Velha

Com toda certeza essa é uma das cachoeiras mais bonitas em Rio de Contas. Para chegar até a Cachoeira Lavra Velha você vai percorrer um trajeto de cerca de 3km, passando por diversos outros poços, cachoeiras e corredeiras.

O que fazer em Rio de Contas, na Bahia
Cachoeira Lavra Velha. Foto: Orlando Santos

No final do caminho você encontra duas quedas grandes e dois poços fundos para se refrescar. Contudo, para chegar até ela recomendo a presença de um guia, pois a trilha não é bem marcada e a região servia como rota de garimpeiros, então existem várias pequenas trilhas menores que podem te confundir. Mas certamente os guias locais conhecem o caminho com a palma das mãos.

  1. Passeio pelas comunidades

Para quem está buscando o que fazer em Rio de Contas além do convencional, recomendo o passeio pelas comunidades da região. Há três comunidades que vivem isoladas na cidade: duas de descendentes de africanos e uma apenas com descendentes de portugueses.

As duas comunidades quilombolas se chamam Comunidade do Bananal e Comunidade da Barra e seus moradores se dedicam basicamente ao artesanato. Não deixe de conhecer por lá a sede do projeto Mulheres Quilombolas, onde as mulheres das comunidades produzem lindos artesanatos com algodão cru.

Estradas Chapada Diamantina
As estradas e a paisagem bucólica da zona rural de Rio de Contas. Foto: @gaiavani.

Já a comunidade com descendentes portugueses é um pouco mais estruturada. Uma curiosidade é que 80% das pessoas por lá tem o sobrenome Mafra, pois o casamento entre parentes era comum (inclusive gerando alguns problemas de consanguinidade).

Vale lembrar que é preciso fazer agendamento para conhecer as comunidades e é sempre bom marcar com um guia para te levar até lá.

  1. Fazenda Vaccaro

Por fim, a Fazenda Vaccaro é aquele tipo de lugar onde você vai encontrar natureza, cultura e gastronomia em um só lugar. Conhecida por ser a produtora da primeira cachaça orgânica do Brasil (eleita a melhor do país), essa fazenda é perfeita para passar o dia com a família. O dayuse conta com diversas opções de diversão, como tirolesa, toboágua, trilhas, mirante, salão de jogos e muito mais.

Recomendo também a visitação ao local onde produzem as cachaças, pois tudo é feito de forma artesanal e é muito interessante todo o processo. E no final a lojinha é o ponto de parada perfeito para comprar quitutes e lembrancinhas para amigos e parentes. 

Guia em Rio de Contas (Bahia)

Sem dúvidas, a presença de um guia para acompanhá-lo em seus passeios em Rio de Contas na Chapada Diamantina é essencial. Além de fazer as trilhas com mais tranquilidade, a visita fica muito mais rica! 

Nosso guia em Rio de Contas foi o Orlando e eu recomendo o trabalho dele para quem visita a cidade. Além de conhecer a região perfeitamente bem (por ser nascido e criado no local), ele também é uma pessoa sensacional e muito querida.

guia em rio de contas, na bahia
Nosso guia em Rio de Contas: o querido Orlando!

Nunca esquecerei a cocada caseira feita por sua família que ele levou em uma das trilhas para compartilhar conosco. Uma delícia! No site dele você encontra informação sobre diversos pontos e o contato para agendar passeios. É só clicar aqui.

Pronto para conhecer Rio de Contas, na Bahia?

Rio de Contas é incrível, né? Depois de conhecer um pouco mais das belezas desse lugar, tenho certeza de que você já está doida(o) para fazer as malas. Se ainda ficou alguma dúvida é só eixar seu comentário aqui embaixo que teremos maior prazer em ajudar.


Continue o planejamento da sua viagem pela Chapada Diamantina:

Chapada Diamantina: as melhores dicas para você planejar a sua viagem

Vale do Pati: tudo que você precisa saber para planejar seu trekking

Dicas para conhecer a Cachoeira da Fumaça: a segunda maior do Brasil

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *