roteiro chiang mai

Roteiro 2 dias em Chiang Mai: as MELHORES DICAS que você vai ler

Chiang Mai é um dos destinos imperdíveis que devem estar no roteiro de quem viaja para a Tailândia, isso porquê o norte do país abriga experiências e lugares incríveis. Aula de culinária, templos sagrados, santuário de elefantes, hotéis maravilhosos e cafés charmosos é só um pouco do que você vai encontrar por lá.

Nesse post eu vou compartilhar com vocês o meu roteiro de 2 dias em Chiang Mai, especial para quem tem pouco tempo de viagem e quer dar um pulinho no norte do país.


Chiang Mai

Chiang Mai vem cada vez mais chamando atenção de turistas que estão à procura de experiências diferentes e que querem conhecer a Tailândia autêntica.

Foi exatamente isso que sentimos na nossa breve passagem por lá: os templos são mais sagrados, a culinária é mais picante, os mercados noturnos também são frequentados por locais e tivemos a oportunidade de viver experiências maravilhosas, como a visita à um santuário de elefantes.

santuário de elefantes
Durante a nossa visita no santuário Lanna Kingdom!

Se você ainda está na dúvida se vale a pena ir até lá, pode apostar que vale sim. Eu fiquei indecisa na hora de montar o meu roteiro, pois tinha apenas 9 dias e queria muito conhecer as praias. Mas, acredito que se eu não tivesse ido em Bangkok e em Chiang Mai, não teria sentido a verdadeira magia de uma viagem para a Tailândia.


Aproveite para ler o post:
Roteiro de 9 dias na Tailândia: Bangkok + Chiang Mai + Koh Phi Phi + Railay Beach


Como falei, separei apenas dois dias para conhecer Chiang Mai e selecionei os passeios que caberiam dentro do meu tempo. Claro que ficou muita coisa de fora e eu já estou planejando uma próxima ida para lá, mas tudo que eu fiz valeu a pena. Continue lendo para se encantar!


Como chegar

Chiang Mai fica a 700km de Bangkok, que é, normalmente, por onde todos os turistas chegam na Tailândia. Nós ficamos duas noites em Bangkok e, no terceiro dia pela manhã, pegamos um vôo cedinho para Chiang Mai, pela companhia aérea Thai Airways. Foi a melhor opção para o nosso roteiro, já que a duração do vôo foi de apenas 1h15. Teria sido ainda mais rápido se o vôo não tivesse atrasado 1h30, mas, de qualquer forma, avião é a maneira mais prática de ir de Bangkok para Chiang Mai.

Vale a pena viajar de avião dentro da Tailândia, já que as passagens são muito baratas. Pagamos R$200 por pessoa no trecho Bangkok – Chiang Mai, na melhor companhia aérea. Há, inclusive, outras companhias, como a Air Asia, que oferecem vôos por, pasmem, R$80 reais o trecho. Eu preferi apostar em uma cia mais bem avaliada e adorei a experiência.


roteiro 2 dias em chiang mai
A famosa escadaria que chega ao templo Doi Suthep. É linda!

Outras maneiras para chegar em Chiang Mai, partindo de Bangkok, são de trem ou ônibus. Em ambos, você precisará de um dia inteiro ou uma noite inteira de viagem – são cerca de 13h entre uma cidade e outra.

A passagem é muito mais barata e dizem que a paisagem, indo de trem, é bem bonita. Se você tiver mais tempo, pode ser uma boa opção para economizar também, mas, se o tempo for curto, é melhor optar pelo avião mesmo, que é bem mais rápido!


Onde se hospedar

Uma das grandes vantagens de viajar pela Tailândia é o preço dos hotéis. Você consegue se hospedar em hotéis 5 estrelas e resorts incríveis por valores bem menores do que em outros destinos. Abaixo, uma seleção de hotéis tops, como o Shangri-la Chiang Mai, onde nos hospedamos e também algumas opções mais em conta, como hostels muito bem localizados e charmosos.

Essa foi a nossa escolha durante os dois dias que tivemos em Chiang Mai. O hotel 5 estrelas oferece uma estrutura maravilhosa, com quartos muito espaçosos e confortáveis, restaurantes renomados, piscina com direito a toboágua, spa, academia, espaço kids e muito mais. Veja como foi a nossa experiência: Hotel Shangri-la em Chiang Mai: ótima localização e muito conforto!

Shangri-la Hotel
Nosso quarto no Hotel Shangri-la em Chiang Mai


  • Goldenbell Hotel

O Goldenbell Hotel é uma opção mediana: conforto, boa localização, piscina e ótimo preço! O valor da diária fica em torno de R$140 o casal. Ele está localizado dentro da Old Town, a principal área turística de Chiang Mai, perto de templos e restaurantes. Vale a pena dar uma olhada!

Foto: divulgação


  • Green Sleep Hostel

A decoração do Green Sleep Hostel é linda, parece ter saído do Pinterest. Ele é super bem avaliado no Booking e tem ótima localização, perto do Wat Phra Sign, um dos templos mais famosos da região, também dentro da Old Town. É uma ótima opção para quem viaja sozinho ou quer economizar na hospedagem. A diária fica em torno de R$40.

Hostel em Chiang Mai
Green Sleep Hostel e a sua decoração super Pinterest!


Quando ir

Com o clima doido do jeito que tá, fica difícil afirmar qual é a melhor época para ir para a Tailândia. Mas, o que todo mundo recomenda, é evitar a temporada das chuvas, que acontece de Maio a Novembro.

Em  Chiang Mai, é bom se atentar também à temporada das queimadas, que acontece no final de Março. Aliás, estivemos na cidade dois dias depois da grande queimada que eles fazem nas plantações e o ar estava super poluído, às vezes ficava até difícil de respirar.

Nos falaram que o ar fica assim durante uns 5 dias só. Não atrapalhou a nossa viagem e ficamos poucos dias por lá, mas respirar toda essa fumaça por muito tempo, deve fazer super mal. Então, se puder evitar essa época, fica a dica!


Roteiro de 2 dias em Chiang Mai

Precisei enxugar bastante o roteiro e fazer tudo um pouco corrido. Mas, mesmo com apenas dois dias, conseguimos aproveitar bastante o hotel onde nos hospedamos e conhecer os principais pontos turísticos de Chiang Mai, além de fazer o tão esperado passeio para um santuário de elefantes.

Por conta do atraso do vôo na ida para Chiang Mai, tivemos que cancelar a aula de culinária que estava marcada para o primeiro dia, mas, abaixo, falarei melhor sobre a aula e outros passeios que não pude incluir no meu roteiro. Continue lendo!


Dia 1: Descanso no hotel + Compras no Night Bazaar

Chegamos em Chiang Mai perto das 13h. Fomos direto para o Shangri-la Chiang Mai, onde nos hospedamos, e aproveitamos para curtir bastante toda a estrutura do hotel, que é incrível e já valeu como um passeio. Ficamos na piscina, que estava super convidativa para fugir do calor da cidade, conhecemos o spa, almoçamos no restaurante lá mesmo, tomamos drinks e banho de banheira. Foi ótimo para recuperar as energias e relaxar um pouco!

hotel shangri-la chiang mai
Toboágua da piscina do hotel Shangri-la ao fundo!

Se você está se perguntando o que fazer em Chiang Mai à noite, olha essa dica: fomos andando até o Night Bazaar, que fica a 500m de distância do hotel. O Night Bazaar é um ótimo lugar para fazer compras, principalmente lembrancinhas. É enorme e tem de tudo! A dica é pechinchar para conseguir preços ainda melhores e ir com disposição para andar bastante.

compras em chiang mai
Uma das vendinhas do Night Bazaar!

Há também muitas barraquinhas de rua com comidas típicas, para quem quiser se aventurar. Não estávamos muito no clima de comida tailandesa nesse dia, então fomos no Burger King, que fica pertinho do hotel também.

Outra dica muito boa: massagens!!! Em Chiang Mai você vai encontrar os melhores preços de massagens. Tem lojinhas a cada esquina, é só escolher a sua preferida!


Não dá para esquecer de reservar o seu seguro viagem! A gente sempre recomenda o site Seguros Promo, que tem os melhores preços. Com o código MALADEAVENTURAS você ainda garante 5% OFF!


Dia 2: Visita aos Templos, Passeio na Old Town, Visita ao Santuário de Elefantes, Jantar típico

O segundo dia começou muito agitado! Acordamos cedinho para visitar alguns templos da cidade, começando pelo Doi Suthep, conhecido também como “Templo da Motanha”, por estar no alto de uma delas.

Ele fica mais distante do centro, cerca de 40 minutos. Decidimos chamar um Grab pelo aplicativo (igual o nosso Uber!) e negociamos com o motorista para ficar a parte da manhã à nossa disposição. Ele topou e pagamos 1.000 baht (100 reais mais ou menos) pra ele nos levar nos templos, esperando a gente dentro do carro.

O Doi Suthep é realmente incrível. Tem uma energia diferente e vimos muitos monges fazendo orações. Sentimos que é bem mais sagrado do que os templos de Bangkok.

doi suthep roteiro chiang mai
O incrível templo Doi Suthep!

De lá, seguimos para a Old Town, para visitar outros dois templos: Wat Phra Sign e Chedi Luang. Cada um com suas características e igualmente bonitos. Além desses três templos que visitamos, existem mais 297 em Chiang Mai. Sim, é templo pra caramba!! Então sugiro que você escolha os principais que deseja conhecer a separe um ou dois dias pra isso, caso tenha mais tempo no roteiro. Nós tínhamos apenas uma manhã, mas achei bom conhecer esses três, foi o suficiente!

templo chedi luang em chaing mai
Templo Chedi Luang, em Chiang Mai

Nosso motorista deixou a gente na Old Town, depois do terceiro templo e aproveitamos para caminhar pelas ruas. Passamos por vários cafés, restaurantes e lojinhas charmosas!

Decidimos almoçar no Coffee Club, um restaurante e café bem legal e descolado, que tem um cardápio bem variado, com opções não tailandesas. De lá, pegamos um tuktuk (120 baht, mais ou menos 12 reais) para ir de volta no hotel trocar de roupa.

almoço em chiang mai
Almoço no restaurante The Coffee Club!

O passeio da tarde foi o mais especial de todos. Visitamos um santuário de elefantes e a experiência por uma das melhores da minha vida. Fechamos o passeio com a empresa Lanna Kingdom, que é super correta e resgata elefantes de maus tratos. Eu contei tudo nesse post aqui, que eu sugiro que você leia: Santuário de elefantes na Tailândia: qual escolher e quanto custa. E se você quer saber mais, veja o vídeo que postei no Youtube do Mala de Aventuras, mostrando tudo que fizemos por lá:

Voltamos para o hotel e fomos tomar banho e nos preparar para um jantar especial, com culinária típica da região. Jantamos no restaurante Kad Kafe, que fica dentro do Hotel Shangri-la, e adoramos a experiência. O prato que eu mais gostei foi o Khao Soi – uma sopa à base de leite de côco e curry, típica da região. Lembre-se de pedir tudo com pouca pimenta ou até sem: a culinária do norte é famosa por exagerar na pimenta!!

prato típico chiang mai
Khao Soi, prato típico do norte da Tailândia

E assim acabou o nosso segundo e último dia em Chiang Mai. No dia seguinte, fomos cedinho para Phuket, para pegar o ferry para Koh Phi Phi.


Passeios imperdíveis em Chiang Mai

É claro que faltaram alguns passeios bem legais para fazer em Chiang Mai. Se você tiver mais tempo na cidade, não deixe de incluir:

  • Chiang Rai

Chiang Rai é uma cidadezinha próxima de Chiang Mai, super famosa por causa do Templo Branco, chamado Wat Rong Khun. Há tours que duram o dia inteiro e saem de Chiang Mai para lá. Outro passeio bem comum é visitar as “mulheres girafa”, que usam vários colares no pescoço. Confesso que esse tipo de turismo não me atrai, mas, se você tem curiosidade, é uma boa oportunidade fazer esse passeio!

  • Aula de Culinária

Se você adora cozinhar ou é apenas um apaixonado por diferentes culinárias, aposte em uma aula em Chiang Mai. A gente indica a empresa Grandma’s Cooking School, que parece oferecer uma experiência bem diferente: primeiro, uma ida ao mercado para comprar ingredientes frescos e depois todos na cozinha para aprender os segredos da culinária tailandesa! Você pode optar pela aula que dura meio dia ou o dia inteiro.

  • Grand Canyon Chiang Mai

Pois é, existe um Grand Canyon em Chiang Mai! Há uma hora do centro da cidade, uma mina que acabou inundada foi transformada em uma incrível atração turística. Você pode nadar, pegar sol e saltar de alguns pontos, que chegam a até 7.5 metros. Um bom passeio para quem quer conhecer um lugar diferente que muita gente acaba não indo!

  • Festival das Lanternas

Em novembro, na 12 lua cheia do ano, segundo o calendário thai, acontece o famoso festival das Lanternas em Chiang Mai. É uma forma de homenagear Buda, trazendo boas energias e concretização de desejos. A cidade fica lotada, cheia de turistas e locais ansiosos para ver o céu se iluminar com as milhares de lanternas que vão para o céu. Já vi muitas fotos e parece ser emocionante! Se você quiser ver com os próprios olhos, se programa para ir em Novembro para Chiang Mai!

  • Pai, uma cidadezinha Hipster

Essa dica eu li no site das meninas do Carpe Mundi. A Betina visitou Pai, um pequeno vilarejo cercado por um conjunto de montanhas, com plantações de arroz, cachoeiras, cavernas e rios. Um lugar super good vibes, com uma pegada hippie. Vale a pena dar um pulinho nesse vilarejo e conhecer mais um lindo lugar e pouco visitado por turistas no norte da Tailândia!


Essas foram as nossas dicas para te ajudar a organizar um Roteiro de 2 dias em Chiang Mai. Espero que tenham sido úteis e que você curta muito o Norte da Tailândia, que reserva experiências maravilhosas. Aqui em baixo tem mais posts que fiz sobre a Tailândia, olha só:

Restaurante Salathip: Jantar típico tailandês em Bangkok

Viagem para a Tailândia: 20 coisas que você precisa saber antes de ir

Hotel Shangri-la em Chiang Mai: ótima localização e muito conforto!


No vídeo abaixo você vai ver um pouco dos nossos dias em Chiang Mai: os templos, o hotel que ficamos e as compras que fizemos no Night Bazaar. Vale a pena apertar o play e conferir!



 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.