Roteiro 9 dias Tailândia

Roteiro de 9 dias na Tailândia: Bangkok + Chiang Mai + Koh Phi Phi + Railay Beach

Acabei de voltar de uma das viagens mais incríveis e especiais da minha vida. A Tailândia é uma mistura de paisagens maravilhosas, cultura totalmente diferente da nossa, sabores apimentados e uma natureza sem igual. Nesse post você vai ler o meu roteiro de 9 dias na Tailândia, incluindo Bangkok, Chiang Mai, Koh Phi Phi e Railay Beach.

Em poucos dias eu consegui conhecer a Tailândia de norte a sul e fazer os principais passeios. Foi um pouco corrido, mas valeu super a pena. Espero que vocês se inspirem e que comecem a planejar logo uma viagem para esse país maravilhoso!


Veja aqui um resumo do Roteiro de 9 dias na Tailândia:

[BANGKOK] Dia 1: Chegada em Bangkok  + Chatuchak Market
[BANGKOK] Dia 2: Templos + Jantar no Salathip + Shopping Icon Siam+ Khaosan Road
[CHIANG MAI] Dia 3: Vôo para Chiang Mai + Night Bazaar
[CHIANG MAI] Dia 4: Templos + Old Town + Santuário de Elefantes + Jantar típico
[KOH PHI PHI] Dia 5: Vôo para Phuket + Ferry para Phi Phi + final de tarde em Tonsai
[KOH PHI PHI] Dia 6: Passeio de Long Tail + Long Beach
[KOH PHI PHI] Dia 7: Mergulho + Barco Pirata
[RAILAY BEACH] Dia 8: Ferry para Railay Beach + Phranang Bay
[RAILAY BEACH] Dia 9: Tonsai Bay + Ida para Bangkok


Dia 1

Roteiro 9 dias na Tailândia: Chegada em Bangkok  + Chatuchak Market

Manhã: A chegada em Bangkok pode ser um pouco demorada por que temos que ir até a Health Care apresentar o cartão da vacina de febre amarela, fazer a imigração e pegar as malas. Parece simples em outros países, mas até você começar a se familiarizar com a Tailândia, vai demorar para encontrar as coisas!

Aliás, essa é uma super dica: ao desembarcar do avião, vá direto na Health Care, antes de passar na imigração. Países latinos precisam apresentar a vacina de febre amarela, então antes de apresentar o seu passaporte na imigração, você vai precisar preencher o papel e de um carimbo dizendo que está tudo ok. Depois, é só entrar na fila, apresentar o passaporte, pegar as malas em uma das mil esteiras disponíveis (o aero é gigaaa!) e pronto, agora sim você estará em terras tailandesas!

Khaosan Road Bangkok
Um pedacinho da Khaosan Road, a rua mais famosa de Bangkok!

O primeiro dia com certeza vai ser o mais cansativo, já que o fuso muda totalmente e ficamos 12h a frente do Brasil. Mas, em um roteiro de poucos dias como o meu, o tempo era precioso! Pegamos um taxi e fomos direto fazer check in e tomar um banho no nosso hotel, o Rambuttri Village. Aproveitamos para almoçar o nosso primeiro “Pad Thai” no restaurante ao lado do hotel e estávamos um pouco recuperados para começar a explorar a cidade.

Tarde: O Chatuchak Market é um mercado ENORME que vende de tudo e abre somente aos finais de semana. Como chegamos no domingo, aproveitamos para ir até lá fazer umas comprinhas e amamos! Encontramos um pouco de tudo para vender, desde lembrancinhas da Tailândia até roupas super legais de designers locais. Livros, eletrônicos, roupas vintage, bolsas e mochilas, cerâmicas, itens de decoração e barraquinhas de comida são mais algumas coisas que você vai encontrar por lá.

Chatuchak Market
No meio da multidão do Chatuchak Market

Tente encaixar a ida a Bangkok no final de semana para poder conhecer o mercado e se jogar nas compras. O preço é realmente muito bom e a experiencia é muito legal – nos sentimos dentro do site Aliexpress! Dica: negocie!! Eles sempre abaixam os preços!

Noite: À noite demos uma voltinha na rua Rambuttri, onde nos hospedamos, e adoramos. Tem vários restaurantes charmosos, lojinhas e Thai massage! Como estávamos exaustos, fomos dormir cedo. Mas a noite é uma criança em Bangkok, opções noturnas não faltam!

Reserve aqui o seu hotel em Bangkok!


Dia 2

Roteiro 9 dias na Tailândia: Templos, Jantar no Salathip, Shopping Icon Siam e Khaosan Road

Manhã: Acordamos bem cedo para visitar os principais templos de Bangkok bem cedinho – na parte da tarde todos ficam lotados de turistas e vai ficando chato e cansativo. Pegamos um tuktuk na porta do nosso hotel e negociamos o preço para ir até o Grand Palace, que era bem pertinho. Pagamos cerca de 15 reais e chegamos às 8:30 para conhece-lo. O valor da entrada é 500BHT por pessoa e não pode estar com os ombros e joelhos descobertos (meninas: não adianta colocar lenço por cima da camiseta, tem que ser uma blusa que cubra os ombros mesmo!!)

Grand Palace Bangkok
Na frente do enorme Grand Palace, onde o Rei morou por alguns séculos!

O Grand Palace é enorme e dentro do complexo são várias construções e templos maravilhosos. Como chegamos cedo, ainda estava vazio e pudemos tirar fotos lindas! Ficamos quase 2h conhecendo tudo e tirando fotos e depois seguimos para o segundo templo: Wat Pho.

O Wat Pho fica a 600m de distância do Grand Palace, então fomos a pé mesmo! A entrada do Wat Pho custa 200BHT por pessoa e lá dentro está o famoso Buda Deitado, que é realmente enorme e impressionante! Aproveite para fazer uma massagem na escola de massagem tailandesa, que fica dentro do Wat Pho.

Wat Pho Bangkok
Construções lindas no Wat Pho!

A terceira parada do dia foi no Wat Arun, que fica do outro lado do rio. Fomos andando até o píer para pegar a balsa e atravessar o rio. Custa apenas 45 BHT (4,50) e demora 10 minutos. O tempo é lindo, com cores claras e muitas escadas levando até o topo. Dizem que no nascer do sol e no pôr do sol fica ainda mais lindo pois reflete a cor alaranjada do céu.

Tarde: Depois de andar muito, chegou a hora do almoço e a fome começou a bater. Ainda do outro lado do rio, fomos conhecer o LHONG 1919, um espaço super arrumadinho com vários galpões que são restaurantes, lojas e galerias de arte. O lugar é bem “cool” e descontraído. Chegamos lá por volta das 14h, então estava vazio, mas à noite deve ser super legal e animado!

Restaurante em Bangkok
Restaurante Naiharng, no complexo LHONG 1919.

Almoçamos por lá mesmo, no restaurante Naiharng. Pedimos alguns pratos típicos e um suco de melancia que estava uma delícia. Para voltar ao hotel, pedimos um GRAB pelo aplicativo (é como se fosse o nosso Uber, mas com outro nome!) e pagamos cerca de R$20 para ir até o nosso hotel, que ficava a meia hora de distância, para descansar um pouco e tomar banho.

Noite: Fomos jantar no restaurante Salathip, que fica no hotel Shangri-la Bangkok. Por lá eles oferecem comidas típicas, com direito a um show de dança da região. O jantar cestava uma delícia e vale muito a pena pelo custo benefício. Uma boa oportunidade para experimentar a culinária local em um ótimo restaurante, por um preço justo. Cada prato custa em média 40 reais e são muito bem servidos.

Restaurante em Bangkok
Entrada maravilhosa no restaurante Salathip!

Ainda tivemos tempo para dar uma voltinha no Icon Siam, um shopping enorme e maravilhoso que fica pertinho do hotel Shangri-la. Para chegar lá pegamos uma balsa que atravessou o rio e nos deixou no shopping.  Lá estão lojas grandes como Zara, H&M, Uniqlo e outras caras como Chanel, Louis Vitton e etc. O shopping é enorme e lindo, vale a visita para quem quer fazer compras ou apenas para conhecer as lojinhas com produtos tailandeses.

É claro que não poderíamos ir embora de Bangkok sem conhecer a famosa Khaosan Road, a rua dos bares, boates e coisas estranhas para comer. É uma rua super turística e bem doida – cada bar com uma caixa de som mais alta que a outra, muita gente andando na rua, muitos ambulantes oferecendo de tudo, insetos para comer, comida de rua, drinks nos baldinhos…. Uma bagunça maluca que vale a pena demais conhecer!

khaosan road bangkok
Sem coragem de comer escorpião no espeto! E você, teria coragem?

O Breno tomou coragem e comeu um escorpião! Eu não tive coragem – pelo contrário, fiquei super enjoada vendo aqueles bichos! kkkk! Mas, se você tiver coragem, vale viver essa experiência. Ps: ele não passou mal, tudo sob controle!


Dia 3

Roteiro 9 dias na Tailândia: Vôo cedo para Chiang Mai + Night Bazaar

Manhã: Nosso vôo para Chiang Mai era às 9h, então saímos bem cedinho de Bangkok. Dica: sempre saia com antecedência, tem bastante trânsito na cidade e nesse dia pegamos muito trânsito por causa de um acidente. O vôo para Chiang Mai acabou atrasando e perdemos a aula de culinária que havíamos reservado com a Grandma’s School. Se você tiver mais tempo em Chiang Mai, sugiro fazer a aula! Deve ser uma experiência bem legal 🙂

Chegamos por volta das 12h por conta do atraso. Pedimos um GRAB e fomos direto pro nosso hotel, que ficava a 20 minutos do aeroporto.

Tarde: Aproveitamos a parte da tarde para curtir bastante o hotel que nos hospedamos, o Shangri-la Chiang Mai. Ele é 5 estrelas e tem uma piscina maravilhosa, com toboágua e tudo. Perfeito para se refrescar – a cidade é muuuito quente!

piscina Shangri-la Chiang Mai
Aproveitando a piscina do incrível Shangri-la Chiang Mai!

O hotel tem uma estrutura incrível, por um ótimo custo x benefício. Foi ótimo usar a parte da tarde para descansar bastante e aproveitar o hotel!

Noite: À noite fomos no Night Bazaar, um mercado noturno gigante com várias lojinhas e áreas de alimentação. Além disso, há thai massagem a cada esquina e também aquele aquário de peixes que “limpam” o seu pé. O Breno fez e gostou, mas eu achei muito estranho! Algumas pessoas falaram que já tiveram infecção por conta disso, então é bom pensar duas vezes antes de fazer.

Foot Massage Chiang Mai
“Foot Massage”em Chiang Mai! Você faria?

Andamos muito pra lá e pra cá e aproveitamos para fazer algumas comprinhas. Nesse dia, estávamos um pouco cansados de comida tailandesa e fomos jantar no Burger King, que fica na rua principal, perto do Night Bazaar. Aliás, nosso hotel era muito bem localizado, a 100 metros do centrinho.

Veja aqui opções de hospedagem em Chiang Mai!


Dia 4

Roteiro 9 dias na Tailândia: Templo Doi Suthep, Wat Phra Sign e Wat Chedi Luang + Passeio pelo Old Town + Visita ao santurário de Elefantes + Jantar no Hotel Shangri-la

Manhã:  Acordamos bem cedinho para conhecer alguns dos principais templos de Chiang Mai. Pedimos um Grab no hotel e fechamos com ele para nos levar e esperar nos três templos que gostaríamos de visitar. Ele fechou tudo por 1.000 BHT, o que dá mais ou menos 100 reais. Achamos que valeu super a pena, ja que o primeiro templo, Doi Suthep, fica a 40 minutos do centro de Chiang Mai.

O primiro templo que visitamos foi o Doi Suthep, que é incrível! Lá dentro, construções douradas, muitas estátuas de Buda, altares lindos e muitos monges rezando. Senti que esse templo é muito mais sagrado e menos turístico do que os de Bangkok. Ficamos 1h30 por lá e seguimos para os próximos templos, que ficam na Old Town, um pedaço da cidade que é cercada por muros. Visitamos o Phra Sign e o Ched Luang. (Nos próximos posts vou contar mais detalhes de cada lugar que visitamos!)

Templo em Chiang Mai
Escadaria para chegar no Doi Suthep!

Ao invés de retornarmos para o hotel, pedimos para o motorista nos deixar na Old Town para conhecer. Tem várias lojinhas, cafés e restaurantes! Escolhemos almoçar no Coffee Club e adoramos.

Tarde: Voltamos de Tuktuk para o hotel e fomos trocar de roupa para o passeio mais esperado da viagem: visitar um santuário de elefantes! O transfer do Lanna Kingdom Sanctuary, empresa que escolhemos para fazer esse passeio, nos buscou no hotel e, depois de 1h de estrada, chegamos na casa dos elefantes.

Passeio elefantes Tailândia
Momento muito especial com os elefantes do Lanna Kingdom Sanctuary!

O passeio foi maravilhoso, e ainda demos sorte de não ter mais ninguém pra fazer o passeio, só nós dois, o guia e 4 elefantes lindos! Fizemos carinho, brincamos com eles, demos comida, banho… uma experiência maravilhosa!

Escolhemos o passeio da parte da tarde, com duração de 5h e custou 2.500 BHT por pessoa, mais ou menos R$300 reais.

Noite: Voltamos para o Shangri-la e nos preparamos para um jantar especial no restaurante Kad Café, que fica dentro do hotel. Experimentamos pratos tradicionais do Norte da Tailândia, como a sopa Kaoh Soi, que é uma delícia. O restaurante é aberto para não hóspedes e oferece buffet com comidas típicas por 958 BHT por pessoa.

Restaurante em Chiang Mai
A deliciosa Khao Soi, típica da região norte da Tailândia!

Para fechar o dia, demos mais uma voltinha no Night Bazaar e encontramos outra feira ao ar livre chamada Ploen Ruede, que tinha muitos produtos legais de designers locais e uns food trucks bem interessantes!


Dia 5

Roteiro 9 dias na Tailândia: Ida para Phuket + Ferry para PhiPhi + passeio à noite em Tonsai

Manhã: Pegamos o vôo às 9:40 para Phuket. Para chegar em PhiPhi você pode voar para Krabi ou Phuket – escolhemos a segunda cidade por causa do vôo. Era o único sem escalas saindo de Chiang Mai!

Chegamos no aeroporto de Phuket e pegamos um táxi (600 BHT) até o pier, para então pegar o ferry para PhiPhi, que custou 1000 BHT – compramos a ida para PhiPhi e a volta de PhiPhi para Railay, nosso próximo destino. É mais vantajoso comprar ida e volta, caso você já saiba certinho o seu roteiro.

Koh PhiPhi Drone
Koh Phi Phi Leh vista do alto! // Foto: Breno Madeira

Tarde: Depois de 2h navegando, chegamos na ilha! Nos hospedamos no hotel PP Charlie Beach Resort, que conta uma área de lazer ótima, com piscina de frente pro mar e barzinhos. Os quartos não eram tão bons, mas, valeu a custo benefício.

Noite: Depois de fazer o check in, curtimos o final de tarde na praia em frente ao hotel e saímos para jantar em Tonsai, o centrinho mais badalado de PhiPhi Island. Lá tem inúmeros restaurantes e lojinhas! Jantamos no The Capitan e gostamos bastante.

Aproveitamos para fechar o passeio do dia seguinte com um barqueiro que estava sentado perto do píer. Marcamos para o dia seguinte bem cedinho!


Dia 6

Roteiro 9 dias na Tailândia: Passeio de Long Tail + Praia em Long Beach

Manhã: Como falei, já tínhamos fechado o passeio privado com um long tail (os barquinhos de madeira icônicos de PhiPhi) para sair bem cedinho. Encontramos com ele às 8h no píer e lá fomos nós conhecer a Koh Phi Phi Leh, a ilha ao sul de Phi Phi.

Fizemos o roteiro clássico, passando por Pi-leh Lagoon, Lo Sama Bay, Maya Bay e Monkey Beach. Foi ótimo fazer o passeio privado pois podíamos ficar o tempo que queríamos em cada praia e conseguimos fugir da “hora do rush”, quando chegam muitos barcos de turismo nas praias.

Roteiro 9 dias Tailândia
Passeio de long tail pelas praias de Phi Phi

O passeio durou 4h e pagamos 1.800 BHT os dois, em média 200 reais.

Tarde: Pedimos para o barqueiro nos deixar na Long Beach, praia que fica perto de Tonsai (onde nos hospedamos), mas que tem um clima mais família, com poucos restaurantes e ótimos hotéis. Achamos a praia maravilhosa, com a água muuito clara e muito azul. Almoçamos um Pad Thai de frente pro mar, em um restaurante bem charmosinho.

Restaurante em Long Beach Tailândia
Almoço delicioso de frente para a praia de Long Beach!

Aproveitamos para fazer uma tradicional Thai Massage de frente pro mar e foi incrível! Pegamos um barco táxi para voltar para Tonsai (100BHT por pessoa) e chegamos de volta em Tonsai. Fomos direto na agência da ProFun Divers para fechar o nosso mergulho para o dia seguinte.

Depois, o Breno foi ver o pôr do sol do alto do View Point, uma trilha de 40 minutos que tem um visual lindo da ilha. Enquanto isso, eu aproveitei a piscina do nosso hotel para relaxar!

Noite: Dessa vez escolhemos comer pizza, para variar um pouquinho, e fomos no restaurante La Mamita. Já anota esse nome, porquê a pizza estava beem gostosa e fininha! Demos mais uma voltinha pelo centrinho, fizemos algumas comprinhas e fomos ver as boates que rolam na beira da praia. Muita animação nessa ilha!

bucket phiphi
Os famosos Bucket – baldinhos com bebidas misturadas – em PhiPhi!

 


Dia 7

Roteiro 9 dias na Tailândia: Mergulho + Passeio de Barco Pirata

 

Manhã: O dia começou bem cedinho com um café da manhã reforçado no nosso hotel. Às 7h30 já estávamos na agência da ProFun Divers, preparados para o nosso mergulho. Logo fomos para o barco (bem grande, com dois andares e super equipado!) para iniciar o passeio.

Tivemos duas paradas para mergulho: uma na ilha Koh Bida Nai e outra em Maya Bay. Durante o caminho até a primeira parada, um dos instrutores foi nos explicando várias coisas sobre o mergulho e nos tranquilizando. Quando chegamos, colocamos a roupa, o equipamento e logo caímos na água com o instrutor Marcos, brasileiro que mora lá e que foi incrível com a gente.

Mergulho na tailândia
Tartaruga linda durante o nosso mergulho em Koh Phi Phi

Fizemos o mergulho de batismo, e o instrutor ficou a todo momento com a gente. Não tivemos muita dificuldade e logo chegamos a 12m de profundidade. O que vimos lá embaixo foi indescritível. Tubarão filhote, cardumes enooormes, cobra, moréia, peixes muito coloridos e corais maravilhosos. Parecia que estávamos em outro mundo.

1h depois, chegamos na segunda parada, em Maya Bay. Ali vimos uma tartaruga enorme e conseguimos nadar ao lado dela. Foi uma sensação maravilhosa!

Acabou o segundo mergulho, voltamos pro barco e estava incluído um almoço simples, mas bem gostosinho! Frutas e água também estavam liberados a todo momento. Indico demais a ProFun para fazer mergulho em PhiPhi. Equipe nota 10!

Tarde: Voltamos para Tonsai 12h e fomos direto fazer o passeio de barco pirata com um casal de brasileiro que conhecemos no mergulho e que já tinham fechado o segundo passeio. Como não tínhamos planos, fomos junto com eles e foi bem legal!

O barco pirata é um barco bem grande, com dois andares, que cabem até 70 pessoas. Tem almoço incluído e um bar onde você pode comprar cervejas e drinks. É uma opção mais animada, para quem quer agito.

Maya Bay Tailândia
A Maya Bay estava linda com o sol da tarde batendo na água!

O roteiro foi: Monkey Beach, Pi-leh Lagoon, Maya Bay e Bamboo Island. Foi praticamente o que fizemos no passeio de long tail, mas mesmo assim, achamos muito legal voltar nesses lugares lindo. Outra coisa legal do barco pirata, é que tem caiaque incluído, então pudemos remar na Pi-leh lagoon, que estava ainda mais maravilhosa à tarde por conta do sol batendo.

A Bamboo Island também foi uma surpresa: é uma praia linda, cercada por um mar super azul. Ficamos 1h por lá, até quase o horário do pôr do sol. Voltamos pro barco e vimos o sol indo embora na água. Lindo demais!

pôr do sol PhiPhi
Pôr do sol maravilhoso visto de dentro do barco Pirata!

Noite: O dia foi super intenso e estávamos bem cansados, mas mesmo assim, saímos para comer e depois fomos encontrar os instrutores do mergulho em um barzinho. Conversamos bastante, tomamos um “Bucket”e fomos dormir felizes, depois de um dia maravilhoso!


Dia 8

Roteiro 9 dias na Tailândia: Ida para Railay Beach + Phranang Bay

Manhã: pegamos o ferry das 9h para Railay Beach, onde passamos a última noite da viagem. Nos hospedamos no hotel Railay Princess Resort e adoramos: muito bem localizado e com uma estrutura incrível, por um ótimo preço.

O centrinho de Railay é muuito charmoso, cheio de restaurantes, barzinhos de reggae, vendinhas de smoothie e lojinhas. Adoramos passear por lá!

Railay Beach
Tomando smoothie de Manga em uma lojinha super fofa, no centro de Railay!

A praia não foi a minha preferida, talvez pela época que fomos. A água estava turva e também não pegamos o céu aberto, estava bem nublado. Acredito que não vimos a beleza real da praia.

Tarde: na parte da tarde fomos caminhando até Phranang Bay, uma praia menor, cercada por rochas enormes. Aliás, Railay é um ótimo point para quem pratica escaladas e tem várias agências que fazem o esporte por lá.

Phranang Bay é bem charmosinha, mas estava lotada de turistas. Ali tem também um “templo” bastante curioso, cheio de pênis esculpidos. Eles acreditam que o pênis é sagrado, por proporcionar a reprodução. Vale a pena conferir, apesar de super exótico! hahahha

Phranang Bay
Praia Phranang Bay, em Railay Beach

Assistimos o pôr do sol na praia de Railay, que foi sensacional. Apesar do tempo nublado, na hora do sol o tempo abriu e ficou lindo, colorindo o céu de rosa e laranja. Fiquei imaginando em um dia de céu limpo que lindo que deve ser!

Noite: passeamos mais uma vez na vila de Railay e escolhemos jantar no restaurante Local Thai Food e pedimos um peixe fresquinho que escolhemos na hora. Ele vem grelhado e escolhemos batatas como acompanhamento. Uma das melhores refeições da viagem!

Jantar em Railay Beach
Peixes fresquinhos nos restaurante de Railay Beach!

Depois de jantar, fomos no Jamaica Bar, que tinha música ao vivo. Estava bem animadinho, mesmo em uma segunda-feira. Adoramos o clima roots e descontraído de Railay!


Não esqueça o seguro viagem! A gente sempre indica o site Seguros Promo, que faz um comparativo dos melhores seguros e tem ótimos preços. Com o código MALADEAVENTURAS você garante 5% de desconto!


Dia 9

Roteiro 9 dias na Tailândia: Tonsai Beach + ida para Bangkok

Manhã: O café da manhã do Princess Resort, onde nos hospedamos, era incrível! Muuito caprichado mesmo, então, claro, ficamos um tempão tomando café da manhã por lá. O dia amanheceu nublado, então aproveitamos para fazer tudo com calma.

Roteiro 9 dias Tailândia
Remando de caiaque até Tonsai, em Railay

Alugamos um caiaque na Praia de Railay e fomos remando até Tonsai Beach, uma praia pequenininha que fica ao lado de Railay. Dá para ir a pé também, por uma trilha, mas preferimos alugar o caiaque. Tonsai é bem bonitinha, com paredões de pedras, um resort grande e dois barzinhos de reggae. Ficamos uma hora por lá e depois voltamos pra Railay.

Tarde: tomamos smoothie de manga com leite de côco, aproveitamos mais um pouquinho da praia e fomos tomar banho e começar a nos arrumar para pegar o ferry para Krabi, que fica a 30 minutos dali e é de onde saiu o nosso vôo para Bangkok. Pegamos um long tail no píer improvisado na frente do nosso hotel e pagamos 150BHT por pessoa para fazer esse trajeto.

Railay Beach
Long Tail em Railay Beach

Noite: chegamos em Bangkok tarde, às 21h, e achamos que não valeria a pena ficar no centro da cidade. Aproveitamos para descansar em um hotel próximo do aeroporto, que tinha inclusive transfer ida e volta incluído. Nosso vôo para a Itália (sim! a viagem não acabou por aqui!) foi no dia seguinte, às 12h.


E o roteiro de 9 dias na Tailândia chegou ao fim! Foram dias MUITO especiais e inesquecíveis. Adorei o roteiro que eu montei, consegui conhecer as três principais regiões do país em pouco tempo, e, mesmo corrido, deu tudo certo e conseguimos aproveitar bastante.

Se você tiver mais tempo eu sugiro incluir mais um dia para cada cidade, assim você vai conseguir fazer tudo com um pouco mais de calma e incluir alguns passeios que ficaram faltando no meu roteiro, como o mercado flutuante em Bangkok, uma visita ao templo branco que fica em Chiang Rai, próximo de Chiang Mai, um dia inteiro em PhiPhi para ficar de bobeira curtindo a praia que você mais gostou, mais um dia em Railay para aproveitar os barzinhos charmosos e praias de lá.

Uma super dica é tentar conciliar a sua ida à Bangkok no final de semana, para poder ir no Chatuchak Market, que acontece aos sábados e domingos. Eu e Breno piramos nesse mercado, que era enoorme e tinha muita coisa legal e barata para comprar. Aliás, se puder deixar a ida ao mercado para o final da viagem, vai ser bom, por questões de mala, né? A gente não comprou tudo o que gostaríamos porquê não tínhamos muito espaço e ainda faríamos todos os trechos de avião dentro da Tailândia.

Outra dica é ter chip de internet durante a sua viagem. Facilita muito para se locomover, usando o Google Maps, para pesquisar restaurantes próximos a você, usar o aplicativo Grab (Uber da Tailândia) e claro, postar fotos nas redes sociais! A gente indica o chip da Yes Brasil – eles enviam o chip da Tailândia mesmo e a conexão é muito boa e rápida!


Clique aqui para comprar o seu chip e ganhe 10% de desconto com o código MALADEAVENTURAS!


Templos Bangkok
Agradecendo essa viagem maravilhosa!

Nos próximos posts vou dar mais detalhes de cada cidade e de cada passeio, e também contar melhor como planejei todo o roteiro. Espero que vocês tenham gostado e que se inspirem para planejar a viagem de vocês! A Tailândia é um destino maravilhoso, que reserva muitas surpresas e que te tira da zona de conforto. Com certeza entrou pro topo da minha lista de lugar mais incríveis que eu já fui! <3



 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.