Rota 40 Argentina

Roteiro Argentina: o melhor GUIA para montar seu roteiro

Não importa se você vai tirar férias longas ou está em busca um destino para aproveitar um feriadão: a Argentina tem tudo para entrar na lista de lugares para você conhecer na sua próxima viagem! Com muitas paisagens de perder o fôlego e opções de turismo que podem incluir aventura, neve, boa gastronomia, paisagens urbanas, deserto e vinhos, preparamos um roteiro turístico pela Argentina com o que existe de melhor pelo país.

Aqui vou contar tudo sobre a Argentina! Além de te dar alguns motivos para viajar para esse destino incrível, ainda listo os locais que os turistas mais curtem no país dos nossos hermanos. Ao final deste post, você vai encontrar também uma sugestão de roteiro para 5, 7, 10 ou até 20 dias por lá!

E para você sair daqui já com seu roteiro para a Argentina montadinho, separei várias dicas de viagem, com direito a estimativa de gastos, recomendações de seguro viagem e chip de internet que a gente costuma contratar nas nossas aventuras.


Nós somos fãs do país dos nossos hermanos e já fomos para lá ao menos 5 vezes nos últimos 3 anos. Por isso, resolvemos montar esse post para facilitar a vida de quem está começando a planejar uma viagem para a Argentina!

Aqui vão os principais tópicos que abordaremos ao longo deste artigo:


Por que conhecer a Argentina? 

Se você nunca foi à Argentina, não faltam razões para você começar a pensar em uma viagem pra lá agora mesmo! A primeira delas é, claro, a proximidade. Em poucas horas você chega à capital Buenos Aires, por exemplo.

1. Ótima oferta de voos

Pela pouca distância, há duas vantagens. A primeira é que a oferta de voos é excelente e você encontra uma grande variedade de datas e horários partindo para as principais cidades argentinas. Outra coisa boa é que o voo é bem curtinho, então você consegue fazer uma viagem internacional sem ter o desgaste de horas excessivas dentro de um avião.

2. Não precisa de visto nem de passaporte

Outro ponto ótimo sobre viajar para a Argentina é a facilidade quando se fala em burocracia. Como não há necessidade de visto e há o acordo entre países do Mercosul, você pode viajar apenas com o passaporte ou mesmo só com seu RG (vale lembrar que a carteira de motorista não é aceita). Assim, uma vez que você tenha a passagem em mãos, basta fechar as malas e ir correndo conhecer as cidades mais bonitas da Argentina.

turismo na argentina
A Argentina tem lugares realmente incríveis fora do eixo turístico principal

3. Destino versátil

Dito isto, o que mais chama a atenção de nós brasileiros para nosso país vizinho é o fato da Argentina ser  um destino bem versátil e que se encaixa em muitos perfis de viajantes. Além da famosa gastronomia, que se destaca pelas excelentes carnes, vinhos e doce de leite, você encontra também paisagens impressionantes, que incluem neve, deserto, vinícolas e cidades pequenas ou grandes centros urbanos.

E se você quer saber qual é o melhor lugar na Argentina e o que tem mais a ver com seu perfil de viagem, vem ver só o que cada cidade reserva pra te ajudar a escolher seu destino!


Quais são as principais cidades para visitar na Argentina?  

A Argentina está localizada ao sudoeste do Brasil e a sua extensão permite que o país tenha uma diversidade de paisagens bem diferentes em relação às que estamos acostumadas por aqui. De fato, uma coisa que dá pra dizer é que, não importa para qual cidade você vá, viajar para a Argentina é quase sempre garantia de bastante frio, paisagens incríveis, comida boa e muita história.

E se o turismo na Argentina é sempre lembrado por conta da capital Buenos Aires e de destinos badalados, como Bariloche, vamos mostrar que nossos hermanos tem muito mais a oferecer! Pra te ajudar na missão de planejar sua viagem, vou falar um pouquinho sobre as principais cidades e o que há de mais legal em cada uma delas pra você incluir no seu roteiro pela Argentina.


Dica: para montar seu itinerário e se planejar financeiramente  para esta viagem, faça o download desta planilha de viagem do Mala de Aventuras. Nela, você encontrará várias abas com as principais informações que você precisa para deixar o seu roteiro para a Argentina completíssimo.

Outro material bem legal para te auxiliar neste momento é a checklist de viagem do Mala de Aventuras! Desenvolvemos essa lista depois de deixar muitos itens para trás e passar raiva por causa disso em viagens nacionais e internacionais.


  1. Buenos Aires

É claro que num guia não pode faltar a porta de entrada do país: Buenos Aires! Uma coisa bem legal da capital da Argentina é que não importa quantas vezes você vá, praticamente todo mundo concorda que a cidade sempre tem muita coisa a oferecer aos seus visitantes e que cada viagem pode ser bem diferente da outra.

Buenos Aires, Argentina
Buenos Aires: a capital cosmopolita da Argentina

No entanto, se é a sua primeira vez em Buenos Aires, inclua ao menos uma passada pelos cartões postais de lá. Vale destacar alguns pontos mais interessantes para você incluir no seu roteiro, como o Caminito, a Plaza de Mayo, a Catedral Metropolitana de Buenos Aires, a Casa Rosada, o Museu Nacional de Belas Artes, o Café Tortoni e a livraria El Ateneo.

Para quem quer conhecer o básico do turismo em Buenos Aires, o ideal é ficar ao menos três dias inteiros. Se você puder ficar um pouco mais do que isso, vai conseguir explorar os arredores e conhecer mais coisas além dos principais pontos turísticos. De uma forma ou de outra, com um pouco mais tempo no cronograma, aproveite para fazer alguns passeios a pé pelas ruas da cidade.

Como caminhar por Buenos Aires é sempre uma boa pedida, vale a pena se deixar levar pelas charmosas ruas, sem se preocupar em focar em pontos turísticos específicos. San Telmo é um dos bairros mais bacanas para fazer isso e é uma atração por si só. Para quem gosta de explorar bairros mais descolados, com cafés simpáticos e lojinhas para garimpar, vale passear também por Palermo.

O que mais gostamos neste destino: Buenos Aires é mesmo uma capital cosmopolita com carinha de Europa com a vantagem de ser pertinho do Brasil e muito mais em conta!


Leia também:

Onde comer em Palermo Soho: 10 cafés e restaurantes que você precisa conhecer


  1. Mendoza

Se você ama um bom vinho, é provável que já tenha notado que muitos deles vêm de Mendoza. A cidade é conhecida como a capital argentina dos vinhos, já que a maior parte da produção de todo o país vem de lá. Para se ter uma ideia de como o turismo de Mendoza gira em torno desse mercado, há cerca de 130 vinícolas abertas à visitação.

Além de poder acompanhar bem de pertinho todo o processo de produção dos vinhos, em várias dessas vinícolas você pode desfrutar de um almoço ou jantar nos restaurantes. Algumas têm até serviço de hotel ao pé das montanhas – o que pode ser uma ótima pedida para um fim de semana especial. Nós experimentamos a Casa de Uco Wine Resort e adoramos a experiência!

Mendoza, Argentina
Casa de Uco, Mendoza

Assim, é um destino incrível para quem quer fazer uma viagem mais romântica ou mesmo para quem procura um pouco mais de sossego.

No entanto, se você tiver um estilo de viagem um pouco mais aventureiro, Mendoza também pode entrar no seu roteiro na Argentina. Isso porque há várias trilhas, pontos para escalada e rafting e até mesmo salto de parapente. Outro esporte bastante praticado por lá é o esqui. Se for o seu caso e você tiver curiosidade sobre a prática de esqui nos arredores, vem ver tudo sobre Las Leñas: a estação de esqui próxima a Mendoza.

O que mais gostamos neste destino: as vinícolas são realmente o ponto alto de Mendoza! Come-se e bebe-se muito bem por lá!


Leia também:

O que fazer em Mendoza: 10 passeios imperdíveis para incluir no seu roteiro


  1. Bariloche

Outra sugestão que é um verdadeiro clichê dos guias de viagem é Bariloche, a queridinha dos brasileiros que vão à Argentina! E não faltam motivos para você incluir este destino no seu roteiro também! Localizada na Patagônia argentina, San Carlos de Bariloche oferece atividades para todos os públicos: famílias, casais, aventureiros a fim de pouca ou muita adrenalina. 

Além das incríveis estações de esqui, a região da Patagônia argentina reserva paisagens de tirar o fôlego, seja nos períodos de neve ou nos meses mais quentes. Seus lagos e parques contam com uma natureza super preservada e ficam lindos tanto no verão quanto no inverno.

Se você está planejando uma viagem nos meses de junho a setembro, vale a pena incluir alguns passeios super diferentes, como é o caso do Noche Nórdica, depois de aproveitar as estações de esqui durante o dia.

Outra coisa bem legal para se fazer por lá é conhecer as cidadezinhas dos arredores, que contam com lojas e, claro, boa comida. Uma cidade que vale a pena incluir no roteiro é Esquel, que fica a 280km de Bariloche, e que conta com uma estação de esqui mais tranquila, o Cerro La Hoya, e uma natureza belíssima no Parque Nacional los Alerces.

Vale saber: conhecer a Patagônia argentina pode ser um super passeio mesmo para quem não quer encarar os graus negativos que dão fama à região. Visitar a região no verão significa que você encontrará vales verdinhos e prontos para serem explorados por trilhas, além de lagos brilhando e pedindo por uma voltinha de kayak com direito a mergulho.

O que mais gostamos neste destino: Bariloche é realmente o destino perfeito para ir em família para esquiar!

Bariloche, Argentina
Bariloche: lagos e paisagens de perder o fôlego

Se você se animou para conhecer Bariloche, esses posts podem te ajudar ainda mais: 

Viagem para Bariloche: tudo o que você precisa para planejar a sua

Onde se hospedar em Bariloche 

Onde esquiar em Bariloche e arredores


  1. Salta

Localizada no norte do país, Salta é um ótimo destino para quem ama paisagens naturais super diferentes e muita cultura. Lá pertinho você encontra as famosas montanhas coloridas da Argentina, o deserto de sal da Argentina e várias outras cidadezinhas nos arredores com uma riqueza cultural indescritível. Se você busca uma viagem fora do convencional, vale a pena se aprofundar nesse destino!

Além de estar próxima a outras cidades, Salta também tem um turismo próprio. Por lá, vale destacar o passeio pelo MAAM (Museo Arqueológico Alta Montanha), o Teleférico San Bernardo, a feira artesanal e o centro histórico. Pode ser bem legal também fazer o passeio no Tren a las Nubes, que percorre a província de Salta e passa por paisagens andinas incríveis.

Muita gente busca Salta como ponto de partida para outros locais próximos, como é o caso de Jujuy. Isso porque no norte da Argentina o aeroporto de Salta é o que melhor atende a região.

O que mais gostamos neste destino: as paisagens são muito diferentes do que temos por aqui e a cada quilômetro rodado a gente soltava um novo “uau!”.


Se você pretende explorar esse pedacinho deslumbrante da Argentina a partir de Salta, vem ver outros guias que preparamos sobre essa região:

Sete lugares imperdíveis para conhecer no norte da Argentina

Jujuy (Argentina): como chegar, onde ficar, passeios e dicas imperdíveis

Purmamarca: como chegar, onde se hospedar, o que fazer e dicas para a sua viagem


  1. Ushuaia

Também com uma excelente fama entre os turistas, Ushuaia é uma cidadezinha portuária localizada no extremo sul da Argentina. Apesar de ser bem pequena, Ushuaia tem um turismo rico e de belezas naturais únicas. Colada nos Andes e cortada pelo Canal Beagle (que, aliás, você pode até navegar nele!), ela fica na região da Terra do Fogo, conhecida pela grande diversidade de espécies marinhas e pela extensa área de preservação.

Ushuaia Argentina
Ushuaia: também conhecido como o “fim do mundo”

Em Ushuaia, além de conhecer a cidade, que é super charmosa e já vale a visita, também vale explorar o Parque Nacional Tierra del Fuego e o Museu Marítimo. Faça o passeio no Trem do Fim do Mundo e suba até o Glaciar Martial, uma geleira a sete quilômetros da cidade que pode ser acessada por uma trilha. Por lá, você também pode esquiar no Cerro Castor e visitar a Ilha Martillo, onde os turistas vão para ver os pinguins.

O que mais gostamos neste destino: este destino ainda está na nossa lista, mas mal podemos esperar para visitar as geladas terras do “fim do mundo”.


Leia também:

TOP 10 destinos para conhecer na Argentina


  1. Córdoba

Córdoba é uma província que fica bem pertinho de Buenos Aires, o que significa que você pode aproveitar para estender um pouquinho a sua viagem e conhecer as montanhas que compõem a paisagem local.

Córdoba, é a segunda maior cidade da Argentina, ficando atrás apenas de Buenos Aires. Por lá, o turismo é bem rico, com milhares de opções de restaurantes e cafés de ótima qualidade. Além disso, o centro possui edifícios modernos, praças com muita área verde e parques. Alguns dos pontos principais da cidade são a Plaza San Martín, a Catedral de Córdoba e a igreja Los Capuchinos. 

Córdoba é um grande centro, assim você encontra uma paisagem bastante urbana e uma agenda com uma programação diversa, com exposições de arte e boa gastronomia. Além disso, o mais legal de lá é que tudo isso fica bem pertinho das montanhas, o que dá a cidade um ar bastante único em comparação a outras cidades turísticas na Argentina.

O que mais gostamos neste destino: Cidade badalada e ótima para quem curte sair a noite.


  1. El Calafate

E para fechar essa lista com destinos incríveis para conhecer na Argentina, não poderíamos deixar de fora El Calafate, base para quem quer desbravar o famoso Parque Nacional los Glaciares e o glaciar Perito Moreno. Aliás, El Chalten e Puerto Natales (Chile) são duas cidades que combinam super bem com essa trip!

Ao contrário do que você pode estar imaginando, a melhor época para visitar El Calafate é durante o verão! A alta temporada acontece nos meses de outubro a abril, sendo dezembro e janeiro os meses mais concorridos. Portanto, planeje sua viagem para os meses de sol, de forma a curtir as trilhas e passeios que essa região gelada oferece.

O que mais gostamos neste destino: ainda na nossa lista, temos certeza que vamos AMAR esse destino por conta de sua beleza natural.

El Calafate, Argentina
El Calafate: a irresistível Patagônia Argentina

Para saber mais sobre este destino, confira o relato da Adriana, do Blog Em Algum Lugar do Mundo: O que fazer em El Calafate: dicas e principais atrações.


Roteiro Argentina: opções para 5, 7, 10 ou 20 dias de viagem 

Acho que deu para ter uma ideia de que a Argentina tem um turismo super plural, com opções para quem gosta de uma programação mais urbana, para quem busca sossego e boa comida ou para quem quer ficar no meio da natureza, conhecer espécies raras de animais e ainda aproveitar para praticar esportes.

Assim, montar um roteiro na Argentina vai depender bastante de que tipo de turismo você pretende fazer e qual é o perfil da sua viagem. Outro fator que é super importante na hora de se planejar é ver o tempo que você tem disponível. 

Eu particularmente nunca fiz uma viagem muito longa para a Argentina, mas adoraria pegar um carro para rodar pelo país por uns 20 dias. Aliás, caso você tenha um período longo disponível, fazer uma roadtrip pode ser uma super ideia para explorar as variadas paisagens que o país oferece.

Para te ajudar a planejar sua viagem para a Argentina, preparei sugestões de roteiros de 5, 7, 10 e até 20 dias.


Roteiro de 5 dias Argentina

O que fazer em 5 dias na Argentina? De fato, 5 dias é bem pouco tempo, mas ainda assim você pode montar uma programação bem legal que caiba na sua agenda. Caso você nunca tenha ido, a boa é começar por Buenos Aires.

É totalmente possível ficar 5 dias inteirinhos na capital e ainda fazer umas viagens de bate-volta para Tigre, por exemplo. Caso queira curtir mais um destino além de Buenos Aires, nossa sugestão é: fique três dias na capital e pegue um vôo para Mendoza para explorar as vinícolas por mais uns diazinhos.

Se você preferir uma programação mais sossegada ou se quiser pular Buenos Aires, Mendoza também é um destino bem bacana para quem fica pouco tempo no país. Com cinco dias por lá, você consegue aproveitar boa parte do que a cidade oferece, como passeio pelas vinícolas e ainda explorar passeios próximos, como a Alta Montanha.

  • 5 dias em Buenos Aires OU
  • 5 dias em Mendoza OU
  • 3 dias em Buenos Aires + 2 dias em Mendoza
vinicolas de mendoza
Vinícolas de Mendoza: um passeio para qualquer época do ano

Roteiro de 7 dias Argentina

O que fazer em 7 dias na Argentina? Com 7 dias disponíveis, é possível ampliar um pouco mais o seu roteiro e incluir mais destinos dentro do país. Nesse caso, você consegue até mesmo combinar duas cidades grandes, como Buenos Aires e Mendoza ou  Córdoba. 

Outra opção é ir direto para o norte ou sul do país e explorar o que as regiões têm a oferecer. Embora seja um período um pouquinho apertado, você pode optar por voos que te levem à cidade mais próxima. Por exemplo, caso você queira visitar o norte argentino, pode ir direto até Salta e de lá partir para os pontos de interesse nos arredores.

  • 3 dias em Buenos Aires + 4 dias em Mendoza OU
  • 3 dias em Buenos Aires + 4 dias em Salta OU
  • 3 dias em Buenos Aires + 4 dias em Bariloche OU
  • 7 dias entre Salta e Jujuy (Norte da Argentina) OU
  • 7 dias entre Bariloche e San Martin de los Andes (Patagônia Argentina)

Roteiro de 10 dias Argentina

O que fazer em 10 dias na Argentina? Para quem não quer ficar restrito aos centros urbanos, 10 dias na Argentina é um excelente período de viagem. Com essa quantidade de tempo você pode fazer uma viagem de carro pelo norte argentino, incluindo Salta, Jujuy e os pontos turísticos mais famosos, como as montanhas coloridas e as salinas. Outra opção é ir para o outro extremo, no sul, e conhecer as belezas da Patagônia argentina.

  • 5 dias em Buenos Aires + 5 dias em Mendoza OU
  • 3 dias em Buenos Aires + 7 dias El Calafate e El Chaltén OU
  • 3 dias em Buenos Aires + 7 dias entre Salta e Jujuy OU
  • 3 dias em Buenos Aires + 7 dias entre Bariloche e San Martin de los Andes OU
  • 10 dias na Patagônia Argentina: Bariloche, San Martin de los Andes e Esquel OU
  • Roadtrip pela Ruta 40: de Jujuy à Mendoza, passando pela Quebrada de Humahuaca, Cafayate e La Rioja

Roteiro de 20 dias Argentina 

O que fazer em 20 dias na Argentina? Com 20 dias na Argentina você sem dúvida consegue aproveitar bem mais do que a maior parte dos turistas. Por ser um tempo longo, é possível combinar uma viagem para o norte ou para o sul com alguns dias de descanso em Mendoza, por exemplo. Se você nunca esteve em Buenos Aires, pode incluir uns dias para conhecer a capital também. Dica: para uma roadtrip bem completa, 20 dias é o tempo perfeito! 

  • Roadtrip pela Ruta 40: de Jujuy à Bariloche, passando pela Quebrada de Humahuaca, Cafayate, La Rioja, Mendoza e San Martin de los Andes OU
  • Roadtrip pela Patagônia Argentina: de Buenos Aires até El Calafate, passando por San Martins de los Andes, Bariloche e Esquel
empanadas argentina
Independente do seu roteiro pela Argentina, as empanadas não podem ficar de fora!

Roteiro Argentina: gastos 

A parte boa de se viajar para a Argentina é que, ao contrário de grande parte das viagens internacionais, a passagem de avião acaba não pesando tanto no bolso. Se você acompanhar frequentemente sites de busca de vôos e marcar para receber alertas de promoções no Google Flights, é possível encontrar ótimos preços.

Outra coisa que pode alterar bastante o orçamento de uma viagem para a Argentina é o destino escolhido dentro do país. Ushuaia e Bariloche podem ser um pouquinho mais pesados para o bolso, por exemplo. 

Para se ter uma ideia de como a média de gastos para uma pessoa na Patagônia é sempre um pouco mais elevada, por lá, uma pessoa gasta cerca de R$300 por dia. Já em Mendoza ou Buenos Aires, que são destinos mais em conta, é possível passar o dia com R$100 a R$150.


Aqui, fiz um esboço de quanto custa uma viagem para a Argentina a partir de alguns perfis: uma viagem econômica confortável, uma viagem com mais requinte e sofisticação e um mochilão pela Argentina.

É claro que esses gastos podem variar dependendo do destino escolhido dentro do país, mas esses valores são uma estimativa feita a partir da média dos preços. Dica: uma boa ferramenta para checar os valores é o site Budget Your Trip.


Viagem econômica para a Argentina 

Para uma viagem econômica para a Argentina, a média de gastos fica em torno de R$250 por pessoa ao dia. Enquanto os custos com hospedagem podem variar entre R$80 e R$150, dependendo de que tipo de acomodação você escolha, a alimentação (por dia) gira em média entre R$50 e R$70.

Quanto ao transporte, dentro das cidades os turistas costumam gastar cerca de R$25 com locomoção. Já para ir de uma cidade a outra, a média de valores costuma ser de R$90 por pessoa.

Para quem viaja em grupo e quer fazer uma roadtrip, uma ótima ideia é alugar um carro pela RentCars. Vantagens: você paga aqui no Brasil e economiza logo de cara o IOF, além disso, ainda rola um desconto de 5% pagando no boleto bancário.

viagem de carro argentina
Viajar de carro pela Argentina é uma das melhores formas de conhecer o país.

Viagem de luxo para a Argentina 

Se você está disposto a gastar um pouquinho mais e prefere fazer uma viagem com mais sofisticação, a média de custos por pessoa sobe para R$550 ao dia. Nesse caso, bons hotéis custam de R$250 a R$500 por dia por pessoa.

Falando em hotéis, tem cada hotel maravilhoso na Argentina! A gente já se hospedou no Casa de Uco, em Mendoza, e no Grace Cafayate, em Salta e tivemos experiências memoráveis em ambos. Ambos são daqueles hotéis-destino, que vão muito além de uma simples hospedagem e fornecem uma verdadeira experiência para os hóspedes.

Já os gastos com alimentação ficam em média por R$100 ao dia. Os valores para transporte também aumentam, com a locomoção entre cidades chegando a mais ou menos R$280. Os custos de entretenimento, como shows e bilhetes para as atrações, são de R$90 por pessoa.


Mochilão Argentina

Se você quer se jogar de cabeça em uma aventura e explorar a Argentina fazendo um mochilão, os preços ficam bem mais convidativos, claro. Por dia, um mochileiro gasta aproximadamente R$75 reais. Os gastos com hospedagem giram entre R$25 e R$55, enquanto a alimentação pode custar até R$30. Já o transporte local pode ficar na faixa dos R$10, e o transporte entre cidades representa uma média de R$32 no orçamento total.


Roteiro Argentina: dicas para você planejar a sua viagem

Ao começar os preparativos para a sua viagem, lembre-se de checar como é cada estação do ano por lá. Lembre-se que a quantidade de neve e a incidência de chuvas podem ajudar ou atrapalhar seu passeio. Por exemplo, se seu objetivo é esquiar, verifique quando são os períodos de neve para não correr o risco de chegar lá com as montanhas sem condições para o esporte.

Além do clima de cada estação, outro fator que pode encarecer ou baratear a sua viagem é saber quando é a alta temporada. Geralmente os meses de abril e maio (outono) e setembro e outubro (primavera) são de baixa temporada e apresentam preços mais atraentes em todo o país. Ir na baixa temporada pode ser uma forma de economizar e há destinos onde o clima não afeta tanto a experiência na cidade, como é o caso de Buenos Aires.

Caso você vá para locais com temperaturas e umidade mais extremas, como é o caso da Patagônia, lembre-se de caprichar na hora de preparar a bagagem. Ir com uma mala adequada, com roupas preparadas para encarar frio, calor ou secura podem fazer toda a diferença na sua experiência!


Reserve seu hotel antes de sair do Brasil

Agora que você conhece os melhores destinos na Argentina, já sabe que lugares visitar e quantos dias precisa incluir no seu roteiro, que tal pensar na hospedagem?

Hotel Grace Cafayate
Hotel Grace Cafayate, localizado em uma região de vinícolas do norte da Argentina

Não deixe de reservar seu hotel antes de sair do Brasil! Assim você chega ao seu destino com a reserva já feita e não corre o risco de cair em cilada, tendo que ficar em uma acomodação ruim ou com preços muito caros. E caso você opte viajar para locais com muita procura, como é o caso de Bariloche, por exemplo, durante a alta temporada, o ideal é que a reserva seja feita com bastante antecedência.

O site que nós usamos e recomendamos para este fim é o Booking.com. Além de ser um serviço super confiável, o Booking tem um sistema de avaliação que te permite ter uma ideia da experiência de outros hóspedes. Cheque sempre a nota do hotel escolhido (o ideal é que a nota seja acima de 8,0). Veja também os comentários e priorize locais com boa pontuação e localização. Assim, as chances de você fazer uma boa escolha aumentam bastante!


Seguro Viagem para a Argentina

Ao planejar uma viagem, mesmo que seja para um destino super próximo, não pense duas vezes na hora de contratar um seguro de viagem. É um item fundamental para ter uma viagem tranquila e se precaver contra eventuais dores de cabeça, como acidentes, problemas de saúde ou extravio de bagagem.

Se você ainda não pensou nisso, o site Seguros Promo pode ter ajudar a fazer o melhor investimento. Nele você consegue procurar os preços mais em conta e a cobertura que melhor atende às suas necessidades. E uma dica melhor ainda: inserindo o código MALADEAVENTURAS você ganha 5% de desconto!


 Saiba mais sobre Seguro viagem para a Argentina.


Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*
AT 60 INTER AT 60 INTER Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 38/dia*

Chip de Viagem Para a Argentina

Não deixe de buscar também o serviço de chip internacional quando for viajar para a Argentina. Estar conectado facilita MUITO a viagem, seja na hora de conferir as reservas de hotéis ou na hora de buscar um restaurante nas proximidades. Ter acesso aos mapas e informações turísticas em qualquer lugar também é uma mão na roda!

Por aqui, a nossa indicação é sempre adquirir o chip da Yes Brasil, que conta com vários planos com chips que podem ser usados na Argentina e em outros países espalhados por vários continentes. Para adquirir o chip da Yes Brasil, basta entrar no site do Viaje Conectado. Com o código MALADEAVENTURAS você garante 10% OFF

Se você ainda não conhece o site do Viaje Conectado, a gente conta tudo sobre ele nesse post, com todos os serviços que são oferecidos e todos os detalhes sobre como você consegue aproveitar o serviço de internet no exterior da melhor maneira.


Como levar dinheiro para a Argentina

Em todas as vezes que visitamos o país fizemos da seguinte forma: levamos dólares e, ao chegarmos na Argentina, trocamos pelo peso argentino. Lembre-se de trocar câmbio nas grandes cidades, como Buenos Aires, Mendoza e Bariloche, pois pode ser difícil encontrar uma boa conversão em cidades menores como El Calafate, Jujuy e Esquel.

bandeira argentina
Pronto para embarcar para a Argentina?

E aí, nossas dicas serviram pra te animar a explorar a terra dos hermanos? Se ficou alguma dúvida enquanto você monta seu roteiro para a Argentina, é só deixar aqui nos comentários =)


Confira também:

Preciso de passaporte para viajar para a Argentina?

TOP 10 destinos para conhecer na Argentina

 Como arrumar a mala para uma viagem de neve


 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.