trilhas chapada dos veadeiros

Roteiro Chapada dos Veadeiros: sugestões para 3, 5 ou 7 dias de viagem

Viajar pelo Brasil é ter certeza de paisagens naturais deslumbrantes e a Chapada dos Veadeiros é um desses cantinhos preciosos do nosso país que todo mundo precisa conhecer. O céu com nuvens baixas, um pôr do sol incrível, a secura do cerrado, a vegetação e as formações rochosas tão únicas são só algumas das coisas que você vai encontrar por lá. E se você está planejando sua viagem para lá, vem com a gente montar seu roteiro para a Chapada do Veadeiros! 


Se você está com as passagens compradas e ainda não sabe por onde começar a planejar a sua viagem, esse post tem tudo pra te ajudar. Contaremos aqui os passeios imperdíveis e que não podem ficar de fora da sua programação, além de algumas sugestões para quem vai ficar 3, 5 ou 7 dias nesse paraíso.

Para facilitar, você pode utilizar o índice abaixo e ser direcionado diretamente para o seu assunto de interesse:


Por que a Chapada dos Veadeiros é um ótimo destino de viagem?

Não faltam razões para viajar para a Chapada dos Veadeiros! A principal delas é, sem dúvida, a beleza única do cerrado, com uma vegetação singular e um céu inesquecível. Andar por suas trilhas é um verdadeiro espetáculo.

Além disso, a Chapada é famosa por suas cachoeiras lindas e incríveis para nadar. São tantas opções que você pode ir inúmeras vezes e sempre terá algum passeio novo para incluir no seu roteiro. 

Outra coisa super legal é que a Chapada tem passeios para todos os públicos, com trilhas dos mais diferentes níveis e cachoeiras boas até pra quem não sabe nadar. Isso sem falar que os passeios não se resumem apenas ao ecoturismo: há atrações culturais, desde um bom forró local até grandes festivais.

v
Sozinho, com amigos ou em casal, a Chapada dos Veadeiros tem atrativos para todos os tipos de viajantes!

De fato, a Chapada dos Veadeiros é o lugar ideal para quem quer se conectar com a natureza, desacelerar do ritmo da cidade e ter bons encontros. As pessoas são sempre muito abertas a conversar tanto nas cidades quanto nas trilhas. Além disso, o clima de simplicidade dos lugares é sempre um aconchego.


Leia também:

Chapada dos Veadeiros: passo a passo para você planejar a sua viagem


Quais são as principais cachoeiras para conhecer na Chapada dos Veadeiros?

A Chapada dos Veadeiros tem inúmeras cachoeiras abertas à visitação e são as principais atrações buscadas pelos turistas que visitam a região. Além das trilhas com a rica vegetação do cerrado, as cachoeiras têm as mais diversas quedas, desde as maiores e com fluxo intenso de água até as piscininhas, com poços ótimos para nadar.

Há trilhas dos mais variados níveis, o que torna o turismo por lá bastante democrático. Aqui vão algumas das principais cachoeiras da Chapada dos Veadeiros pra você começar a se planejar agora mesmo!

  1. Cachoeira Santa Bárbara

A Cachoeira Santa Bárbara é o principal cartão postal da Chapada e a queridinha dos turistas que querem se aventurar pela primeira vez. Com uma grande queda e um poço de água bem transparente e azul, a Santa Bárbara é uma paisagem bastante disputada. Para se ter uma ideia, o passeio deve ser feito obrigatoriamente com guia e o tempo máximo de permanência nela é de apenas 1h.

Uma sugestão é esticar o passeio até a Cachoeira da Capivara, que fica bem pertinho. Essa cachu é uma delícia porque dá pra curtir sem pressa e ainda pegar bastante sol. Assim, vale um pulo em Santa Bárbara para curtir o principal visual da região e depois relaxar na Capivara. 

É importante lembrar que esse é um passeio para um dia inteiro. Para quem fica em Alto Paraíso ou São Jorge, a distância é um pouquinho maior, já que Santa Bárbara fica em Cavalcante (a aproximadamente 90km de Alto Paraíso e 125km de São Jorge). Como a estrada pode ser cansativa, muita gente opta por se hospedar uma ou duas noites em Cavalcante mesmo.

  1. Almécegas

As Cachoeiras Almécegas I e II são ótimas para quem quer um passeio próximo de Alto Paraíso e com um visual lindo. Dentro da Fazenda São Bento, elas tem um pequeno trecho de terra para ser percorrido de carro. Depois de estacionar, é necessário fazer uma trilha. Ambas são bem razoáveis, de nível leve a moderado. 

Almécegas I tem uma queda linda com 45 metros de altura e uma água das mais geladas da região. Vale ir até lá para dar um mergulho, curtir um pouco e deixar o resto do dia para aproveitar as corredeiras (que ficam num desvio da trilha) e Almécegas II.

Tanto as corredeiras quanto Almécegas II têm mais espaços com sol, o que é ótimo para curtir um fim de tarde. E diferente de Almécegas I, a água é bem menos gelada e dá pra ficar bem mais tempo nadando. A queda de Almécegas II é super bonita e a cachoeira é ótima porque tem cantinhos com água mais rasa para os menos aventureiros e também poço fundo para aqueles que gostam de nadar e pular. 

mirante almecegas chapada dos veadeiros
Mirante das Almécegas, na Chapada dos Veadeiros
  1. Catarata dos Couros

A Catarata dos Couros é a preferida de muita gente que viaja para a Chapada dos Veadeiros. É um lugar com um pouco de tudo: quedas grandes, poços, lugares com bastante sol, sombra, vegetação preservada, locais para pular e para nadar, mirantes, abismos… É realmente um resumo de tudo o que você vê em vários cantos da região, mas com uma energia única.

Para se ter uma ideia da grandiosidade, a Catarata é divida em três cachoeiras super imponentes: Muralha, Almécegas 1000 e Parafuso. Fora do período de chuvas é possível nadar nas três, uma experiência inesquecível. Na época de cheia, apenas a Muralha fica mais tranquila, já que o fluxo de água das outras é realmente muito forte. Mas vale a visita pelo visual!

Couros também fica um pouquinho distante e, por ser bastante procurada, o ideal é chegar bem cedinho. Por isso, procure sair para lá por volta das 7h da manhã para aproveitar as cachus ainda vazias. É um passeio para curtir durante um dia inteiro. E você ainda pode esticar para um almoço lá no sítio da Dona Luzia (basta encomendar ainda no estacionamento).

  1. Vale da Lua

O Vale da Lua é mais uma das atrações conhecidíssimas da Chapada dos Veadeiros e a fama toda realmente tem motivo. A cachoeira não tem nenhuma grande queda, mas as suas formações rochosas são impressionantes. O nome é justamente porque o formato das pedras, por conta da erosão, nos fazem lembrar das imagens da superfície da lua.

Além de toda a beleza, o Vale da Lua tem a vantagem de ser perto e fácil de chegar. A entrada fica a apenas 9km de São Jorge e a trilha é bem tranquila. Embora tenha alguns trechos com pedras, o trajeto é bem simples e curto, com cerca de 1km de extensão.

Dica: esse é um passeio que pode ser facilmente combinado com as Almécegas ou outra cachoeira dos arredores. E por ser um local bem disputado, o ideal é chegar cedinho ou experimentar chegar mais ao final da tarde.

Vale da Lua Chapada dos Veadeiros
O Vale da Lua costuma ficar lotado, mas por um motivo óbvio: é realmente incrível!
  1. Cachoeira do Segredo

A Cachoeira do Segredo é bem bacana porque tem um visual um pouquinho diferente em relação às outras. A trilha é bem menos marcada pela paisagem do cerrado, com trechos de mata mais fechada. Outra coisa boa é que a caminhada passa algumas vezes por riachos, o que é ótimo para se refrescar durante o trajeto.

Com uma impressionante queda de cerca de 100 metros de altura, sua água é extremamente gelada e muita gente tem dificuldade de ficar dentro muito tempo, até porque pode ser realmente perigoso. Mas mesmo que você não goste muito de água gelada, vale a ida até lá, porque é um lugar muito especial na Chapada dos Veadeiros e um ponto turístico que quase todos os guias indicam.

São apenas 11km de distância de São Jorge e, caso você vá na época de cheia, é preciso lembrar de deixar o carro na primeira parada, já que o rio fica com volume de água muito alto e não há como atravessar. Para quem vai neste período, são 16km de trilha. Já para quem vai na seca, é possível avançar um pouco mais de carro, o que reduz a trilha para 9km.

  1. Cachoeiras do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

De todos os passeios, o Parque Nacional é o que mais mostra a preservação da natureza do cerrado. Por isso, tente dar um jeitinho de encaixar ele no seu roteiro pelo menos um dia. Além de ter uma das trilhas mais bonitas da Chapada dos Veadeiros, por lá você encontra também cachoeiras super gostosas.

A trilha amarela vai até Saltos, passando por Carrossel e Corredeiras. Recomendo ir até Saltos, dar um  mergulho e depois ir direto para Carrossel e Corredeiras, que são bem mais legais de nadar. Já a trilha vermelha, que passa por Cânion I e II e Cachoeira Cariocas, também é super bonita, com formações rochosas bem diferentes.

As trilhas são relativamente longas, com 10 a 12km de caminhada (ida e volta). Por isso, é preciso fazer apenas uma por dia. Se você tiver mais tempo disponível, vale guardar dois dias na sua programação para conhecer a trilha amarela em um e a trilha vermelha em outro.


Leia também:

Trilha dos Cânions, na Chapada dos Veadeiros


cachoeira da carioca chapada dos veadeiros
Cada cachoeira da Chapada dos Veadeiros tem uma beleza única e difícil de descrever. Presenciar a força de suas águas é indescritível!

Qual é o seu estilo de viagem?

Como falamos acima, a Chapada dos Veadeiros é um destino bem democrático e combina tanto com uma viagem no estilo mochilão quanto numa viagem charmosa a dois. Qual é o seu estilo? Confira nossas dicas e considerações abaixo.

Roteiro Chapada dos Veadeiros para mochileiros

Para quem gosta de se aventurar e conhecer os destinos mochilando, a Chapada é um ótimo lugar pra isso. Por lá, há uma cultura de campings, hostels e quartos a preços bem justos para alugar. Normalmente você consegue conhecer bastante gente que ajudam a montar um roteiro bem econômico e até dividir gasolina para as trilhas e a diária de um guia.

No caso das cachoeiras mais distantes e que são boas para se fazer com guia, como Santa Bárbara e Couros, por exemplo, o indicado é encontrar um grupo para rachar os gastos do dia. Exceto as Almécegas, que custam um pouquinho mais, as outras cachoeiras ficam em torno de R$15 a R$20 para entrar.

Eu particularmente acho que vale muitíssimo a pena ir até uma das cachoeiras mais tranquilas e com menos gente para passar o dia só relaxando. Além de ser econômico, é uma ótima maneira de descansar e de aproveitar o que a natureza oferece de melhor, sem pressa para ir embora e já emendar em outro passeio.


Confira também: 

Como viajar para a Chapada dos Veadeiros gastando pouco


chapada dos veadeiros
Não importa o seu estilo de viagem, a Chapada dos Veadeiros é realmente o lugar perfeito para recarregar as energias!

Roteiro de charme pela Chapada dos Veadeiros

Se você acha que a Chapada dos Veadeiros se resume a trilhas e terra para todos os lados, a notícia boa é que dá pra fazer um roteiro combinando o ecoturismo tradicional com bastante charme. Não é à toa que muitos casais procuram esse destino.

Você encontra ótimas pousadas, super charmosas e aconchegantes, principalmente em Alto Paraíso e São Jorge. As cidades também tem uma oferta bem legal de bons restaurantes para curtir a noite. Andar pelas ruas da vila de São Jorge é outra delícia que você precisa fazer, mesmo que pretenda se hospedar em Alto. 

Se você busca a Chapada dos Veadeiros como um destino romântico para curtir a dois, aqui vão nossas sugestões de pousadas charmosas para a sua estadia:


Roteiro Chapada dos Veadeiros: nossas sugestões para uma viagem de 3, 5 ou 7 dias

E aí? Ficou animado com as cachoeiras maravilhosas que você pode conhecer na sua viagem para a Chapada dos Veadeiros? Se você não sabe ainda como combinar tantas atrações na sua programação, aqui estão algumas dicas para roteiros de 3, 5 ou até 7 dias por lá.

Aqui vai uma dica super importante: não importa quanto tempo você resolva ficar, sempre procure intercalar os passeios. Por exemplo, evite fazer passeios em dias seguidos que exijam muito tempo de estrada e que tenham trilhas longas. Faça um passeio com trilha mais difícil num dia e deixe o dia seguinte para fazer algo mais relaxado e próximo do seu hotel.

Mesmo para aqueles que têm um super preparo físico, o sol e a secura castigam bastante, e o tempo de estrada é sempre cansativo, principalmente porque há trechos bem longos de terra ou lama.

parque nacional chapada dos veadeiros
O Parque Nacional é parada obrigatória em seu roteiro pela Chapada dos Veadeiros

Roteiro de 3 dias Chapada dos Veadeiros

  • Dia 1: Santa Bárbara
  • Dia 2: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros
  • Dia 3: dia para descansar – Vale da Lua, Almécegas, Raizama ou Morada do Sol

O que fazer em 3 dias na Chapada dos Veadeiros? Com apenas 3 dias na Chapada dos Veadeiros, o seu roteiro fica um pouquinho mais limitado. Se você nunca foi, veja as atrações que mais te interessam e coloque elas como prioridade.

Normalmente os turistas procuram visitar Santa Bárbara logo na primeira vez. Por isso, vale guardar um dia só pra ela. Recomendamos também que você guarde outro dia para visitar o Parque Nacional. No terceiro e último dia, você pode ir para uma cachoeira mais sossegada descansar, como o Vale da Lua, as Almécegas ou até outras menos badaladas (e que são igualmente ótimas), como Raizama e Morada do Sol.


Roteiro de 5 dias Chapada dos Veadeiros

  • Dia 1: Santa Bárbara
  • Dia 2: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros
  • Dia 3: dia para descansar – Vale da Lua, Almécegas, Raizama ou Morada do Sol
  • Dia 4: Catarata dos Couros
  • Dia 5: dia para descansar – Cordovil, Loquinhas ou Cristais

O que fazer em 5 dias na Chapada dos Veadeiros? Para quem pretende conhecer a Chapada dos Veadeiros em 5 dias, é possível montar uma programação com uma folguinha maior. Além dos passeios que tomam um dia inteiro, como Santa Bárbara, Parque Nacional e Couros, dá para intercalar com cachoeiras mais tranquilas e com trilhas mais fáceis para conseguir descansar também!


Roteiro de 7 dias Chapada dos Veadeiros

  • Dia 1: Santa Bárbara
  • Dia 2: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (trilha amarela)
  • Dia 3: dia para descansar – Vale da Lua, Almécegas, Raizama ou Morada do Sol
  • Dia 4: Catarata dos Couros
  • Dia 5: dia para descansar – Cordovil, Loquinhas ou Cristais
  • Dia 6: Cachoeira do Segredo
  • Dia 7: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (trilha vermelha)

Com 7 dias na Chapada dos Veadeiros a sua programação pode ficar bem confortável. Uma sugestão é deixar dias inteiros para Couros, Santa Bárbara, Parque Nacional e Segredo. 

Nos dias que restarem, você pode combinar as cachoeiras com trilhas menores, por exemplo, as Almécegas no mesmo dia que Vale da Lua. Com mais dias, vale ampliar os passeios também e ver atrações próximas, como a Cachoeira do Cordovil, Raizama e Morada do Sol, que têm trilhas fáceis.

paisagens chapada dos veadeiros
Chapada dos Veadeiros e suas paisagens de perder o fôlego

Como foi o nosso roteiro:

Dia 1: Vale da Lua

Dia 2: Almécegas + Cachoeira dos Cristais

Dia 3: Santa Bárbara + Capivara

Dia 4: Cânions e Carioca (Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros)


Dicas para você planejar o seu roteiro pela Chapada dos Veadeiros

Agora que você já sabe quantos dias ficar e já tem uma ideia de como organizar a sua programação para se aventurar pelas trilhas do cerrado, não deixe de ver outros detalhes importantes para o seu planejamento! Dependendo da época que você for, pode fazer toda a diferença se atentar a algumas coisas sobre hospedagem e locomoção.

Reserve seu hotel com antecedência

A Chapada dos Veadeiros é um dos destinos mais procurados pelos turistas que querem explorar paisagens bem brasileiras. Não apenas porque é um território único, com a natureza do cerrado muito preservada em alguns lugares, mas também porque é bem acessível. A região é destino de final de semana para quem habita Brasília e de Goiânia, por exemplo, então fica bem mais cheio nos sábados e domingos.

Em alguns meses, a Chapada fica especialmente cheia, como é o caso de julho, por conta do período de férias e das atrações culturais que rolam por lá nessa época. Também é um destino bastante popular e, por isso, há uma concorrência grande para reservar pousadas e quartos. Os meses de seca em geral são de alta temporada, então se planeje com alguma antecedência. 

Além de buscar a sua hospedagem com antecedência, diversifique suas buscas. Há inúmeras opções como as pousadas, hostels e campings, mas não deixe de checar também as opções no Airbnb. Há algumas casas e quartos de moradores locais, com ótimo custo benefício. Pode ser uma ótima ideia caso você viaje em grupos grandes. 


Confira também:

Onde ficar na Chapada dos Veadeiros: qual é a melhor cidade para se hospedar + dicas dos melhores hotéis


Aluguel de carro

Sem dúvida, a melhor opção para rodar pela Chapada é de carro. Embora haja ônibus que levem até Alto Paraíso, na hora de fazer os passeios não tem muita opção: o carro é necessário para chegar até os lugares onde estão as trilhas. Como você vai precisar fazer os trechos entre Alto Paraíso e São Jorge algumas vezes (em outras até mesmo rumo a Cavalcante), ter um carro te dá muito mais autonomia e facilita muito o passeio.

Dependendo do que você pretende fazer na Chapada, um carro 4×4 pode ajudar bastante. De qualquer forma, para a maior parte dos passeios os veículos comuns dão conta do recado, o que ajuda a economizar, já que o aluguel é bem mais barato.

Posto de gasolina chapada dos veadeiros
Há um único posto de gasolina em toda a região, por isso ande sempre com o tanque cheio

Você pode fazer a cotação do aluguel de carro e escolher o melhor preço pelo RentCars. O site faz uma busca entre as locadoras do Brasil e te mostra a melhor opção. Para se ter uma ideia dos valores, as diárias dos carros costumam variar de R$80 a R$350 por dia.


Clique para conferir as ofertas de carros para a Chapada dos Veadeiros


Ah! Uma informação importante é que não há posto de gasolina em São Jorge. Em Alto Paraíso há um único posto, bem às margens da rodovia. Assim, antes de fazer os passeios (principalmente os mais distantes, como Couros, por exemplo), se certifique de que o tanque tem combustível suficiente para você não passar sufoco na estrada!


Pronto para embarcar para a Chapada dos Veadeiros?

E aí, está pronto para embarcar para a Chapada dos Veadeiros? Se ficar qualquer dúvida na hora de montar seu roteiro, não hesite em deixar um comentário pra gente! Boa viagem!


Que tal combinar essa viagem com outros destinos incríveis no estado de Goiás?

Mambaí: conheça este destino imperdível de ecoturismo em Goiás

Roteiro de um final de semana em Pirenópolis


 

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

faça parte da nossa lista, é de graça!

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *