Não tem como planejar uma viagem para a África do Sul e deixar de incluir pelo menos um dia de safári no seu roteiro. A primeira dica é identificar o seu estilo de viagem (e qual é o seu orçamento para um safári na África do Sul) escolhendo o que melhor se encaixa a você.

Existe safári no Kruger National Park, em Joanesburgo e em Cape Town. São duas experiências bem diferentes e inesquecíveis. Aproveite para ver como foi a nossa hospedagem no Gondwana Game Resort – um hotel-safari pertinho de Cape Town.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Há vários tipos de safári, seja em carro particular, através de agência de turismo ou hospedagem em reserva privada. Posso dizer que, independente da sua escolha, é uma experiência única e imperdível! Fiz esse post para ajudar você com as principais dúvidas sobre como fazer um safári na África do Sul. Aproveite!

safari na africa do sul
A maravilhosa piscina do Sambavati Lodge!

Safári na África do Sul: como é?

O Kruger National Park é a maior área protegida de animais da África do Sul com 2 milhões de hectares, fazendo divisa com Moçambique. Já deu para imaginar como é grande, né?

Qualquer pessoa (pagando) pode entrar lá dirigindo um veículo. Então, dentro do Kruger National Park, você poderá fazer o self-safari (utilizando um carro particular), contratar um pacote em uma empresa de turismo ou se hospedar em uma das reservas privadas que existem lá com tudo incluído.

safari kruger national park
Momentos inesquecíveis no Kruger National Park

Opção 1: self-safari

No self-safari as vantagens são o custo mais acessível e a possibilidade de escolher o horário em que fará o safári, respeitando o horário de abertura e fechamento dos portões do parque.

As desvantagens são a falta de segurança, pois você está em uma área desconhecida por conta própria, a falta de um guia para dar informações relevantes sobre aquele ambiente e você só poderá circular pelas estradas com a limitação de ver apenas os animais que estiverem perto da pista. Nessa opção, lembre-se de nunca sair do carro, correr ou abrir as janelas e sempre respeite os animais. 


Opção 2: tour

Outra opção é contratar um pacote com uma empresa de turismo. Nossa dica é que você esteja muito atento ao que está incluído no seu pacote e pesquise antes o histórico dessas empresas, já que algumas estão mais preocupadas em ganhar dinheiro do que com o ecossistema local.

Existem também alguns resorts que só cobram hospedagem, mas pelo o que eu li não vale muito a pena, pois no fim você acaba gastando mais com refeições e guia.

Uma dica muito boa, para quem está em Joanesburgo e quer fazer apenas um “bate-volta” no Kruger ou quer um pacote mais em conta, é pesquisar tours no site Get Your Guide. Selecionei alguns pacotes bem legais que encontrei, para ajudar vocês:

2 a 7 dias de Camping Safari no Kruger

2 dias e 1 noites com hospedagem e safári no Kruger

Tour de 1 dia no Kruger National Park


Opção 3: reservas privadas

A última opção e melhor é se hospedar em uma reserva privada dentro do Kruger. Nessas reservas as áreas são de uso exclusivo daqueles que ficam hospedados nos lodges de luxo em seu interior. Há cancelas nas entradas dessas áreas que impedem a entrada de pessoas que não estão hospedadas ali.

Nessa opção, você irá em um veículo privado 4×4 acompanhado de outros hóspedes, um guia e um guarda florestal. A probabilidade de você ver os Big 5 (cinco animais mais imponentes da selva – leão, leopardo, búfalo, rinoceronte e elefante) é maior, além de outras espécies, pássaros e plantas.


Nossa escolha

Optamos pelo Simbavati Safari Lodges, na Reserva Privada do Timbavati. Fiquei impressionada a cada momento com todo o cuidado deles em relação a natureza, os animais e o conhecimento de seus guias nos permitiu não ficarmos restritos a estrada do Kruger, podendo percorrer caminhos dentro da mata para chegar mais perto dos animais.

O Timbavati não possui cercas, permitindo que os animais caminhem por toda a área, inclusive onde ficam os quartos!

onde fazer safari no kruger
Escolhemos a reserva Timbavati para fazer o safari!

Quanto custa fazer safári na África do Sul

Boa parte das pessoas pensam que safári é só aventura, no entanto, o essencial é o aprendizado sobre a preservação da vida selvagem e essa é uma causa que merece nosso apoio. 

Fazer um safári não sai barato, porém há opções mais “econômicas”. É importante você levar em conta tudo que está incluído no safári na África do Sul em reserva privada: guia e guarda florestal, transfer, acomodações, game drives (2 safáris por dia), refeições, algumas bebidas e taxas de conservação do Kruger National Park de R370, aproximadamente, R$105 por pessoa diariamente.

Inicialmente, é importante dizer que para chegar ao melhor safári da África do Sul você poderá alugar carro de Joanesburgo e viajar por quase 500km (7h) ou pegar um outro vôo para Hoedspruit Airport ou Nelspruit Airport (2h30), dependendo da localização da sua área de safári. Com planejamento, a segunda opção possui o melhor custo benefício.

Eu pesquisei o preço em diversos safáris e a média que obtive para acomodações em reservas privadas foi de R3.500, aproximadamente R$4.000 –  all incluse por pessoa e por noite. Esse preço pode parecer chocante, mas tudo o que eu citei acima, exceto deslocamento de Joanesburgo, está incluído.

O valor de um vôo Cape Town x Hoedspruit Airport ou Nelspruit Airport (os aeroportos mais próximos do Kruger) saem em média R$2.000 – R$3.000 . Já os vôos Joanesburgo x Hoedspruit Airport ou Nelspruit Airport ficam em média R$1.000.


Veja também: Quanto custa uma viagem para Cape Town


Simbavati Safari Lodges

O Simbavati Safari Lodges oferece três tipos de hospedagem – Hilltop Lodge, River Lodge e Machaton Camp, todos bem equipados com ventilador de teto, ar-condicionado e Wi-Fi.  

simbavati kruger national park

Há acomodações para casais, amigos e famílias que buscam imersão na natureza com muito conforto.

Se você for acompanhado ou com mais um casal de amigos, curtir uma vibe mais intimista, aposte no Machaton Camp. Se busca uma Lua de Mel com clima de aventura, vá de Hilltop Lodge. Se for com a família, o River Lodge é a melhor opção!


Machaton Camp 

Chegamos no Machaton Camp por volta das 15h, a tempo de fazer o primeiro safári às 16h. Fomos muito bem recebidos por uma equipe atenciosa e excelente! Passamos uma noite nesse lugar especial e, no dia seguinte, saímos após o café da manhã para o Hilltop Lodge. 

Ficamos acomodados em uma suíte de luxo, super aconchegante, com sala, terraço com piscina privativa de frente para a savana africana e apenas uma cerca de proteção. Um sonho!

simbavati
Um dos ambientes do Simbavati Manchaton

Era possível ver animais passando ali na nossa frente a qualquer momento. Inclusive, vimos uma inhala enorme assim que acordamos!

Consegue imaginar o quanto ficamos animados? O quarto era amplo, confortável e limpo, com banheiro equipado de chuveiro – e banheira! Na sala tinha um sofá-cama, um mini refrigerador com algumas bebidas, chá, café e uns biscoitinhos. 

safari africa do sul refeição
Uma das refeições deliciosas do Simbavati!

A decoração era rústica, no estilo africano, e tínhamos serviço de quarto com direito a preparação para dormir com velas espalhadas pelo chão e banheira com espuma! Os amenities, produtos do hotel, eram todos eco-friendly. 🙂

Em especial, o jantar nesse lugar foi sensacional, com entrada, prato principal e sobremesa. Para a entrada, uma sopa de couve-flor deliciosa e havia a opção de frango Thai ou costela de cordeiro para o prato principal e torta de limão de sobremesa.

A carne era feita na grelha naquele exato momento e todos os pratos eram colocados em uma pedra quente antes de serem servidos à mesa! Estava divino!

> Clique aqui para ver mais informações sobre o Machatop Lodge


Hilltop Lodge

No Hilltop Lodge, chegamos a tempo do almoço e por sinal estava muito bom! Eram duas opções de prato, almôndegas caseiras com molho de tomate indiano ou frango Thai e cheesecake de sobremesa. Depois da refeição aproveitamos o serviço de spa, que ganhamos de cortesia, e ficamos relaxados para fazer o segundo safári do dia.

safari africa do sul acomodação
Relaxando no Simbavati Hilltop!

A acomodação era um lodge (cabana), sofisticado e moderno afastado da área comum do hotel. O espaço era mega confortável, tendo uma cama king size com cobertor elétrico, mini refrigerador, chuveiro ao ar livre, banheiro super equipado com banheira e uma vista inesquecível para o rio no meio da savana.

Todo dia, avistávamos ali um hipopótamo. Fora isso tudo, tínhamos uma varanda, espreguiçadeira e animais como javalis, impalas e inhalas circulando a área. Foi mais uma noite maravilhosa curtindo a experiência única de estar hospedada no Simbavati Safari Lodges. 

safari na africa do sul game
Durante um dos games que fizemos!

Na área comum tinha uma lojinha com equipamentos personalizados para o safári, um bar com deck, piscina, espreguiçadeiras e espaço coberto onde era servido as refeições. No jantar era oferecido três opções de entrada, de prato principal e de sobremesa.

Pedi sopa de abóbora e peixe nativo, já meu namorado pediu carpaccio de kudu e costela de cordeiro, para sobremesa pedimos sorvete frito com creme de maracujá. Ambos estavam incríveis! 

> Clique aqui para ver mais informações sobre o Hilltop Lodge


River Lodge   

Por fim, ainda há a opção de se hospedar no River Lodge. Acredito que lá também tem seu charme e existem opções de suítes família com dois quartos ou as barracas de safári de luxo. Deve ser ótimo também!

simbavati river lodge
Simbavati River Lodge

As acomodações do Simbavati Safári Lodges, todo o conforto e preocupação da sua equipe com os hóspedes completam a experiência de um safári na África do Sul inesquecível, tenha certeza disso!

> Clique aqui para ver mais informações sobre o River Lodge


Como é o safári no Simbavati Safári Lodges

Nosso dia começava às 5h da manhã com um café rápido (bebida + biscoito para acompanhar) e logo íamos para o nosso primeiro safári – todos eles duram 2h30 ou mais.

Por volta das 8h estávamos de volta ao lodge para o nosso café da manhã completo, com opções de frutas, pães frescos, queijos e podíamos escolher outras opções do menu. Escolhemos café da manhã inglês, que vinha acompanhado de ovos, bacon e feijão doce.

safari na africa do sul
Durante um dos games que fizemos!

Após o café, você pode curtir a piscina, fazer um spa ou tirar umas fotos enquanto aguarda a hora do almoço, que é servido entre 12h e 13h. No almoço você deve escolher entre um dos dois pratos do menu. Às 15h30 é servido um chá e às 16h iniciamos o nosso último safári do dia.

No fim desse safári sempre parávamos para tomar um drink, petiscar algo e apreciar o pôr do sol. Ao retornar, o jantar era servido entre 20h e 21h.

sobremesa simbavati lodge
Delicioso Cheesecake que comemos de sobremesa depois do jantar!

Durante o safári, ficávamos na maior expectativa e, se você acha que é fácil ver os animais na selva, está enganado. Andávamos horas e horas até avistar um – é preciso ter paciência!

Eles costumavam estar próximos uns dos outros e quando tinha um grupo grande de impalas era provável que ali tivesse um leão ou leopardo, visto que é a refeição preferida desses felinos. O que você vai ver mais são os antílopes, tem muitos, por todos os lados e de várias espécies. 

animais no safari na africa do sul

Os felinos são os mais difíceis, pois dormem muito durante o dia, podendo chegar a 22h por dia! 

Mas tivemos sorte e conseguimos ver um leopardo jovem dormindo debaixo de uma árvore grande e depois três leões descansando, prestes a dormir.

Uma curiosidade é que esses leões eram mais claros e loiros. Segundo o guia, eram descendentes dos White Lions, leões brancos e raros da África do Sul!

Para nossa surpresa maior, o nosso carro recebeu um rádio de outro grupo que estava fazendo safári avisando que perto de um dos portões do parque haviam seis leões se alimentando. Isso mesmo! Corremos para lá debaixo de uma chuva fina e o caminho foi longo, viu?

Quanto a chuva, ganhamos capas para nos proteger e echarpes para nos aquecer. Chegando lá, não só estavam os leões, como também umas quinze hienas a nossa volta.

Os felinos estavam se alimentando e as hienas queriam tirar proveito de sua caça. Foi de tirar o fôlego! Ao mesmo tempo em que eu estava nervosa por estar muito perto desses animais perigosos, me sentia sortuda por poder observar um momento único como aquele, digno de Nat Geo! Sem dúvidas, fechamos o nosso último game drive com chave de ouro! 

safari-africa-do-sul-leão
Alguns dos leões que avistamos durante o game!

Uma estadia ideal é de duas noites. Se você chegar na hora do almoço no primeiro dia, como a gente, poderá se instalar e seguir seu primeiro passeio de carro a tarde.

No segundo dia, você terá tempo suficiente para mais dois game drives e poderá fazer o último na manhã da sua partida.

Achamos que foi o tempo perfeito para a gente e conseguimos ver o Big 5, entre outros animais como girafas, zebras, hienas e gnus.

safari-kruger-national-par
Registrando tudo durante o nosso safari!

Fazer um safári na África do Sul foi a melhor experiência da minha vida! Agora, indico pra todo mundo e acho que você deve fazer ao menos uma vez na sua vida. Ver os animais livres em seu habitat é emocionante e indescritível.


Aproveite para ler também:
Seguro Viagem para a África do Sul (Com Desconto!!!)


Melhor época para fazer safári na África do Sul

Muita gente se pergunta qual é a melhor época para fazer safári na África do Sul, mas isso é muito relativo. No post África do Sul: tudo o que você precisa saber para planejar a sua viagem, a Nanda fala sobre as estações do ano em geral, então vale a pena conferir.

Para visitar o Kruger, acredito que em qualquer época você irá conseguir ver os animais. Eu fui em Novembro, peguei um dia de sol maravilhoso, mas muito quente, e outros dois dias frescos com chuvas ocasionais.

melhor epoca safari
Nos meses de inverno há mais chances de ver os animais!

A chuva não é um problema, pelo contrário, permite aos animais saírem de seus esconderijos em busca de água e caça, desde que não seja um temporal!

Durante o inverno você terá a oportunidade de ver muitos animais, porém no verão você tem a chance de aproveitar mais as piscinas dos lodges, além de casar melhor com a visita a Cape Town. 


É seguro fazer safári?

Seguindo as orientações, não há grandes riscos para o turista. Se você estiver num carro 4×4 com guia e guarda, é tranquilo, já que os rangers (como são chamados) são muito bem treinados para qualquer imprevisto!

Geralmente, os animais estão acostumados com a presença de carros e não se incomodam com a gente. Contanto que você siga as instruções do guia, que são mais ou menos as mesmas que você deve ter ao fazer um self-drive. É só ter cautela, não descer do carro em locais não permitidos ou abrir as janelas e não interagir com os animais. 

safari kruger elefante
Pertinho de um elefante durante o nosso safari!

Mas, é claro que não estamos imunes de algum imprevisto – torcer o pé, comer algo que não caiu muito bem, gripe ou dor de garganta… coisas assim acontecem também durante uma viagem, e precisamos estar precavidos.

A gente nunca viaja sem contratar o Seguro Viagem – item indispensável para uma viagem internacional. Sempre indicamos o site Seguros Promo, que oferece os melhores serviços e preços do mercado.

Para fazer a sua cotação clique aqui e use o código MALADEAVENTURAS para garantir 5% OFF no final da compra!


Outras opção de safári no Kruger National Park

Também vou deixar aqui algumas opções de safáris mais em conta no Kruger! Pesquisei muita coisa antes de definir o meu roteiro, então deixo aqui essas sugestões:


Guia de Viagem Se Lança para a África do Sul

A Tati Barro morou por três anos na África do Sul e lançou o Guia de Viagem Se Lança para a África do Sul com dicas incríveis para te ajudar a organizar a viagem: ideias de roteiros, tudo sobre o safári no Kruger, dicas de atrações imperdíveis em Cape Town e Joanesburgo, os melhores restaurantes, informações sobre as vinícolas, lista de feiras de rua, onde fazer compras, documentação necessária e etc!

Antes de fazer essa viagem eu li o guia todinho e adorei, ajudou muito! Você pode comprá-lo por apenas R$25,90. Clique aqui para comprar o seu guia de viagem para a África do Sul!


Espero que vocês tenham gostado do meu relato e que inspire a comprar a primeira passagem pra África do Sul agora mesmo, para viver essa experiência maravilhosa e inesquecível que é fazer um safári. <3


Você pode gostar de ver também:

África do Sul: tudo o que você precisa saber para planejar a sua viagem

Quanto custa uma viagem para Cape Town

Roteiro de 7 dias na Garden Route


Safári na África do Sul: como é se hospedar em um lodge no Kruger

Quem escreve | @biancacarius
Bianca
Visual designer e fashion lover. Adora praia, cidades cosmopolitas, culturas diferentes e gastronomia. Não perde oportunidade para viajar e buscar o lado criativo de cada lugar que passa.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *