Feriado por aqui é sinônimo de viagem! Queremos sempre aproveitar o nosso tempo livre para conhecer novos lugares, seja na companhia de amigos, namorado ou família.

Dessa vez, o lugar escolhido foi Tiradentes, cidade super charmosa em Minas Gerais. Estava com a família e amigos, a oportunidade perfeita para propor passeios diferentes em grupo.

Escolhemos fazer a Travessia da Serra de São José, trilha que passa por uma enorme formação rochosa que pode ser vista de toda a cidade. Ao todo, foram 12km de caminhada feitos em mais ou menos 5h30. Parece “assustador”, mas o visual lá do alto e o mergulho na Cachoeira do Mangue são recompensadores.

Travessia da Serra de São José, Tiradentes

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Vou reunir nesse post tudo o que você precisa saber para fazer a Travessia da Serra de São José, começando por um dilema: contratar ou não contratar um guia?

Ao pesquisar no Google, vi vários sites recomendando fechar o passeio com agências de turismo local, e falavam também de um valor bem salgado: aproximadamente R$90 por pessoa. Éramos 8 pessoas e não queríamos pagar tanto assim para fazer a trilha. Eu, que já tenho experiência com trilhas, achei que seria tranquilo ir por conta própria, mas li também que não havia muita sinalização, e por estar com meus pais, achei melhor não arriscar tanto.

Chegamos em Tiradentes na sexta de manhã e planejamos fazer a travessia no sábado bem cedo. Fomos logo pesquisar preços nas agências de turismo e encontramos a Estrada Real.

O Carvalho nos atendeu super bem e ainda fechou um valor ótimo pra gente, caindo quase metade do preço por pessoa que havíamos visto em outras agências, como a Uai Trip. No pacote, estava incluso além do guia, água, suco e biscoito. A única desvantagem de ter fechado com essa agência foi não ter a van para nos levar ao início da trilha e nos buscar no final.

Além dos 12km de travessia, tivemos que andar mais alguns dentro da cidade para chegar na trilha. Como vimos em outras agências que teríamos a van, achamos que no pacote que fechamos também estava incluso, o que foi um pouco decepcionante no final. Mas, erro nosso, não confirmamos antes de fechar. Fica a dica!

Guia contratado, psicológico preparado e mochila nas costas. Combinamos de nos encontrar às 9h na agência de turismo e lá conhecemos a Priscila e o Tiago, casal fofo que foi junto com a gente.

Travessia da Serra de São José, Tiradentes

A trilha, apesar de longa, não é difícil: algumas partes são mais íngremes, mas a maioria da caminhada é plana, com algumas descidas no final. Durante todo o caminho a fauna e a flora impressionaram. Passamos por trechos de Mata Atlântica, vegetação rupestre e, conforme íamos chegando ao topo, a vegetação se transformava, com plantas típicas do cerrado.

Fiquei encantada com as florzinhas que nos acompanharam durante todo o caminho e deixavam o lugar ainda mais lindo!

travessia

Passamos também por um pedaço da calçada dos escravos, pisando em pedras que foram colocadas ali séculos atrás. Há também outras partes do caminho diretamente ligadas à história de Minas Gerais e do Brasil, como antigas áreas de extração de ouro e trechos vicinais da Estrada Real.

Travessia da Serra de São José, Tiradentes

Durante a trilha, nosso guia Luiz fazia algumas paradas estratégicas nos mirantes, e aproveitávamos para beber água, fazer um lanchinho e tirar fotos.

Travessia da Serra de São José, Tiradentes

Pra mim, o auge da trilha foi quando chegamos na Cachoeira do Mangue, já no final. A água geladinha caiu super bem depois de andar muito, refrescando e lavando a alma! Ficamos por lá alguns minutinhos apreciando o lugar e seguimos em direção ao final da trilha.

cachoeira

Foram cerca de 2h descendo, com algumas partes escorregadias. É preciso atenção! Fora isso, achei a caminhada bem tranquila. Foi uma boa pedida alternar às visitas a igrejas e museus um passeio por trilhas, vegetação e cachoeiras. Voltamos de lá renovados e prontos pra próxima aventura!

Informações

Agência de turismo Estrada Real: passeios culturais e ecológicos.
Rua Inconfidentes, 218 B – Centro – Tiradentes-MG | (32) 3355-1187

R$90,00 por pessoa, mas você pode tentar negociar, dependendo da quantidade de pessoas.

Recomendações

– é importante vestir roupas leves e tênis para fazer a caminhada. Se você planeja mergulhar na cachoeira, não esqueça de levar uma roupa extra e toalha.

– O passeio total leva aproximadamente 5h30. Leve sanduíche e frutas!

– Protetor solar e repelente são indispensáveis.

– Se você não se importar em andar um pouquinho mais do que 12km, super recomendamos fechar com a agência Estrada Real. Se preferir a comodidade da van, vale a pena procurar outras agências.

– Ficamos hospedados na Pousada Neuza Barbosa. A localização não era das melhores, mas a estrutura da pousada e o preço compensam!

Acompanhe a gente pelo Facebook e Instagram!

Quem escreve | @nandahudson
Quem escreve
Criadora de conteúdo e viajante profissional, a co-fundadora e editora do Mala de Aventuras está sempre em busca de paisagens de tirar o fôlego e experiências transformadoras pelo Brasil e pelo Mundo.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Aluguel de Carro!
    locação de carro
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Publicidade

7 respostas

  1. Oii tudo bem amei a postagem que legal , sabia que eu moro aqui em TIradentes rsrsr tenho um blog tambem 🙂
    Atravessei a serra varias vezes é muito bom né 🙂
    Entreamigasfeminices.blogspot.com

    1. Oi Ana Paula!

      Que bom que gostou do nosso post sobre a Serra! É incrível mesmo!

      Adoramos o seu blog, super fofo! Sucesso!

  2. Oi, parabéns pelo post, super bacana! Já quero incluir essa trilha na minha viagem a Tiradentes. Gostaria de verificar com vcs quanto tempo, em média, dá para visitar as principais atrações do centro histórico. Grato

  3. Oi, meninas!
    Estou querendo ir para Tiradentes e amei as dicas aqui do blog.
    Perguntinha estratégica: dá para aproveitar bem a cidade sem carro?

    Obrigada!

    1. Quando eu fui, a recomendação era que não dá. Realmente o caminho é complicado. Se você tiver muita experiência com trilhas, talvez consiga ir sem guia, mas não uma regra no local! Na dúvida, melhor ir com guia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *