A Pedra Selada é o pico mais alto da região de Visconde de Mauá. São 1755m de altitude que trazem uma vista incrível para quem vence as 2h de caminhada. Seu nome se deve ao seu formato peculiar, que mais parece uma sela de cavalo. (Confesso que quando vi pela primeira vez, seu contorno me fez lembrar o rosto de uma velha, como as bruxas da nossa infância. Hahah)

Localizada na Serra da Mantiqueira, há alguns picos vizinhos que estão na minha “to do list”, como o Pico das Agulhas Negras e o Maciço das Prateleiras. Você já foi em algum? Dicas são super bem vindas, é só você escrever nos comentários aqui do blog 🙂trilha da pedra selada

Minha experiência

Subi com a intenção de chegar para assistir o pôr do sol, porém começamos a trilha às 4h da tarde, de modo que chegamos lá no topo exatamente às 6h da tarde. Como era inverno, o sol já havia se posto fazia um tempo. #fail hahaha

Ainda assim, o visual era incrível e valeu muito a pena todo o esforço. A gente assistiu ao final de luz que restava ir embora aos poucos, transformando o céu em uma explosão de cores.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!

Caso queira ir assistir ao pôr do sol na Pedra Selada, minha dica é que comece a trilha por volta de 2:30h da tarde. trilha da pedra selada

A trilha

São cerca de 2:00h de caminhada de nível médio. A subida é bastante íngreme e irregular, começando em uma parte descampada, o que te faz torrar no sol, dependendo do horário de subida. A maior parte da trilha, porém, fica dentro de mata fechada, onde é fresquinho e agradável. Há alguns riachos com água cristalina para repor as garrafas d’água.

Bem sinalizada, há placas indicando a quilometragem, o que funciona como um alívio a medida que você vai subindo e vai perdendo o fôlego. São 2,5km no total.

Chegando lá em cima a vista é maravilhosa. Você pode ver toda a região em 360 °, o Pico das Agulhas Negras e as Prateleiras, e ao longe cidades como Resende, Itatiaia e Volta Redonda.

Não é necessário contratar guia, pois a trilha é bem sinalizada e de fácil acesso.

É novo nessa vida de aventureiro? Confira: 14 dicas essenciais para quem está começando a fazer trilhasPedra Selada Por do solPedra Selada por do solVista noturna pedra selada

Como chegar

A Pedra Selada fica na região de Visconde de Mauá, próximo as divisas dos estados Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Para chegar lá, saindo do centro de Visconde de Mauá de carro, vá em direção às vilas Campo Alegre e Rio Preto até a Fazenda do Sr. Alcebíades (você verá uma placa indicando “Pedra Selada”). São cerca de 10km de distância.

Quando ir

Todas as estações são propícias para ir. No verão faz bastante calor, chegando a 40°C. Nessa época do ano, as chuvas no fim do dia são comuns de acontecer.

Eu fui no mês de agosto e estava ótimo para subir, com um clima ameno e não tão calor. Para a noite, é importante levar um casaco, pois as temperaturas caem bastante.

Quanto custa

Ao chegar lá, nos deparamos com uma placa de R$8,00 para ter acesso à trilha, mas não havia ninguém lá para cobrar. Acredito que seja somente nos finais de semana e nos dias de maior movimento, quando tem alguém lá tomando conta.

Dicas gerais

Não se esqueça de levar os seguintes itens:

1. Sua GoPro!
2. Um casaco, pois durante a noite a temperatura cai bastante;
3. Protetor Solar (pode parecer que não mas o sol da montanha queima bastante!);
4. Repelente;
5. Tênis confortável (vimos pessoas de chinelo, mas é bem desconfortável);
6. Lanterna;
7. Lanchinho para repor as energias.

+ Deixe sua marquinha no livro de visitantes que você encontrará no topo. São várias histórias de superação e você vê que muita gente penou para chegar lá em cima, você não foi o único. hahah

Quem escreve | @gaiavani
Fotógrafa, viajante de carteirinha e empreendedora digital, a editora do Mala de Aventuras vive a vida intensamente, aproveitando cada horinha do seu dia para transformar o mundo através das viagens.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

27 respostas

  1. Olá, fiquei um pouco receoso de descer de noite sem conhecer o local. A trilha é realmente bem sinalizada? Nem de noite dá pra se perder?

    1. Oi Filipe, é tranquilo descer a noite sim! Só não se esqueça das lanternas e desça com cuidado para não escorregar.
      Não tem bifurcações na trilha para se perder, ao menos não tinha quando fui.

  2. Bom dia, você relatou sobre as prateleiras, moro na região sou vizinho do PNI, qualquer dúvida so falar, temos um grupo sem fins lucrativos na região, funcionamos por meio de trabalhos voluntários de pessoas que não querem que o espírito montanhismo acabe e vire comercio, que por detalhe estará subindo semana para a pedra assentada ( do lado das prateleiras), qualquer coisa só chamar no whats 24992039941

      1. Show, domingo agora vamos para pedra assentada e no outro para o bloco só o cine interessa no RJ, para março estamos marcando asas de Hermes no PNI e pico do papagaio em Aiuruoca.

  3. Fizemos a trilha esse sabado. Espetacular… mas vale lembrar que agr sao 15 reais por pessoa e 10 reais de estacionamento. Vale frizar tambem que a trilha não é facil, fumantes e sedentarios vão penar e muito. Mas a recompensa é maravilhosa

    1. Oi Rodrigo! Muito bom saber essas informações. Como fui em 2015, não tinha os preços atualizados.

      A Pedra Selada realmente não é uma trilha fácil, marinheiros de primeira viagem talvez sofram um pouquinho com a inclinação dela. Mas a vista recompensa mesmo!

      Obrigada por compartilhar com a gente sua experiência. =)

    1. Olha eu fui hoje com minha cadela, uma golden retriever. Mas sinceramente nao indico ir com cachorro, a subida é bem puxada e chegando mais próximo do cume tem uns degraus bem altos que nós tivemos uma dificuldade grande para subir e descer com nossa cachorra. Outra coisa, voltamos as 17 e 30 e começou a anoitecer. Foi muito tenso pq nao tem iluminacao nenhuma. Ainda bem que temos lanterna no celular, pq chegamos no breu total e nao tinha ninguem mais na recepçao, achei bem ruim volta a noite, escorregamos varias vezes pois os degraus sao íngrimes. Recomendo fortemente planejar para chegar na recepçao as 17 hrs no máximo. Se se perder na trilha esqueça, ninguem irá atras de você.

      1. Oi Rafael, obrigada pelo feedback. Fui com amigos que moram na região e a cadela deles, que está acostumada a fazer esse tipo de atividade. Não tivemos problema algum, mas realmente não é uma trilha super estruturada.

    1. Oi Cloris! Tivemos um problema para receber comentários aqui nas últimas semanas. Desculpe a demora para respondê-lo.

      O local tem espaço para carros sim =)

  4. Boa noite …
    Alguém poderia me ajudar com o número de telefone do caseiro la?
    Para e ver sobre o estacionamento e horários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *