Você já ouviu falar no Vale do Amor? É um santuário ao ar livre localizado em meio às montanhas de Petrópolis. Um passeio perfeito para quem busca contato com a natureza e com a espiritulidade. É um lugar de muita energia boa, para se conectar profundamente.

Já imaginou caminhar por altares de diferentes religiões? Ver simbologias diversas, tudo isso em meio à uma natureza abundante. Inclusive, há uma pequena queda de cachoeira  no Vale do Amor – perfeito para quem gosta de meditar! Afinal, nada melhor do que se concentrar na respiração enquanto ouve o barulhinho da queda d’água.

Nesse post você vai ler todas as informações sobre o Vale do Amor em Petrópolis: onde fica, como chegar, o que é o Vale e muito mais! Continue lendo!


“Vale do Amor é a construção do ponto de encontro entre as diferenças e os diferentes.
É a busca da utopia, espaço de convivência da unidade na diversidade”
– por Sérgio Fecher

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!


Vale do Amor

O Vale do Amor é um santuário ao ar livre, idealizado pelo Sérgio Fecher, coordenador da Fraternidade Cósmica Universal. Em outras palavras: é um lugar maravilhoso, literalmente no meio de um vale, com uma energia única!

O Sérgio tem uma história muito bonita com o local (veja aqui) e quis transformá-lo em um santuário ao ar livre, um lugar que está de braços abertos para todas as religiões. Você vai encontrar, por exemplo, um Ashram (comunidade com o intuito de promover a evolução espiritual dos seus membros) com templos cristãos, hindus, budistas e taoistas.

Altar de Ganesha, Cachoeira da Umbanda, Igrejinha de Francisco e Clara, Altar de pedra do Buda e um jardim com o símbolo do Yin-Yang são algumas atrações que você vai ver por lá. É realmente um lugar para todos – não importa a sua religião ou a sua crença.

vale do amor
Uma das esculturas de Buda!

O que mais me chamou atenção por lá foram as esculturas do Buda e do Ganesha – são lindas, muito bem feitas, e transmitem uma paz enorme! Ah! Na segunda vez que fui até o Vale, tive o prazer de encontrar com o Sérgio, e ele me falou algumas curiosidades: algumas esculturas vieram da China, e tem umas até maiores à caminho!

O Vale do Amor está em constante mudança, e o Sérgio tem ótimos planos para o local. Aqui você pode ver também as suas idealizações (inclusive, parece que vem aí um Anfiteatro para palestras e o altar vai ser aberto para casamentos! E a lista de espera já está enorme!).

altar no vale do amor
O altar do Vale do Amor visto de cima! Foto: @brenomadeira

Outros cantinhos imperdíveis do Vale do Amor são os jardins de Yin-Yang e claro, o altar Franciscano (que é chamado de Santuário de Francisco e Clara). O que eu mais vejo no meu Facebook e Instagram são amigos e conhecidos indo até lá e postando fotos – e não é por menos né? O lugar é realmente lindo e diferente!

O altar fica alinhado com a montanha, que tem o formato triangular. Os banquinhos de pedra e o jardim impecável completam o cenário, que transmite uma paz e uma energia muito boa. Ficamos alguns momentos ali, agradecendo pela vida e sentindo a energia daquele lugar. Como falei, não importa a sua religião. Eu tenho certeza que você vai se sentir muito bem, independente de qualquer diferença!

jardim yin yang vale do amor
O Jardim de Yin Yang!

Onde fica e como chegar no Vale do Amor

O Vale do Amor fica na Fazenda Inglesa, um bairro de Petrópolis próximo ao Rocio. Essas duas regiões são vizinhas e tem muuuito a ser explorado: trilhas, cachoeiras, estradas de terra ótimas para andar de bike…! É realmente o paraíso para quem gosta de ecoturismo. Inclusive, não deixe de aproveitar a ida até o Vale do Amor para conhecer mais do Rocio: que tal a Cachoeira Poço Negro? Essa é uma das nossas cachoeiras preferidas de Petrópolis!


Leia também: 10 passeios de ecoturismo em Petrópolis


Saindo do Rio, coloque no GPS “Estrada Vargem Grande, Fazenda Inglesa, Petrópolis” e siga o caminho até lá.  Fique de olho nas ruas, porque em uma delas terá várias placas com nomes de sítios. Também vai estar escrito, em alguma delas, Vale do Amor. Você deverá entrar na Estrada Mata Cavalo, mas eu não encontrei o endereço no GPS. A dica é prestar atenção nas plaquinhas e perguntar para as pessoas na rua.

Daí, é só entrar na estrada e continuar sempre reto, sem entrar em nenhuma bifurcação. Você vai ver que a estrada vai ficando mais complicada, com buracos, terra, algumas partes bem irregulares… até chegar em um apiário e um mini lago. Pronto, essa é a sede do Vale do Amor, e a partir daí, é só você estacionar o carro e subir um pequeno trecho à pé.

Espero que você dê sorte de encontrar o Sérgio por lá, e aproveite para conversar com ele. Ele nos explicou um pouquinho de cada altar e dos seus planos para os próximos anos. É super interessante!

Endereço: Estrada do Mata Cavalo, s/n – Fazenda Inglesa

Horário de funcionamento: das 8h às 17h

Entrada: R$ 7,00 por pessoa (em dinheiro – não há máquina de cartão) 

OBS: Não é permitida a entrada de animais de estimação de qualquer espécie.


Leia também: 10 cachoeiras em Petrópolis que merecem uma visita


Eventos e Celebrações no Vale do Amor

Vez ou outra acontecem alguns eventos e celebrações por lá. Ano passado teve um evento bem legal de ciclistas, que organizaram uma missa de natal, celebrada no Santuário de Francisca e Clara. O culto ecumênico acontece com uma certa frequência, e é para todas as religiões. Também há tive a oportunidade de participar de uma celebração indígena e foi super interessante!

Se você gosta do assunto espiritualidade e está em busca de novas experiências nessa área, precisa conhecer o Vale do Amor e participar dos eventos que acontecem por lá. Fique de olho na página do Vale do Amor no Facebook, que eles costumam divulgar as novidades e a programação!

vale do amor em petrópolis
Uma das esculturas do Vale do Amor

Onde se hospedar

Como falei, o Rocio e a Fazenda Inglesa são bairros mais afastados do centro de Petrópolis, cercados por muita natureza. Há algumas opções de hospedagem por lá, caso você goste de se desconectar e de ficar em meio à natureza.

> A Casa de Pedras está disponível para aluguel no Airbnb – é a casa mais incrível onde já estive! Ela é enorme, toda feita de pedras, com um terreno repleto de árvores e ar puro. Um verdadeiro achado no bairro Rocio (a 2km do Vale do Amor!). Aproveite a garante quase R$200 de desconto na sua primeira reserva do Airbnb clicando aqui.

> Na Fazenda Inglesa, a nossa dica é se hospedar na incrível Locanda Della Mimosa – uma pousada mega charmosa, mais requintada, com uma área externa deliciosa! Perfeito para casais!


E se você quiser mais opções de hospedagem em Petrópolis, confira o post: Onde ficar em Petrópolis: melhores bairros e pousadas


Assista ao vídeo do Vale do Amor

Em Junho de 2018 fizemos esse vídeo mostrando os principais atrativos do Vale do Amor até em então – isso porquê o local está sempre mudando, com novas esculturas, novos jardins e novos ambientes! Vale a pena demais conhecer esse lugar com uma energia ótima, cercado por natureza e que abraça todas as religiões!


Você pode gostar de ver também: 

Centro Histórico de Petrópolis: roteiro de um final de semana

Vale das Videiras: Trilha de Bike até o Poço São Pedro

Cachoeira da Macumba, em Itaipava

Caminhos do Brejal: uma ótima opção no Brejal para quem curte ecoturismo

Quem escreve | @nandahudson
Criadora de conteúdo e viajante profissional, a co-fundadora e editora do Mala de Aventuras está sempre em busca de paisagens de tirar o fôlego e experiências transformadoras pelo Brasil e pelo Mundo.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

2 respostas

  1. Olá meninas, adorei o post! Gostaria de saber quanto tempo demora para chegar lá, partindo do centro de Petrópolis? Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *