De Norte a Sul, as vinícolas de Portugal são um excelente passeio para se aprofundar na cultura portuguesa. Portugal é conhecido internacionalmente pela sua gastronomia. Além do pastel de nata e dos inúmeros pratos com bacalhau, uma das iguarias portuguesas que figura entre as favoritas dos turistas (e dos locais também) são os vinhos.

As vinícolas mais famosas de Portugal ficam no Norte do país, na região do Rio Douro. Mas as planícies do Alentejo também guardam suas surpresas.

Então, se você está a fim de saber quais são as melhores vinícolas do país, neste post aqui você vai saber tudo o que precisa para organizar o seu roteiro pelas vinícolas portuguesas e degustar os melhores vinhos de Portugal.

Newsletter
cadastre-se gratuitamente

Quer viajar mais e melhor?

Baixe nosso e-book com 30 dicas exclusivas
para você planejar e economizar nas suas viagens!
Bônus

checklist para uma mala impecável

a melhor planilha de planejamento de viagens dessa internet

E o melhor?
Todo esse material é gratuito!


Vinícolas em Portugal: tudo o que você precisa saber antes de montar o seu roteiro

Portugal é internacionalmente conhecido pela sua produção de vinhos que extrapola os limites do continente e alcança, também, as ilhas que compõem o seu território. Os vinhos mais famosos são produzidos nas vinícolas do Norte do país e há algumas particularidades que os diferenciam entre si.

Existe uma organização chamada Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal que reúne as informações sobre todas as vinícolas em Portugal, detalhes sobre as regiões e que pretende promover de forma unificada o enoturismo no país.

Continue lendo para ver tudo o que você precisa saber antes de montar o seu roteiro pelas vinícolas de Portugal.


As Vinícolas

Em Portugal, as vinícolas são comumente chamadas de Quintas, assim como outras propriedades rurais em que há algum tipo de plantação e uma construção – que pode ser um armazém ou galpão. As vinícolas em Portugal também podem ser chamadas de vinhas ou vinhedos.

O enoturismo é bem forte em Portugal e as vinícolas costumam oferecer degustações e algumas explicações sobre a produção e distribuição do vinho, além do tour nas suas instalações.

vinicolas em portugal caminhos
As vinícolas em Portugal são maravilhosas! Você não pode deixar de conhecer.

As Vindimas

O período de colheita das uvas é conhecido em Portugal como vindima. É nesta altura, entre o fim do verão e o começo do outono, que as uvas são colhidas e selecionadas para dar início à produção do vinho.

Geralmente, as vindimas ocorrem entre os meses de Setembro e Outubro e algumas Quintas abrem as portas aos visitantes que tenham interesse em participar da colheita. Se você estiver em Portugal nesta altura do ano, vale a pena incluir no seu roteiro uma vinícola que tenha incluído no passeio o combinado de vindima com degustação de vinhos.


Os Vinhos

O que define as características dos vinhos portugueses é a região onde são produzidos, não apenas a casta das uvas como acontece na França ou no Chile, por exemplo. As propriedades do solo, o clima e até a influência do vento interferem no sabor e na qualidade dos vinhos.

vinícolas em portugal vinho
Experimente dos melhores vinhos portugueses.

Algumas particularidades dos vinhos portugueses são as seguintes:

– vinhos tintos: a maioria dos vinhos tintos produzidos no Alto Douro são o resultado da junção de várias castas de uvas, o que conferem o sabor característico dos vinhos da região. Esses vinhos são divididos entre tintos para consumir jovens e tintos de guarda. Os tintos para consumir jovens são mais amadeirados e frutados e a recomendação é consumi-los logo nos primeiros anos a seguir à colheita. Devem ser servidos entre 13° e 15°.

Os tintos de guarda são mais encorpados e têm aromas e sabores mais complexos. Podem levar anos pra chegar no auge da sua qualidade. Geralmente são indicados por “Reserva” ou “Grande Reserva” no rótulo.

– vinhos brancos: os vinhos brancos secos são produzidos também numa mistura de várias castas e divididos entre brancos para consumir jovens e brancos de guarda. Os vinhos brancos para consumir jovens são refrescantes e cítricos, ótimos para acompanhar pratos leves ou servir de aperitivo. A temperatura ideal de consumo é entre 8° e 10°.

Os vinhos brancos de guarda são um pouco mais encorpados que os jovens e acompanham pratos mais sofisticados como bacalhau ou coelho. A temperatura ideal para servir é por volta dos 12°.

vinicolas em portugal vinho branco
O vinho branco também é super famoso e reconhecido por lá.

vinhos rosados: também conhecidos como vinhos rosé, são produzidos a partir de uvas tintas e costumam ser mais frutados, adocicados. São comumente consumidos no verão e é recomendado que sejam bebidos jovens e frescos, entre 10° e 12°.

Há também os vinhos verdes, únicos no mundo, produzidos na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, entre o Douro e o Minho. Existem os vinhos verdes tintos, verdes brancos, verdes rosados e espumantes. São bem característicos da região noroeste de Portugal e devem ser consumidos jovens.

Os vinhos verdes são conhecidos pelo seu baixo teor alcoólico, então cuidado! Você vai acabar bebendo mais do que imagina e a ressaca pode chegar sem você nem se dar conta. Eu sou uma super entusiasta dos vinhos verdes, diria que são meus preferidos, justamente por serem um pouco mais leves. Mas é o tipo de vinho que a gente bebe sem se dar conta de que já foi uma garrafa inteira hahaha

O Vinho do Porto mais tradicional é um vinho de sobremesa, tão encorpado que parece um licor. Assim como o Moscatel, que é um vinho extremamente doce.

Uma curiosidade sobre os vinhos portugueses é que eles acabam por ser servidos quase sempre na temperatura ambiente, especialmente no inverno. Claro que existem as adegas climatizadas, mas no dia a dia em casa, os vinhos são servidos sem passar pela geladeira como fazemos no Brasil – ou pelo menos no Rio de Janeiro, né? 😉

vinicolas em portugal plantação
Os passeios pelas plantações são realmente imperdíveis!

Leia também: Tudo sobre Lisboa: 20 dicas essenciais para quem visita a cidade pela primeira vez


Vinícolas em Portugal: as principais regiões vinhateiras

Região Vinhateira do Alto Douro

O Norte de Portugal é incrível! Na minha opinião, é a região mais bonita do país, onde se come e bebe melhor. Não sei explicar, parece que o tempo passa mais devagar naquela zona, é uma delícia curtir cada cantinho do Alto Douro.

Na região do rio Douro há várias vinícolas que produzem vinho para muitas marcas diferentes. Conhecida como “Douro vinhateiro“, a região é Patrimônio Mundial da UNESCO e uma das áreas produtoras de vinho mais antigas do mundo. A paisagem é espetacular e já desde o começo do caminho se pode ver as plantações em camadas nas encostas às margens do rio.


Região Demarcada dos Vinhos Verdes

A maior Região Demarcada portuguesa – e uma das maiores da Europa – a Região Demarcada dos Vinhos Verdes compreende todo o noroeste de Portugal. Conhecida como Entre-Douro-e-Minho, a região engloba serras como da Peneda e Gerês até o rio Minho já quase na fronteira com a Espanha. É dessa região que saem os melhores vinhos brancos, espumantes e aguardentes devido às condições naturais do solo, da água e do clima.

A Região Demarcada dos Vinhos Verdes é dividida em várias sub-regiões e cada uma delas tem as suas particularidades, o que faz das suas vinícolas sempre diferentes umas das outras.

vinicolas em portugal rio douro
A famosa região do Rio Douro, em Portugal.

Alentejo

O Alentejo ocupa mais de um terço do território continental de Portugal, ou seja, é uma região muito grande que contempla uma ampla variedade de cultivos, produção agrícola e pecuária. Do Alentejo, nascem iguarias portuguesas como o porco preto, ensopado de borrego, sopa de tomate e cozido à portuguesa. Além disso tudo, claro, excelentes vinhos!

As planícies do Alentejo têm paisagens verdes durante o inverno e bem amarelinhas durante o verão. Em meio às planícies, é na Serra de São Mamede que se instalam as vinhas mais importantes daquela localidade.

O clima mais frio e as condições de umidade nas vinícolas dessa região é que fazem dos vinhos alentejanos tão marcantes, com características únicas como um bom envelhecimento. Os vinhos do Alentejo encaixam muito bem naquele ditado que diz que quanto mais velho, melhor é o vinho.

vinicolas em portugal plantação
Uma das vinícolas em Alentejo, Portugal.

Top 5 Vinícolas em Portugal

Agora que você já sabe todas as particularidades dos vinhos portugueses, fica aqui uma lista com 5 vinícolas espetaculares para você incluir no seu roteiro.


Quinta da Pacheca

A Quinta da Pacheca promete uma experiência completa para os amantes do vinho. No terreno, são produzidos vinhos do Douro, vinhos do Porto, Moscatel e até Azeites. O melhor de tudo é a variedade de passeios que a vinícola oferece aos seus visitantes. Desde visitas guiadas com provas de vinhos até experiências gastronômicas, é possível participar da vindima e ainda dormir numa pipa de vinho.


Sandeman

A produção da Sandeman é um negócio de família há mais de 230 anos e já está na sétima geração. As vinhas ficam às margens do Rio Douro, na Quinta do Seixo, e você também pode visitar as adegas (conhecidas como caves) em Vila Nova de Gaia quando for ao Porto. Mesmo se você não conhece nada de vinho e não sabe identificar as vinícolas de Portugal ao longe, quando chegar ao Peso da Régua vai saber quando identificar ao longe a quinta da Sandeman.

Lá no alto da vinha está um enorme homem de capa e chapéu pretos, vigiando as suas uvas. Seria Don de Sandeman, o Zorro? Ou o Zorro seria inspirado no Don de Sandeman? O site da marca conta de forma bem humorada a construção de toda a sua identidade, é muito legal de ver.


Cartuxa

A Adega Cartuxa tem sua vinícola instalada na Quinta de Valbom, a 2km do centro histórico de Évora, no Alentejo. A visita conta detalhes dos processos de produção dos vinhos e azeites, tem degustação incluída e ainda conta com uma visita ao lugar onde a Adega Cartuxa foi fundada. Curiosidade: o nome da marca foi inspirado no Mosteiro da Cartuxa, que fica a 200m da Quinta onde as uvas são plantadas e o vinho é produzido desde o século XVIII.

vinicolas em portugal rolhas
Você terá diversos vinhos fantásticos para experimentar.

Herdade do Esporão

Entre mais de 700 hectares de vinhedos e olivais no coração do Alentejo, em Reguengos de Monsaraz, a vinícola Herdade do Esporão é outra que merece uma visita demorada. A produção de vinhos e azeites da Herdade do Esporão é das mais tradicionais de Portugal e mostra um cuidado com o meio ambiente em todas as suas etapas pela utilização do modo de produção biológico.

Uma visita à Herdade do Esporão é quase uma volta no tempo. É possível conhecer a História da Defesa do Esporão, visitar o Complexo Arqueológico dos Perdigões e andar pelas vinhas e hortas que fazem parte da propriedade. Além, é claro, de degustar produtos regionais e conhecer as Adegas e Caves.


Quinta da Bacalhôa

Setúbal é a terra do Moscatel, um vinho licoroso bem doce que agrada a todos os paladares. Inclusive, em 2019, o Moscatel Alambre 20 Anos recebeu um prêmio de melhor vinho licoroso do ano.

E é em Setúbal que fica o Palácio e Quinta da Bacalhôa, uma das vinícolas mais bonitas de Portugal. A Bacalhôa é uma marca conhecida no país pela qualidade dos seus produtos e serviços, além dos seus espaços de visitação que são voltados para o enoturismo.

vinicolas em portugal uvas
Você vai amar conhecer um pouco mais sobre a produção dos vinhos.

A vinha foi plantada em 1972 e desde então vem produzindo vinhos semelhantes aos franceses de Bordeaux, com uvas das castas Merlot, Petit Verdot e Sauvignon. A Quinta da Bacalhôa parece um castelo! Os jardins são lindos, parecem labirintos e o Palácio dá todo um charme a mais ao espaço. O que torna a experiência ainda mais completa.


Veja também: Roteiro Portugal: 2 semanas por Lisboa, Porto e arredores


Vinícolas em Portugal: como organizar o seu roteiro partindo de Lisboa ou Porto

Se você se interessou por todas essas opções maravilhosas de vinícolas e passeios e está planejando fazer uma viagem para conhecer essa região tão linda, nós vamos te ajudar. Além de darmos sugestões para organizar o seu roteiro, separamos abaixo algumas dicas para fazer com que o planejamento da sua viagem seja incrível! Confira!


Escolha como vai ser o seu deslocamento

A primeira coisa que você precisa saber para organizar o seu roteiro nas vinícolas de Portugal é escolher o seu meio de transporte. Em Portugal não existe lei seca como no Brasil, mas bastam duas taças de vinho para exceder o limite de até 0,5g de álcool por litro no sangue. E a multa pode ser bem salgada, variando de 250€ a 2500€ dependendo do quanto você tenha ultrapassado esse limite.

De todo modo, viajar em Portugal de carro costuma ser a melhor maneira de se deslocar entre as cidades. Se você escolher alugar um carro, nós usamos e recomendamos o site da Rent Cars para fazer a sua reserva. Além de ter um dos melhores preços do mercado, eles têm vários modelos novos de veículos e possuem o serviço bem organizado e prático. A gente ama alugar com eles! Clique aqui para ver a cotação na RentCars.

berna suíça carro
Viajar de carro pode ser a melhor opção para conhecer um lugar.

Algumas opções para quem escolhe fazer esse passeio de carro são: ter uma cidade como base e fazer o deslocamento para as vinícolas de trem, ônibus ou em passeios fechados. Ou ainda se hospedar dentro da própria vinícola.

Se você escolher visitar as vinícolas do Alto Douro, por exemplo, pode chegar nas cidades de trem. Para consultar os detalhes, visite o site da empresa Comboios de Portugal, nele você vai encontrar os horários dos trens, preços e as cidades de partida e chegada.

No verão de 2019 eu fiz o seguinte trajeto: Porto x Régua de carro e depois Régua x Pinhão de trem. É um passeio delicioso, o trem passa bem pertinho da água em alguns trechos e dá pra ver várias Quintas nas encostas do rio.

Outra opção bastante usual são os cruzeiros que saem do Porto e incluem na programação visita a adegas e vinícolas com guia, degustação, almoço e tudo a que se tem direito.

vinicolas em portugal rio douro
A famosa e bela região do Rio Douro.

Decida quantas vinícolas você quer conhecer e determine o tempo da sua viagem

Cada vinícola de Portugal tem as suas particularidades. Em algumas, as visitas duram cerca de 2h a 3h com degustação incluída, em outras você pode até se hospedar. Você pode conferir esse e mais passeios pelo site da GetYourGuide.

Na verdade, a quantidade de dias vai depender mais de quantas vinícolas você gostaria de conhecer e qual vai ser a sua cidade-base. Quem se hospeda no Porto tem muito mais opções de passeios para regiões com vinícolas que podem ser feitos de forma independente – seja de carro, trem ou cruzeiro. Quem se hospeda na região de Lisboa, precisa contratar tours especializados para visitar as vinícolas do Alentejo ou de Setúbal e Arrábida.


Posso me hospedar nas vinícolas?

Depende. Algumas Quintas tem o serviço de hospedagem incluído e você aproveitar para pernoitar por lá. Em algumas, é possível até mesmo fazer a reserva pelo Booking. Na Quinta da Pacheca, você pode viver a experiência de dormir dentro de uma Pipa de Vinho, com vista para a plantação de uvas, por exemplo. Ou no Wine House Hostel, se você for mais tradicional.

Na Malhadinha Country House você se pode hospedar num ambiente super moderno que mais parece um glamping, com vista pras vinhas. Imagina que irado? Outra hospedagem espetacular é a Quinta de Casaldronho Wine Hotel. Super moderna, parece incrustada na encosta como as vinícolas. Uma experiência e tanto!

vinicolas em portugal hotel quinta casaldronho
Um dos quartos do belo Hotel Quinta de Casaldronho. (Foto: divulgação Booking)

Bate-volta: opte por tours guiados saindo de Lisboa ou Porto

Se você preferir manter a sua base numa cidade maior, o ideal é fazer passeios no estilo bate-volta com tours guiados. Saindo de Lisboa, por exemplo, você pode visitar Azeitão e ter uma experiência privada numa excursão de 8 horas ou passar um dia delicioso em Bucelas para conhecer não só as vinícolas, mas também uma aldeia bem charmosa.

Se você tem pouco tempo em Lisboa e mesmo assim quer viver a experiência, pode fazer uma degustação de vinhos portugueses de 1 hora sem sair da cidade. Se a sua base é no Porto, existem várias opções de passeios. Você pode fazer um cruzeiro pelo Rio Douro com paradas em vários pontos de interesse, inclusive as vinícolas mais bonitas da região.

Ou você pode fazer um passeio que contemple 3 vinícolas de uma vez só e tenha almoço incluído, assim você ganha tempo e não precisa se preocupar em parar no meio do passeio para comer. Opções não faltam e você pode sempre perguntar por passeios no seu hotel ou dar uma olhada no site Get Your Guide para ter ideia de tours interessantes.


Leia também: Viagem de carro em Portugal: o melhor GUIA para montar seu roteiro


Dicas extras para a sua viagem

Antes de irmos, nós temos dicas importantes para a sua viagem ser ainda mais confortável, tranquila e especial. Veja a abaixo todas as dicas:


Seguro Viagem para Portugal

Você já sabe que o seguro viagem é obrigatório em muitos países da Europa, certo? Além da obrigatoriedade, ter um seguro viagem tira um peso das costas e deixa a sua viagem muito mais tranquila. Afinal, quem quer se preocupar com despesas de hospital no meio das férias?

onde ficar em berna avião
Antes do dia da viagem, não esqueça do seu seguro viagem para a Europa!

Principalmente numa viagem em que você com certeza vai comer pratos que não está acostumado, vai querer provar todos os vinhos nas degustações e pode ter alguma reação alérgica. Imagina o desespero de ter que correr pro hospital sem saber o que fazer?

Aqui no Mala de Aventuras, nós usamos e recomendamos a Seguros Promo para fazer a cotação do melhor seguro para as nossas viagens. Considerado o melhor comparador de seguros online, o site da Seguros Promo faz uma busca das melhores opções de seguros com um excelente custo x benefício.

Outra vantagem de reservar seu seguro viagem com a Seguros Promo é que os leitores do Mala de Aventuras tem direito a 5% de desconto no valor final da compra. Basta usar o nosso código MALADEAVENTURAS. Corre lá pra reservar logo seu seguro e não ter mais que se preocupar com isso.


Chip internacional para celular

Outra coisa indispensável numa viagem internacional é um bom chip de internet, né? A gente sempre precisa usar o GPS, confirmar uma reserva, procurar bons restaurantes, conversar com as pessoas e manter o Instagram atualizado.

chip de internet
Ao embarcar no avião, faça a troca dos chips e chegue no seu destino conectado!

Nós aqui do Mala de Aventuras sempre usamos o chip internacional da Yes Brasil e o plano pra Europa inclui 12 GB de internet pra usar à vontade por até 30 dias. Ainda rola desconto pros nossos seguidores, é só usar o código MALADEAVENTURAS pra garantir 10% de desconto no site. Clica aqui pra pedir o seu chip com antecedência e viajar sem preocupação.


E aí, já virou especialista nas vinícolas de Portugal?

Agora que você já sabe tudinho sobre os vinhos portugueses e as vinícolas de Portugal, já pode começar a organizar o seu roteiro. Conta pra gente aí nos comentários qual vinícola você quer visitar primeiro. E se ficou alguma dúvida, pode mandar que a gente te ajuda. Aproveite as nossas dicas e boa viagem!


Outros posts que podem te interessar: 

Algarve em Portugal: Roteiros para 3, 5 e 7 dias nas praias mais bonitas de Portugal

Praias de Portugal: as 10 melhores praias para visitar a partir de Lisboa

Lisboa no inverno: vale a pena? como é o clima? o que fazer?

Quem escreve | @redthetraveler
Red
Mais uma que foi picada pelo bichinho viajante e não consegue parar quieta num lugar só. Viaja para conhecer outras culturas, fotografar, se conectar com a natureza e comer.
  • Sobre
    Sobre o Mala de Aventuras
    Olá, somos a Gaia e a Nanda!
    Aqui nós compartilhamos as melhores
    dicas e roteiros de viagem para que você possa viajar mais e melhor
  • Organize a sua viagem!
    Descubra quais ferramentas nós e
    outros viajantes profissionais usamos
    para economizar nas viagens!
  • Publicidade
  • Nossos presets!
  • Newsletter

    Junte-se a mais de
    100.000 leitores e receba
    gratuitamente dicas de
    viagem exclusivas

  • Destaque
  • Destaque
  • Posts em destaque
  • E-Book fotografia
  • Assista no Youtube!
  • Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *